Mundo RPG

O Lar do Rpgista Brasileiro
 
InícioInício  PortalPortal  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 TODOS - O INICIO DA JORNADA

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Kleiner
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1810
Idade : 32
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Qui Ago 21, 2014 11:58 am



Era fim da tarde.
Os dois sóis se punham e um vento gelado começava a soprar do leste.
Não haviam sons de animais na mata. Era como se fosse o silêncio antes de uma grande tempestade.
Estavam Chico e o Elfo Druida.
Quando foram surpreendidos por três figuras inusitadas vindo da mata....
Um anão e dois meio-lagartos (aos olhos mortais) um vermelho e um negro....

Mais adiante um homem vem com olhos cheios de lágrimas e um arco de marfim nas costas.
Ele estava apressado e se assustou ao se deparar com essa muvuca.
Por um instante chegou a ficar boquiaberto....

O silêncio permaneceu até que o Cavaleiro branco desce do seu cavalo, e se põe na frente de do homem com vestimento de mendigo e o elfo.

Com uma voz calma e talhada, apresentando uma incrível aura de paz e serenidade, ele fala
- Quem são vocês e o que procuram?


Por mais que suas palavras sejam calmas.
Sua mão estava no cabo de sua espada ainda na bainha.



________________________________________________

WhatsApp 41 9886 1050
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://mundorpg.forumbrasil.net
Lord_Rasler
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 209
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/11/2010

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Qui Ago 21, 2014 12:35 pm

O grupo avançou sem muitos problemas e ganhou terreno rapidamente, alcançando o topo do monte sem muito esforço.
Passaram por uma mata calma e silenciosa, que era bem estranho uma vez que não havia sinal dos animais e criaturas da floresta. Porém, de tudo, o que mais impressionou o anão foi que o "doido cantor" conseguiu fechar o bico por mais de um minuto.

Chegando ao topo e saindo da mata o grupo foi surpreendido por aquela cena inusitada; um mendigo, um elfo com cara de maricas, um pseudo paladino brilhante como uma fada e o bom e velho carroceiro maluco.

Orik estacou de repente, fez uma cara de taxo e deu uma cuspidinha de lado.

-MEU OVO!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Qui Ago 21, 2014 1:32 pm

Passar pela mata foi estranhamente fácil e pacífico, Merrick já estava com a impressão de que alguma coisa provavelmente pularia na cabeça deles mais cedo ou mais tarde. Isso até chegar ao topo do morro e ver um mendigo, um elfo e um homem com uma armadura espalhafatosa que gritava "Eu sou um paladino".

Mas logo reconheceu o carroceiro como sendo o arqueiro que viu antes.

- Ei! Você é aquele arqueiro! Como tem andando? Espero que melhor que eu.

Observa bem o resto do grupo, já teve muita pratica lidando com humanos já que cresceu no meio deles então não é totalmente alienado aos traquejos sociais humanos, mesmo assim nunca ouviu a expressão que Orik acabou de usar.

- Ovo?

Olha em volta.

- Isso quer dizer "Bom dia cavalheiros" em anão? Alguém?

- Aham! Drem Yol Lok! Boooa tarde moçada! *Fala em um tom descontraído com um sorriso amigavel* - Eu sou Merrick. Esse cavalheiro negro terrivelmente carismático é o Thyron, meu amigo do ovo é o Orik.

Quando o paladino pergunta o que procuram, Merrick não deixa de ver a mão do paladino na arma.

- Whoa whoa whoa! Calma aí. Procuramos não morrer pra começo de conversa. Sabe...conversar...sem contato físico com armas de qualquer porte...por favorzinho com cerveja e sorvete em cima? Obrigado!

- Respondendo a sua pergunta. Somos apenas um bando de aventureiros nada convencionais que estão passando por um péssimo dia...só pra constar acabei de conhecer esses dois. E vocês? O que fazem nesta encantadora floresta cheia de orcs, vampiros, gigantes, grifos e abominações espirituais potencialmente homicidas? Perai perai não me digam! Um piquenique? Acertei? Diz que sim...poderia comer um cavalo pela pata...depois de devidamente cozido é claro...

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Arvedui
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1799
Idade : 104
Localização : Mundo da Lua
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Qui Ago 21, 2014 3:59 pm

Chico caminhava pesado, parecia que finalmente o cansaço lhe havia tocado. Caminhava com os ombros encolhidos e a cabeça baixa, os pés arrastando sonoramente no chão duro. Mas não era o cansaço que tornava taciturno, e sim a depressão. Chico caminhava há dias, semanas, meses sem um destino certo, e aquilo estava começando a enervá-lo. Pela primeira vez em muito tempo, pegou a garrafa de aguardante que carregava na pequena bolsa de viagem, retirou e bebeu um gole, sem se importar com os homens que caminhavam ao seu lado. Sentia a tristeza chegando, como uma velha companheira.

Quando então as três figuras saem de dentro da mata. Chico já havia escutado seus passos antes de aparecerem rompendo as árvores, o que o fez guardar novamente a garrafa de aguardente e observar o trio com olhar duro. Chico não sentiu naqueles seres nenhum perigo, mas era sempre importante se manter alerta. Contudo, tão logo o homem e o lagarto falaram, Chico percebeu que sua intuição estava certa: não eram inimigos. No máximo, pessoas calejadas demais pela batalha para andarem por aí de forma leviana. Obviamente, havia dureza em suas faces, fruto dos perigos que enfrentavam diuturnamente.

O monge escuta o homem-lagarto falando, memoriza os nomes de todos e não consegue evitar um sorriso. Pareciam bons companheiros. Pegou então sua aguardente e bebeu um gole rápido, antes de falar.

- Meuzóvo, caba rréi da muléstia! - disse, dirigindo-se a Orik - Ô gostei desse caba aí! Caba ralente ingual eu! Renha cá, cabôco! Tome uma lapadinha de cana mais eu!

E já saiu em disparada, ignorando a cautela do paladino, agitando a garrafa de aguardente para Orik. Antes, porém, passando por Merrick, estancou e falou-lhe com a expressão abobalhada e as bochechas já meio vermelhas pela ação da cachaça:

- Eita maxo! Dêxe de leruaite*! Rocês tarra farreno o que nessa mata? Três galinha réa paricida com o cão vuaro atrás d'eu, dei uma carrêra nelas, as bicha réa quais me pega, mai eu me iscondi ali dento duma grota e as bicha réa foro simbora. - nesse instante, o estômago do monge roncou sonoramente - E ô também tô cum uma fome da muléstia. Um baiãozim de dois com ovo agora darra mesmo certo

E nesse passo, olhou para o paladino e para o elfo, acenando para eles:

Se aprochegue, meu povo. Ramo tumá uma cana aqui mais eu! Esses doi caba aqui são bom de cana, que eu cunheço!

Spoiler:
 

________________________________________________
Devagar e sempre...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Qui Ago 21, 2014 10:00 pm

Não estava nada contente com a despedida das crianças e com a morte do gnomo, tudo aquilo me deixou pensativo demais e com apenas uma vontade, acabar com esse mal que assola o nosso mundo. E com esse pensamento saio rapidamente da cachoeira e, infelizmente, me deparo com várias pessoas fora dela.

Meu primeiro pensamento? "To fudido, me seguiram até aqui", porém conhecia de vista dois deles, sendo um bem no início que entrei nessa floresta, o qual me cumprimentou e o outro é o guerreiro negro, que passei na estrada e troquei meia dúzia de palavras.

Antes que pudesse falar algo vejo aquele ser falando e segurando o cabo de sua espada e, com isso, meus olhos ficam fixos nele.

Com a voz firme digo a todos:

- Meus últimos dias não foram fáceis. Fui aprisionado por gigantes, fui jogado sem roupas num chiqueiro, tive que escapar por onde os porcos cagavam. Matei vários gigantes para fugir, até encontrar um punhado de crianças que seriam jogadas num caldeirão para fazer não sei o que. Elas eram levadas por vampiros. Para escapar desse lugar tive que improvisar paraquedas para todas. Na fuga em terra as coloquei na minha carroça e encontrei esse ser negro duelando na estrada e trombamos, machuquei a perna, continuei o percurso com um gnomo que me trouxe até aqui e ele foi morto por um gigante e as crianças enfim estão a salva.

- Nesse momento minha única vontade é encontrar um tal de peregrino santo, um tal de Rorrim e depois seguir até um castelo que tem no meio dessa floresta.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Qui Ago 21, 2014 10:25 pm

Thyron lamentou profundamente o fato de não ter achado seu helmo preferido, era um trabalho feito sob medida para ele por um mestre anão da costa da tormenta, havia sido o pagamento por alguns serviços e horas de bebedeira na taverna. Bons tempos...

Entretanto agora a situação havia mudado, ele próprio havia mudado, sentia que em um curto espaço de tempo, principalmente devido a urgência das situações, foi obrigado a se esforçar mais e usar todas as suas habilidades ao limite, descobrindo que nada sabia sobre si mesmo ou seus poderes, ficando surpreso com o que havia feito agora que a adrenalina da batalha havia sessado.

Era justamente o cansaço e necessidade de se manter um pouco mais seguro que o levou a acompanhar momentaneamente aqueles dois, no entanto a cada novo refrão daquele lagarto Thyron repensava se não seria mais relaxante e menos estressante encarar aqueles outros dois grifos.

O caminho não foi tão dificil quanto poderia ser e repentinamente foram abordados por outros estranhos, mas um deles, justamente o carroceiro, não era tão estranho assim. No mesmo instante que o viu, cerrou os punhos e avançou em sua direção, ignorando os outros e suas apresentações, pegando o carroceiro pelo colarinho e o erguendo um pouco, esbravejando.

- Eu só não te arrebento aqui e agora porque teria feito o mesmo!

Por mais estranhamente louca tivesse sido toda aquela situação, não tinha como reagir contra aquele homem, pois foi uma atitude nobre de sua parte ter feito o que fez e se não fosse por ele nem gostaria de imaginar o fim que teriam todas aquelas crianças. Ficou irritado sim, mas era algo que iria passar e nem adiantava descontar em ninguem. O largou e se afastou um pouco para se apoiar numa árvore.

- É nesse castelo que esta quem causou tudo isso? Ouviu algum nome?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Qui Ago 21, 2014 10:45 pm

O homem maltrapilho parecia bem descontraído e relaxado, o cheiro obvio de alcool vindo dele e a cor vermelha em sua face eram bons indicativos de que a tal "cana" tinha bastante alcool nela.
Ele passa direto por Merrick indo para o anão, o meio dragão vermelho coça a nuca confuso com o dialeto estranho daquele homem.


- Mu...o que? Leru...ahn? Eu preciso de um interprete aqui! Não sei se esse cara ta xingando a minha mãe ou falando que meus olhos são bonitos.

Escuta o arqueiro, não consegue esconder o espanto pela história que parecia ser bem pior que seu dia.

- Caramba...ok sem brincadeiras agora. Eu tiro meu chapéu pra você, é raro achar alguém capaz de fazer tudo isso pelos outros. Você caro arqueiro tem meu respeito.

Senta perto de uma arvore com a foice ao seu lado e cruza os braços pensativo, até ouvir o nome Rorrim.

- Rorrim!?

Antes de terminar o que ia dizer, o draconiano negro pega o carroceiro pelo colarinho e depois o solta, pelo menos isso, não estava nem um pouco afim de se envolver em outra luta sem sentido.

Dirige-se ao arqueiro.


- Sinto dizer que tenho más noticias. Você se recorda que tinha um hobbit comigo. Felilog? Não sei se te disse mas ele carregava consigo um artefato que tinha a magia mais poderosa que já senti em anos, que ele por acaso tinha que entregar para um certo Rorrim.

Hesita por alguns instantes, pela primeira vez procurando o modo mais claro de mostrar a gravidade da situação.

- Quando nos separamos, seguimos a trilha do hobbit para uma estrada, tinha um garoto estranho torturando ele com magia. Foi então que uma entidade saiu daquele artefato e tomou conta de Felilog, ele matou o Makarius e só sobrevivi por sorte. Usei todo o meu poder nele e só consegui espanta-lo...acredito que esse Rorrim tem as respostas...sem falar que to devendo uma boa surra a ele por ter confiado algo tão perigoso a alguém tão indefeso...

O ar no lugar fica mais quente, sua magia reagia a raiva que sentia.

- E se eu achar aquele filhote de demônio de novo, vou incinera-lo tanto que as cinzas dele criarão cinzas.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Ninja
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1150
Idade : 21
Localização : Na frente do Pc
Data de inscrição : 29/11/2010

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Qui Ago 21, 2014 11:32 pm

Todos falavam muito rápido e ao mesmo tempo, e Bardock apenas se manteve parado observando, O quanto já havia desviado de sua "real" missão? isso nem importava mais...dali a alguns meses ele seria considerado morto mesmo...e esses humanos que ele tivera contato antes...a cegueta e o menino dragão...mesmo que por pouco tempo, ele havia criado algum afeto por eles...o que fazer? Bardock continuava perdido nesses pensamentos ate que o sujeito falou o nome Rorrim, ai de subito sua mente deu um estalo, porem antes que pudesse fazer algo as coisas se desenrolaram muito rapido e um cara ja tava agarrando outro pelo colarinho intimando pra porrada.
Bardock apenas levanta a mão como numa sala de aula e diz quando finalmente todos param de falar:
-Eu já estive com Rorrim e sei exatamente onde ele está agora, ele me ajudou a matar uns elementais -diz enquanto tira outro pão elfico da mochila e entrega para o monge- porem eu tive que sair de lá pois uns cavaleiros negros chegaram...é uma historia muito longa mas...pra resumir: Ele está no castelo de um tal de Gohan, no alto de uma montanha, ele tambem disse que esse castelo era o castelo desse mal, eu tenho que voltar lá porque meus outros dois companheiros que estavam comigo ainda estão dentro dessa casa com os cavaleiros negros lá dentro...se o que vocês falam é verdade, eu os guiarei até lá com muito prazer...

________________________________________________
Kung Lao, Jogador de Chapelão

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://italicox.blogspot.com.br/
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Qui Ago 21, 2014 11:50 pm

Ouvindo cada um ali falar, em sua mente vinha toda a cena do que quer que estivesse acontecendo naquela região. Pensou se realmente deveria se meter com aquele assunto, pois seu objetivo estava longe dali, mas percebendo o quanto tudo aquilo que passou o havia deixado mais forte do que nunca, sentiu que poderia continuar mais, pois alcançaria num curto espaço de tempo o poder que tanto queria.

- Posso não ser o mais inteligente daqui, mas pelo que percebo, cada um aqui tem um fragmento de um quebra-cabeças e todos estamos ligados... Juntanto tudo, é possivel imaginar que temos dois objetivos aqui: achar Rorrim e acabar com Gohan, estou certo? Por sorte os dois estão no mesmo lugar, ou pelo menos estavam...

Estava tentando pensar mais friamente, evitando de deixar a raiva tomar lugar e tentando pensar estrategicamente conforme seu treinamento apontava como melhor saida para a situação. Não deixou de notar na alteração da temperatura, ainda mais usando uma armadura como aquela, se permitendo agora, pela primeira vez com eles, se sentir um pouco mais a vontade.

- Por sinal, sou só eu ou tem mais alguem sentindo cheiro de churrasco? Daria um cavalo por um pernil de porco com molho de cerveja e creme de alho...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arvedui
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1799
Idade : 104
Localização : Mundo da Lua
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Sex Ago 22, 2014 7:32 am

Antes que Chico pudesse compartilhar uns goles de "cana" com Orik, várias coisas acontecem, todo mundo fala ao mesmo tempo, cada um se apresentando, contando suas histórias e os desafios que enfrentaram até chegar ali. Chico não resiste e para a fim de ouvi-los. Identifica-se com algumas histórias, sente o peso de seu peito pelo garoto que se feriu logo que chegou àquela cidade, imaginando se estaria vivo ainda. Uma pequena e incômoda tristeza começa a lhe perturbar, de modo que toma outro grande gole de aguardente.

Percebe então que as pessoas ali são demasiado sérias, com exceção, talvez, daquele draconiano negro. Todos estão preocupados demais com um futuro que aparenta ser incerto, procurando alguma coisa, buscando algum objetivo. Chico sente-se levemente deslocado: não tem objetivos grandiosos, não busca poder, fortuna ou fama. Está na estrada simplesmente porque a estrada faz parte de seu corpo, e por ter sido levado até ali pelo acaso. Contudo, é certo que parecem estar buscando algo de bom para a humanidade, o que, certamente, atrai a simpatia do monge.

Chico aproxima-se do elfo, que lhe oferece outro pão. Come-o com avidez, embora o estômago apenas ronque mais alto ainda. Contudo, atenta para as palavras do elfo.

- Ói, meu véi, apoi eu rô mais tu achá esse castelo! Tu é um caba bom. - e dá um "leve" tapa nas costas do elfo.

Em seguida, dirige-se ao tal Thyron:

- Caba véi, ô num tem "farguimento" de nada não. Só tô aqui cum rocês pruque as galinha corrêro atráis deu e ô vim se inscondê aculá. Mai ô vô mais rocês pegá esse fela da gaita aí e descê a lenha nele.

Seu estômago ronca SONORAMENTE.

- Êta mulesta! As tripa grande tão cumeno as piquena, de tanta fome cô tô!

________________________________________________
Devagar e sempre...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kleiner
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1810
Idade : 32
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Sex Ago 22, 2014 9:49 am

OFF - Nem quero ver a reação do Goran depois de ser erguido pelo colarinho
_________________________

O Paladino ouve a cada frase.
Larga sua espada, mesmo quando o armadurado negro vai para cima do arqueiro.

E resmungava consigo mesmo...
- Artefato poderoso...Rorrim...Gohan....vampiros...gigantes...

Vê que o anão tomou a cangibrina do Monge...(teste de resistência)...mas não era uma bebida que ele estava acostumado a beber...

Thyron fala em um quebra-cabeça.
O Elfo fala em subir e invadir o Castelo.

- Eu sou da Ordem de Rey, o Peregrino Santo....vim até essas terras longínquas porque chegaram múrmuros de um mal que assolava esse Reino...Mas não fazia idéia do quão mal isso seria.

Ele anda na direção de Thyron....estava visivelmente espantado.
- Senhores....Rorrim é um dos Guardiões desse Mundo...um mago com poderes inimagináveis...e Goran dizem ter o poder de ser Imortal...é um Necromante com dons terríveis. Dizem que ele tomou o lugar do próprio Deus da Morte....Nós não somos capazes de lutar essa luta....não agora....

- Se Rorrim realmente estiver no castelo, ele de lá deve sair sozinho....Eu preciso levá-los até Rey, para que ele monte esse quebra-cabeça e possamos alertar os exércitos dos homens e batalhar por esse Reino, antes que esse mal passe as fronteiras

________________________________________________

WhatsApp 41 9886 1050
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://mundorpg.forumbrasil.net
Lord_Rasler
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 209
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/11/2010

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Sex Ago 22, 2014 12:30 pm

O espanto do anão passou instantaneamente quando Mérrick começou a falar com seu jeito espalhafatoso e exagerado. Orik deu um passo a frente e foi interrompido pelo homem com um dialeto estranho que o anão se recordava ter ouvido muitos anos atrás e suas viagens como aventureiro.

Inicialmente ele ficou cabreiro e receoso, mas quando o homem ofereceu a cachaça o anão logo baixou a guarda. Já estava sóbreo e com a garganta seca a várias horas... Tempo demais para que passou os últimos 10 anos enchendo a cara.

-Gostei de você... Dá pra cá! Ele pegou a garrafa e deu uma golada. -Eiiita PORRA!

A bebida desceu queimando enquanto o anão se esforçava para prestar atenção na conversa dos outros caras.

Ouviu toda a história e quando falaram em vampiros; a imagem de sua cidade destruída veio a mente e a raiva se acendeu.

-Vamos atrás desse tal de Rolinn, Rorrin, ou seja lá o que for... Ele precisa dar algumas explicações.

Passou pelo paladino.

-Foi mal soldadinho, mas esse tal de Rey vai ter que esperar.

______________________________________________________________________

Teste de resistência:

Lord_Rasler efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
10
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kleiner
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1810
Idade : 32
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Sex Ago 22, 2014 3:00 pm

OFF - Vou postar pra por a Ingrid no jogo
_______________________________________

O anão bebeu a pinga de Chico.
Enquanto prestava atenção na conversa, o Monge se distrai com as palavras dos recém-chegados.
Ao voltar sua face para o anão e tomar sua garrafa de pinga de volta, se deparou com o anão enfiando sua enorme língua dentro da garrafa para sugar as últimas gotas da pinga e a jogou em suas mãos vazia....e toda babada....

Depois que o anão falou, pedras começam a cair da montanha, fazendo com que a conversa pare....
Barulho de algo caindo era ouvido por todos, seguido de gemidos femininos.
Tão rápido quanto começou, da montanha surge rolando, toda estropiada e caindo no meio de todos, uma mulher...

O Elfo a reconhece....era a Feiticeira....

O Paladino vai até a moça e a cura...tão rápido quanto ela caiu....ainda agachado para curá-la, ele olha para o anão e diz:

- Você é tolo em achar que pode conseguir sair daquele castelo vivo anão...acho que a bebida que consome subiu à sua mente....Não me importo com sua vida...que faço o que quiser com ela...mas preciso da informação de todos vocês juntos para desvendar o que há de errado nesse Reino e sabermos contra QUEM e o QUÊ estamos lutando...

________________________________________________

WhatsApp 41 9886 1050
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://mundorpg.forumbrasil.net
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Sex Ago 22, 2014 3:26 pm

- Pelo jeito nossos caminhos iam se cruzar cedo ou tarde. Temos obviamente objetivos diferentes, mas parece que o meio para realiza-los converge naquele castelo.

Escuta o Paladino falando sobre o tal Goran, já ouviu em suas viagens uma coisa ou outra sobre ele mas não sabia distinguir o que era verdade do que era falácia popular.

- Hmm...um necromante equivalente a um deus...não digo isso com frequencia mas tentar partir pro mano a mano contra ele seria morte na certa.

Escuta sobre o Rorrin, na hora começa a pensar duas vezes sobre a parte da surra.

- Então se libertarmos o Rorrim, poderemos não só conseguir respostas como ter alguém mais equivalente ao Goran caso as coisas fiquem...agitadas. Se ele estiver nesse castelo que vocês disseram, é para lá que devemos ir.

O meio dragão coça o focinho pensativo.

- Mas por outro lado...tenho certeza que ele deve ter no mínimo um exército de criaturas e armadilhas no lugar...precisaremos ter todo o cuidado do mundo...e depois mais um pouco.

- Tempo é um luxo que não temos paladino. Se Rorrim está lá, precisamos liberta-lo o quanto antes. Se Goran conseguir mata-lo estaremos basicamente soterrados na merda...mas pra isso precisaremos de um plano, trabalhar como um grupo e muita sorte.

Olha o céu, provavelmente já estaria no fim da tarde ou algo assim.

- Deviamos descansar e recuperar nossas forças. Precisaremos de todo nosso poder se quisermos viver pra contar essa história. Sugiro conhecermos as habilidades e pontos fracos de cada um...assim poderemos compensar os pontos cegos do outro melhor, como disse, invadir a fortaleza de uma quase divindade é impossível, mas pra um grupo bem coordenado pode cair de impossível para apenas muito improvavel...o que me dizem?

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Lord_Rasler
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 209
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/11/2010

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Sex Ago 22, 2014 3:45 pm

-Huhaa! Orik solta um arroto e olha para Chico. -Maus ai! Mas é que essa é da boa mesmo... Quando terminar de chutar o traseiro dos caras que arruinaram minha cidade, farei uma viagem eté a sua terra pra provar mais dessas.

Ele vê a jovem caindo.

-Opa! Ta chovendo mulher agora.

Parou e ouviu as palavras do paladino e depois as de Merrick que mostrou uma faceta um pouco diferente. Talvez o lagarto não fosse tão doido assim...

-Concordo com Merrick... Voltou-se para o paladino. -Cidades destruídas, família e amigos mortos, criaturas bizarras andando livremente por todo canto e o cara que pode ser responsável por tudo isso está logo ali na nossa frente... Respirou pesadamente. -E tu ainda queres que a gente caia fora? Acha que ele vai ficar lá pra sempre? Como vamos acha-lo depois?

O anão se aproximou um pouco mais do paladino.

-Quantas pessoas vão morrer até que encontremos esse tal de Rey e ele monte o exercito de que você falou? Vai ressuscitar todos eles?

Ele de as costas e se afastou para um canto.

-Vocês paladinos são patéticos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Sex Ago 22, 2014 5:03 pm

Citação :
- Você é tolo em achar que pode conseguir sair daquele castelo vivo anão...acho que a bebida que consome subiu à sua mente....Não me importo com sua vida...que faço o que quiser com ela...mas preciso da informação de todos vocês juntos para desvendar o que há de errado nesse Reino e sabermos contra QUEM e o QUÊ estamos lutando...


- Faço das suas as minhas palavras, jamais imaginei que me depararia com um paladino que duvida de sua fé ao se deparar com tamanho mal e não o encara no lugar dos outros! Tolos ou não, temos mais coragem e vontade de agir e impedir que esse mal se alastre e arranque vidas alheias do que aqueles que adoram divindades que cagam sobre nossas cabeças e brincam conosco como peões num tabuleiro!

As palavras de Thyron foram firmes e sua expressão corporal deixou claro que o paladino havia escolhido mal as palavras e havia gostado da reação de seus companheiros, vendo que ali sim estava um grupo que havia lutado na floresta e que valia a pena acompanhar.

- Concordo contigo Merrik, vamos fazer uma pausa e iremos, um grupo menor pode ter maior chance de passar despercebido e acharmos Rorrim... Os outros, bem, vocês podem ir correndo pedir ajuda e torcer para que tenhamos detido eles o suficiente para não lutarem nas portas de suas casas...

Nesse instante Thyron tira da parte de tras de seu cinto uma tira de carne defumada que costumava levar para tapiar a fome. Deu uma cheirada e viu se ainda estava boa o suficiente para comer. pois imaginava que o gosto era horrivel como todas as outras que havia comido, ainda mais depois de viajar ou mesmo lutar...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Sex Ago 22, 2014 8:05 pm

OFF - minha reação seria totalmente outra, mas como as coisas se atropelaram vou deixar passa em branco essa em Bones? Mas vai ter volta, pode ter certeza  Twisted Evil 

_________________________________

O ódio de ter visto o gnomo morrer na minha frente sem poder fazer nada me deixou anestesiado a tal ponto de não me importar com a atitude do guerreiro negro que me levantou pelo colarinho. Se fosse em outro momento ele estaria com uma flecha em seu pescoço nesse exato momento.

Escuto a opinião de todos, cada um a seu modo, mas o meu objetivo não muda, preciso encontrar as pessoas que o gnomo pediu e só então partir ao castelo, farei isso nem que seja sozinho. Aliás, sou muito melhor só do que em grupo.

Ao ouvir que Rorrim está no castelo e que aquele paladino é seguidor do tal peregrino santo, tenho plena certeza do que fazer e digo:

- Cavaleiro negro nunca mais faça isso...para o bem da sua vida...

- Já que Rorrim está nesse castelo e o paladino é seguidor do peregrino santo, eu irei procurar esse castelo e entrarei nele, nem que seja a última coisa que eu faça em vida. Não tenho a menor ideia de como fazer, mas isso não é problema, eu improviso.

- Alguém pode me informar a direção? Que irei seguir agora.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 26
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Sex Ago 22, 2014 9:18 pm

A feiticeira estava atrás de Rorrin, não sabia ao certo onde estava, o efeito da poção que o estranho lhe dera passou e ela volta a enxergar em vultos. Em meio a sua caminhada desesperada, tentando encontrar o jovem dragão e o estranho, acaba tropeçando e rolando morro abaixo.

Segura firme em seu cajado, mesmo com a queda, não iria perdê-lo. Nunca sentira tanta dor em sua vida, por um breve momento, fica receosa, provavelmente iria quebrar alguns ossos. Como conseguiria prosseguir e salvar os outros?

Mas para a sua surpresa, ao final da queda, alguém com uma aura abençoada a cura, enquanto isso, estavam em uma discussão sobre ir ou não ao castelo. Ela permanece quieta, depois que todos falam, apoia-se firme em seu cajado, e começa a falar:

- Você que saber a direção do castelo, caro senhor? Eu acabei de descer morro abaixo, lá no topo esta o castelo.

Ela faz uma pausa, em seguida continua:

- Eu estava com Rorrin e um jovem dragão, ambos entraram no castelo e sumiram, tentei ir atrás de Rorrin, mas sou privada quase que completamente da visão, foi difícil, depois de muito tempo, acabei aqui em baixo.

Firma sua mão no cajado, como se estivesse sentindo raiva de si mesma.

- Nunca pude sentir uma magia tão forte, uma magia tão negra, uma presença tão amaldiçoada. Mesmo assim, quem quiser ir ao castelo, eu vou junto, pretendo ajudar o jovem dragão e Rorrin, da forma que eu puder.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ninja
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1150
Idade : 21
Localização : Na frente do Pc
Data de inscrição : 29/11/2010

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Sab Ago 23, 2014 12:31 am

Bardock reconhece quase que imediatamente a mulher que caiu da montanha, e embora estivesse preucupado, não poder deixar de rir ao ouvir o comentario do anão:

Lord_Rasler escreveu:

-Opa! Ta chovendo mulher agora.

Se dirige para a feiticeira, era bom finalmente achar um rosto conhecido(e feminino) no meio de tantos estranhos.
-Valerie, sou eu o Bardock...você se lembra de alguma coisa de dentro do castelo? Eu quando estava no telhado, vi que alguns cavaleiros negros entraram após vocês...

Bardock ouve o que o paladino tem a dizer e tenta acalmar os animos dos seus novos companheiros.
-Pelo que eu entendi, o paladino apenas quer ir buscar reforço, para entrar no castelo desse tal de Gohan..pelo que eu ouvi, ele ja se tornou algo como um Deus imortal...eu realmente não acho que nós possamos vencer um ser imortal no nosso estado atual. Vocês estão pensando com a cabeça quente, aquele é o castelo desse tal Gohan...acho que ele vai ficar lá por algum tempo, não estou dizendo para a gente fugir, estou apenas falando para não agir por impulso e seguir para a morte certa. Não acho que subir agora lá e morrer vá ajudar em algo.

Termina a frase num suspiro e se dirige ao paladino:
-Não sei se isso é a coisa certa a se fazer, mais minha missão por essas terras era a de coletar informações...eu irei com você, até porque no momento, é o mais lógico a se fazer.


________________________________________________
Kung Lao, Jogador de Chapelão

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://italicox.blogspot.com.br/
Arvedui
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1799
Idade : 104
Localização : Mundo da Lua
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Sab Ago 23, 2014 8:27 am

Chico era apenas um mendigo simplório aos olhos daquele povo, podia sentir isso pelo modo como lhe falavam, lhe olhavam. Nada do que dissesse seria levado a sério por aquele grupo, mas os monges lhe disseram que seria assim a sua passagem pelo mundo. Alertaram-no de que poucos o levariam a sério, considerariam-no pouco mais do que um bobo, pronto a fazer algumas pessoas rirem com seu jeito espalhafatoso. Contudo, o monge também sabia pensar e chegar a conclusões sozinho.

Havia claramente dois caminhos a seguir: um, rumo ao castelo, evidentemente perigoso, de acordo com as palavras do homem no cavalo. Outro, rumo ao encontro de um tal de Rey, assim chamado Peregrino Santo, que poderia, então, tomar as providências necessárias para entrar em segurança no castelo. Se o que o homem no cavalo falava, não havia chance de aquele grupo de aventureiros sobreviver ao homem que chamavam de Goran, desta feita, a atitude mais sensata seria ir ao encontro de Rey, fortificar-se para, só então, rumar para a batalha mais importante.

Chico compreendeu isso com clareza cristalina, mas parecia que os arrogantes aventureiros estavam mais interessados em testar seu poder, demonstrar sua força. Chico realmente não via ali um motivo nobre, mas puro exibicionismo. Outra coisa contra a qual foi alertado no monastério antes de partir: havia, no mundo, várias pessoas para quem a própria imagem era tudo de mais importante no mundo. Parecia que aqueles senhores, inflamados por uma batalha de sucesso - supondo que o que contavam era verdade - queria agora mais glória, rumando a um perigo que, apesar do alerta do paladino, eles tratavam como algo facilmente contornável.

Chico recebeu de volta a garrafa de aguardente e achou que poderia ser interessante falar algo, mesmo que não fosse ser levado a sério.

- Ô num gosto de corrê de briga não, mai pra quê esse vexame de lutá com esse caba? Rocês tão quereno mostrá o quê? Ô num sô muto inteligente não, mai ô sei qui se a rente rai pá uma briga, tem qui ir com a maió chance de ganhá. O home do carralo tá dizeno que se nóis fô cum ele, nóis vai tê mais chance de ganhá a briga. Rocês são inteligente, mai que eu, apoi me diga se saí correno pra cima do pirigo, sem ninhum prano, é o mió a se fazê?

Chico dizia tudo naquele seu jeito simplório, mas sem poupar a verdade que alguns ali deveriam escutar:

- Ô acho que rocês tá só quereno se amostrá. Pareci que rocês são bom de briga, mai fraco da cabeça. O homi tá dizeno qui lá pra riba, no castelo, tem pirigo. E rocês pareci qui são burro de num ovi o qui o caba tá dizeno.

Por fim, o monge olha para o paladino, tentando manter a sua melhor expressão de seriedade, numa tentativa desesperada de que o levassem a sério:

- Seu dotô, ô tô cum muta vontadi di vê esse homi santo, mai se esses caba tudim fô pu castelo, rái sê o jeito ô ir também, pruque ô num sô homi de dexá uma cambada de jegue dessa morrê sozim pru causa da própa burrice.

Após o quê tenta tomar outro gole de aguardente, apenas para perceber que a garrafa está seca. Quando então, dá um olhar severo para o anão.

"Ah anão fi de quenga, dexô nem uma lapadinha pra eu"

________________________________________________
Devagar e sempre...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kleiner
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1810
Idade : 32
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Sab Ago 23, 2014 9:38 am

OFF - Gente, a maioria postou, to seguindo a cena
_____________________________________________



Obviamente os insultos lhes atribuídos foram mais uma prova de sua fé em não perder a paciência.
O Paladino apenas abaixa a cabeça, ajuda a mulher a se erguer e ela fala...

Aquela moça, frágil e toda machucada esteve com Rorrim...como pode?
Cada frase....cada indireta e direta fazia com que o Paladino desejasse montar seu cavalo e deixasse que todos morressem como galinhas tentando enfrentar um lobo...
Mas ele tem um juramento.

A maioria decidiu pelo castelo....então que assim seja...
Ouviu as frases do Elfo e do Monge....agradeceu-lhes....mas respondeu:

- Que a vontade da maioria seja feita....mas não podemos chegar lá como num arrastão...temos que ter um plano...qual a idéia de vocês?



________________________________________________

WhatsApp 41 9886 1050
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://mundorpg.forumbrasil.net
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Sab Ago 23, 2014 2:24 pm

Escuta o que a moça que literalmente despencou da montanha tinha a dizer. Se ela estava no castelo ela já sabia mais que todos lá.

- Espera...vocês disseram que estavam lá certo? Isso quer dizer que já sabem mais do que nós, precisamos saber tudo que vocês descobriram, e quero dizer tudo mesmo! Se vocês realmente estavam com Rorim vão saber nos falar como ele é.

Quando ela menciona que um dragão estava com eles, Merrick fica genuinamente curioso.

- Eu entendi certo? Você disse que tinha um dragão com vocês?! E ele entrou lá? Ah merda...dragões não são exatamente conhecidos por sua sutileza. Provavelmente Goran já sabe que ele ta lá.

O mendigo fala sobre a loucura que é invadir o castelo, mesmo não conseguindo entender algumas palavras, Merrick captou a mensagem.

- Isso não é um concurso de masculinidade! Precisamos ir agora antes que o guardião morra, ele pode não durar até os reforços chegarem. Além disso pensa um pouco. E se o Goran conseguir corromper o guardião? Ou o dragão que tava com vocês?

- Além disso, não vamos lá pra matar o cara, isso sim seria maluquisse. O conceito é simples. Entrar, pegar o Rorrim e correr como se nossa vida dependesse disso...especialmente por que ela VAI depender disso.

Pondera um pouco e olha para os outros.

- Somos nove pessoas. Não vai dar pra entrar lá desapercebido com esse número tão enorme. Sugiro nos dividirmos em dois grupos. Até onde sei temos Thyron, o paladino e Orik como especialistas em combate, e na magia temos eu e to supondo que o elfo e a garota sabem algo de magia pelo jeito que tão vestidos....e ahmm...o que ele faz? *Faz sinal com a cabeça para o Chico*

- Minha idéia. É que um grupo de no máximo quatro entre no castelo, de preferencia chamando pouca pra nenhuma atenção, os outros podem chamar os reforços. Sem falar que se nosso plano acabar em merda, alguém tem que sair e avisar o tal Rey.

- Se concordarem com a idéia, o grupo que vai pro castelo vai precisar que alguém que já encontrou o Rorim pessoalmente vá, de preferencia o elfo que já tava aqui. Se conseguirmos tirar o dragão também é um bônus, ele pode voar, o que significa que ele pode tirar o grupo do castelo rapidamente, ou talvez o guardião possa nos teleportar ou algo assim.

- O que me dizem? To aberto pra sugestões e a hora para planejarmos isso é agora.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Lord_Rasler
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 209
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/11/2010

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Sab Ago 23, 2014 8:27 pm

Orik estava de canto, escutando tudo de braços cruzados e cara amarrada. Sabia que todos tinha a sua parcela de razão e que enfrentar o tal Gohan era loucura, mas também não podiam deixar que o tal guardião morresse ou que os exércitos de criaturas bizarras e malignas do necromante continuasse crescendo espalhando o caos. Ficando e invadindo o castelo poderiam, pelo menos atrasas os planos do tal Gohan e evitar que mais cidades fossem destruídas e reduzidas ao pó como aconteceu com a cidade que lhe acolheu por tantos anos depois que os os anões lhe deram as costas.

-Acho que deveríamos ir; Merrik, Thyron, o elfo e eu ao castelo... Olhou para Chico. -E talvez esse cara também, se ele quiser... Parece confiável e corajoso. Vamos precisar de gente assim.

Ele se sentou, desprendeu o martelo e o deixou cair ao lado de um toco de arvore ao qual Orik se encostou após sentar no chão.

-O resto vai ao encontro do tal de Rey, como Merrik sugeriu... Passou os olhos por todos enquanto retirava seu ultimo pedaço de carne seca do cinto. -Mesmo que estejamos errados e vocês certos, ganharão algum tempo com nossa pequena empreitada.

Ele arrancou o punhal e começou a rabiscar um esboço generalizado de castelo no chão.

-Quem pode me descrever melhor o castelo?.. Centrou-se o elfo. -Quero tudo que puder se lembrar; janelas, portas, torres, fosso... tudo. Mão podemos e nem temos tempo de subir lá pra checar... Terá que ser preciso.

Orik baixou novamente a cabeça e enquanto aguardava os outros decidirem quem ia pra onde, ele continuou a trabalhar em seu desenho montando as partes básicas de um castelo e resmungando sozinho.

*-Sempre tem uma entrada esquecida em algum canto não vai ser diferente aqui*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Sab Ago 23, 2014 8:37 pm

Pelo animo exaltado, Thyron nem tinha prestado atenção quando a mulher disse sobre um dragão estar no castelo, despertando momentaneamente seu interesse maior para o assunto, entretanto "jovem" junto a frase foi algo que o desanimou, visto que dificilmente seria quem ele procura. Mas provavelmente onde havia um, haveriam outros...

Olhou serio para o monge estranho, visto que tais palavras dirigidas principalmente para ele mostraram uma pessima avaliação sobre o que tinha dito, considerando que seria mais um exibicionismo do que uma atitude pensada, ou pelo menos foi o que conseguiu entender com aquele sotaque.


Citação :
- Isso não é um concurso de masculinidade! Precisamos ir agora antes que o guardião morra, ele pode não durar até os reforços chegarem. Além disso pensa um pouco. E se o Goran conseguir corromper o guardião? Ou o dragão que tava com vocês?

- Além disso, não vamos lá pra matar o cara, isso sim seria maluquisse. O conceito é simples. Entrar, pegar o Rorrim e correr como se nossa vida dependesse disso...especialmente por que ela VAI depender disso.


- Não se trata de ver quem tem a maior pica aqui, mas sim de impedir que isso piore... Pelo que estão falando, Goran existe a muito tempo e ainda não tinha feito nada. A partir do momento que ele começõu a agir, quem garante que teremos tempo antes que ele ataque com toda sua força? Sabendo disso, devemos no mínimo impedi-lo tempo suficiente para que o continente se prepare adequadamente, da maneira que for possivel, seja sabotando seu covil ou mesmo tentando enfraquecer suas fileiras eliminando alvos importantes. A prioridade aqui é ser a pedra que impede que a carroça desgovernada desça o morro e atropele civis inocentes...


Citação :
- Somos nove pessoas. Não vai dar pra entrar lá desapercebido com esse número tão enorme. Sugiro nos dividirmos em dois grupos. Até onde sei temos Thyron, o paladino e Orik como especialistas em combate, e na magia temos eu e to supondo que o elfo e a garota sabem algo de magia pelo jeito que tão vestidos....e ahmm...o que ele faz? *Faz sinal com a cabeça para o Chico*

- Minha idéia. É que um grupo de no máximo quatro entre no castelo, de preferencia chamando pouca pra nenhuma atenção, os outros podem chamar os reforços. Sem falar que se nosso plano acabar em merda, alguém tem que sair e avisar o tal Rey.

- Se concordarem com a idéia, o grupo que vai pro castelo vai precisar que alguém que já encontrou o Rorim pessoalmente vá, de preferencia o elfo que já tava aqui. Se conseguirmos tirar o dragão também é um bônus, ele pode voar, o que significa que ele pode tirar o grupo do castelo rapidamente, ou talvez o guardião possa nos teleportar ou algo assim.

- O que me dizem? To aberto pra sugestões e a hora para planejarmos isso é agora.


- Não apenas combate. Teleporte de curto alcance, capacidade de voar por breves períodos e isso aqui pode ser muito util para cobertura e improvisos...

Nesse instante Thyron levanta algumas sombras do chão e as manipula a sua volta com sua umbracinese, mostrando que tinha la suas utilidades além de "musculos" do grupo. Devido a forma como passou a tratar com seriedade o assunto e eloquencia no discurso, Thyron começou a ter uma certa empatia com o outro draconiano, pois alem da obvia aparência o lembrar, parecia que possuia a forma de pensar semelhante, o que no futuro poderia realmente render um companheiro de viagem.

- Concordo sobre o plano e precisaremos para isso de informações sobre que tipo de inimigos haviam la dentro, corredores e salas, conforme o anão sugeriu, além da questão mais importante: Rorrim estava a salvo, aprisionado ou sendo atacado quando você esteve com ele pela ultima vez ?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 26
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Sab Ago 23, 2014 9:12 pm

Valerie fica quieta, parece que ignoraram o comentário dela, ou apenas parte dele. Em pé, com o mesmo semblante, reconhece a voz de Bardok, o elfo que a pouco estava com ela e os outros, espera que todos terminem de falar, e calmamente, pede a palavra.

- Pelo que pude perceber, cada um chegou com um objetivo diferente até aqui, mas pela obra do destino estamos aqui, ao pé do império de Gohan, uma das criaturas mais fortes do mundo, e que, está pronto para derramar a sua maldade e crueldade novamente.

Faz uma pausa, não gostava de falar com estranhos, não confiava em estranhos, mas todos tinham o mesmo objetivo. Meio receosa, continua.

- Sim, eu estava no castelo, entrei logo após o Rorrin, o que eu senti, foi um poder surreal, é a única coisa que me lembro, escapei de lá graças as minhas habilidades, mas não consegui encontrar Rorrin lá dentro. - Passa a mão pela cabeça, depois apoia-se em seu cajado - Concordo que devemos entrar e recuperar os dois, mas precisamos de um plano, e precisamos estar preparados, porque não será nada fácil, talvez nenhum de nós retorne com vida.

Tenho uma obrigação a cumprir, tenho que encontrar uma criança que foi roubada de meu vilarejo, talvez esse lastimo incidente seja apenas o começo dos terrores que poderá vir. Sugiro que descansemos hoje, e amanhã pela manhã, invadimos o castelo, teremos tempo para nossos planejamentos e para encontrarmos esse tal peregrino santo, talvez eu consiga contatá-lo mentalmente, mas, precisarei da sua ajuda, nobre paladino.


Dito isso, fica em silêncio, aguardando as ponderações do restante do grupo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arvedui
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1799
Idade : 104
Localização : Mundo da Lua
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Dom Ago 24, 2014 8:47 am

Chico ouve as respostas dos três que, inicialmente, queria ir ao castelo. Surpreende-se com a sugestão do anão para que ele os acompanhe. O monge não queria ir para o tal castelo, sentia que o paladino falava a verdade e que os perigos de lá eram demasiado profundos para serem enfrentados por este grupo aparentemente despreparado. Chico não duvidava da coragem de nenhum deles, nem de suas habilidades, mas tinha consciência de que, no mundo, havia poderes mais profundos do que qualquer um deles poderia imaginar. Não se podia correr rumo ao perigo de forma leviana.

O Monge, contudo, não gostava da ideia de ver uma missão nobre em andamento e dela não participar. Sentia profundamente em seu coração que estava caminhando para a morte ao seguir aqueles indivíduos, mas não podia deixá-los partir e seguir em outra direção sem se incomodar com isso. Tentaria, mais uma vez, dissuadi-los, mas sem grandes esperanças.

Orik escreveu:
Acho que deveríamos ir; Merrik, Thyron, o elfo e eu ao castelo... Olhou para Chico. -E talvez esse cara também, se ele quiser... Parece confiável e corajoso. Vamos precisar de gente assim.

-O resto vai ao encontro do tal de Rey, como Merrik sugeriu... Passou os olhos por todos enquanto retirava seu ultimo pedaço de carne seca do cinto. -Mesmo que estejamos errados e vocês certos, ganharão algum tempo com nossa pequena empreitada.

Chico balançou a cabeça, negativamente, antes de falar.

- Caba réi, o dotô ali dixe qui o lugá é boca quente! Se nóis si separá é certim cuma vai dá grota e nóis vai morrê. Si nóis fô, tem qui i é todo mundo, pra mode nóis tê mais chança di iscapá! Mai rocês qui sabe. Si me chamá ô vô, qui Chico num é home de corrê de pêia não! - suspirou e falou ainda - Esse tar de Gorran é caba iscroto! Caba véi pai d'égua, de côro quente. Num é caba véi manêro não, doidim. Si o qui o dotô dixe ali é de vera, esse caba aí tem cuma matá nóis tudim sem abri nem as venta direito.

Sentou-se no chão mesmo, comendo o restante do pão élfico que Bardock lhe dera. Calado, esperava pelas decisões dos outros, apenas ouvindo-os falar. Cada um tinha pontos de vista interessantes, razoáveis e ricamente embasados, mas Chico não se conformava com a ideia de correr rumo ao perigo sem conhecer precisamente os riscos. Torcia para que um pouco de razão alumiasse as ideias daqueles que queriam prosseguir, pois intimamente a incerteza crescia em seu coração. Não tinha medo, mas o desconhecido era sempre algo complicado de se enfrentar.

________________________________________________
Devagar e sempre...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Dom Ago 24, 2014 6:20 pm

Estava quieto, ouvindo a opinião de todos e, com isso, relaxando a mente e o corpo, além de pensar em tudo o que aconteceu nos últimos momentos, e algo me diz que devemos ser sensatos e ir em busca de reforços, pois os próximos combates não serão nada fáceis.

Além de tudo isso vejo que o grupo denominado escolhido para ir ao castelo não tem meu nome, portanto, vou em busca desse tal de Rey e trazer reforços.

- Pelo que vi, irão vocês quatro ao castelo, gostaria de ir junto devido minhas habilidades em combate de longo alcance, mas se o desejo é irem com essa estratégia irei respeitar e irei com o paladino atrás desse tal de Rey, o qual espero que possa nos ajudar nessa empreitada.

Olho para o guerreiro negro e com a voz firme digo a ele:

- E você trate de não morrer, pois iremos acertas as contas ainda...

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ninja
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1150
Idade : 21
Localização : Na frente do Pc
Data de inscrição : 29/11/2010

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Seg Ago 25, 2014 1:14 pm

Bardock suspira de desanimo ao perceber que, alem de sua sugestão ter sido desconsiderada, ele ainda havia sido incluido no pacote suicida...assim como o Monge havia dito, não poderia simplemente abandonar aqueles aventureiros a deus dará, e, embora concordasse com o Monge que aquilo era algo completamente suicida, ele passa as informações que lhe são requeridas, explica para o anão como é o castelo, e apos isso começa a responder as perguntas:
-Rorrim entrou por livre e espontanea vontade no castelo, esta a salvo...apenas o Dragão foi meio que sugado para dentro...e ele ainda e muito jovem...nao aguentaria carregar muito mais que uma pessoa...
-nisso a mente de Bardock dá um estalo- EI! esse jovem, que vocês dizem estar procurando...essa criança...talvez seja o dragão que estava conosco? sabe, a forma humana dele é de um menino muito jovem...talvez seja ele...não sei...
Apos dizer tudo que eles queriam, Bardock senta-se no chão ao lado de Chico, que junto com o paladino parecia ser o unico mentalmente são naquele momento, enquanto tirava outro pão elfico de sua mochila, partia-o ao meio e comia a metade, enquanto guardava a outra, Bardock olha para o ceu, tentando pensar no que viria acontecer...ao fim de suas conclusões, ele diz meio que num sussurro:
-É Chico...-Suspira enquanto pega seu diario de viagem e anota toda a informação que tinha conseguido até ali...o que era bem pouca- A gente vai morrer...

________________________________________________
Kung Lao, Jogador de Chapelão

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://italicox.blogspot.com.br/
Kleiner
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1810
Idade : 32
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Seg Ago 25, 2014 3:37 pm

O Paladino se cala....vê alguns desanimados...alguns olhares sem esperança...tementes pela morte...sinal de que sua opinião teve uma valia muito grande para eles.
Estava pensando como podiam escolher quem ia entrar ou não no antro do Mal?
Nem mesmo ele, bem treinado e poderoso....pelo menos como se achava...teme a entrada naquele lugar....
Como ele, um Paladino mais experiente iria se sentir vendo quatro sujeitos sem doutrina tentarem salvar um dos indivíduos mais poderosos do reino??
Quê Glória há nisso?


A Moça afirma poder falar com Lord Rey por telepatia...e nesse momento tudo muda na cabeça do Paladino.
- Consegue mesmo, nobre moça....o que você precisa para falar com ele???

Ele aguardava a moça responder, mas antes mesmo disso ele já decidiu....

- Não haverá divisão....todos iremos entrar...comigo junto de vocês ainda terão uma chance de salvar seu amigo....e quem sabe mestre Rorrim....eu cheguei até aqui seguindo o rastro de destruição deixado por seis cavaleiros negros....que por onde passaram aniquilavam a vida pela merda vontade de espalhar o caos....E não dormiremos...pois cada segundo aqui fora....é uma eternidade para quem está lá encima....Preparem-se para subir agora....deixem tudo que não é útil aqui no meu cavalo...ele irá voltar até o próximo vilarejo....

Ele começa a amarrar sua bolsa com provisões nas malas de carga amarradas ao cavalo...

________________________________________________

WhatsApp 41 9886 1050
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://mundorpg.forumbrasil.net
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   Seg Ago 25, 2014 7:27 pm

Pacientemente, ate mesmo surpreendente devido suas ações anteriores e reações, Thyron ouviu o que os outros tinham a dizer, pensando em cada opinião e frase dita, tentando ligar todos os fatos, inclusives aqueles que pareciam desconhecidos dos membros daquele grupo, buscando o que exatamente estava sendo tramado e em execução por parte daquele "senhor do mal"...

Quando o arqueiro fala, apenas responde " - Digo o mesmo, carroceiro, não morra ate la...", encerrando o assunto por hora, embora não veja qualquer motivo para retoma-lo no futuro, pois haveria sim motivos caso o carroceiro pudesse visualizar as 7 formas diferentes que pensou em como mata-lo naquela explosão de surpresa e raiva e mesmo assim se conteve, um gesto nobre de sua parte.

O tal de Chico fala novamente numa lingua de dificil entendimento, achando ter entendido que ele discorda mas mesmo assim iria ajudar por não querer ver os suicidas fazerem aquilo sozinhos. Bastou um aceno com a cabeça, indicando que apreciava a postura, pois mostrava que tinha determinação como sujeito do mundo.

Novas peças são conectadas ao quebra-cabeça dos fatos com a informação que o homem traz sobre a tal criança, mas acha dificil de acreditar na convicção de sua voz ao dizer que Rorrim esta a salvo, uma vez que não esta la ao lado dele nesse exato momento, então é dificil indagar isso com tamanha precisão.

Ja o paladino... Bom, parece que alguma coisa o afetou, pois mudou de postura e finalmente decidiu agir como o escudo de tudo que é bom e blablabla, se propondo a ajuda-los. Quando falou sobre os tais cavaleiros, Thyron não segurou o risinho, sacando sua espada e a erguendo com a lamina viarada para baixo para não pensarem que ele iria atacar alguem, a mesma espada que havia pego de um cavaleiro quando toda aquela loucura começou.

- E eles usavam uma parecida com essa aqui? Ele não fez nem cocegas na minha armadura... hehe

- Tudo que levo sou eu mesmo, o restante improviso conforme a necessidade, tralha de viagem costuma atrapalhar, se prender em galhos e prejudicar os movimentos. Vou dar uma olhada enquanto espero...


Decidiu agir em vez de esperar, ja que todos iriam, que fossem pelo menlhor e menos movimentado caminho que pudesse achar. Decidiu se esgueirar rumo a cima, usando seu teleporte para ir de ponto a ponto, checando cada novo patamar para buscar alguma possivel ameaça para o grupo e uma rota para eles. Iria se controlar, evitando agir no sentido de cortar gargantas, mas ficaria de olho para ver se ninguem ainda estava procurando de onde a cega havia caido...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: TODOS - O INICIO DA JORNADA   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
TODOS - O INICIO DA JORNADA
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» [MBR & MBAC] Melhores Combo-Vídeos Com Todos Chars
» Todos os aeroportos do Mundo
» Comunidade PlayFire escolhe os 100 melhores jogos de todos os tempos
» Veja todos os procedimentos de um MD-11
» TODOS os jogos da psn corrompidos.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mundo RPG :: Arquivo Morto :: JOGOS :: A Ascensão do Bem :: Heróis-
Ir para: