Mundo RPG

O Lar do Rpgista Brasileiro
 
PortalInícioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte
AutorMensagem
Erulindya
Trovadora
Trovadora
Erulindya

Número de Mensagens : 786
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Qua Dez 19, 2018 2:15 am

Citação :
OFF: Olha o filler aí gente!!!

todos riem do seu comentário e Fadime responde:

- Quero fazê-la sim, Urth, mas para não perdermos tempo, ainda tenho aquela batata assada que sobrou da viagem quando saíamos de Thay, lembra? Posso comê-la no caminho de bom grado! - volta-se para Thulsa - Por favor, prossiga para o templo!

Vocês seguem por alguns... distritos, até que se vêm fora dos limites da cidade frente a um deserto interminável - pelo menos até onde a vista alcança. Lá fora, Thulsa põe os cavalos para correr um pouco e vocês avistam um oásis com dois camelos tomando agua embaixo de algumas palmeiras. Ele amarra os cavalos nas palmeiras e os desata da biga, então coloca uma cela exótica nos camelos. Ele faz carinho em um e o outro, que os olha super estranho, fica para vocês dois...

- Sabem montar num destes, não sabem?

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/ conectado
DEATH
Administrador
Administrador
DEATH

Número de Mensagens : 1157
Data de inscrição : 16/11/2010

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Qui Dez 20, 2018 7:06 pm

[off: suspeitei hehehe mas geralmente fillers tem itens/poderes interessantes a acrescentar e historias q servem de gancho pra outros arcos xD]

Enquanto seguiam para fora dos limites da cidade, aproveitou para observar um pouco melhor o caminho, os habitantes, sua rotina, vestimentas, produtos exibidos pelo comerciantes... Tudo que poderia notar, tanto para quem sabe achar algo interessante pra outra hora como também para gravar mentalmente como era aquele povo e poder reconhecer o padrão caso algum dia voltasse ou lidasse com alguém da região em outro lugar.

Ao chegarem, teve uma breve surpresa, pois ja tinha ouvido falar por uma antiga companheira de viagem, mas apenas agora via que animal era aquele, peculiar a seu ponto de vista.


Citação :
- Sabem montar num destes, não sabem?


- É verdade que eles cospem se não gostam da pessoa? - Disse ele sem responder Thulsa, ainda em meio a seus pensamentos. - Ouvi dizer que se não gostam de quem o montam, eles simplesmente deitam no chão e cospem na pessoa...

- E acredito que consiga, mas ele não simpatizar comigo e precisar ir a pé, posso seguir ao lado de vocês.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Trovadora
Trovadora
Erulindya

Número de Mensagens : 786
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Sab Dez 22, 2018 1:43 am

- HAHAHAHAHA É verdade sim! Eles cospem, mas somente se a pessoa não estiver com bom humor![/quote] - fala piscando

Ele então sobe no animal dele que tem duas corcovas e a reentrância dela coberta com um paninho que é onde ele se senta confortavelmente; o de vocês tem apenas uma corcova e tem uma cela estranha.

Você nota que quando Thulsa sobe, ele faz um movimento sutil e toca o animal na parte frontal e ele se abaixa para o servo e quando sentado, ele levanta calmamente.
- Para subir, vocês devem seguir o ritmo do animal...[/quote]

- Nunca havia visto um destes antes...

- Este que estou é um Bactrian, porque tem duas reservas de água e é para áreas mais rochosas, mais frias... o de vocês é um Dromedário, que só tem uma e é mais adaptado aos desertos. Mas os dois são muito bons animais, carregam muito peso e cruzam longas distâncias e fazem longas viagens. Você só precisa dar a eles o tempo de beber o tanto de água que puderem. Ou conhecer as rotas dos oásis, como este em que estamos.

Citação :
OFF: Está livre para agir

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/ conectado
DEATH
Administrador
Administrador
DEATH

Número de Mensagens : 1157
Data de inscrição : 16/11/2010

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Qui Jan 03, 2019 11:50 pm

Citação :
- HAHAHAHAHA É verdade sim! Eles cospem, mas somente se a pessoa não estiver com bom humor!

Ainda que tenha sido uma brincadeira, não sabia ao certo o quanto era brincadeira e o quanto era realidade, então por isso olhava o animal com uma certa desconfiança a uma distância segura, enquanto o homem explicava as diferenças deles, constatando que se tratavam realmente de animais bem adaptados a aquele ambiente.

- Pelo menos não terei que disputar agua com eles, pelo tamanho, imagino o quanto que bebem... Enfim, vamos? Vou acabar pegando um bronzeado nesse sol... hehe

Iria tentar subir no animal, mas caso fosse muito estranho ou desse trabalho, não se importaria de caminhar ao lado, pelo menos o chão seria mais seguro do que algo temperamental sob suas pernas...


[off: perdão a demora, finalmente voltei, bora tirar o atraso xD DO JOGO !!! uhauhauhuha]

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Trovadora
Trovadora
Erulindya

Número de Mensagens : 786
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Sex Jan 04, 2019 1:38 am

O dromedário se comporta como um bom garoto, e colabora com vocês, abaixando o suficiente para que possam subir e ajeitarem-se na cela. A cela é dupla, então, para que a viagem fique agradável, é preciso que dois se sentem nela, ou alguém cai no meio do caminho. Fadime se cobre com alguns panos extras que carrega na bolsa e se senta em um dos lados e, assim que você senta, o animal se levanta e aguarda o comando para partir.

Thulsa então toma a frente, e segue desbravando o mar de areia à frente, que segue indefinidamente até onde a vista alcança. Mesmo não tendo trilhas ou marcações aparentes, ele segue confiante, como se "visse" uma estrada limpa e pavimentada, evitando toda sorte de desventuras que poderiam encontrar no caminho...

As horas vão passando, e o calor é quase insuportável - para Fadime, pelo menos. Vocês olham para trás, e já não há mais referência alguma para se localizarem. Nem mesmo o rastro que os animais eventualmente deixam duram muito tempo... Quando parece que vão começar a derreter e no seu caso, trincar os ossos devido à baixa umidade - Lathander finalmente cede, e se desloca para seu lugar de descanso a oeste...

Começa a escurecer, você acha que se fossem a cavalo certamente chegariam antes mesmo da metade do dia, mas na marcha destes animais, talvez só no dia seguinte... Com a temperatura mais amena, os ânimos se renovam e dá até a impressão de que estão andando mais rápido! Mas é só impressão. Então, vocês avistam uma formação rochosa ao longe, e deduzem que lá é sua próxima parada. Sim, não é um oásis, é uma cidade, finalmente!

Quando estão mais próximos, eis que vislumbram o aspecto apoteótico da cidade:

OFF: "Dá o play Macaco" - só pra entrar no clima escreveu:


Thulsa, ao ver Fadime encantada com as maravilhas da cidade, diminui a marcha, para que possam aproveitar o curto tempo que ainda resta de iluminação. E diz:

- Senhores - Estendendo o braço para o centro da cidade - Bem vindos a Gheldaneth! Não podemos nos demorar.... Um ritual nos aguarda!

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/ conectado
DEATH
Administrador
Administrador
DEATH

Número de Mensagens : 1157
Data de inscrição : 16/11/2010

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Sex Jan 04, 2019 11:39 am

Mais uma vez se sentiu grato devido a sua forma, pois se até naquele estado estava começando a sofrer devido ao calor, preferia não imaginar como os outros estariam se sentindo.

A viagem foi sem problemas, num ritmo próprio das criaturas, mais lento do que gostaria mas provavelmente mais resistente aquele clima infernal, o qual dificilmente um cavalo aguentaria correr.

Ao finalmente ver a cidade, fica aliviado por não terem se perdido no mar de areia, contemplando as construções e observando tudo ao redor, sejam pessoas, objetos, comércio ou o que se encontrasse pelo caminho até o templo.

- Finalmente, estava achando que meus ossos iriam derreter ou virar pó nesse sol... Vamos torcer pra não haver uma criatura de faixas ou ervas, como aconteceu no dejejum anterior hehehe

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Trovadora
Trovadora
Erulindya

Número de Mensagens : 786
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Ter Jan 08, 2019 3:04 am

A primeira impressão que se tem, considerando o que você já viu em Skuld ( a metrópole onde fica o Faraó ), é que Gheldaneth é um grande oásis, cheio templos e festividades constantes. Thulsa vai explicando o que é cada construção, à medida que vocês vão passando por elas:

- Aquele ali é o templo de Bastet![/quote] - Apontando para uma pirâmide cujo topo é uma figura que lembra uma cabeça de gato com uma auréola em volta. - A Deusa Gata representa o Deus Sol quando este recolhe-se ao final do dia...

Vocês passam por uma construção que mal lembra uma pirâmide e se destaca das demais pela inovação.

- Este aí, é o templo de Thoth, o Deus do Conhecimento e da magia![/quote] - Dá um riso meio de lado e põe a mão cobrindo a boca ao falar - Para eles, claro!

Mais a frente, vocês passam por um local, e podem ver a cabeça de uma serpente do alto:

- Este é o templo do Deus Apep, o Rei das Cobras. Segundo a tradição, exatamente neste momento, quando o Deus Sol se recolhe no corpo da Grande Mãe Nut, ele sobe numa barca e vai combater Apep. Para no dia seguinte ressurgir vitorioso das trevas...

- Que interessante... - Diz Fadime extasiada com tanta informação.

De repente, uma onda de pessoas vem na direção de vocês, e quando mais próximos, vocês se deparam com essa cena:



- Não se assustem, Aqui em Gheldaneth, é comum usarem múmias como servos fiéis. Aliás são os únicos servos que os nobres têm certeza que não irão traí-los! - Olha para você, e diz - É mais ou menos assim que ficará após o ritual, Urth... O que achou?

Lathander (Re) já está quase se pondo, quando você vêm algo que destoa do resto das estruturas retas e simétricas da cidade:

- Aquilo ali, eu conheço! É um Quadrante Thayano! - Diz Fadime.
- Já deu tempo de Kharin ir e voltar? - e diz pra você - Precisamos nos apressar então!

Citação :
OFF: Está livre para agir

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/ conectado
DEATH
Administrador
Administrador
DEATH

Número de Mensagens : 1157
Data de inscrição : 16/11/2010

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Qui Jan 10, 2019 8:28 pm

Citação :
- Aquele ali é o templo de Bastet! A Deusa Gata representa o Deus Sol quando este recolhe-se ao final do dia...


- Hummm

Soltou apenas um som ao ouvir o comentário, analisando a informação.


Citação :
- Este aí, é o templo de Thoth, o Deus do Conhecimento e da magia!


Não ouviu o que ele disse no final pois foi baixo, mas deixou escapar igualmente baixo apenas

- Mystra, neh?


Citação :
- Este é o templo do Deus Apep, o Rei das Cobras. Segundo a tradição, exatamente neste momento, quando o Deus Sol se recolhe no corpo da Grande Mãe Nut, ele sobe numa barca e vai combater Apep. Para no dia seguinte ressurgir vitorioso das trevas...


Então não aguentou mais e precisava comentar.

- Shar... Tudo que você esta falando ja me é familiar, embora com outros nomes... Amaunator , Mystra, Shar... Mas isso ai não faço ideia!!!

Falou ele apontando para os enfaixados que vão na direção deles, estranhando seu jeito de andar e movimentos, assim como não conseguir ver nenhuma parte de seus corpos.


Citação :
- Não se assustem, Aqui em Gheldaneth, é comum usarem múmias como servos fiéis. Aliás são os únicos servos que os nobres têm certeza que não irão traí-los! - É mais ou menos assim que ficará após o ritual, Urth... O que achou?


- Não sei dizer se fico aliviado ou preocupado... de onde venho, sem duvidas acabaria chamando mais atenção assim do que se andasse sem roupas hehehehe é muito diferente...


Citação :
- Já deu tempo de Kharin ir e voltar? - Precisamos nos apressar então!


Naquele momento não sabe se ficaria feliz ou não por Kharin ter voltado, pois ainda tinha duvidas sobre andar por ai todo enfaixado daquela forma... Mas pelo menos conhecer o ritual poderia algum momento lhe ser util, então iria concordar em aprender... Usa-lo seria outra historia...

Vamos então ou terá sido em vão tanto esforço... Labelas Enoreth não tem muita paciência!

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Trovadora
Trovadora
Erulindya

Número de Mensagens : 786
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Dom Jan 13, 2019 12:54 am

- Urth, não se preocupe. as faixas terão um tratamento especial. Ninguém o verá como múmia, tampouco como um esqueleto. Mas é necessário que o toque seja semelhante ao de um corpo humano saudável, do contrario a ilusão é descoberta.  - Olha para a Fadime - E você terá a chance de agregar mais um ritual à sua lista.

Diante da indagação de vocês dois, a Maga responde:

- Não, meninos, Calma! O Quadrante de Thay viaja rápido, mas pra eles terem trazido Karin, ela teria que ter chegado lá primeiro, e acredito que ainda não deu tempo. Olha lá se não chegou no portal agora! - Diz Fadime.

Vocês seguem. Observando o objeto flutuante, você nota que dele sai uma figura humanóide, que, pelo tempo que passou sob tortura em Thay, você deduz ser um Mago - com robe, capa e tudo, sua visão lhe permite ver pequenos pontos brilhantes nele, incluindo a vestimenta espalhafatosa. Ele desce e some por entre algumas estruturas que estão à sua frente... Não demora muito e você vê outra figura, bem menor, humanóide alada, toda imbuída de magia. Ela desce como um raio para a direção onde estão, e quando as múmias desaparecem, vocês estão aí, de frente um para o outro, no meio da grande avenida, e acalentados pela escuridão iminente.

- O que será que vieram fazer aqui? Eles sabem que nada funciona à noite! - Diz Fadime.
- Aqui em Gheldaneth é comum acontecer trafico "ilícito" de escravos exóticos à noite!  - Olha para você - Vamos, o Templo de Anubis é para lá!

Citação :
OFF: Está livre para (inter)agir

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/ conectado
DEATH
Administrador
Administrador
DEATH

Número de Mensagens : 1157
Data de inscrição : 16/11/2010

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Dom Jan 13, 2019 2:13 am

Citação :
- Urth, não se preocupe. as faixas terão um tratamento especial. Ninguém o verá como múmia, tampouco como um esqueleto. Mas é necessário que o toque seja semelhante ao de um corpo humano saudável, do contrario a ilusão é descoberta. - E você terá a chance de agregar mais um ritual à sua lista.


- E você não tinha falado desse detalhe tão crucial!!!

Disse ele com os olhos brilhando com a possibilidade de passar despercebido por completo, não apenas devido a roupas, mas sim uma aparência ilusória completamente nova, quem sabe de como ele era antigamente ou talvez deveria ser de sua aparência mais envelhecida? Não, se fosse para ser envelhecida combinando com sua idade bastaria andar com os ossos expostos...


Citação :
- Não, meninos, Calma! O Quadrante de Thay viaja rápido, mas pra eles terem trazido Karin, ela teria que ter chegado lá primeiro, e acredito que ainda não deu tempo. Olha lá se não chegou no portal agora!


- Pelo trabalho que deu para chegarmos aqui e a qualquer lugar nessas areias, acredito que esteja certa... Vamos logo

E então notou os estranhos viajantes saindo do objeto igualmente estranho, ambos com uma clara presença magica, provavelmente um mago e sua familiar, talvez alguém importante ou quem sabe apenas querendo mercadorias raras.


Citação :
- O que será que vieram fazer aqui? Eles sabem que nada funciona à noite!
- Aqui em Gheldaneth é comum acontecer trafico "ilícito" de escravos exóticos à noite!  -Vamos, o Templo de Anubis é para lá!


- Agradeceria se pudéssemos ir... Esse papo de escravo e exótico combina de mais comigo para eu ficar andando por aqui a noite sabe...

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Trovadora
Trovadora
Erulindya

Número de Mensagens : 786
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Qua Jan 16, 2019 2:22 am

- Pretende ir ao encontro do Mago? - Diz Fadime - Se for, precisamos descobrir quem ele é, ou podemos nos colocar em sérios apuros...

- Não me diga que prefere abdicar de ter uma "aparência" mais adequada e aceitável para salvar possíveis vítimas de tráfico?

O "familiar" não acompanha o seu suposto mestre, e desaparece da linha de visão de vocês.

Citação :
OFF: Está livre para (inter)agir
Mas faça um teste de observar

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/ conectado
zignon
Usuário
zignon

Número de Mensagens : 186
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Qua Jan 16, 2019 8:21 am

Yrel observa a jovem e observa que por baixo daquela marcara que ela formou para interagir com o mundo, tinha pureza, sinceridade... Verdade e a fada se desarma e se esforçando para continuar invisível aos outros dois, sussurra nos ouvidos da dama do robe vermelho: - Ola, eu sou Yrel, posso me aproximar e conversar com você?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DEATH
Administrador
Administrador
DEATH

Número de Mensagens : 1157
Data de inscrição : 16/11/2010

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Sab Jan 19, 2019 9:30 am

[off: TESTE DE OBSERVAÇÃO
DEATH efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
5

Citação :
- Pretende ir ao encontro do Mago?- Se for, precisamos descobrir quem ele é, ou podemos nos colocar em sérios apuros...

- Não me diga que prefere abdicar de ter uma "aparência" mais adequada e aceitável para salvar possíveis vítimas de tráfico?


- De forma alguma. De estranho e perigoso já basta eu aqui... Estou querendo ir logo para o ritual, Thulsa, tenho mais coisas em...

Por um momento pensou ter visto algo fora do comum, quebrando sua linha de raciocino por um instante, intrigado se o calor do local havia conseguido causar algum efeito em seu cranio oco ou se realmente algo diferente estava acontecendo.

Sendo verdade ou não o que imaginou ter visto, foi bom para se alertar sobre o perigo de ficar falando nas ruas o que pretende ou não fazer, nunca se sabe onde estão os olhos e ouvidos. Diferente do palácio onde uma boa educação acabou rendendo aquelas recompensas para si, sabia que nas ruas isso poderia significar serem roubados ou destinos piores, então era melhor mudar o foco do assunto até chegarem no ritual.

- Por sinal, me diga uma coisa Thulsa... Quantos deuses vocês adoram aqui? Existe algum que governe os outros?

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Trovadora
Trovadora
Erulindya

Número de Mensagens : 786
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Sab Jan 19, 2019 7:58 pm

URTH

- Acalme-se. À noite, somente os gatos andam pelas ruas. - diz com ar de riso - Duvido que eles te estranhem tanto assim, como diz...

- Melhor assim... - Aliviada - Por favor, Thulsa, prossiga... já nos distraímos demais!

- A propósito, são muitos deuses adorados aqui. Cada um deles representam aspectos de personalidade ou personificam entes da natureza. Semelhante aos "seus" deuses. Os principais são Re - o Deus Sol, Osíris e Isis- O Deus dos mortos e a esposa dele, Horus, o filho deles - o Deus Falcão, no qual os Faraós tomam seu título, Bastet - a deusa gata, representante de Re durante a noite, Anubis - O Deus guardião das tumbas e responsável pelo embalsamamento Thoth - O Deus do Conhecimento e da Magia, e Seth - o Deus do Caos e das Tempestades. A interação deles explica muitos dos fenômenos sazonais que ocorrem em Mulhorand. Mas a verdade é que eles já andaram entre nós mortais. Eu os vi fazendo proezas por esse povo a até pouco tempo atrás...

Assim o servo faz e vocês anadm por várias avenidas e vielas, com edificações magníficas, cujos detalhes são ofuscados pela escuridão que agora toma de conta do lugar... somente as tochas fornecem um pouco de claridade, o suficiente para que sigam caminho. O pouco de inscrição que Fadime vê, a intriga bastante.

YREL

A moça sobressalta-se com seu modo sorrateiro ao abordá-la, mas ao ver sua forma fica mais à vontade e intrigada. Então responde ao seu questionamento:

- claro... - lhe sorri - podemos conversar sim!

Citação :
OFF: Estão livre para (inter)agir
Urth faça um teste de ouvir

________________________________________________


Última edição por Erulindya em Dom Jan 20, 2019 12:24 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/ conectado
zignon
Usuário
zignon

Número de Mensagens : 186
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Sab Jan 19, 2019 10:05 pm

Yrel não entende nada do que estão falando, rituais, Thulsa.. Será que este é o nome da moça do robe vermelho? E ritual... Enquanto está perdida em seus pensamentos, leve um pequeno susto com o sobressalto da moça ao ouvir a sua fala, mas ela logo se acalma e responde para a fada que podem conversar sim.

A pequena não sabe por onde começar, se fala do lugar, ou se fala de onde estava e finalmente diz: - Desculpe falar tão sorrateiramente, mas estava com medo, acabo de "fugir" dos magos vermelhos de Thay e pelas ruas aqui, vi uns seres estranhos e enfaixados e quando vi uma linda jovem, trajando um lindo robe vermelho, não resisti, pois alguém com um robe tão lindo não pode ser má...

- Desculpe a enxurrada de palavras, estou ansiosa... E sorri, voando em pequenos círculos...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DEATH
Administrador
Administrador
DEATH

Número de Mensagens : 1157
Data de inscrição : 16/11/2010

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Dom Jan 20, 2019 1:28 pm

DEATH efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
15

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DEATH
Administrador
Administrador
DEATH

Número de Mensagens : 1157
Data de inscrição : 16/11/2010

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Seg Jan 21, 2019 6:47 pm

Citação :
- Acalme-se. À noite, somente os gatos andam pelas ruas. - Duvido que eles te estranhem tanto assim, como diz...


- Não tenho medo dos gatos e sim dos cachorros, se é que me entende hehehehe

Disse ele sem conseguir segurar a piada.


Citação :
Melhor assim... - Por favor, Thulsa, prossiga... já nos distraímos demais!


- Verdade, distrações não são bem vindas quando o tempo é curto...


Citação :
- A propósito, são muitos deuses adorados aqui. Cada um deles representam aspectos de personalidade ou personificam entes da natureza. Semelhante aos "seus" deuses. Os principais são Re - o Deus Sol, Osíris e Isis- O Deus dos mortos e a esposa dele, Horus, o filho deles - o Deus Falcão, no qual os Faraós tomam seu título, Bastet - a deusa gata, representante de Re durante a noite, Anubis - O Deus guardião das tumbas e responsável pelo embalsamamento Thoth - O Deus do Conhecimento e da Magia, e Seth - o Deus do Caos e das Tempestades. A interação deles explica muitos dos fenômenos sazonais que ocorrem em Mulhorand. Mas a verdade é que eles já andaram entre nós mortais. Eu os vi fazendo proezas por esse povo a até pouco tempo atrás...


Ouviu atentamente a explicação e imediatamente conforme ele explicava, ia associando os deuses dele com os seus, do norte, sendo quase evidente as comparações e semelhanças, havendo apenas algumas interpretações diferentes pelo que podia perceber nesse primeiro momento.  Entretanto, quando falou sobre "até pouco tempo atrás", poderia se referir ao mesmo período o qual Fadime havia comentado sobre os deuses caminharem junto aos mortais, mas também poderia significar um tempo ainda mais curto, indicando que eles, os deuses, não estavam tão longe assim dos mortais.

Mesmo ouvindo atentamente, ou quem sabe justamente por prestar tanta atenção, acabou ouvindo um murmirinho, parecia que Fadime estava falando sozinha, algo estranho pois ainda não tinha visto ela fazer algo assim, tão peculiar. Havia desconfiado de algo mas achou que era sua imaginação, mas Fadime falando sozinha poderia indicar que não estava tão doido assim quanto pensava. Se aproximou um pouco mais dela e falou, em tom irônico.

- Não vai me dizer que o sol quente afetou seu juizo tanto quanto o meu... hehehe

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Trovadora
Trovadora
Erulindya

Número de Mensagens : 786
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Seg Jan 21, 2019 7:45 pm

URTH & YREL

- Muito boa essa, Urth! Em Mulhorand, os cães se recolhem com seus donos!

Thulsa continua guiando-os.

Nisso, Fadime está absorta em seu diálogo:

- Desculpe falar tão sorrateiramente, mas estava com medo, acabo de "fugir" dos magos vermelhos de Thay e pelas ruas aqui, vi uns seres estranhos e enfaixados e quando vi uma linda jovem, trajando um lindo robe vermelho, não resisti, pois alguém com um robe tão lindo não pode ser má...  Desculpe a enxurrada de palavras, estou ansiosa...

- Sinto decepcioná-la, mas sou uma deles... - se exprime com certa decepção no falar  - Mas não se preocupe, não somos cruéis como eles! Meu nome é Fadime Zatar, muito prazer! - Finaliza com um ar mais alegre.

antes que possa responder, no entanto, Yrel, Fadime tem sua atenção requisitada pelo seu acompanhante:

- Não vai me dizer que o sol quente afetou seu juizo tanto quanto o meu... hehehe

- Não, Urth, não se preocupe, não afetou... - Faz uma pausa  - estava apenas recepcionando uma visitante... - Sorrindo timidamente pra você, Urth.

Citação :
OFF: Estão livres para agir.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/ conectado
zignon
Usuário
zignon

Número de Mensagens : 186
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Ter Jan 22, 2019 12:53 am

A fada fica confusa com a resposta da moça do robe vermelho, que falou que se chamava Fadine Zatar e disse ser uma delas e ela fica na dúvida se ela era um dos seres enfaixados ou se era uma maga vermelha e pergunta um tanto apreensiva: - Fadine, Você é uma delas qual? Tem faixas por baixo do robe ou o seu vermelho é por ser uma maga de Thay? Embora você não seja careca....

Ela fica esperando nervosa e voando em pequenas corridinhas curtas e não se contém e pergunta: - E esse seu amigo Urth é mago ou enfaixado? Por favor não me deixem mais assustada do que estou...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Trovadora
Trovadora
Erulindya

Número de Mensagens : 786
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Ter Jan 22, 2019 1:22 am

- Sou uma Maga de Thay, meu amigo Urth está em missão, mas não é Thayano e Thulsa mora aqui mesmo.


________________________________________________


Última edição por Erulindya em Ter Jan 22, 2019 2:10 am, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/ conectado
zignon
Usuário
zignon

Número de Mensagens : 186
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Ter Jan 22, 2019 2:03 am

Yrel olha para a moça do robe vermelho e essa palavra vermelho lhe doí no ouvido mesmo que só pensada e não dita e ela vendo que está perdendo o controle começa a respirar fundo até se controlar e ouve a confirmação que ela é uma maga de Thay embora não seja careca, mas tem o robe vermelho!

Mas sua memória lhe lembra que ela falou que não era cruel como eles e talvez haja uma esperança aqui e tentando mudar de assunto e parecer calma e tranquila pergunta: - Uma missão? Que legal, posso ajudar nesta missão? E acrescenta: - Eu também tenho uma missão, eu preciso achar os dragões prateados, podemos fazer as duas missões juntas, que você acha? E nervosa, não sabe se isto é uma boa ideia, mas foi o que veio a sua cabeça...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Trovadora
Trovadora
Erulindya

Número de Mensagens : 786
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Ter Jan 22, 2019 2:30 am

URTH

Você agora consegue ver com quem sua guardiã conversa, pois a criatura se mostra muito agitada e irrequieta. E consegue acompanhar todo o diálogo entre as duas a partir de então.

YREL

Diante de sua pergunta, Fadime dá um meio riso desconsertado, e responde:
- A missão do meu amigo é pessoal... - Olha para ele e Thulsa - Não sei se ele aceitará sua ajuda...!

URTH & YREL

Os animais não se detêm com a conversa, nem mesmo Thulsa, que segue adiante mesmo com o burburinho atrás dele. Alguns passos mais à frente, e vocês se vêm diante desta construção (só que está de noite):


- Chegamos! Este é o Templo de Anubis!. - olha para trás sorrindo - Aqui se dará o ritual. Preparado, Urth?

Citação :
OFF: Estão livres para (inter)agir, ou fazer os testes que desejarem

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/ conectado
zignon
Usuário
zignon

Número de Mensagens : 186
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Ter Jan 22, 2019 9:50 am

Yrel observa a mulher a frente e como a maga vermelha disse que ela é dali, deve ser a guia do grupo e ela aponta para uma prédio imenso e bonito, ela se lamenta que seja a noite pois aquela beleza fora feita para ser admirada de dia e ouve a palavra ritual e olha para o homem que elas chamam de Urth e a fada tenta lembrar se já ouviu algum viajante falar deste Anubis, para saber que tipo de ritual seria.

A pequena olha para o homem com o rosto coberto e diz para Urth que se aproximara mais: - Desculpe senhor Urth, não sabia que sua missão era pessoal, desculpe a intromissão, mas se vocês permitirem quero seguir com vocês pois preciso do vosso apoio, já que a moça diz que não como meus antigos companheiros de viagem.

Teste de religião:
 


Última edição por zignon em Qua Jan 23, 2019 6:39 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DEATH
Administrador
Administrador
DEATH

Número de Mensagens : 1157
Data de inscrição : 16/11/2010

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Qua Jan 23, 2019 12:36 am

Citação :
- Não, Urth, não se preocupe, não afetou...  - estava apenas recepcionando uma visitante...


- Não sabia que praticava necromancia e falava com fantas...

Interrompeu sua brincadeira no momento que reparou com quem Fadime estava conversando: a tal familiar que viram momentos atras, ou melhor dizendo, uma fada. Por si só, uma fada não era nada de mais além de uma dor de cabeça com brincadeiras inoportunas em momentos impróprios, que provavelmente se aproximou deles da mesma forma que insetos buscam a luz, ao perceber que havia bastante poder magico naquela carruagem. Entretanto algo o incomodava.

Enquanto Fadime conversava e agora a fada se expôs, pelo teor da conversa ficou claro que havia um "algo mais". Por mais que estivesse em "uma missão", ela provavelmente estava acompanhada daquele mago que viram momentos antes que andava junto dela, levando Urth a se questionar uma coisa bem simples: quem garante que não é uma armadilha? O responsável pelo ataque ao cozinheiro do dia anterior ainda estava a solta, pois o mago que havia executado o ataque morreu sem dar nenhuma explicação. Talvez não fosse esse o caso, mas conhecendo a fama da raça, talvez poderia trazer mais problemas do que ajuda, pois estar ali envolvia uma negociação entre soberanos e particularmente a oportunidade de sair da cela com um visual bem diferente, não pretendendo voltar pra ela.


Citação :
- A missão do meu amigo é pessoal... - Não sei se ele aceitará sua ajuda...!


Preferiu não responder a princípio, pois algo lhe chamou a atenção. Estava absorto em seus pensamentos e atento no rumo da conversa, Urth se sobressai ao notar o monumental templo a sua frente, imponente mesmo que a noite tentasse esconde-lo.


Citação :
- Chegamos! Este é o Templo de Anubis! - Aqui se dará o ritual. Preparado, Urth?


- Anubis é o deus das tumbas não é? Não leve a mal, mas a ultima vez que estive em uma perdi o passeio dos deuses pelas terras mortais... hehehe por favor, não me esqueçam lá dentro!!!

Brincou ele descontraído, entretanto, imediatamente mudou o tom para mais serio, embora não fosse grosseiro, virando sua atenção para a criaturinha.

- Agradeço a oferta, mas acredito que não precisamos, obrigado.

Foi direto e honesto, mantendo o respeito e recusando as ofertas. Não fazia ideia do que consistia o ritual que iriam executar, ainda mais envolvendo uma divindade. Após a noite que tiveram, preferia tomar muito mais cuidado sobre seu estado, principalmente ao desconfiar da intervenção divina e a ultima coisa que precisaria no momento seria alguma criatura brincando durante um momento serio como esse, além do fato de não acreditar nas reais razões da criaturinha, podendo estar ali a mando daquele mago para bisbilhotar.

- Com sua licença, temos um assunto sério a resolver com o deus.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
zignon
Usuário
zignon

Número de Mensagens : 186
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Qua Jan 23, 2019 6:53 pm

A pequena fica ansiosa em ouvir a resposta do homem da cara escondida e como um banho de água fria chegou a resposta com um polido " Não precisamos".

A pequena fica confusa com a resposta, era ela que precisava e não eles. Ela pedira a companhia do grupo e não o contrário, ela começou a pensar que ele não tinha gostado dela, mas era ela que precisava e ela age e contra argumenta: - Com todo respeito senhor, mas fui eu que pedi a proteção das vossas companhias e não o contrario. Sou um pequeno ser, que viaja sozinha de florestas longínquas e que passou alguns perigos e peço que tenha caridade e me acolham, pois este é um mundo estranho e inóspito para mim e olha para a maga do robe vermelho careca porém bonita e mordendo os lábios pede ajuda nos argumentos.

Ela olha com olhos chorosos e diz com a voz infantil: - Prometo ficar quietinha e calada, pois estava supondo que a sua tagarelice podia ser o motivo da sua dispensa e voa em direção a maga e junta as mãos em suplica e diz para ela: - Pede para ele deixar eu ficar...Posso não sobreviver sozinha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DEATH
Administrador
Administrador
DEATH

Número de Mensagens : 1157
Data de inscrição : 16/11/2010

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Qui Jan 24, 2019 12:04 am

Urth já se preparava pensando em como descer daquele animal desengonçado quando a conversa mudou de tom e inesperadamente veio uma cobrança com mistura de lamentação e auto piedade. De todas as criaturas existentes em qualquer reino, a ultima com a qual alguém deveria chorar próximo sobre "tenha piedade de mim, sou uma vitima do mundo" sem sombra de duvidas era ele.

Sem se alterar emocionalmente, respondeu de forma mais seria, com tom de voz firme porém ainda mantendo respeito, mantendo agora uma postura mais rígida.

- Você faz isso com todo grupo de estranhos que encontra pela rua? Espera que tenhamos compaixão e abandonemos nossos objetivos por causa de alguém que simplesmente nos seguiu de forma sorrateira em uma suposta missão de encontrar dragões? E você ainda cobra isso como se fosse nossa responsabilidade? O que você fez até hoje? Viveu a sombra dos outros?

Então se lembrou de um detalhe do começo da conversa delas que ouviu, que seria realmente algo sem nexo.

- Não é estranho que você diz que esta fugindo de magos vermelhos e ao ver Fadime uma maga vermelha, você decide se aproximar? Ou isso é algum tipo de armadilha devido a seu mal entendido querendo ataca-la, coisa que não vou deixar, ou então falta-lhe juízo. Procure a guarda da cidade, eles são pagos para te manter viva, meus tempos de mercenário estão distantes... Pra mim já basta.

E com isso desceu do jeito que dava do animal, sem nem se importar com a reação da fada, simplesmente observa como poderia deixar o animal e se prepara para entrar no templo, tinha algo mais importante a se fazer.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
zignon
Usuário
zignon

Número de Mensagens : 186
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Qui Jan 24, 2019 12:47 am

Yrel ao ouvir a resposta insensível do "cara escondida" lembra da raiva que sentiu do capitão do navio quando a tratou mal e tentou fazer se sentir menor do que era e fica em dúvida quanto ao que a moça do robe vermelho bonito disse, quando falou que era diferente dos outros magos do navio alado.

Mas ela não se entregaria fácil e o homem da cara escondida não manda nela, nem vai faze-la se sentir menor do que ela é e ela olha séria para ele e pousa na sua frente e diz: - Você é sempre mal humorado assim? Pedi apenas para que permitissem que os acompanhassem com o intuito de mim proteger, pois a companhia de seres maiores me daria mais segurança, porém parece que são vocês que estão com medo de mim, como se eu fosse perigosa ou um estorvo indesejável e eu lhe digo, você, querendo ou não, eu vou seguir vocês e para a sua ciência, quem falou que apesar de ser uma maga vermelha, era diferente dos outros, foi a sua amiga e não eu para você me destratar e é você que esconde o rosto e vem falar que eu sou sorrateira e ainda vem me fazer discurso de coerência?

E emburrada pousa no animal que ele usava e fica fazendo caretas e falando consigo mesmo e olha para a maga e diz: - Você é sempre omissa assim? Disse para mim que não era igual aos outros magos, mas pensa que o mal é só em atos? A omissão é a pior das maldades se você não sabe... Pelo menos me diga para que lado eu posso achar os dragões prateados. E eu sei que você sabe que eu sou uma fada boa e não falou nada a meu favor.

Pega a sua Lira e começa a cantar uma música fúnebre, apenas fazendo uma paródia de três pessoas grandes correndo com medo de uma pequena...

Olha para eles e diz: - Se eu estiver incomodando é só falar...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DEATH
Administrador
Administrador
DEATH

Número de Mensagens : 1157
Data de inscrição : 16/11/2010

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Qui Jan 24, 2019 3:10 am

Citação :
- Você é sempre mal humorado assim? Pedi apenas para que permitissem que os acompanhassem com o intuito de mim proteger, pois a companhia de seres maiores me daria mais segurança, porém parece que são vocês que estão com medo de mim, como se eu fosse perigosa ou um estorvo indesejável e eu lhe digo, você, querendo ou não, eu vou seguir vocês e para a sua ciência, quem falou que apesar de ser uma maga vermelha, era diferente dos outros, foi a sua amiga e não eu para você me destratar e é você que esconde o rosto e vem falar que eu sou sorrateira e ainda vem me fazer discurso de coerência?


Mudando para um ar sínico e grosseiro, decidiu fazer uma exceção em seu comportamento visto que a criatura tinha uma unica finalidade, importunar.

- Sabe por que você esta sozinha? Ninguem te suporta, ninguem gosta de você, você é despresivel e mimada, uma bastarda que não sobrevive por conta própria e faz chilique se vão contra sua vontade, faria um tremendo favor se simplesmente se matasse e sua carcaça imunda servisse de adubo para as plantas... Continue a nos atrapalhar e as autoridades irão leva-la, nem precisarei sujar minhas mãos com você, ser miserável.

Ao ouvir a musica fúnebre, a situação chegou no ponto critico, levou para o lado pessoal, respondendo com sarcasmo.

- Cuidado... Você vai acabar acordando os mortos sabia? Olhe bem onde estamos indo, quer mesmo visita-los? Pode ser que você não saia mais daqui... heheheheh

Disse ele abaixando um pouco o pano próxima as orbitas dos olhos, revelando por um momento sua face esquelética, claramente tentando intimida-la.


[off: Teste de intimidação = 4 + caso haja algum bônus]
DEATH efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
16

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
zignon
Usuário
zignon

Número de Mensagens : 186
Idade : 37
Localização : Azeroth
Data de inscrição : 18/09/2018

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Qui Jan 24, 2019 3:23 pm

Teste de Vontade +5:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erulindya
Trovadora
Trovadora
Erulindya

Número de Mensagens : 786
Idade : 37
Localização : Futura cidade Egípcia de Akhenaton
Data de inscrição : 17/03/2015

Ficha
Nome: Erulindya
Raça: Elfo
Classe: Bardo

MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   Sex Jan 25, 2019 4:34 am

- Anubis é o deus das tumbas não é? Não leve a mal, mas a ultima vez que estive em uma perdi o passeio dos deuses pelas terras mortais... hehehe por favor, não me esqueçam lá dentro!!!

- É do embalsamamento, meu amigo. Dele emana todo o conhecimento que se adquire para a preparação dos corpos para a vida no outro lado... - põe a mão no queixo - ...ou nesse lado da vida, no seu caso, não é mesmo?
- Não posso esquecer você - rindo - Senão eu também morro, esqueceu?

Diante da recusa da "oferta", Fadime pretendia intervir, mas antes que pudesse dizer um "A", a suplicante fada prossegue

- Prometo ficar quietinha e calada [...] Pede para ele deixar eu ficar...Posso não sobreviver sozinha.

- A meu ver, se fugiu mesmo das garras dos meus conterrâneos como disse... - Diz Fadime - Certamente consegue se virar sozinha!
- Não tema, pequenina! - conforta Thulsa - Enquanto a noite durar, não haverá perigo que venha te aflig...

Mas diante da exaltação do seu companheiro, o Servo do Tesoureiro prefere se calar e deixar os reclamantes decidirem suas diferenças da melhor forma possível. Então Urth toca num ponto que a maga não tinha cogitado, pois estava muito entretida com as "atrações" da cidade:

- Não é estranho que você diz que esta fugindo de magos vermelhos e ao ver Fadime uma maga vermelha, você decide se aproximar? Ou isso é algum tipo de armadilha devido a seu mal entendido querendo ataca-la, coisa que não vou deixar, ou então falta-lhe juízo.

- Não tinha pensado nisso, Urth... - Diz Fadime bastante introspectiva

Procure a guarda da cidade, eles são pagos para te manter viva, meus tempos de mercenário estão distantes... Pra mim já basta.

Então, ao descer de qualquer jeito, a metade da sela em que Fadime estava sentada cede, e ela desequilibra e cai no chão com a cara na areia branca e fofa na qual pisam. Ela se levanta elegantemente, mas sua feição muda completamente, que faz Urth remeter ao primeiro contato que teve com a maga. Ainda assim, ela serenamente espana o pó que se assentou em suas vestes e grudou no rosto. Então vai ao encontro de Thulsa que os aguardava no começo da rampa que dá acesso ao templo. Mas ouve algo que detêm seus passos e a irrita de verdade:

- Você é sempre omissa assim? Disse para mim que não era igual aos outros magos, mas pensa que o mal é só em atos? A omissão é a pior das maldades se você não sabe... Pelo menos me diga para que lado eu posso achar os dragões prateados. E eu sei que você sabe que eu sou uma fada boa e não falou nada a meu favor.

- Eu me omiti? por acaso vocês me deram espaço para falar? - Faz uma pausa - Pode ser boa mas é imatura! Fazer um estardalhaço só porque um sujeito recusou que se juntasse ao grupo!! - Faz outra pausa respirando beeeeemmmmm fundo para re-estabelecer seu ponto de equilíbrio - Quanto aos dragões de prata... eles podem estar em qualquer lugar! Eles se disfarçam tão bem, que até o Thulsa aqui pode ser um!

Ouve-se uma música muito triste e tenebrosa no ar...

- Se eu estiver incomodando é só falar...[/size]
- Cuidado... Você vai acabar acordando os mortos sabia? Olhe bem onde estamos indo, quer mesmo visita-los? Pode ser que você não saia mais daqui... heheheheh

Yrel, quando Urth abaixa as ataduras mostrando o estado avançado de sua degradação e fitando-a com firmeza, para você, é a coisa mais horrenda que já vira até este momento em sua vida! Nem chega aos pés daquela bruxa feia da sua floresta! você vê o azul brilhante das órbitas oculares dele como uma espécie de chave, que dá acesso ao seu âmago. Você sente como se ele tivesse invadido sua alma, ou encontrado como tirar de você sua parte mais preciosa e íntima; sente a corrupção iminente de sua pureza o que faz com que todas as fibras do seu corpo de fada te "digam" em alto e bom som:

FOGE! AGORA!

Para você, pelo menos por enquanto, é impossível ficar ou sequer encarar o sujeito enfaixado. E instintivamente você se afasta e procura um lugar seguro para se esconder dele.

Fadime e Thulsa se compadecem, mas preferem não interferir. Então vão na frente em direção à entrada do Templo. Enquanto Urth percebe que despertou uma nova habilidade. Mais um presente que estava muito bem guardado nessa carcaça! Você sente sua raiva sendo canalizada para um unico ponto, e seu olhar se torna o gatilho para liberar sua vontade de induzir a criaturinha a sumir da sua frente...

Citação :
OFF: Para termos de jogo, Yrel, você está sob efeito de medo: Assustado - e recebe -2 para testes de resistências, ataques, habilidades e perícias.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://erulindya.deviantart.com/ conectado
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
As Horcrux de Azkaban - Urth Wolfgan
Voltar ao Topo 
Página 6 de 10Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mundo RPG :: PLAY BY FÓRUM :: Jogos :: ★ Forgotten Realms ★ :: Temporário-
Ir para: