Mundo RPG

O Lar do Rpgista Brasileiro
 
InícioPortalGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe
 

 As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 6, 7, 8, 9, 10, 11  Seguinte
AutorMensagem
Bones
Administrador
Administrador
Bones

Número de Mensagens : 1203
Poder de Luta : 4411
Data de inscrição : 16/11/2010

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeSex Jan 25, 2019 5:23 am

De alguma forma todo aquele estardalhaço desnecessário havia servido para algo interessante. No momento que encarou a criatura, teve uma sensação diferente, era algo que remetia aos sentimentos entorpecidos pela sua forma, como se fosse um novo e estranho sentimento, que não era de fora para dentro e sim de dentro para fora, capaz de expressá-lo semelhante ao quebrar algo quando se está com raiva. O que talvez possa ter sido pior de tudo, é que gostou...

Após ter conseguido apavorar a criatura, cobriu novamente o rosto enquanto se aproximava de Thulsa e Fadime, procurando recobrar a compostura e preocupado de não ter ido longe de mais com a reação, uma vez que poderia ter causado um desconforto com os dois.

- Como você está Fadime? Ainda cuspindo areia? Hehehe

- Me desculpem pela reação, estava muito estranho aquela histórinha e insistência, além de detestar quem quer fazer parte de um grupo e logo no primeiro contato tenta jogar os membros do grupo um contra o outro... Tenho meu compromisso com você e Karin.


Preferiu não comentar nada no momento sobre aquele estranho poder que sentir fluir, preferindo voltarem a normalidade para aí sim conversar sobre e quem sabe um deles ter alguma ideia sobre isso e se poderia ser um aumento da influência de Shar sobre ele como Urth desconfiava.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
zignon
Usuário
zignon

Número de Mensagens : 203
Idade : 37
Localização : Azeroth
Poder de Luta : 420
Data de inscrição : 18/09/2018

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeSex Jan 25, 2019 1:08 pm

Quando Urth se vira para Yrel, o tecido vermelho que cobria o seu rosto fora abaixado e sua face degradada e podre, com suas orbitas vazias, escuras e hipnóticas, a fada se sente invadida no amago da sua alma, e aquele azul brilhante como um caleidoscópio aterroriza cada fibra do seu ser que grita: - “Corre, Foge, agora!”.

A corrupção do medo e de uma dor antiga e ancestral tenta invadir seu ser e Yrel fica invisível de imediato e voa se distanciando daquele monstro e imagens da bruxa má do bosque e a imagem da morte horrível da sua irmã se embaralham na sua mente em um novo caleidoscópio de emoções e você para em uma pequena elevação e chora a sua dor da saudade.

A pequena pega seu instrumento musical e para se acalmar começa a compor uma música e canta com a sua voz maviosa:

Saudade de um amor interrompido, amor ainda sentido
A dor que nunca si cura, saber que o amor lhe foi tirado
Um sentimento que a rotina põe a dormir, mas que sempre desperta
Dia a dia se vai vivendo e a saudade vai corroendo a alegria de viver
Amor que a tudo alimenta, tanto a vida quanto o sofrer
Dói no corpo e dói na alma a saudade de um amanhã abortado
Entretanto resta a esperança do reencontro que um dia a deusa vai permitir...


O calmo embalar da canção lhe equilibra as emoções permitindo que a fada pense sobre o ocorrido e reconhece que podia ter tido mais paciência ou empatia com aquele estranho ser e compara o olhar de Urth com o olhar da bruxa má e mesmo que o olhar devastador do cara escondida tenha sido bem mais terrível, ali não tinha maldade, tinha dor, muita dor.

Yrel se envergonha de te-lo tratado com rispidez e decide manda uma mensagem mágica para a maga perguntando o que tinha acontecido com ele, por que havia tanta dor naquele olhar e pede que a perdoe pelo seu arroubo de raiva.

Yrel se aproxima uns vinte e cinco metros e aponta para a maga e segura em um fio de cobre de uma joia que está no seu ombro e sussurra o recado para Fadime. (perguntando o que tinha acontecido com ele, Urth, por que havia tanta dor naquele olhar e pede que a perdoe pelo seu arroubo de raiva)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Trovadora
Trovadora
Erulindya

Número de Mensagens : 861
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Poder de Luta : 2389
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeSab Jan 26, 2019 2:54 am

URTH

-Como você está Fadime? Ainda cuspindo areia? Hehehe

- Só cuspi porque faltou tempero, fique o senhor sabendo!

- Me desculpem pela reação, estava muito estranho aquela histórinha e insistência, além de detestar quem quer fazer parte de um grupo e logo no primeiro contato tenta jogar os membros do grupo um contra o outro... Tenho meu compromisso com você e Karin.

- Está tudo bem, Urth, Já passou. Além do mais, você me deu outro ponto de vista da situação...

- Fadas são como crianças, já me disseram. Joviais, brincalhonas... e se essa fada for de fato criança ainda, não me admira essa reação infantil. Vamos, temos muito o que fazer ainda!

Então vocês seguem pela rampa de pedra que leva à entrada do templo. Dos dois lados dela, corre uma água límpida, cheia de peixes e algumas plantas aquáticas, como se fosse um lago artificial e a rampa fosse uma ponte. Quanto mais próximo do templo, maior ele fica. Vocês finalmente chegam, e é notável a exuberância, beleza e cuidado que tiveram para construir e manter este lugar. Uma das tochas que estão do lado de fora, é usada para iluminar lá dentro. Então vocês vêm que as inscrições nas paredes são coloridas, cheias de imagens, e algumas são cobertas ou confeccionadas com ouro. Thulsa lhes diz que as inscrições contam a história do Deus Anubis, sua função na criação e manutenção do mundo dos mortos, além  das lições de embalsamamento que ele deixou para seus servos. Você nota que Fadime está um pouco introspectiva, estranhamente ignorando toda a informação que seu dedicado guia lhes apresenta...

Mais à frente uma abertura pequena na parede dá acesso a outra câmara, onde tem uma espécie de mesa-cama, que está bem no centro da câmara como uma ilha, pois em volta, há água, que vocês deduzem ser daquele lago artificial lá fora. A mesa-cama é reta de madeira escura, sua altura chega na cintura de um humano mediano. Dois leões dourados lhe dão sustentação, um de cada lado, ficando as cabeças numa ponta e as caudas na outra. sobre a mesa-cama há uma cobertura, que pela iluminação da tocha aparenta ser uma trama de fibras de trigo feita de várias camadas do mesmo. Da "ilha" saem "raios" e cada um permite que se alcance uns objetos diferentes sobre mesas mais baixas: jarros de ceramica branca com tampas em forma das cabeças dos deuses de Mulhorand; potes e pequenos vasos de cerâmica ou esculpidos em algum tipo de pedra maleável todos coloridos; ervas, muitas ervas e incenso; instrumentos beeeem estranhos de metal e madeira, que não parecem emitir som algum se tocados; umas esculturas pequenas de um besouro numa pedra verde, uma "cruz" com alça em pedra escura, talvez ônix, uma miniatura de sarcófago em pedra azul, um couro de leopardo, muitas faixas de linho e seda brancas, e pergaminhos.

- Pode deitar-se aqui, Urth. - diz apontando para a mesa-cama estranha - Pode meditar se quiser. A partir de agora, o resto é comigo e com Fadime.  

YREL

Você só pensa em fugir; sair o mais depressa possível de perto daquela criatura em estado de putrefação. Enquanto suas asinhas a levam instintivamente para longe, seu coração palpita, e sua mente cheia de lembranças a deixam atônita por um tempo que você não sabe definir... até que se lembra de cantar. A canção a faz entrar em uníssono consigo mesma, e permite se centrar e se acalmar.

Com os pensamentos em ordem, você se lembra que, enquanto tentava recordar um conto ou balada dos seus amigos sátiros ou relato dos embaixadores élficos que contassem sobre aquelas estruturas esquisitas, você viu no primeiro contato com Fadime e durante a discussão com Urth, pendurado em seus pescoços, um pingente, que tinha um desenho de uma mão apontando para cima sobre um fundo azul.
As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Latest?cb=20060320173710
Você lembra que um dos acompanhantes dos embaixadores usava um simbolo assim, mas ao invés de ser no pescoço era na cintura, e era de prata. Quando você e suas irmãs perguntaram a ele porque usava essas coisas pesadas, ele respondeu se tratar de um item de proteção, consagrado ao Deus Azuth, patrono dos magos e senhor dos encantos. Por ser um Deus justo, qualquer um que se engajasse em suas fileiras assim também deveria ser. Tão logo suas irmãs perderam o interesse na conversa chata do elfo, você, para não ficar sozinha, as acompanhou...

O medo então dá lugar à vergonha e ao arrependimento, e, no meio da cidade deserta, na noite escura e fria, tenta contactar a Maga Vermelha:
- O que aconteceu com Urth? Por que havia tanta dor naquele olhar? Me perdoe pelo meu arroubo de raiva!

- Ainda insiste com essa história? - pausa- Não aconteceu nada, fada! Ele apenas se irritou com sua presença! - nós... nos irritamos! - outra pausa breve- Dor? Urth não sente dor! E se quiser saber da vida dele, pergunte você mesma a ele, fada!

ela demora um pouco para a última frase, mas enfim te diz:
Eu te perdôo, mas por favor, se comporte daqui para frente! Pense antes de agir! Pratique mais o bom senso!

Agora, você consegue ter controle sobre seu corpo. Seus braços e suas pernas já te obedecem normalmente. A tremedeira-paralisia passou e seu coração parou de palpitar.

Citação :
OFF: Vocês estão livres para agir

________________________________________________
As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 2vtrts4
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
zignon

Número de Mensagens : 203
Idade : 37
Localização : Azeroth
Poder de Luta : 420
Data de inscrição : 18/09/2018

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeSab Jan 26, 2019 11:24 am

A canção fizera seu efeito, harmonizou sua alma e o equilíbrio estava de volta e reflete sobre as palavras da maga, realmente precisava ser menos impulsiva e levar em conta que esse humanos são muito complicados e que bom senso realmente seria uma boa politica.

Enquanto voa invisível rumo ao templo que a trupe se dirigiu, ela pensa o que adoradores do deus Azuth fariam em um templo de outro deus e o que uniria uma maga de Thay que se diz legal, com um humano que está apodrecendo e que tem um poder de invadir as almas com seus olhos vazios? E lembra daquela luz azul e com nojo da sensação corta o pensamento.

Yrel decide apenas observar os acontecimentos calada para poder entender melhor o que está acontecendo e aproveitar da invisibilidade para não aborrecer o cara enfaixada no que parecia um momento importante para ele.

E se mantem a uns quinze metros da maga, invisível e planando, afinal era o que seu bom senso que dizia ser isto o melhor à fazer.


Última edição por zignon em Seg Jan 28, 2019 10:08 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bones
Administrador
Administrador
Bones

Número de Mensagens : 1203
Poder de Luta : 4411
Data de inscrição : 16/11/2010

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeDom Jan 27, 2019 3:39 pm

Finalmente adentrou no templo, observando os detalhes pois sabia que cada um deles deveria haver um propósito e significado de estar ali, principalmente os que compunham a "cama", local que Thulsa logo falou para se deitar. Deitou conforme solicitado, aceitou a proposta de meditar, deixando-os encarregados pelo seu corpo.

Inicialmente, procurou sentir a trama e harmonizar gradativamente com o local, procurando aproveitar a oportunidade, quem sabe assim aquele "clima" poderia quem sabe dar-lhe sugestões sobre seu próprio poder, uma vez que sua condição condizia com o lugar.

Poder... Algo interessante que fluía por si, diferente de antes, enquanto vivo, no qual havia resistência passiva da trama ao forçar sua vontade sobre a realidade,enquanto que agora, durante o treinamento da magia que elas lhe ensinavam e momentos atrás com a fada, parecia que simplesmente fluía um poder diferente, uma manipulação da trama até então desconhecida, uma trama íntima e natural para sua manipulação.

Sem perceber, enquanto meditava a cerca do assunto, se aproximou um pouco mais daquelas sensações, com o poder em harmonização enquanto a seu redor eles executavam o ritual e quem sabe oferecendo uma alternativa viável para sua aparência.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Trovadora
Trovadora
Erulindya

Número de Mensagens : 861
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Poder de Luta : 2389
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeTer Jan 29, 2019 3:33 am

YREL

O tempo que você ficou desde fugir para longe da ameaça, e cantar para se acalmar foi suficiente para que os três sumissem do seu ponto de vista. Quando volta ao local onde estão os animais, eles estão recostados no chão super tranquilos, porém acordados. Daqui você pode ver que a rampa que leva à entrada do templo é cercada por uma fonte de água cristalina, cheia de peixes e plantas. Não tem mais ninguém por essa área a não ser você e os animais.

URTH

Você escuta uns sons diferentes, como de metal contra pedra; outros familiares como de livro sendo folheado... Enquanto se harmoniza com seu corpo, você percebe a sutil melodia da água que passa sob vocês, cada nuance dos movimentos e mini ondas... Ouve algumas instruções que Thulsa dá a Fadime, e, aos poucos suas vozes vão fenecendo... até que só está você consigo mesmo... Ao mesmo tempo, os toques dos dois em seu corpo vai pouco a pouco ficando mais suave até que você se sente no ar, ou no meio de uma substância gelatinosa, por assim dizer, ou no meio do nada.

No meio dessa imensidão silenciosa, você sente aquele toque gélido de antes. Frio, porém reconfortante. Que te envolve tão carinhosamente que te faz se sentir seguro e "em casa". Essa sensação te toma por completo, e perdura por tempo indefinido...

Citação :
OFF: Podem agir/Fazer os testes que desejarem!

________________________________________________
As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 2vtrts4
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
Bones
Administrador
Administrador
Bones

Número de Mensagens : 1203
Poder de Luta : 4411
Data de inscrição : 16/11/2010

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeTer Jan 29, 2019 11:35 am

Diante daquela imensidão silenciosa, Urth nada diz ou faz. A sensação que experimentava não sabia ao certo o que era, poderia até imaginar que havia morrido novamente. Será? Havia acontecido algo e acabou encontrando seu fim? Nem mesmo pensar nessa possibilidade lhe fez sentir medo ou alegria, simplesmente estava pronto caso fosse esse o caso.

Entretanto ao mesmo tempo foi diferente de sua primeira morte, pois sentia-se recepcionado, como se pertencesse a aquele local, algo que fazia parte dele. Mas onde era isso? O que era essa energia e principalmente QUEM estava recepcionado-o?

Por mais que Kharin e Fadime lhe alertasse, ainda assim precisava saber, aquilo era parte dele e durante anos tem estado nessa forma sem uma resposta ou solução. Caso tenha sido realmente intencional sua transformação, era preciso saber porque justamente ele, qual era essa intenção e a partir daí saber o motivo de ter passado por tudo, embora provavelmente não concordaria devido ao o que aconteceu após a sua morte.

Sentiasse mergulhado naquela imensidão negra como piche, repleta e ao mesmo tempo vazia. Já que era tão natural e harmonioso para si, decidiu arriscar chamar um pouco de atenção e quem sabe algum responsável aparecer. Para isso, começou a tentar sugar para si aquela energia, se abastecer dela e crescer em poder de forma insaciável, para que quando retornar, não mais sejam capazes de prendê-lo.

Não era um inocente ou simplório, pelas explicações, conhecimentos adquiridos por anos de estudos e as sensações que sentia, era quase certo que de alguma forma havia adentrando em um lugar repleto de energia e pelas características, provavelmente um reino elemental ou mesmo alguma divindade, restando saber se havia ido por conta própria ou sem perceber foi convidado a entrar. Com um tom alto, cordial e educado, tentou se pronunciar, testando se haveria alguém a observá-lo.

- Demorei um pouco mas finalmente aqui estou. Teria eu a honra de conhecer-te?

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
zignon
Usuário
zignon

Número de Mensagens : 203
Idade : 37
Localização : Azeroth
Poder de Luta : 420
Data de inscrição : 18/09/2018

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeTer Jan 29, 2019 12:54 pm

Yrel ao chegar nos animais, percebe que os donos dos animais e portanto a maga não estão mais alie ela fica pensando se eles já foram para o templo e ainda invisível avança pela rampa do templo, observando a fonte ao redor da rampa com muitos peixes e plantas, muito linda mesmo.

A pequena fada procurando uma entrada por onde eles tenha passado, depois da bela rampa, pois de onde ela está ainda não os vê e curiosa com a beleza do templo, continua em frente.



Teste de observar +7:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Trovadora
Trovadora
Erulindya

Número de Mensagens : 861
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Poder de Luta : 2389
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeQui Jan 31, 2019 12:54 am

YREL

Olhando minuciosamente as paredes da entrada do templo, você vê muitos, mas muitos simbolos e figuras que o decoram por todos os lados. Apesar de você praticamente reconhecer algumas das figuras, a forma como estão dispostas não faz sentido algum para você. Mas lhe é interessante como esse povo se expressa nas paredes.

URTH

Ao que você se apresenta, o "frio" parece que se torna mais implacável, e você ouve um som, como se o ar estivesse sendo cortado... e como se esse instrumento que corta o ar estivesse vindo em sua direção, pois o som fica cada vez mais alto! Você então vê algo circular se aproximar, e pela forma, talvez tenha sido arremessado... O objeto porém, passa direto passando bem próximo do seu rosto, e, ao acompanhar sua trajetória, ele "sobe" na escuridão, que vai ficando cinza-arroxeada sem perder a sensação de umbra... Quando tudo ao seu redor fica na mesma tonalidade, o circulo voador se posiciona sobre o topo de uma estrutura muito alta, muito parecida com a torre de um castelo, sem janelas ou portas... O lugar parece inóspito, então uma voz de mulher te saúda:

- Apesar da condição na qual encontra-te agora favorecer-te, Urth, ainda não resistirias ao vislumbre de meu resplendor!

Estranhamente, a voz é muito familiar para você.

Citação :
OFF: Podem agir ou, se desejarem, rolar dados para os testes que desejarem!
[/quote]

________________________________________________
As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 2vtrts4
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
Bones
Administrador
Administrador
Bones

Número de Mensagens : 1203
Poder de Luta : 4411
Data de inscrição : 16/11/2010

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeQui Jan 31, 2019 1:53 am

Era estranho depois de tanto tempo sentir "frio", ainda mais um que aumente a intensidade como aquele, superada apenas pela intensidade de um estranho som que aumenta até o ponto de sentir próximo de seu rosto, mas não recua ou desvia o olhar, pois sabia que se o quisessem morto, assim fariam facilmente, então se restringe a acompanhar, imediatamente parando de absorver a energia dali. Estranhamente, conforme acompanha, percebe que seu "corpo" também o faz, seguindo tal objeto para uma área de tonalidade diferente.

Não deixou de ficar surpreso ao notar aquela "torre" ou seja lá que estrutura fosse aquela, uma vez que não conseguia identificar muito bem. Quando a voz se pronunciou, tentou notar de onde ela poderia estar vindo, mas conforme lhe advertiu, preferiu virar-se para a direção de onde o círculo estava.


Citação :
- Apesar da condição na qual encontra-te agora favorecer-te, Urth, ainda não resistirias ao vislumbre de meu resplendor!


Haja o que houvesse, não falaria nenhuma mentira ou mesmo faltaria com respeito, mas sem bajular pois também poderia ser visto como desrespeito puxar o saco. Pelas palavras dela e local, provavelmente estava realmente lidando com Shar, todo cuidado era pouco, pois era um "mortal" se dirigindo diretamente a uma deusa.

- Entendo perfeitamente, nobre Dama da Noite, quem sabe um dia possa vir a vislumbra-la. Agradeço o convite, até estranhei o quão familiar seu domínio é para mim, sinto que já estive aqui antes. Tenho sentido seu chamado aumentar, há algo que possa fazer por você, Senhora Sombria?

Fez uma leve reverência abaixando um pouco a cabeça em direção ao círculo, colocando-se a disposição e quem sabe dependendo do que ela falasse, poderia deduzir algumas coisas e entender um pouco melhor a situação. Dependendo do que lhe fosse requisitado, poderia ser muito vantajoso para si ter uma deusa como empregadora.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
zignon
Usuário
zignon

Número de Mensagens : 203
Idade : 37
Localização : Azeroth
Poder de Luta : 420
Data de inscrição : 18/09/2018

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeQui Jan 31, 2019 3:22 pm

Yrel fica em êxtase ao ver a beleza do ambiente e ao observar atentamente as paredes da entrada do templo, percebe vários símbolos, runas, escritos e figuras decorando as paredes, muitas das figuras e símbolos lhe são conhecidos, porém as relações entre eles e os padrões de distribuição usados não são usuais e ela fica entretida testado possíveis modelos para explicar aquela linguagem pictórica.


Teste de Inteligência (História?)+5:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
zignon
Usuário
zignon

Número de Mensagens : 203
Idade : 37
Localização : Azeroth
Poder de Luta : 420
Data de inscrição : 18/09/2018

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeQui Jan 31, 2019 3:24 pm

Teste de decifrar escrita +4:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Trovadora
Trovadora
Erulindya

Número de Mensagens : 861
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Poder de Luta : 2389
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeQui Jan 31, 2019 8:19 pm

YREL

Você se lembra de um versinho que aquele sátiro cantou certa vez, para saciar a curiosidade das jovens fadas:

... e da magia das Sombras surgiu esse povo
livre, ostentando-se em com torres que furam o céu
e deste uma geração diferente, com intuito novo
aos pés do dragão do deserto, fundaram seu eterno mausoléu...

Citação :
OFF: Antes de prosseguir, Yrel, faça um teste de sabedoria

URTH

- NUNCA MAIS TE CURVES!

Troveja a voz ao mesmo tempo em que o estranho objeto sobre a torre gira sem parar. Você sente que todo o ambiente fica saturado de indignação. A voz prossegue:

- Venho observando-te há décadas, Urth! Desde o primeiro encontro, quando pretendi recrutar-te. Porém todo o empenho d"O Vangloriado" só serviu para que caístes nas graças da bastarda da Midnight!

Você lembra que Midnight era o nome da garota que andava com Khelemvor e Cyric, e que ela era muito focada em algo que deveria fazer..

Citação :
OFF: à vontade, Urth...

________________________________________________
As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 2vtrts4
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
zignon

Número de Mensagens : 203
Idade : 37
Localização : Azeroth
Poder de Luta : 420
Data de inscrição : 18/09/2018

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeQui Jan 31, 2019 11:35 pm

Teste de Sabedoria +3:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bones
Administrador
Administrador
Bones

Número de Mensagens : 1203
Poder de Luta : 4411
Data de inscrição : 16/11/2010

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeQui Jan 31, 2019 11:38 pm

Citação :
- NUNCA MAIS TE CURVES!


Neste momento imediatamente levantou a cabeça, não como um servo assustado mas sim como um nobre que foi dada a palavra,com o ambiente inteiro pareceu reagir ao sentimento expresso pela divindade, deixando claro o ar insatisfeito e mostrando o quão vulnerável estava naquele momento. Entretanto, a medida em que ela foi falando, sua preocupação quanto a isso deu lugar a uma curiosidade a respeito sobre o que ela falava.


Citação :
- Venho observando-te há décadas, Urth! Desde o primeiro encontro, quando pretendi recrutar-te. Porém todo o empenho d"O Vangloriado" só serviu para que caístes nas graças da bastarda da Midnight!


Vangloriado? Essa parte lhe pareceu meio fora de contexto, não conseguiu compreender bem, mas pelo menos agora não restavam duvidas sobre Shar realmente querê-lo como servo. Isso era algo interessante do ponto de vista pessoal. Toda vida e morte, ele seguia por "conveniência" Mysthra, por ser patrona dos magos e etc, mas naquele momento percebeu que por mais que os sábios falassem sobre "formas sutis que Mysthra age", dificilmente poderia reconhecer um momento ou outro que verdadeiramente ela interferiu em sua vida, enquanto que desde quando o conheceu e ao longo de todo seu confinamento, havia outra divindade mais participativa e atuante de olho nele, mesmo que ele não fizesse nada para venera-la.

Midnight, lembrava das historias envolvendo a mortal, mas se o que Fadime disse foi o que aconteceu, então ela era a atual Mysthra, o que poderia explicar a inimizade com Shar e a reação dela, como se tivesse sido "traída". Quanto a isso, precisava corrigir a situação.

- Tal fato pode parecer imperdoável, minha Dama, mas entre meu confinamento e meu despertar em minha forma atual, de nada me lembro, não o fiz intencionalmente. Poderia ter sido alguma maquinação Dela para me afastar de você? Sabendo que sou digno de seus cuidados pessoais, acredito que ela possa ter me feito algo para prejudicar-te, mas mesmo assim ainda sinto a familiaridade com sua voz e seu reino, não conseguindo nos afastar permanentemente e aqui retornei, pois nem ela consegue nos separar.

Eis fatos que eram verídicos, pois de nada lembrava do tempo que permaneceu trancado na tumba, podendo inclusive a suposição que apresentou ser verdadeira. Ainda restava saber o que ela pretendia com sua transformação naquela forma cadavérica e se foi realmente ela a responsável ou aquilo acabou sendo um erro de percurso.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Trovadora
Trovadora
Erulindya

Número de Mensagens : 861
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Poder de Luta : 2389
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeSex Fev 01, 2019 1:42 am

YREL

Com relação às figuras pictográficas, você não consegue saber exatamente do que se trata, mas deduz que elas contam uma história, e acredita que esses humanos daqui deveriam ser mais diretos e coesos, pois a ordem da história, para uma estrangeira como você, parece totalmente aleatória.

Com relação ao versinho que se lembrou, você só identifica as estruturas apoteóticas de Hallarah, e não entende porque veio lembrar disso justo agora.

Citação :
OFF: Está livre para agir

URTH

O círculo na "torre" passa a girar de forma constante... e a voz prossegue:

- Não fora intencional, bem o sei!  Estás falando com a Guardiã dos Segredos! Aquela bastarda não fez nada! E nem poderia! O fato é que estavas no lugar errado e na hora errada. "O Vangloriado" precisava de uma cobaia e escolheu a ti. Ele deliberadamente aprisionou tua essência, deixando-te temporariamente fora do meu alcance ao subordinar-se ao Magistrado..., ironicamente, uma seguidora do Magistrado mostrou me o caminho até ti. Desde então, a cada lua, estive mais e mais presente, e encontrei, na Arte, um meio de te contactar...

Citação :
OFF:Livre estás para agir, padawan!
[/quote]

________________________________________________
As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 2vtrts4
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
Bones
Administrador
Administrador
Bones

Número de Mensagens : 1203
Poder de Luta : 4411
Data de inscrição : 16/11/2010

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeSex Fev 01, 2019 1:29 pm


Citação :
Não fora intencional, bem o sei!  Estás falando com a Guardiã dos Segredos! Aquela bastarda não fez nada! E nem poderia! O fato é que estavas no lugar errado e na hora errada. "O Vangloriado" precisava de uma cobaia e escolheu a ti. Ele deliberadamente aprisionou tua essência, deixando-te temporariamente fora do meu alcance ao subordinar-se ao Magistrado..., ironicamente, uma seguidora do Magistrado mostrou me o caminho até ti. Desde então, a cada lua, estive mais e mais presente, e encontrei, na Arte, um meio de te contactar...


Urth ouviu atentamente e parou por um breve instante apenas para organizar o pensamento e chegar a algumas importantes conclusões. A primeira sem dúvidas era que, por mais que pudesse ser uma mentira, Shar geralmente não era conhecida pela falsidade e sim por intrigas,inveja e segredos, então havia a chance de estar falando a verdade, ou pelo menos assim parecendo para usá-lo contra o "Vanglorioso".

Este por sinal, ficava mais claro agora, pois quando disse se tratar do "magistrado que o mantinha afastado" poderia se referir ao magistrado que Fadime comentou, opositor de Szass, sendo o tal Vanglorioso alguém próximo a ele. Contudo, ainda não tinha seu nome, apenas o "título" dado por Ela a ele, o que caberia a depois descobrir, mas isso já era um ótimo começo.

Restava agora algo mais importante, particular e pessoal. Se realmente não foi ela quem ordenou sua transformação e não desistiu dele após sua "liberdade", talvez seja mais do que necessário para que tome uma posição diante o tabuleiro cósmico que as divindades jogam.

- Disseste aquilo que eu precisava saber, Dama da Noite, agora tenho de quem me vingar.

- Tal infortúnio talvez possa servir para melhor, pois apesar de minha aparência, este corpo tem mostrado ser de grande utilidade. Tenho sentido sua aproximação e notado os efeitos dela, o poder está fluindo como nunca imaginei a ponto de quase ficar embriagado no momento que aqui cheguei. "Mais" é a única coisa que passa em minha mente ao ver tudo que acontece e a curiosidade cresce a respeito do que planeja para mim, minha Lady.


Fez uma breve pausa novamente ponderando. Não sabia se estava em posição de pedir algo, mas se não tentasse, poderia ser que perdesse a oportunidade e seu destino seria novamente se afastar de tudo. Falando de forma convicta e firme, tentou barganhar.

- Há algo que possa fazer a respeito daquele feitiço que me afasta de ti? É esperado em breve meu retorno, contudo agora que finalmente a encontrei e entendi um pouco mais o que se passa, não pretendo ficar preso novamente e poderei lhe ser útil mundo a fora.

Neste momento, enfiou a mão próximo ao pescoço e arrancou o cordão que Fadime havia lhe dado, jogando-o fora. Nada pessoal contra o presente, mas ao que parece outra divindade demonstrava mais interesse por ele e poderia oferecer mais.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
zignon
Usuário
zignon

Número de Mensagens : 203
Idade : 37
Localização : Azeroth
Poder de Luta : 420
Data de inscrição : 18/09/2018

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeSex Fev 01, 2019 8:23 pm

Yrel tenta concatenar as imagens que conhece, mas em vão. Apenas compreende que é uma narrativa, de algo que para aquele povo deve ser importante, porém quem está fora daquela cultura se torna incapaz de interpretar e dar sentido a distribuição confusa e aleatória das imagens.

A beleza da parece começa a ficar cansativa e Yrel passa a se concentrar em sons e no seu entorno para achar novas imagens, ou a maga de robe vermelho que disse que era boa, esperando que agora ela não seja omissa e lhe ajuda a achar seus dragões ou pelo menos dar uma indicação de uma direção, pois aquele bruto provavelmente vai querer expulsa-la novamente.

A fada voa em círculos tentando observar mais áreas possíveis. A invisibilidade lhe dá um pouco de conforto mas ela não consegue relaxar completamente.

Teste de Observar +5:
 

Teste de Ouvir +7:
 

Teste de conhecimento Arcano +5:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Trovadora
Trovadora
Erulindya

Número de Mensagens : 861
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Poder de Luta : 2389
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeSex Fev 01, 2019 10:09 pm

YREL

Onde você está é um breu total, interrompido apenas por umas poucas tochas acesas, esparsas pelas estruturas do lugar; e um silêncio total: não há pessoas ou bichos para fazerem barulho... para não dizer que está totalmente sozinha, tem uns peixes no "lago" e um ou outro besouro comendo possíveis restos na areia.

Quando voa em circulos - provavelmente em volta da pirâmide - você comprova que só tem uma entrada escura, que é a que a rampa sobre o lago leva. Nas reentrâncias da escultura canina, você não encontra nada, nenhuma falha, é tudo muito bem estruturado e vedado. Quem quer que tenha feito isso, fez um bom serviço.

Citação :
OFF: à vontade para agir

URTH

O círculo na "torre" continua girando de forma constante, mas dessa vez mais devagar... e a voz redargue:

- Não há mais urgência em livrar-tes do feitiço, agora que encontrei-te, não mais te perderei. No momento, preciso que sejas paciente. Tens uma aliada na jovem Fadime de Thay, enquanto estiveres na companhia dela, estarás seguro e serás meu espião nos campos inimigos.

Citação :
OFF:pode agir!

________________________________________________
As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 2vtrts4
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
Bones
Administrador
Administrador
Bones

Número de Mensagens : 1203
Poder de Luta : 4411
Data de inscrição : 16/11/2010

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeSex Fev 01, 2019 11:30 pm


Citação :
- Não há mais urgência em livrar-tes do feitiço, agora que encontrei-te, não mais te perderei. No momento, preciso que sejas paciente. Tens uma aliada na jovem Fadime de Thay, enquanto estiveres na companhia dela, estarás seguro e serás meu espião nos campos inimigos.  


Ficou imediatamente tranquilizando com a notícia, provavelmente havia um plano Dela em ação e não precisaria se preocupar quanto a isso. Entretanto estranhou quando se referiu a Fadime, uma vez que fora justa ela quem lhe entregou o cordão. Talvez houvesse algo reservado a garota e por hora seria melhor não interferir.

- Farei isso então e as noites durante meus estudos posso voltar aqui para vê-la. Algo ou alguém que deva inicialmente me focar para relata-la, minha Lady?

Terminou perguntando pois uma vez em território inimigo, poderiam haver diversas informações possivelmente úteis, mas provavelmente ela estava a buscar algo específico, então uma triagem no que iria procurar lhe pouparia um imenso trabalho e garantiria que prestaria a devida atenção quando achasse.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Trovadora
Trovadora
Erulindya

Número de Mensagens : 861
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Poder de Luta : 2389
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeSab Fev 02, 2019 12:34 am

URTH

O círculo para de girar e ela diz:

- Quero que acompanhe a jovem de Thay, somente.

O circulo muda a posição e agora volta a flutuar na horizontal, e começa, devagar a descer do topo da torre, em sua direção.

- Volta, e ensinarei-te a lutar! Quando meditar, harmoniza-te. Estarei aqui.

O círculo acelera o deslocamento e vem disparado ao seu encontro. O ambiente volta a escurecer e a silenciar. Quando parece que o objeto vai cortar seu pescoço, você começa a ouvir as vozes de Fadime e Thulsa, no começo bem baixinho e vão gradualmente aumentando até que os ouve normalmante. O frio maternal e implacável amorna e você se sente de volta à temperatura ambiente de antes. Mas, quando você "volta" de fato ao seu "corpo", você ouve os dois sofrendo os efeitos de um possível "choque de retorno". Quando se vira para eles, Thulsa está segurando Fadime que foi parar na beirada do caminho a uma das mesas, quase caindo na água. Os dois te olham sem saber o que dizer.

Citação :
OFF:pode agir!

________________________________________________
As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 2vtrts4
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
Bones
Administrador
Administrador
Bones

Número de Mensagens : 1203
Poder de Luta : 4411
Data de inscrição : 16/11/2010

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeSab Fev 02, 2019 8:06 am

Entendeu bem a instrução e ficou mais do que satisfeito ao ver que encontrou uma fonte de poder e conhecimento, uma tutora mais do que qualificada, acessível praticamente em qualquer lugar, embora talvez houvessem lugares aos quais ela não tivesse acesso, razão pelo qual precisava de um "espião", podendo significar zonas as quais deveria tomar cuidado.

Então aquele círculo começa a novamente agir estranho e quando quase é acertado percebe que está de volta ao mundo dos vivos, entretanto notou que sua chegada não foi algo sutil, vendo que tanto Thulsa quanto Fadime parecem ter sido arremessados, olhando-o assustados. Por sua vez, Urth decide falar de forma natural, dando uma de desentendido para ver o quanto eles sabiam sobre o que acabara de acontecer.

- Bom dia, bora levantar?

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
zignon
Usuário
zignon

Número de Mensagens : 203
Idade : 37
Localização : Azeroth
Poder de Luta : 420
Data de inscrição : 18/09/2018

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeSab Fev 02, 2019 1:39 pm

Yrel frustada por não conseguir entender a mensagem do mural, voa ao redor do prédio e se vê sozinha na escuridão da noite, o prédio sólido e bem construído não tem outras entradas que não seja aquela que culmina a rampa circundada pelo lago ou tanque, como companhia, apenas os peixes e os besouros e cada um deles está cuidado da sua vida.

A fada decide examinar a porta e apura a sua audição e observa o portal da porta e a área do seu entorno e conjura detectar magia para ver se tem alguma aura mágica dentro daquele recinto antes de adentrar.

Teste de ouvir +7:
 


Teste de observar +5:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Trovadora
Trovadora
Erulindya

Número de Mensagens : 861
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Poder de Luta : 2389
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeDom Fev 03, 2019 12:26 am

YREL

Nas condições em que se encontra, concentrar-se no minimo ruído advindo de dentro do templo é coisa fácil. É possível ouvir claramente vozes ecoadas que vaguejam pelos túneis, que começam sabe-se lá onde. Você reconhece a voz de Fadime e do Acompanhante que não é o cara enfaixado. Eles "balbuciam" algo, mas parece que quem fala mais é o acompanhante. Mas você só consegue definir frases como:

- Pegue aquele. ou - Faça assim.

Então, de repente, você percebe um som, como que de solavanco, e em seguida, barulho de peças de materiais diversos caindo no chão! De frente para o portal, é quase ensurdecedor, devido a surpresa do momento. Entretanto, quando ativa sua magia, uma onda tenebrosa - extremamente maligna - te atinge e toma conta de certa área em volta do templo. As tochas em volta ficam em tom arroxeado, e você vê um objeto circular vir em sua direção, como se alguém o tivesse arremessado de dentro do templo! A "força" é tão densa e fria que te prende, e quando parece que vai dissipar-se, ela te empurra para dentro, junto com qualquer outro pertence que carrega. Enquanto é guiada coercitivamente, todas as lembranças da perda da sua irmã e destruição de seu reino lhe vêem a mente, e como bônus uma sensação de solidão e inutilidade. A última coisa que vê é a bruxa feia rindo se vangloriando de seus feitos!

O tom arroxeado desaparece, o frio vai embora e você se percebe bem na entrada de uma câmara, onde estão a moça de Robe Vermelho, um sujeito que cobre a cabeça com um pano - muita coisa jogada no chão, peças de cerâmica quebrada, faixas de tecido espalhadas por todo lado. O acompanhante começa a catar o que consegue e arruma cada item em seu devido lugar. Fadime o ajuda em seguida. E para sua surpresa, um humano saudável, sobre uma mesa-cama em formato de leão de duas cabeças e duas caudas apreciando seu reflexo num pedaço de metal polido.

URTH

Thulsa ajuda Fadime a se recuperar.

- Mas o que acabou de acontecer aqui? Sente-se bem, Urth? - Diz assustada.
- Acho que foi efeito colateral do ritual... - reflete Thulsa enquanto ampara Fadime - Urth, meu caro... o ritual deu certo, saiu melhor do que esperava, mas eu devo ter errado na quantidade de algum ingrediente ou invocação... Alguma coisa voltou com você...
- Não seria mais prudente ficarmos em observação?
- Urth é forte! Mas vamos esperar até amanhecer. - vira-se para você levando uma chapa de metal polida - - O que acha?

Ele te entrega o espelho e põe-se a arrumar a bagunça que ficou. Fadime o acompanha na tarefa. Você se vê momentaneamente como era em seu tempo de aventureiro! Jovem, másculo, em idade condizente com a sua mentalidade. É breve, mas dá pra ver. Depois você volta a se ver na atual situação, todo enfaixado, dessa vez com panos brancos de seda e tratados com alguma espécie de óleo aromático. Você se move e não sente a resistência que sentia outrora, com os farrapos que a Maga arranjara para vocês saírem de Thay. Todas as articulações tem liberdade de movimento.

Citação :
OFF:podem agir!

________________________________________________
As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 2vtrts4
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
Bones
Administrador
Administrador
Bones

Número de Mensagens : 1203
Poder de Luta : 4411
Data de inscrição : 16/11/2010

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeDom Fev 03, 2019 12:22 pm

Citação :
- Mas o que acabou de acontecer aqui? Sente-se bem, Urth?


Esperava que tivesse que responder aquilo e ainda não havia certeza sobre como falar sobre Shar a garota, uma vez que ela pareceu assustada sobre a influência Dela, sem contar que ela havia lhe dado o cordão da outra deusa. Por enquanto, deixaria Fadime no escuro e aos poucos, conforme for mostrando melhora em seu aprendizado arcano e os benefícios que Ela traz, pode ser mais fácil de falar sobre o ocorrido.

- Até onde sei, tirei o primeiro cochilo em décadas hehehe


Citação :
- Acho que foi efeito colateral do ritual... - Urth, meu caro... o ritual deu certo, saiu melhor do que esperava, mas eu devo ter errado na quantidade de algum ingrediente ou invocação... Alguma coisa voltou com você...


Se senta e então se levanta do altar, apreensivo sobre o que Thulsa falou, pelo fato de ser o ritualista, deve ter percebido que aconteceu algo mais do que simplesmente o ritual que pretendia. Seria melhor conversar com ele em particular depois e até mesmo perguntar e ver até onde ele sabia sobre Shar, ou no caso sua contra parte desértica.

- Seja o que for, você deveria me ensinar, aproveitei cada segundo!!! Estou em debito permanente contigo, Thulsa. Pode pedir o que quiser e quando quiser de mim, que eu farei. Há algo que possa fazer por você?


Citação :
- Não seria mais prudente ficarmos em observação?
- Urth é forte! Mas vamos esperar até amanhecer. - O que acha?


- Observação acho que não será necessário, contudo acho que podemos esperar o amanhecer, por mais que seja uma cidade fantástica, não seria prudente ficarmos passeando por ai, ainda mais depois de termos sido seguidos lá fora...

Foi então quando Thulsa lhe entregou o metal polido é que pode perceber seu reflexo. Por instantes, pode relembrar como era seu rosto, embora mais envelhecido e cabelos brancos, quem sabe sinal de um pouco de sabedoria dos longos anos. A velha cicatriz, barba por fazer e cabelo compridos estavam de volta, era algo que as mulheres mais lhe elogiavam. Seus olhos também pareciam mais claros do que o castanho habitual, mas de uma forma geral, parecia um bom rosto para andar por ai. Mas tão logo teve sua visão sobre como poderia ter sido, logo voltou a assumir sua forma esquelética, porém coberto de faixas.

- Nada mal... Nada mal mesmo...

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 The_Witcher_3_Wild_Hunt_-_Geralf_of_Rivia

- É normal desaparecer assim e preciso ativa-lo? Esse efeito pode ser desativado por um tempo caso eu queira? E se alguém me tocar, o que vai sentir? Pode interferir em meu corpo ou poderes?

Estava curioso a respeito, querendo saber os detalhes, sem perceber inundando Thulsa com várias perguntas, não por maldade ou intensão de ser chato, mas devido a vontade de aprender mais e saber os detalhes para usa-los da maneira mais conveniente conforme necessidade.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
zignon
Usuário
zignon

Número de Mensagens : 203
Idade : 37
Localização : Azeroth
Poder de Luta : 420
Data de inscrição : 18/09/2018

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeDom Fev 03, 2019 3:15 pm

Yrel ouve a voz do guia do grupo e a voz da moça do robe vermelho bonito trocarem frases que não são muito claras e ela só identifica algumas frases soltas e mas frequente do guia do que da maga. Parece que esses apenas sussurram entre si.

Neste momento a fada começa a se concentrar na sua recém magia conjurada e ouve um estalido forte seguido do som de objetos caindo e quebrando e sente um solavanco abrupto. Logo uma onda tenebrosa e maligna a atinge e abrange toda a área do templo as tochas adquirem um tom arroxeado nas suas chamas e nesse momento a pequena vê um objeto circular ser arremessado na sua direção com quando ela brincava de arremessar seus bumerangues de madeira que voavam em círculos em direção ao alvo escolhido.

A "força" da coisa é tão fria e densa que a puxa, como um empurrão, com tudo que ela carrega consigo para dentro do salão. No trajeto, todas as lembranças triste, como a morte violenta da sua irmã e a maldição que sua comunidade sofre, inclusive imagens de vegetações corrompidas pela desgraça que se abateu sobre a sua família e ela viu a bruxa assassina, rindo da sua desgraça e se vangloriando dos seus malfadados feitos.

Enquanto era transportada contra a sua vontade e via tudo que não queria lembrar, a sensação de solidão, tristeza e impotência lhe invadiam e tomavam o seu pequeno ser e ela resistia a tudo isto com extrema dificuldade pois lhe era doloroso.

Por fim, o frio se esvai e ela se dá conta que está na entrada de uma câmara e lá ela vê a maga do robe vermelho, um homem que cobre a cabeça com um pedaço de pano e muito material espalhado e quebrado, pertubadoramente bagunçado como se tivesse acontecido uma batalha ali e o ajudante começava a arrumar os objetos ainda inteiros nos seus lugares e a moça do robe vermelho o ajuda nesta tarefa.

Enquanto observa a cena da arrumação, se depara com uma cama ou uma mesa talvez, que tem duas cabeças de leão e duas caudas e encima do estranho móvel, um humano saudável se admira diante de um espelho bastante brilhante como se fosse de metal e Yrel sem compreender bem o que aconteceu ali, continua se concentrando na sua magia para extrair dali que forças mágicas guiaram os acontecimentos...


Teste de Concentração:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Trovadora
Trovadora
Erulindya

Número de Mensagens : 861
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Poder de Luta : 2389
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeSeg Fev 04, 2019 2:38 am

YREL

Infelizmente, a sensação desoladora que experimentou parece ter sido suficiente para te tirar de seu equilíbrio emocional habitual, e esses "ataques sucessivos" à sua natureza mágica e pueril, deixaram sequelas. Por um breve instante, o "frio" que sentia externamente, parece se concentrar na sua coluna. Você não consegue se concentrar! Você fica um tempo confusa, e quando recobra, vê o homem com um pano na cabeça saindo da cãmara em direção à saída do templo.

Citação :
OFF: Faça um teste de Vontade e está livre para agir

URTH

Urth escreveu:
- Até onde sei, tirei o primeiro cochilo em décadas hehehe
- Não pensei que fosse possível... - diz concentrada na arrumação. Em seguida se exalta - Ah, isso foi uma piada! Me pegou!.

Urth escreveu:
- Seja o que for, você deveria me ensinar, aproveitei cada segundo!!! Estou em debito permanente contigo, Thulsa. Pode pedir o que quiser e quando quiser de mim, que eu farei. Há algo que possa fazer por você?
- É praticamente impossível realizar este ritual em si mesmo. É sempre necessário outra pessoa ou pessoas, que estejam dispostas a se sacrificarem por você. - fala sério. Depois vira-se para você sorrindo - Não faça por mim, meu amigo, faça por Fadime. Ela é uma boa aluna, mas precisará de um descanso prolongado.

Urth escreveu:
- - Observação acho que não será necessário, contudo acho que podemos esperar o amanhecer, por mais que seja uma cidade fantástica, não seria prudente ficarmos passeando por ai, ainda mais depois de termos sido seguidos lá fora...
- És um homem prudente! Estou de acordo! - ele pega os instrumentos que ficaram inteiros e os põe numa mesa, os quebrados vão para um cesto e ele prossegue - Aqui é um bom lugar para pernoitarmos. só precisamos ir para outra câmara, porque essa aqui vai esfriar bastante brevemente! A mocinha aqui vai precisar manter-se aquecida.

Enquanto se olha, Fadime termina a parte dela, e vai ao seu encontro. Ela aparenta estar com uma feição "adoentada", talvez constipada. Então ela olha nos seus olhos e depois passa as duas mãos no seu agora renovado rosto, sentindo a textura das sobrancelhas, da barba, sua cicatriz...

- Você era bonito... - diz sorrindo.

Depois senta-se na mesa-cama.

Urth escreveu:
- É normal desaparecer assim e preciso ativa-lo? Esse efeito pode ser desativado por um tempo caso eu queira? E se alguém me tocar, o que vai sentir? Pode interferir em meu corpo ou poderes?
- Calma, vamos por partes! - diz, colocando o cesto sobre a mesa-cama, ao lado de Fadime - Vou retirar as tochas da entrada do templo e amarrar os camelos perto do lago. Na volta, respondo suas dúvidas.

Ele sai deixando você e Fadime a sós.

Citação :
OFF:Está livre para agir

________________________________________________
As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 2vtrts4
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
zignon
Usuário
zignon

Número de Mensagens : 203
Idade : 37
Localização : Azeroth
Poder de Luta : 420
Data de inscrição : 18/09/2018

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeSeg Fev 04, 2019 8:31 am

Teste de vontade +5:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bones
Administrador
Administrador
Bones

Número de Mensagens : 1203
Poder de Luta : 4411
Data de inscrição : 16/11/2010

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeSeg Fev 04, 2019 11:36 am

Fadime demorou um pouco mas percebeu a piada, pela expressão dela parecia estar bem cansada, enquanto que Thulsa, mais ativo, lhe disse palavras interessantes e um pouco desapontadoras.


Citação :
É praticamente impossível realizar este ritual em si mesmo. É sempre necessário outra pessoa ou pessoas, que estejam dispostas a se sacrificarem por você. - fala sério. Depois vira-se para você sorrindo - Não faça por mim, meu amigo, faça por Fadime. Ela é uma boa aluna, mas precisará de um descanso prolongado.


- Então acho que não vamos nos separar tão cedo Fadime hehehe mas pelo menos os cuidados com as faixas preciso aprender, para manutenção caso precise me separar dela. E não se preocupe, assim o farei.

Respondeu ele informal no começo mas convicto no final, a respeito sobre Fadime. Pelo visto, tudo parecia girar entorno da garota, levando-o a imaginar que propósito ela teria para tamanho destaque assim, devendo ficar mais alerta para possíveis perigos, como o desjejum do dia anterior...


Citação :
És um homem prudente! Estou de acordo!  - Aqui é um bom lugar para pernoitarmos. só precisamos ir para outra câmara, porque essa aqui vai esfriar bastante brevemente! A mocinha aqui vai precisar manter-se aquecida.


- Posso ir preparando uma fogueira na outra câmara. Num tem armadilhas não né?

Perguntou de forma sensata por saber que muitos templos gostavam de deixar "presentes" para visitantes intrometidos sem autorização para entrar. Dito isso se levantou e tratou de se recompor, enquanto que Fadime aparentava não estar bem, provavelmente um esgotamento devido ao ritual, evidente pela fisionomia, garantindo assim que não iriam a lugar algum naquela noite, o que particularmente garantiria que durante a noite poderia ter uma conversa a sós com Thulsa.


Citação :
Você era bonito... -


- Tinha meu charme, mesmo sujo de viagem ainda assim haviam aquelas que vinham falar comigo hehe Mas no seu caso, está esgotada, melhor que faz é descansar.

Respondeu ele já mudando o clima e a conversa. Pelas atitudes da garota, principalmente sob efeito da exaustão que funciona tão bem quanto álcool quando o assunto era sinceridade, parecia que ela estava desenvolvendo sentimentos por ele. Entretanto, isso já não fazia mais parte de Urth, até preferia evitar devido a ausência de sentimentos verdadeiros naquele estado entorpecido que maquiava com um comportamento muitas vezes forçado e a um fator crucial: mortalidade. Em sua atual existência, carregava inúmeros fantasmas do passado, família, amigos, colegas de aventuras, todos agora transformados em pó. E ele continua...


Citação :
Calma, vamos por partes!  - Vou retirar as tochas da entrada do templo e amarrar os camelos perto do lago. Na volta, respondo suas dúvidas.


- Se acontecer algo ou precisar de ajuda me grite, vamos nos arrumando aqui.

- Consegue andar Fadime?


Caso Thulsa não se oposesse, iria com Fadime em direção a outra câmara, preparar o local para passarem a noite.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Trovadora
Trovadora
Erulindya

Número de Mensagens : 861
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Poder de Luta : 2389
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitimeTer Fev 05, 2019 9:22 pm

YREL

Antes do sujeito sair, ele fala umas coisas para o homem e a maga, então segue se caminho demora um pouco lá fora e depois retorna com uma cuia cheia de água. Ao invés de entrar na câmara onde estava, ele pega outro caminho. Você não sabe se acha engraçado, se acha interessante, enfim. A impressão que dá é que as coisas estão desconexas...

Citação :
OFF: está livre para agir

URTH

Urth escreveu:
- Posso ir preparando uma fogueira na outra câmara. Num tem armadilhas não né?

- Este templo está desativado há anos. É praticamente uma casa vazia, não se preocupe. Leve as tochas daqui para a outra câmara: siga pelo corredor à esquerda e quando vir dois cachorros sentados um de frente para o outro, é lá que deve entrar - Diz já se virando e se retirando em seguida.

Urth escreveu:
- Tinha meu charme, mesmo sujo de viagem ainda assim haviam aquelas que vinham falar comigo hehe Mas no seu caso, está esgotada, melhor que faz é descansar.

- Preciso mesmo... Parece até que fabriquei um item mágico... - fala com tom de riso.

Urth escreveu:
- Consegue andar Fadime?

- Consigo sim, vamos! - diz bocejando.

Você segue as instruções de Thulsa e anda pelo corredor cheio de inscrições até que avista os dois cachorros sentados. Eles parecem guardar a entrada pela qual passam: uma porta de madeira com mais inscrições, que, embora dita abandonada, está muito bem conservada. Lá dentro, está escuro e você vê umas estruturas parecidas com as piras que vira do lado de fora quando ainda a caminho do templo.
As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Rene-fisher-520508375-1280
Você acende as piras com as tochas que trouxe da câmara ritualísca e não demora muito, Thulsa retorna com um cuia em mãos com água.

- Aqui, jovem! Beba! - e entrega a cuia à Fdime.

Citação :
OFF:Está livre para agir

________________________________________________
As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 2vtrts4
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/
Conteúdo patrocinado




As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan - Página 7 Icon_minitime

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan
Voltar ao Topo 
Página 7 de 11Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 6, 7, 8, 9, 10, 11  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mundo RPG :: PLAY BY FÓRUM :: Jogos :: ★ Forgotten Realms ★ :: Temporário-
Ir para: