Mundo RPG

O Lar do Rpgista Brasileiro
 
InícioPortalGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
Erulindya
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 532
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Dom Set 30, 2018 7:49 pm

Apesar da dor que assola seu coração, e da angústia de ter de deixar seu lar, seu ímpeto aventureiro te guia para fora da proteção da Floresta, essa grande mãe, que te abrigou por tantos anos, e que agora padece devido à maldição que liberou da relíquia... A culpa pesa sobre seus ombros, mas não a faz parar; ao contrário, dá forças para ir aos confins do mundo, se preciso for, a fim de solucionar essa questão o mais rápido possível, pois a paz e a alegria é o que você quer ver reinar novamente em seu lar e, principalmente, em seu coração...

Todas as Pixies de Nak´Dur vêm fazer as honras, despedindo-se de uma das filhas mais notáveis que o reino feérico poderia ter, depositando, na sua pessoa, a esperança de um futuro melhor. A senhora sua mãe lhe dá alguns conselhos antes de partir:

- Tome cuidado com as criaturas que não são integradas à natureza, por terem perdido essa ligação, não compreendem as motivações do povo das florestas e podem não respeitar os nossos costumes; use sua beleza a seu favor e nunca para prejudicar alguém; através da música, conquiste os mais empedrados corações e acalente os mais sofridos, pois uma boa ação, por mais simples que possa parecer, é sempre bem-vinda; e por fim, vigie sempre para que não sucumba aos encantos do mal, a batalha é diária e a guerra difícil de ser vencida, mas nós pixies somos seres joviais e alegres, não permita que sentimentos ruins ou negativos te empurrem para o escuro poço do arrependimento...

Depois do Sermão, ela lhe dá um beijo na testa, como que abençoando sua partida e a comunidade inteira te acompanha até as fronteiras da floresta, alguns animais também acompanham, atraídos pelo cantarolar de seus conterrâneos. A partir daí, você se vê por conta própria, diante de uma importante escolha a fazer: seguir pelas montanhas ao sul, pelo caminho desértico-rochoso a leste ou pelo mar ao norte.

.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 110
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Dom Set 30, 2018 10:42 pm

Yrel estava envolta em amor por todos os lados, suas irmãs, sua mãe, toda a sua comunidade. Mas seu coração ainda assim estava dividido entre a dor e a culpa que traziam uma sensação de responsabilidade em encontrar uma solução para a maldição que tomava contas, aos poucos, da sua amada floresta. Esses sentimentos machucavam e traziam sofrimento ao seu espirito livre e alegre, mas ela estava decidida ao sacrifício da sua missão, que devido as circunstâncias, só ela podia executar.

Era uma manhã radiante, onde até os pássaros, seus amigos, pousavam em seus ombros e cabeça, adivinhando o seu quase exílio auto imposto e o séquito de pixies e animais da floresta estavam ao seu redor lhe apoiando e sua mãe lhe chama para um canto e lhe dá as suas recomendações e conselhos.

A mãe em sua sabedoria lhe ressalta do poder de fazer o bem e o seu retorno quando praticado. Fala para ela usar a sua beleza e a sua música para trazer alegria aos corações sofridos e amolecer os corações endurecidos pela dor e pelo sofrimento e que tenha cuidado para não sucumbir ao poderes e as atrações do mal e por fim lhe dar um cálido beijo e abraço reconfortante e no ouvido lhe diz que as pixies são seres de alegria e joviais e que evite os sentimentos negativos que lhe afundarão no abismo de arrependimento, tristeza e pessimismo.

Uma lágrima corre no canto do olho da pequena fada e ela devolve o beijo da mãe e pede que ela ore para a deusa a proteger naquele caminho de redenção do seu povo e explica que ela está fazendo aquela missão por amor a sua família e a sua floresta e que está bem e pedi que não se esqueçam dela nem um momento.

Ambas voltam para o restante do grupo e todos partem juntos até as fronteiras entre a floresta mágica das fadas e o mundo dos humanoides e Yrel alça voo se despedindo das suas irmãs, da mãe e dos seus queridos animais, apenas alguns pássaros continuam com ela e ela senta em uma elevação e observa o retorno daqueles que dão sentido a sua vida.

Quando não consegue ver mais nenhum dos seus familiares, ela fica em pé e daquela posição mais alta olha ao redor, precisa decidir para onde ir. Os dois rouxinóis  que lhe ensinaram os primeiros acordes sonoros estão no seu ombro e acompanham o seu raciocínio que é verbalizado a medida que ela olha para os pontos cardiais.

Ela fala olhando para o sul: - Para o sul, teria mais floresta para usar, e reveria as praias das nossas aventuras, e olha para o leste e diz: - O deserto e as altas montanhas, só os melhores batedores conseguem, eu sei que consigo, pois sou jovem e esperta e olha para o norte, e diz: - o cheiro do mar me atrai e é um mar novo que não conheço e a minha curiosidade faz meu coração bater mais forte quando olho para esta direção e subitamente algo no seu interior lhe diz que é para aquele destino que está a sua sina e cura do seu povo e decidida pela força daquela voz e sentimento interior decide ir para o norte e margear o mar seguindo o que seu coração mandar.

Ao alçar o seu voo, ouve as palavras da sua mãe na sua mente "Cuidado com as criaturas que não são integradas a natureza, elas perderam essa ligação e não podem ou não conseguem entender as nossas motivações e não vão respeitar os nossos costumes. Elas podem lhe fazer muito mal, tenha cuidado e controle a sua curiosidade" e ao ouvir aquela voz tão familiar se tranquiliza em saber que a voz da consciência tomou a sonoridade maviosa e cariosa da voz da sua querida mãe e isso aqueceu seu coração e lhe deu um novo vigor e lhe trouxe alegria e a pequena se despede dos amiguinhos e voa ao encontro do seu destino.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
Erulindya
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 532
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Seg Out 01, 2018 2:51 am

À medida que segue para o norte, deixando floresta e montanhas para trás, você passa por alguns grupos de "humanoides" que parecem vir de uma estrutura muito grande mais à frente, construída como se fosse um cercado ou um escudo de proporções nunca antes imaginadas por você ou qualquer um dos seus. Os grupos são "Guiados" por animais de grande porte, muito fortes, que puxam todos os humanóides sobre uma "cadeira" muito grande, com cobertura, e todos vão sentados. Eles não notam sua presença, mas o animal sim. Este porém, não desvia do seu caminho e segue sem cumprimentá-la. eles passam por você, e fica claro que vão atravessar as montanhas.

Você volta sua atenção para a estrutura ao norte. Tem umas bandeiras penduradas em alguns pontos dela, que caem até certo ponto, exibindo uma imagem deveras curiosa:


Ao se aproximar mais, Você ouve sons metálicos e ritmados, parecem vir de varios lados da estrutura e, em um dos pontos a baixo, tem dois humanos cobertos dos pés à cabeça com escamas enormes de metal! Te faz pensar que nem da brisa eles devem gostar, visto a desnecessidade de se cobrir num dia lindo como este!

Citação :
OFF:
Está livre para agir

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 110
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Seg Out 01, 2018 2:06 pm

Teste de conhecimento de Bardo +4:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 110
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Seg Out 01, 2018 2:07 pm

KKKKK mais uma vitima do "1"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
Erulindya
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 532
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Ter Out 02, 2018 1:09 am

Você tenta associar todos os elementos que vê a alguma história que sua mãe ou alguém do seu povo contou, ou ainda, a algo que poderia ter escutado por entre as árvores enquanto fazia troças com forasteiros que atravessavam o território da floresta, porém nada de concreto lhe vem à mente. São pessoas estranhas, símbolos estranhos, construções estranhas, e sem a companhia dos seus para trocar idéias...

A estrutura à sua frente é imponente, parece ter sido construída para proteger algo, ou para evitar que algo saia. Mas não faz muito sentido, já que você viu grupos se deslocando de lá... Aqueles que vestem escamas de metal, trocam de posição de vez em quando, como numa coreografia bem ensaiada - mas bem sem graça!

Citação :
Você está livre pra agir

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 110
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Ter Out 02, 2018 1:44 pm



Yrel fica maravilhada em ver tantas coisas novas. Apesar do medo das coisas que vê, fica curiosa para descobrir o que são aquelas coisas, bandeiras e estandartes desconhecidos, uma estrutura feita para guarda que tem um intenso entra e sai, uma roupa de dança que abafa o calor em um dia para se despir de tão lindo e quente, nada fazia muito sentido para ela.

A fada voa mais alto para localizar o mar que exala sua brisa com salitre e depois de localizar o mar, procurará algum grupo de pessoas conversando, para escondida e furtiva ouvir as conversar que poderão revelar que lugar é este, qual a dança que os bailarinos vestidos de escamas brilhantes estão ensaiando?

Ela observa que parece que eles não são muito experientes, pois não tem muito molejo nos seus passos da dança, e ela não compreende a lógica do fluxo de entra e sai daquele prédio imenso e sua curiosidade busca informações que lhe alimentem a vontade por conhecimento e assim ela satisfeita,poder partir e continuar a sua busca.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
Erulindya
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 532
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Qua Out 03, 2018 1:58 am

Citação :
OFF O mar, fica além dessas muralhas. É possível passar por fora delas em direção a ele, mas ainda assim, atravessará mais aglomerações de pessoas, como esta à sua frente, antes de alcançar de fato a água. O grupo de pessoas que podem te dar alguma informação são os caravaneiros que passaram por você, puxados por aquele animal de carga. Mais conversas, poderá ouvir indo até mais próximo dos "Escamosos" ou, passando para o lado de dentro da imensa estrutura.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 110
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Qua Out 03, 2018 10:41 pm

Yrel sente o vento no rosto, está um dia quente e muito bonito e ela faz algumas piruetas para olhar a estrutura de uma forma mais completa em perspectiva e depois de se deleitar com o que viu, deseja satisfazer a sua vontade de conhecer sobre as coisas que vê e tenta escolher que grupo pretende escutar.

Alguns grupos dentro da estrutura engraçada que é para guardar pessoas mas não segura ninguem pois é um entra e sai muito grande lhe causa claustrofobia e descarta ficar ali dentro, os homens carregados pelos caixotes puxados pelos animais é uma opção, mas ela fica com medo que os animais entreguem a sua posição que a invisibilidade deixa confortável e só resta um grupo de três bailarinos de escama que estão encostados na lateral da grande estrutura.

A fada se dirige para perto deles e sai fumaça de uma estrutura de madeira que sai da boca deles e a pequena fica com vontade de espirrar e puxa o cabelo de um deles sem querer quando sobe para não espirrar e os deixa confusos e procurando a causa daquilo, o que provoca um sorriso prazeroso na pequena.

Ela vê outros quatro conversando e apontando para o mar, em pé, numa estrutura de madeira como se feita para vigiar quem vem de longe, pois de tempos em tempo eles olham para os caminhos que saem e chegam à estrutura e acha que dali deve sair informações interessantes, e fica próxima, atenta a conversa, e o que é melhor eles não soltam fumaça.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
Erulindya
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 532
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Sab Out 06, 2018 3:57 am



Citação :
OFF: faça um teste de ouvir

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 110
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Sab Out 06, 2018 9:13 am

Off: foi mal pensei que tinha mais grupos de soldados... E eu devia ter escrito "Apontam na direção do mar" e não apenas para o mar... Vou tentar melhorar nos próximos.


Teste de Ouvir +7:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
Erulindya
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 532
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Sab Out 06, 2018 5:07 pm

Você ouve os soldados comentarem:

- Corajosos esses mercadores! Mesmo sabendo que podem ser rechaçados pelos Halruans, ainda assim insistem em fazer negócios por lá.
- Os instrumentos mágicos que eles produzem naquelas terras são de ótima qualidade, vale à pena arriscar!
- O perigo maior é eles serem atacados por aqueles ofidio-monstruosiades no caminho! Espero que eles nem pensem em aparecer por aqui!
- É, mas ouvi dizer que o conselho tem seus trunfos com relação aos Yuan-ti, e não é com intenção se eliminá-los...
- Espero que seja só um boato!

Citação :
OFF: Está livre para agir

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 110
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Dom Out 07, 2018 11:18 pm

Yrel fica super animada, e até excitada com as conversas, mas depois da animação inicial, vê que nem descobriu onde está e o que aqueles dançarinos fazem ali, além de conversar e nada de dançar.

Observa-os mais um pouco e nenhuma informação nova ela consegue e observa que eles portam instrumentos que parecem armas e fica pensando "o que dançarinos de roupa pesada fariam com armas, eles nem diplomatas são, ou será que nesta estrutura grandona teria um príncipe para eles protegerem? Mas então seria um palácio muito feio, bem grande, mas feio demais..." E começa a se desinteressar pelos dançarinos ou seja lá o que eles forem, são muito sem graça.

Olha para os animais que carregam as caixas com gente e mercadoria e pensa em procurar por itens mágicos, mas pensa consigo mesma, "eles não devem ter, eles vão buscar foi o que falou o dançarino" e olha para eles e eles já estão ficando longe e a curiosidade sobre os itens mágicos, a possibilidade de ter um item destes que ajude a sua floresta, era só achar um e levar emprestado até a floresta ficar curada e dá uma guinada e voa rapidamente na direção dos viajantes que vão atrás dos itens mágicos.

Demora um pouco, mas alcança os caixotes retardatários e vai tentar achar algum elfo ou sátiro na caravana e se não achar, talvez alguém do seu tamanho ou próximo e fica procurando, mas mantendo uma distância prudente dos animais.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
Erulindya
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 532
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Qua Out 10, 2018 2:09 am

Você "acelera o passo" para alcançar o grupo pelo qual passara antes, porém para sua decepção, não há nenhum elfo, nem sátiro, nem um pequeno sequer. Não dá para ver muito bem devido à cobertura da estranha cadeira. São três grandes cadeiras, cada uma com seu animal encarregado de puxá-la, e estranhamente, um humano para cada animal. Você acompanha a caravana por um tempo e de vez em quando, presencia o humano puxando uma haste flexível feita de um material marrom, e ele açoita o animal, que mantém a marcha obedientemente. Os demais humanos, fazem o mesmo. Os humanos que estão dentro das cadeiras cobertas, parecem não se incomodar com essa violência praticada do lado de fora, como se isso fosse deveras normal para eles! Um absurdo! O grupo segue em direção às montanhas, ao sabor da brisa e sob a bênção do dia. Mas estão bem mais perto agora, do que quando os encontrou da primeira vez.

Citação :
OFF: Está livre para agir.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 110
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Qua Out 10, 2018 7:27 am

Yrel voa o mais rápido que pode e consegue se aproximar dos animais que puxam uma especie de cadeira e por mais que procure, embora a visão fique prejudicada por uma cobertura sobre as cadeiras, não acha nenhum humano, sátiro ou seres pequenos.

A medida que vai seguindo a caravana, de tempos em tempos, o humano que vai a frente da cobertura castiga o animal sem ele ter feito nada e os outros humanos se comportam como se aquilo fosse rotineiro e normal, a pequena fada fica profundamente irritada com aquele procedimento e fica intrigada por animais tão grandes e fortes não reagirem e decide que tem que ajuda-los e ver se a noite eles são soltos para descansar, ai será uma boa oportunidade para liberta-los.

E a pixie continua seguindo a caravana e procura por vezes se adiantar a ela para procurar por brotos, raízes e sementes para se alimentar e logo voltar a sua viagem de monitoramento e tenta observar os ocupantes das cadeiras cobertas para identificar alguém mais amistoso e mais tarde quando acamparem, tentar um contato.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
Erulindya
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 532
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Qui Out 11, 2018 7:09 pm

Você consegue acompanhar a caravana sem fazer-se notar. Os animais pressentem sua presença, mesmo sem vê-la, devido à sua ligação com a natureza e mesmo eles sendo mais "urbanos"... Finalmente, em determinado ponto da jornada, já bem mais próximos das montanhas, o Sol pede descanso, a luz fenece e a noite chega para acalentar os corações cansados... O grupo sai da estrada, e os integrantes se organizam em um círculo, em volta de uma fogueira que acendem para se manterem aquecidos. As cadeiras se desfazem/se refazem em uma espécie de moradia, talvez um ninho, talvez um covil... os Animais que estavam atrelados à elas, são colocados à margem do círculo, amarrados em tocos de madeira devidamente fincados ao chão. Para eles, só tinha um recipiente pequeno com água e o pouco mato que pudessem encontrar nas proximidades.

Você os ouve sorrir e discutir, naquele burburinho típico de quando muitos se reúnem num lugar só para confraternizar. Eles tiram de suas "moradias" alguns recipientes que logo vertem água em recipientes menores, e eles bebem bastante. Dividem uma espécie de comida, algumas frutas, algo que parece ser peixe, e algo que parece corolax depenado. É uma cena muito ruim de se ver. Outra coisa que acontece é a quantidade de dejetos que eles deixam espalhados pelo círculo. Eles jogam alguns restos de frutas para os animais também.

Não demora muito, e eles se aquietam. Um deles fica acordado vigiando toda a extensão do círculo, mas em algum momento ele se cansa e põe-se a cochilar. Então você se vê neste contexto: Grilos e besouros te fazem companhia, enquanto os humanos descansam alheios ao relento.


Citação :
OFF: Você está livre para agir

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 110
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Sex Out 12, 2018 3:27 pm

A pixie observa curiosa a toda a movimentação e fica revoltada com a crueldade que os humano tratam os seus animais, que durante todo dia foram obrigados a os servir e decide alimenta-los e enterrar os animais que foram mortos para servir de alimento e depois pregar algumas peças nos humanos de modo que eles atribuam as consequências ao acaso da natureza.

Ele procura nos suprimentos por frutas e pega tufos de capim e outras ervas e pacientemente as leva para alimentar os animais, depois disto, recolhe os restos de animais mortos e os enterrar juntos enquanto faz uma prece a sua deusa, procura ser o mais furtiva e entra nas barracas e procura a roupas dos humanos e se ela achar parte das vestimentas retiradas para dormir ira colocar formigas e espremer o sumo de algumas frutas para mante-las lá.

Por fim, pega fibras no mato e coloca elas na entrada das moradas de modo a fazer tropeçar e cair quem passar por ali e após esse trabalho, ela vistoria o acampamento jogando terra por cima dos dejetos espalhados e cansada procura água para se banhar e apos um banho refrescante procura uma árvore onde possa passar suas horas de transe em segurança e acordar antes dos humanos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
Erulindya
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 532
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Sab Out 13, 2018 3:16 am

Citação :
OFF: Antes de prosseguir a narração, faça um teste de Furtividade, outro de ouvir, outro de observar e um último de Adestrar Animais.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 110
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Sab Out 13, 2018 10:23 am

Teste de Furtividade +6:
 


Teste de Ouvir +7:
 


Teste de Observar +5:
 


Teste de Adestrar animais +5:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 110
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Sab Out 13, 2018 10:26 am

Morri kkkkk (mestra lembra que estão todos dormindo e não fiz nenhuma atitude hostil com os animais)

Viu porque não quis rolar dado nos atributos do 5e?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
Erulindya
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 532
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Sab Out 13, 2018 6:37 pm

Você aproveita que o sentinela começou a babar e invade o "território" humano temporário. Você consegue entrar em todas as moradias, em cada canto, e consegue "usufruir" dos seus pertences como bem entende. Nenhuma alma percebe sua presença, exceto os animais que agradecem a gentileza da disposição de frutas lambendo-a.  

Com os sumos de frutas que sobraram dos que dera aos animais você faz o "forro" para manter os insetos estacionados nas roupas, porém, quando vai buscá-los, você pronuncia alguma nota ou acorde errado o que deixa as formigas muito furiosas! Elas saem como se alguém tivesse sentado na abertura do formigueiro, como um vulcão de formigas em erupção! E saem como ondas que se formam quando se joga um pedra na água calma... Elas andam na esperança de atacar algo, mas logo descobrem que o alarme foi falso e voltam calmamente para a segurança de sua toca. Afinal, a rainha está à salvo!

As fibras que encontra são somente dos arbustos próximos, pois árvores não há. As fibras verdes são mais fáceis de moldar e você consegue montar "armadilhas" em pouco tempo e relativamente pouco esforço. Terra é farta nesse local. tem o suficiente para cobrir os restos e dejetos humanos e ainda
levar pra casa! Exausta, procura fonte de água, mas não acha rio, nem lagoa, nem mar.  Tomar banho agora seria somente se sua deusa te concedesse essa dádiva fazendo chover. E o céu estrelado não parece que vai mudar de humor tão cedo.

Para dormir, na falta de árvore, tem a cobertura das moradias humanas, ou a proteção dos corpos dos animais os quais você ajudou.

Citação :
OFF: Está livre para agir.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 110
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Dom Out 14, 2018 12:50 am

Os planos de Yrel iam dando certo, até o momento de mexer nas formigas, que infelizmente não saiu como planejado e as formigas sai do seu habitat furiosas e atacam em ondas, porém logo voltam para proteger as suas posições, pois a rainha está segura, e o susto da pequena fada foi apenas um susto.

Exausta, após fazer armadilhas, alimentar os animais e limpar a área emporcalhada pelos humanos. Ela procura pelas folhas e nos recantos dos caules um pouco de orvalho para lavar o rosto, axilas e se possível as suas partes íntimas e fazer as suas necessidades.

Após as suas tentativas de se higienizar, ela olha para os telhados das moradas humanas e para os animais e procura o mais felpudo e calmo para se recolher no seu pelo e pegar o seu calor. E irá ficar em transe de modo a acordar antes dos humanos, para se posicionar estrategicamente para dar tempo de limpar tudo na saída e ter tempo de não perde-los de vista e continuar seguindo-os.

Teste de Sobrevivência +3 (se precisar):
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
Erulindya
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 532
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Dom Out 14, 2018 2:08 am

Você encontra orvalho suficiente para se higienizar. Os animais não se importam que durma com eles. Eles, mesmo amarrados, se posicionam de forma a fazer um "ninho de animais" pra você permanecer com eles e protegê-la do frio. O cantar dos grilos embala sua noite e abafa o ruído horrivel que sai de uma das moradias.

A noite passa tranquila. Grupos de pássaros passam cantando sobre vocês anunciando que o nascer do sol está próximo. Você sai do transe com essa melodia e os animais levantam com você. O sentinela ainda baba. A fogueira que havia no centro já apagou. O vento pela manhã parece mais frio. Mas isso não a desanima. O sol surge no horizonte, e alguns dos humanos despertam. Suas armadilhas começam a ser disparadas e o caos é instalado! O sentinela acordo no susto e entra na confusão! Eles começam a argumentar entre si e estão com muita raiva! Os animais se refugiam num canto.


Citação :
OFF: está livre para fazer sua pipoca agir

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 110
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Dom Out 14, 2018 2:19 pm

Aos primeiros raios do sol, Yrel se posiciona um pouco distante do acampamento, apenas o suficiente para conseguir ver o que se passava no acampamento e postada na parte mais próxima de onde a caravana tinha vindo.

Mas foi perto o suficiente para ver as suas armadilhas funcionarem e os tombos acontecerem e as situações vexatórias foram enfurecendo os humanos e causando dissensão entre eles. Yrel sorri com ela mesma e se sente vingada pelos maus tratos feitos aos animais e fica quietinha esperando os humanos se reorganizarem e partir, pois então poderá limpar o resto da bagunça e correr para segui-los.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
Erulindya
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 532
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Seg Out 15, 2018 2:13 am

Os caravaneiros ficam horas discutindo... Se esquecem de comer, do asseio, da educação, de tudo, enquanto não ajustam suas diferenças. O Sol já está a pino quando se acalmam. Então acontece uma cena curiosa: Eles arrumam tudo, re-montam as cadeiras de transporte, atrelam-nas aos animais e ao sentinela babão é dado a oportunidade de se exercitar acompanhando a marcha da caravana, porém, para motivá-lo, eles amarram-no na última cadeira, para que mesmo que se canse ou tropece, não fique muito longe do resto do grupo.

Eles seguem, chegam a uma passagem por entre as montanhas, atravessam a cadeia de vales, e você vislumbra, já à noite, o que pode ser considerado um grande ninho luminoso de... Pontos luminosos ao longe! A caravana para à beira de um rio, para pernoitar. Eles armam as moradias e fazem todo o ritual novamente, a diferença é que uns pescam na beira do rio enquanto outros se lavam. O Humano que estava amarrado lá atrás, chega exausto e arrastado: todo sujo e arranhado. Todos o ignoram. Depois da pesca e do banho, todos se reúnem em volta de uma fogueira para comer e conversar. Você desconfia que, onde quer que estejam indo, já estão bem perto.


Citação :
OFF: está livre para agir

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 110
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Ter Out 16, 2018 7:44 am

A confusão foi maior do que Yrel esperava e o sol já estava a pino quando os ânimos voltaram ao normal e foi levantado o acampamento. O humano que dormira no seu posto de vigília, agora estava à pé amarrado ao último animal que levava a cadeira coberta que ficava no fim da comitiva, a fada fica intrigada com aquilo, pois na sua aldeia todos gozam de igual condição e não entende porque ele não está com os outros.

A viagem prossegue e passam por passagens nas montanhas, cadeias de vales e já a noite a pequena aventureira vislumbra vários pontos luminosos, reunidos, formando um coroamento de luz ao longe e logo a caravana para próximo de um rio e montam o seu acampamento, alguns vão pescar, outros vão se lavar no rio. O vigia dorminhoco, está bem cansado e desgrenhado e ninguém liga muito para ele.

Algum tempo se passa até que todos que pescavam e banhavam se juntam aos demais e se reúnem em volta de uma fogueira e começam a tagarelar e a comer e a nossa fada começa a achar que eles estão mais relaxados e animados e parece que a viagem está próxima do seu destino e desconfia que deve ser aquela coroa de pontos de luz que vira ao longe e aguarda que todos vão dormir para cuidar dos seus amiguinhos e aproveitar daquele rio também, mas fica de olho no vigia que baba, dorme e não vigia, para poder agir em segurança.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 110
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Ter Out 16, 2018 7:55 am

Não sei de é apropriado mas vou fazer um teste de inteligência para Yrel tentar entender as ações humanas. E um teste de percepção para observar o em redor e comparar com o acampamento do dia anterior e se estar perto do rio mudou alguma formatação no acampamento.

Teste de Inteligência +3:
 


Teste de Percepção:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 110
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Ter Out 16, 2018 12:24 pm

Esqueci: Percepção deve ser sabedoria, então +3 (não editei para não mudar os dados)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
Erulindya
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 532
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Qua Out 17, 2018 1:54 am

Citação :
OFF: nesse caso, o teste é de inteligência e observar mesmo.

Eles agem como num clima de confraternização, como se todo dia fosse dia de comemorar algo. A única coisa que está diferente da noite anterior, é que o guarda babão não participa do banquete. Você entende que ele recebeu um castigo, por algo que fez errado - ele continua amarrado, só que junto com os animais e recebe os restos de comida quando todos terminam e se recolhem às suas moradias. Mas ele não levanta. Esta noite, ninguém fica de vigia.

Aqui é mais úmido que no caminho antes da travessia dos vales, visto a proximidade do rio. Tem alguns vagalumes que dançam sua coreografia de morte, e os peixes no rio se sentem atraídos pelas luzinhas verdes na beira.


Citação :
OFF: Está livre para agir.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 110
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   Qua Out 17, 2018 11:37 am

Yrel esperou  pacientemente todos dormirem, inclusive o humano que recebeu o castigo, se distrai um pouco com os vagalumes e repete a rotina de alimentar os animais com os alimentos que já sabe agora onde são guardados e começa a arrumar a bagunça.

Cansada, se afasta um pouco do acampamento para dar uns mergulhos no rio e se higienizar. Após se divertir na água vai olhar de perto o humano dorminhoco e conjura a magia detectar pensamentos para descobrir algo sobre o destino e sobre a origem da caravana e fica concentrada enquanto recebe as informações da magia e massageando uma moedinha de cobre para potencializar essa captação e após a execução da magia pretende passar o seu transe com seus amigos os animais e acordar antes dos humanos e repetir a estratégia do dia anterior.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário conectado
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Dançando ao Som dos Bandolins - Yriel
Voltar ao Topo 
Página 1 de 4Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» NOOB COMEÇANDO : COMBAT ARMS #01 | PATO DE MACUMBA
» Calçando JAVALI - The Hunter Caça Esportiva
» como neutralizar sniper dançarinos a long range
» UEFA Champions League 2012/2013
» [Jeremias] SJW justiçando Pokemon

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mundo RPG :: PLAY BY FÓRUM :: Jogos :: ★ Forgotten Realms ★ :: Temporário-
Ir para: