Mundo RPG

O Lar do Rpgista Brasileiro
 
InícioPortalGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Erulindya
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 389
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Sab Out 20, 2018 1:08 am

Concentrando-se no Sentinela, você capta o seguinte:

"Há uma menina brincando num jardim, e ela se aproxima de "você". Você então se dirige para a fachada de um casebre, onde é recebida por uma mulher simpática e simples que a abraça e beija. Ela te conduz a um cômodo da casa onde você senta ante uma mesa e lhe é servido alguma refeição. De repente, o que era dia vira noite, o que era claro fica escuro, você se vê sozinha no meio do nada sem fonte de luz. Então, chamas tomam conta do lugar, gritos, muitos gritos!"

E então o Sentinela acorda num solavanco. Mas não se move. Seus pensamentos agora são resmungos com relação à vida injusta que vive.

Os animais a aguardam para pernoitarem juntos.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 68
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Sab Out 20, 2018 7:35 pm

Yrel sente e vê com se dentro do sentinela estivesse e observa uma criança brincando em uma jardim e corre para sua direção, "ela" vai para um casebre onde é recebida por uma mulher bondosa e simples, que a abraça e beija. Ela sente um clima de muito amor e harmonia ali e senta em uma mesa onde uma refeição quente a espera.

De repente tudo muda na visão, dia é noite, o claro ficou escuro e ela se vê sozinha no escuro e chamas a cercam por todos os lados e gritos invadem a sua mente e o seu receptor se sacoleja e agora só ouve resmungos de uma vida sofrida e injustiçada.

Yrel sai da mente do pobre homem sentindo-se triste e com empatia por ele e do mesmo jeito que fez com os animais coloca uma generosa porção de alimento e água para ele e se aconchega no calor do corpo de uma animal de pelo fofo e olhando para o céu imagina como deve ser o dia a dia de uma família humana e vê que não é tão diferente da sua, pois tem amor e naquela criança existia inocência.

E com esses pensamentos, a fada entra no seu transe e relaxa para se preparar para mais um dia e para conhecer a cidade que deverão logo chegar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 389
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Sab Out 20, 2018 8:38 pm

As luzes dos vaga-lumes embalam sua noite, bem como as tentativas dos peixes de capturá-los. Suas coreografias se misturam aos pontos estáticos que podem ser vistos ao longe. Os animais a cobrem de uma corrente de ar fria que passa pela passagem entre o vale e os alcança na borda do rio. A noite passa tranquila novamente.

Nos primeiros raios de sol, um deles a lambe para avisar que é hora de partir, e levanta-se em seguida, junto com os demais. O sentinela também acorda, mas permanece sentado e vê ao seu lado a comida que fora deixada por você na noite passada, agora cheia de formigas e moscas. Ele as afasta de qualquer jeito e come, bebendo a água em seguida.

Os demais do grupo despertam, e se preparam para dar seguimento à jornada. montam as cadeiras, desfazem as moradias, atrelam os animais a elas, antes, porém, um deles, com um tubo branco na mão, se afasta do grupo e de dirige a uma estrutura que, agora com a claridade do sol, fica muito mais distinguível do que no escuro da noite. E ela se parece muito com aquela da qual essa caravana partiu.

O homem vai até dois dançarinos, mostra o tubo pra eles, que abrem e depois parecem ser favoráveis à presença deles ali, então ele volta e dá sinal para todos subirem, pois irão seguir viagem. Assim o fazem, e a caravana põe-se a marchar. Durante o dia, os pontos luminosos parecem não existir, mas ainda assim, é pra lá que o grupo vai.


Citação :
OFF: está livre para agir

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 68
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Sab Out 20, 2018 9:09 pm

Off: Não sei se é o adequado mas vou fazer um teste de inteligência ou sabedoria para compreender melhor a visão tida na magia e os novos dançarinos que recebem bastões brancos para olhar.

Teste apropriado:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 389
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Sab Out 20, 2018 11:35 pm

A visão que recebera da magia, era claramente um sonho. Mas o que não dá pra saber é se era fruto de uma mente atormentada por uma culpa (pelo fato de ter acontecido o que você viu) ou se era somente estresse pela saudade de casa (pois deve estar há dias sem ver a família devido a viagem). Mas enquanto esteve na mente dele, as sensações foram bem reais.

Com relação ao que vê acontecendo com os dançarinos, você consegue entender que o tubo continha alguma autorização para que o grupo entrasse no ajuntamento de "ninhos humanos" e, já que vieram da outra estrutura esquisita, este também é um meio de comunicação deles.


Citação :
OFF: pode agir se quiser.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 68
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Dom Out 21, 2018 5:37 pm

Yrel está confusa com os comportamentos humanos e quanto aos sentimentos... Amor e lar são conceitos facilmente absorvidos, mas aquelas chamas e escuridão, não se explicam para ela naquele sonho na mente do pobre homem. O que aconteceu a ele, se fosse no seu povo, seria pior que a morte, ser abandonado e diminuído pelos seus iguais, na verdade ela pensa, seria impossível, pois as pixies se consideram um único tecido social e não é possível separa-lo.

Mas aquela linguagem de se comunicar pelos tubos brancos ela achou engraçada, mas meio sem graça após um tempo de observação, era melhor fazerem um coral e cantarem juntos ou cuspir na mão e trocarem essências... Mas vá lá entender esses humanos.

Yrel observa o grupo partir com os bailarinos fazendo gestos de concordância após analisarem os tubos brancos, devem ter gostado deles, mas devolveram e os humanos da caravana partiram novamente se afastando daquela estrutura grande e feia e onde tinha as luzes salpicadas, não havia mais... Ou era o pai sol que era mais poderoso que elas que as apagada? A pequena entende que precisa aprender mais sobre estas criaturas enigmática...

E a viagem segue e a ansiedade e excitação da fada só aumenta... Algo vai acontecer, aparecer ou chegar...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 389
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Ter Out 23, 2018 4:35 am

Você acompanha a caravana, que segue viagem enquanto o sol brilha, Você vê ao longe alguns objetos voadores deslumbrantes. Eles se aproximam do "ninho" mais próximo que você viu na noite passada, bem como a caravana. Assim que os animais atravessam as muralhas que protegem o ninho, você percebe que as pessoas - principalmente as crianças - apontam discretamente para sua direção, e os adultos fazem uma cara de desaprovação para a caravana como um todo. As pessoas se vestem como bufões, com panos coloridos e muitos adornos. As mulheres usam vestes carregadas de tecido, porém são muito elegantes, e os homens muito vistosos. Você vê alguns pequenos, mas não são filhotes de humanos: alguns são esbeltos e ligeiros, outros são fortes e parrudos. E alguns poucos elfos que acenam cordialmente para você.

A caravana vai seguindo por entre as ruas e as reações são sempre as mesmas: estranhamento pelos adultos e admiração pelas crianças. Algumas residências têm umas características mágicas, dá pra sentir a aura de longe. Há algumas estruturas flutuantes, e uma ou outra pessoa praticando truques simples de mágica.


Citação :
OFF: está livre para agir

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 68
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Ter Out 23, 2018 2:55 pm

OFF: De boa, tem que ser no seu tempo...


Yrel começa a observar objetos voadores próximos dos ninhos que tinha visto. Esse objetos voadores, são deslumbrantes e a fada fica empolgada com a beleza que seus olhos registram.

Logo que a caravana atravessa os muros que protegem o ninho, as pessoas apontam discretamente para a pixie, principalmente as crianças e as pessoas se vestem ricamente, exagerando no ornato e nas vestimentas. A maioria dos adultos olham a caravana com reprovação e ela observa pequenos seres que não são filhotes humanos e alguns poucos elfos que lhe acenam cordialmente.

A caravana continua pelas ruas da cidade e as reações continuam as mesmas e muitas casas emanam uma forte energia mágica, algumas até flutuam e algumas pessoas estão concentradas, praticando alguns truques de magia, Yrel está encantada e se aproxima de um dos elfos que lhe pareceu mais amistoso e que a lembrava um dos muitos embaixadores elficos que já visitara a sua mãe.

Ela se aproxima timidamente e para a uma distância segura e fala com o elfo: - Olá senhor, me chamo Yrel e gostaria de lhe fazer uma pergunta se o senhor poder se dignar a responder. É possível? E fica parada esperando seu posicionamento e acrescenta ansiosa: - Aqui é tudo lindo, que lugar maravilhoso, onde estamos e como se chama este lugar?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 389
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Qua Out 24, 2018 2:27 am

Yrel escreveu:
- Olá senhor, me chamo Yrel e gostaria de lhe fazer uma pergunta se o senhor poder se dignar a responder. É possível?


-  Adon Kehrareth! Glad Homeagain, Ebrath Shee!
(- Paz, Fada! Seja bem vinda, amiga Fada! )


Yrel escreveu:
- Aqui é tudo lindo, que lugar maravilhoso, onde estamos e como se chama este lugar?


- Estamos em Halarahh, Capital de Hauruaa. Que bons ventos a trazem a este lugar?

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 68
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Qua Out 24, 2018 8:50 am

Yrel estava feliz de estar ali, o lugar exalava magia e era belo, encontrara elfos, povo que lhe era familiar e o elfo lhe respondera com cortesia e o modo de falar dos elfos a lembrou do modo de falar do seu próprio povo. Halarahh, os viajantes já tinham lhe falado deste lugar, mas ela sempre pensou que aquilo era parte da cota da imaginação dos mascates e dos sátiros e agora estava vendo com seus próprios olhos.

Ela para de divagar e responde ao elfo: - Estou a procura de dragões de prata, amigo das fadas, alias como é o seu nome, gentil senhor? E me esclareça, porque os humanos olham a caravana com desaprovação e as crianças nos olham com admiração? E fica olhando atentamente para o elfo ansiosa pela sua resposta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 389
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Sab Out 27, 2018 5:18 pm

Yrel escreveu:
- Estou a procura de dragões de prata, amigo das fadas, alias como é o seu nome, gentil senhor?


-  Sou Aravilar Moondown, Guerreiro da Trama. Dragões de Prata??? - ele ri discretamente - Se tem uma espécie de dragão que é difícil encontrar, essa espécie é a de Prata. Eles são raríssimos e podem estar em qualquer lugar, pois raramente fazem covis para si. A maioria, prefere andar por entre raças humanoides e aprender com elas, absorvendo conhecimento e cultura. Mas eu sugiro que comece sua busca pelas regiões frias do norte, onde tem neve, se for arriscar os covis.


Yrel escreveu:
E me esclareça, porque os humanos olham a caravana com desaprovação e as crianças nos olham com admiração?


- O povo de Halruaa como um todo só respeita quem tem afinidade com a Arte. Forasteiros aqui, incluindo a sua pessoa, são considerados possíveis usurpadores e são uma ameaça ao reino deles. Os caravaneiros têm acesso à cidade porque devem trazer algum item mágico para comercializar, então a estadia deles aqui é temporária. Vê aquele veículo ali? - aponta para aquela estrutura flutuante que você viu ao chegar na cidade - ... Está esperando por eles, para partir para outras terras em busca de mais itens. Fora isso, desde pequenos as crianças são ensinadas a temer criaturas e habitantes de fora, todos crescem com essa idéia incutida em seus corações. No seu lugar, eu partiria daqui o mais rápido que pudesse, antes que algo ruim acontecesse.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 68
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Dom Out 28, 2018 3:35 pm

Yrel fica um pouco confusa e perdida nas informações dadas pelo elfo e não estava acostumada com a rejeição que aquele povo tinha pelo estranhos a ele. Mas sente confiança no guerreiro e continua a perguntar: - Senhor Aravilar, mas o senhor é um elfo e está aqui, eles o aceitam e sou uma barda, será que eles me aceitariam?

E fica pensando nas possibilidades e sente que sua inexperiência exigirá uma consulta ao elfo guerreiro e continua seu questionário ao seu paciente ouvinte: - Senhor Aravilar, desculpe incomoda-lo mais o senhor conhece mais do mundo do que eu que mal sai da minha floresta, então me ajude, o senhor acha que eu devo continuar com a caravana rumo a minha busca ou tem uma maneira de eu me dirigir para as regiões frias do norte se não me aceitarem aqui?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 389
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Ter Out 30, 2018 2:14 am

Yrel escreveu:
- Senhor Aravilar, mas o senhor é um elfo e está aqui, eles o aceitam e sou uma barda, será que eles me aceitariam?


-  Sou  Guerreiro da Trama porque estou encarregado de encontrar e apreender um meliante que anda vendendo itens mágicos corrompidos pela "Trama Sombria". Sobre sua questão, acredito que não te aceitariam assim tão fácil, Bardos são como Feiticeiros, manipulam a Trama expontaneamente e o povo aqui é bem metódico. Tanto é que somos regidos por uma magocracia, e as crianças com afinidade com a Arte são treinadas como magos. Quem tende para a feitiçaria, deixa Halruaa assim que tem oportunidade.


Yrel escreveu:
- Senhor Aravilar, desculpe incomoda-lo mais o senhor conhece mais do mundo do que eu que mal sai da minha floresta, então me ajude, o senhor acha que eu devo continuar com a caravana rumo a minha busca ou tem uma maneira de eu me dirigir para as regiões frias do norte se não me aceitarem aqui?


- Eles não vão te aceitar, fato! Sugiro que acompanhe a caravana, eles vão ao encontro do Navio Mercante. Lá, explique sua situação, talvez eles lhe deem uma passagem de ida para o norte, ou o mais próximo que puderem te deixar. - Faz uma pausa - ... Apresse-se ou os perderá de vista!

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 68
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Ter Out 30, 2018 11:54 pm

A pequena confia no elfo, porém aquele lugar é tão lindo... Mas sua missão tem que ser o foco e dá uma última olhada em tudo e registra na sua mente, e aquilo resultará em muitas músicas, histórias a serem contadas e narrativas de suspense ao redor de reconfortantes fogueiras.

E subitamente dá um beijo no rosto do elfo pegando-o de surpresa e diz: - Espero nos ver de novo e voa como uma flecha em direção ao fim da coluna da caravana e espera que o elfo tenha razão...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 389
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Sab Nov 03, 2018 5:16 pm

Você se apressa em acompanhar a caravana que seguiu indefinidamente em direção ao horizonte. Para você é uma vista diferente, pois morando na floresta, só é possível ver o horizonte ao pairar sobre as árvores. Aqui, também há resplandecência e magnanimidade, visto que mesmo as pessoas estranhando sua presença, nenhuma delas mostrou-se agressiva. E com certeza pessoas boas usam suas habilidades mágicas para um bem maior, não para destruir - as estruturas dessa cidade traduzem esse comportamento. Centenas de torres - edifícios altos construídos de coral colorido, pedra, cristal e força mágica - dominam a linha do horizonte, projetando-se para cima a partir de um perfil de cidade que, de outra forma, seria pouco usado.

Mais à frente, já mais próximos daquela estrutura flutuante que o Elfo lhe instruíra, os caravaneiros passam por uma construção magnifica: a profusão é uma obra-prima da arquitetura que apresenta torres altas conectadas por caminhos aparentemente suspensos no ar. Revestimentos grandes e suportes feitos de material transparente - ou às vezes força mágica - dão a todo o edifício uma sensação de abertura e arejamento. Próximo desta, há uma praça - uma extensão de parques, rios, pavilhões e gazebos, com uma grande variedade de árvores de clima temperado a tropical, muitas das quais são floridas ou frutíferas, e  treliças cobertas de vinhedos criam espaços para conversas particulares, e pontes se estendem por rios de canal feitos pela população,  dando a esse local a sensação de um vasto jardim perfeitamente bem cuidado. Ao longo da periferia, Mercadores vendem itens que vão desde guloseimas e bebidas comestíveis a bugigangas mágicas, como elmos exóticos para a cabeça e umas pedras brilhantes que piscam fora de ritmo, ou brilham constantemente.

A caravana finalmente chega ao seu destino, uma espécie de ancoradouro que se mostra ser uma praça aberta e pavimentada em pedra colorida, com grandes árvores que  fornecem boas quantidades de sombra para passear e conversar. Intercaladas entre as árvores existem inúmeros pavilhões com toldos de cores vivas. Tem muita gente aqui: Os caravaneiros têm dificuldade de se organizar e conseguir espaço para seus negócios, mas com esforço logram êxito. Você vê pessoas oferecendo guloseimas, outras com animais exóticos presos em jaulas, outros em dupla carregando caixas pesadas em direção aos barcos enormes que os aguardam na água. Aqui, você é ignorada, como se tudo fosse um grande show! E aquela estrutura flutuante está logo acima de vocês. parada no ar.


Citação :
OFF: Está livre para (inter)agir

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 68
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Dom Nov 04, 2018 5:27 pm

Yrel está deslumbrada com tudo que vê, na verdade aquele local a surpreende cada vez mais a medida que vai conhecendo mais lugares da cidade, um uso de magia equilibrado, visando o bem comum, muito verde, como se fosse um grande jardim organizado para gerar prazer e conforto e percebe que não teme aquele povo pois não viu ou recebeu nenhum gesto ou palavra hostil.

Aproxima-se do final da caravana e vê que estão se aproximando de uma grande ancoradouro onde existe varias árvores e lugares com sombra para descansar, os caravaneiros se apertam entre aquela multidão presente com barracas coloridas e toda sorte de mercadoria, tem animais exóticos em jaulas e lhe corre um arrepio de pensar em estar presa ali como um animal exótico e sem liberdade.

Por fim os comerciantes da caravana logram exito em se estabelecer naquele local e muito comercio e movimentação explica porque eles vem para cá fazer negócios e a fada vê muitos carregadores levando mercadorias para enormes barcos ancorados bem próximo e a brisa do mar é agradável e a pixie olha para cima e vê a estrutura flutuante que Aravilar lhe mostrara durante a conversa e por curiosidade e por medo de a colocarem numa grade daquelas para exibição ela voa em direção a estrutura flutuante.

Com cuidado e observando tudo para não esquecer e poder relatar nas suas futuras histórias que contará nas tavernas e ao redor de fogueiras, vai se aproximando da estrutura flutuante e de cima fica observando para ver se encontra alguém que lhe pareça amistoso para futuro contato e descarta os comerciantes de animais exóticos, só para não arriscar...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 389
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Qua Nov 07, 2018 12:48 pm

Citação :
OFF: Perdão pela demora em postar, Zignon... Mas estamos na área!

Para eu continuar a narração, Por favor, faça um teste de reflexos

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 68
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Qua Nov 07, 2018 3:33 pm

Teste de Reflexos +6:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 389
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Sab Nov 10, 2018 2:22 am

Citação :
Essa é a estrutura que estava acima do comércio:



Só que imagine-a com os "chifres" para cima.

A estrutura parece que foi fabricada com madeira e metal. Decorada com cristais coloridos e "água solidificada". Parece ter 12m de diâmetro e 24m de altura considerando as extensões em forma de chifres. Assim que você consegue ver "o convés" algo a atinge, e a impede de se manter voando: são faixas de algum material grudento branco, e você inicia uma queda livre, mas antes que pense em se livrar das das faixas, uma mão translúcida a agarra e a traz lentamente de volta para a estrutura. Você é colocada no chão e neste momento pode ver que quem a atacou foi um humano com vestes vermelhas, e quando os companheiros percebem o acontecido, repreendem-no prontamente:

- Que está fazendo, seu imprudente!
- Perdão, Capitão, estava apenas praticando.
- Não pode praticar em criaturas livres dessas Terras!
- Libertarei-a imediatamente, Senhor!
- Não! Agora que a capturou, podemos ter algum lucro com os Zulkirs! Coloque-a numa gaiola junto com os demais...

O jovem faz o que lhe foi ordenado, mas faz devagar...


Citação :
OFF: você pode agir se quiser.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 68
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Sab Nov 10, 2018 9:39 am

Yrel esta quase hipnotizada por aquela estranha e bela estrutura, subiu um pouco mais para ver melhor o convés e de repente algo a atinge e ela não consegue voar, foi enredada por faixas grudentas e esbranquiçadas e começa a cair e durante a queda enquanto tenta se soltar das faixas, uma mão translúcida a agarra e a trás até a estrutura.

Na estrutura é colocada de pé no piso do "convés" e observa que seu agressor é um humano vestido de vermelho e parece estar sendo repreendido pelos demais. Porém apesar da reprovação, e do seu captor manifestar o desejo de solta-la, seus companheiros mandam coloca-la em uma gaiola, onde falam ter outras criaturas e a motivação do lucro está clara nesta ordem.

A fada tenta pensar rápido e diz a primeira coisa que lhe vem a mente: - Por favor me soltem, eu tenho uma missão e o senhor Aravilar Moondown aguarda meu retorno, me solte e esquecemos este incidente e sigo meu caminho. E olha firme nos olhos do rapaz, pois sabe que ele agindo sem convicção pode solta-la e completa: - Sei que você é bom e muito habilidoso, por favor sia seu coração e me solte.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 389
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Sab Nov 10, 2018 5:49 pm

Citação :
OFF: Muito boa sua jogada!Gostei bastante!

Os humanos se entreolham e o Capitão diz irritadiço:

- Seu incompetente! Ainda fez o favor de capturar um agente do Conselho! Estamos aqui para fazer negócios, não uma guerra! Ande! Liberte-a imediatamente!
- Sim , Capitão, Agora mesmo, senhor!

Enquanto o rapaz usa magia para te libertar, o Capitão se aproxima e lhe diz:

- Perdoe os modos do meu aprendiz, e esse terrível - num tom super dramático - engano que cometemos!
- Feito, Capitão! A fada está livre, Senhor!

As faixas desaparecem e você está novamente livre. O capitão prossegue:
- Há algo que possamos fazer para lhe compensarmos?


Citação :
OFF: você tem direito a um teste de sentir motivação e está livre para agir.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 68
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Ontem à(s) 12:35 am

Yrel se surpreende que sua ideia improvisada deu certo e fica feliz em estar solta novamente e tem nova surpresa em ver os humanos super preocupados em agrada-la e perguntar o que ela quer e ela pondera agora com calma o que pedir.

Após verificar que está bem e que não foi machucada ela agradece ao homem que parece ser o chefe e diz que para compensar o atraso e seu mestre não desconfiar do incidente, poderiam ajuda-la a encontrar um dragão prata ou pelo menos ajudarem a ela embarcar para o norte onde será mais fácil achar os dragões de prata que ela procura... E fica voando a uma distância segura e agora bem atenta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 389
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Ontem à(s) 11:43 am


O Capitão responde:

- Iremos para o norte somente depois que terminarmos nossas trocas comerciais aqui, o que deve acontecer quando Lathander der lugar à Selûne. Para Onde vamos, não há relatos de Dragões de Prata, mas podemos indicar um caminho a seguir quando chegarmos lá! Isso a deixaria satisfeita?

Então ele chama o Aprendiz para perto e diz a ele:

- Prepare as acomodações para a Fada, Aprendiz! Levaremo-la conosco até Thay!
- Como assim, Capitão?
- Não pergunte, OBEDEÇA!
- Sim, Capitão! Agora mesmo, Senhor!


Citação :
OFF: está livre para agir.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 68
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Ontem à(s) 4:40 pm

Teste de sentir motivação no capitão +3:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 68
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Ontem à(s) 4:42 pm

OFF:  Quando estiver sem ser observada vai tentar intuir direção para saber onde é o norte, assim que a mestra postar o que ela sentiu ou descobriu, Yrel continua.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 389
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Hoje à(s) 1:29 am

Citação :
OFF: Como você declarou depois que ele pediu as acomodações, vou considerar apenas a segunda parte da conversa.

Você sente que o capitão está falando a verdade. Que ele é ríspido com seu subordinado, mas isso reflete atitudes assertivas. Não perde tempo.

Aparentemente, eles estão esperando algo acontecer ou alguém chegar para seguirem caminho ou pousarem. pois ficam todos os tripulantes fazendo manutenção na estrutura: verificam lascas de madeira, arranhões nas partes metalicas, polimento dos cristais, etc... Se tudo está equilibrado. Eles mencionam algo estranho à você - "horizonte gravitacional" provavelmente um jargão de raça ou da profissão. O Capitão fica sempre no centro, onde há um corrimão circular que circunda uma esfera verde flutuante. Outra coisa que você nota é que aqui emana magia!

Você tem tempo de observá-los melhor: eles usam robes vermelho-carmim, alguns exibem varinhas, outros cajados, outros andam com muitos papéis e pergaminhos, mas todos eles, têm uma caracteristica em comum - a cabeça é pelada e tatuagens intrincadas fazem o papel de cabelo. Eles estão aí, cuidando dos afazeres deles e ignorando você completamente. Só o Capitão que entre uma assinatura e outra nos papéis, dá uma olhadela pra ver se você ainda está no "convés"


Citação :
OFF: está livre para agir

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 68
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Hoje à(s) 2:00 am

OFF: Ela já ouviu algum relato dos viajantes que passaram no reino das fadas sobre esses magos tatuado e de vermelho? Ou o conhecimento de bardo podia lhe revelar ou rememorar isso?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» NOOB COMEÇANDO : COMBAT ARMS #01 | PATO DE MACUMBA
» Calçando JAVALI - The Hunter Caça Esportiva
» como neutralizar sniper dançarinos a long range
» UEFA Champions League 2012/2013
» [Jeremias] SJW justiçando Pokemon

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mundo RPG :: PLAY BY FÓRUM :: Jogos :: ★ Forgotten Realms ★ :: Temporário-
Ir para: