Mundo RPG

O Lar do Rpgista Brasileiro
 
InícioInício  PortalPortal  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 SATOMI - Trabalho sujo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: SATOMI - Trabalho sujo   Seg Fev 17, 2014 12:47 pm



Aquela tarde havia sido como tantas outras, um tempo de se preparar, tanto o corpo com o treinamento e disciplina rígidos que passou anos aprendendo e aperfeiçoando, quanto materialmente conferindo seu equipamento e pertences.

Percebeu que seus estoques estavam baixos, tanto de alimentos que ainda tinha, disponíveis para no máximo uma semana, quanto seus itens de trabalho, muito gastos durante suas missões, sempre tentando economizar. Precisava logo de um bom serviço, um que valesse pelo menos umas 20 moedas de ouro para conseguir se estabilizar novamente.

Estaca em sua cobertura, com poucos raios de um sol fraco entrando pela vidraça quebrada, escondido atrás da densa neblina escura que cobria a cidade, numa antiga sala de comando de uma fábrica de tecidos abandonada, uma em meio a tantas outras que se viram obrigadas a fechar as portas quando a crise atingiu o Reinado, que agora não passavam de locais disputados por todo tipo de escória da sociedade, desde sem-tetos buscando abrigo a até prostitutas e ladrões buscando um esconderijo.

Quase diariamente era comum ver alguém sendo pego por suas armadilhas em "sua" fábrica, normalmente um desavisado de fora, pois a maioria ao redor já havia entendido que era bom não se aproximarem dali. Hoje estava com sorte, ninguém veio...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 27
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: SATOMI - Trabalho sujo   Seg Fev 17, 2014 8:40 pm

Não estava sendo fácil. Desde que seu povoado foi dizimado, via-se obrigada a sobreviver como pudesse, e a melhor maneira que encontrara era essa, vivendo escondida, de pequenos trabalhos que mal a sustentavam. Estava farta disso. Mas sabia que não tinha outra maneira, deveria continuar e permanecer firme em seu propósito.

Averiguando os seus equipamentos e sua comida, percebe que logo cessarão, tinha que arrumar algum trabalho digno. Pelo menos nenhum imbecil tentou invadir a fábrica naquela tarde, não teria o trabalho de se livrar do corpo.

Fica alguns segundos olhando pela janela, os últimos raios solares indo embora, a escuridão começando a invadir o céu, estava na hora. Ela pega seu equipamento, não muita coisa, apenas o necessário para se defender, e vai dar uma volta pela cidade, tentar caçar alguma informação sobre ‘trabalhos’.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: Re: SATOMI - Trabalho sujo   Ter Fev 18, 2014 10:08 am

O dia podia estar acabando, mas para Satomi o trabalho estava apenas começando. De sua janela ja pode perceber que a cidade estava mais animada naquele dia, provavelmente alguma caravana havia sido assaltada e hoje a noite teria festa no bairro.

Decidiu novamente não carregar muitos itens, levando o "básico" consigo. As ruas próximas são mais apertadas e sujas, becos em que cada canto se esconde alguém mal encarado. Mas ninguém a provocava ou mexia com você. Alguns por respeito "profissional" com um colega, enquanto outros por já terem visto ou saber do que você é capaz.

Tentou por dois contatos diferentes achar algum serviço, mas um deles estava sem nenhuma informação enquanto outro estava mais preocupado com a divisão da caravana. Só restava mesmo um ultimo contato ainda na ativa, sua esperança de um trabalho.

Enquanto andava por um atalho nos becos, é surpreendida, algo que não acontecia todos os dias, por um homem virando de um outro beco, por volta de 1,78 de altura, completamente coberto por um capuz grande que lhe cobria o rosto. O homem segurou em seu braço e por um segundo o capuz se virou em sua direção, sem dizer nada, parecendo que a encarava.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 27
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: SATOMI - Trabalho sujo   Ter Fev 18, 2014 2:47 pm

A situação estava bem precária, bem mais do que imaginara. Nenhum trabalho. Como esse mundo conseguiria sobreviver sem intrigas? Sem mortes encomendadas? Uma lástima. Por alguns instantes a oriental fica sem esperanças, mas, lembra-se de uma última fonte, esse sim, deveria ter algum trabalho para ela.

Andando pelos becos, sua mente começa a viajar, recordando da sua vila e o quão simplória ela era, e principalmente como a mentalidade das pessoas eram fechadas, não conseguiam ver o mundo como um todo. Pensa em seus pais, que foram mortos na sua frente, mas principalmente em Kenji, que não encontrara o corpo no meio de tantas pessoas. Se está vivo, porque não a procurou? Mesmo depois de tantos anos, seria fácil encontrá-la. A ligação dos dois era algo surpreendente.

Com esses pensamentos, não percebe a aproximação de um homem, encapuzado, segurando o seu braço. Estava tão distraída a ponto de baixar a guarda? O ódio começa a invadir o peito da oriental, mas se controla, segurando imediatamente uma de suas espadas, com o braço livre.

- Não sabe os bons modos, caro senhor? É no mínimo uma afronta abordar alguém dessa forma. O que queres?

Dito isso, ela fica puxa o seu braço com força, dando dois passos para trás, não deixando de encará-lo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: Re: SATOMI - Trabalho sujo   Qua Fev 19, 2014 12:41 pm

O homem permanece no lugar, ainda parecendo encara-la, mas sem ter muita certeza pois não conseguia ver seu rosto com a iluminação do local. Percebendo o perigo de ser atacado, no mesmo instante o homem dá um passo para trás e faz uma breve reverencia colocando a mão direita no peito, se curvando levemente, falando com uma voz suspirada, provavelmente tinha algo tapando sua boca.

- Me desculpe, jovem senhorita. A confundi com outra pessoa. Com licença.

Nisso o homem continua a caminhar, passando reto por você sem ao menos virar a cabeça dessa vez. Quando passa, Satomi pode sentir um calafrio, algo estranho, mas tudo estava normal, nada de diferente que pudesse perceber, além da aparência sinistra que aquele homem exalava.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 27
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: SATOMI - Trabalho sujo   Qua Fev 19, 2014 7:40 pm

Permanece calada, segurando firme em sua espada, esperando que o homem suma do seu campo de visão. Sentindo o calafrio e a sensação estranha, a assassina rapidamente olha em seu braço, procurando qualquer tipo de substância diferente, cuidado em excesso nunca é demais.

Assim que ele vai embora, fica intrigada. Com quem mais ele a confundiria? E como ele a surpreendeu dessa forma? Deveria treinar ainda mais, estava ficando relaxada demais. Definitivamente o homem que a abordou não era um qualquer. Tinha habilidades notáveis, ou apenas uma furtividade fora do comum.

Apressou seus passos seguindo para o seu contato, no momento arranjar um emprego era mais importante do que verificar quem era o homem. Mesmo assim, redobraria os seus cuidados, tanto andando pela cidade, como na fábrica. Lá sim, iria ser cautelosa.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: Re: SATOMI - Trabalho sujo   Qui Fev 20, 2014 4:51 pm

O homem parte e desaparece da visão da jovem assassina e em seu braço não encontra nenhuma marca ou sinal diferente, era como se o calafrio tivesse vindo do próprio homem, uma sensação que ate então não tinha experimentado e pela impressão, não gostaria de passar por ela novamente.

Continuou seu caminho sem novos incidentes, eram apenas mais dois quarteirões até seu contato, um homem barbudo baixinho, de meia idade, usando uma prótese mal feita em sua perna direita com um inconfundível som de metal e ar escapando. Logo ao ver Satomi, se levanta de sua cadeira para cumprimenta-la.

- Aaahhh minha querida, como esta? Vejo que andou emagrecendo ehm hehe

O homem era péssimo com palavras, ainda mais constantemente tentando se insinuar para Satomi, um homem de aparência suja, com braços ainda mostrando o molho de sua ultima refeição. Ela já o teria matado se pudesse, mas era dele os melhores trabalhos que já havia tido desde quando chegou a cidade.

- Não me diga que finalmente aceitou aquele meu convite para sairmos? ahm? ahm?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 27
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: SATOMI - Trabalho sujo   Qui Fev 27, 2014 11:27 pm

Aquela sensação era totalmente desconfortável, não gostou e esperava nunca mais sentir aquilo. Um vazio tão grande, um arrepio estranho, nada de bom poderia vir de alguma pessoa daquele jeito. Deveria tomar cuidado, pressentia que mesmo não querendo, não seria o seu último encontro com aquele homem.

Logo que chega no estabelecimento do seu contato, as habituais cantadas dele a tiram do sério, mas o seu semblante era o mesmo, ela encontra na porta, alisando o cabo da espada, quando por algum tempo perde-se em seus pensamentos.

“Sacando rapidamente a sua espada, a assassina salta em cima do homem, imobilizando-o, cortando fora a sua língua, para que não houvesse gritos, e depois, foi cortando cada pedaço do seu corpo, e a sua satisfação era imensa, ela o cortava e sorria ao mesmo tempo...”

Com o mesmo sorriso maléfico, Satomi desperta do seu devaneio, e o que estava a sua frente, era apenas aquele homem imbecil, grosseiros com as palavras. Ela sorri meio sem jeito, e logo fala:

- Sabe que não misturo as coisas; você é meu contato profissional, apenas isso.

Tentava não parecer rude, afinal, ele mandava alguns trabalhos interessantes para ela.

“E você só esta vivo, por causa disso, querido.” Pensava a assassina, lembrando como o havia matado, diversas vezes, todas elas de uma maneira diferente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: Re: SATOMI - Trabalho sujo   Sex Fev 28, 2014 12:59 pm

O homem ri do comentário, voltando a se sentar no banco. Como sempre, devia ser burro o bastante para não notar a intenção assassina da jovem ou sabia disfarçar muito bem.

- Ah minha querida, mesma resposta de sempre... Quem sabe um dia você mude de idéia... He he

Despreocupadamente e sem pressa, o homem acende um charuto, abrindo uma gaveta, revirando-a, uma gaveta que a jovem assassina conhecia muito bem e se alegrava quando ele fazia aquilo. Ele retira um envelope.

- Eu recebi esse trabalho, mas não sei se seria o tipo de coisa que você pegaria... Foi dado agora pouco e tem o prazo de até amanhã de manhã. O pior é que não é para mata-lo e sim mandar o recado, não entendi direito, mas acho que não é do tipo que minha querida aceitaria... Oferece 50 moedas de ouro.

O homem fala com um tom de desafio, o mesmo que sempre fazia quando tinha um trabalho e pensava nela. Parecia até que tinha reservado para a assassina, embora seja algo "simples" perto do que ela poderia fazer, mas o dinheiro era bom de mais para se negar rapidamente...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 27
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: SATOMI - Trabalho sujo   Qui Mar 06, 2014 12:09 am

Quando ouviu 50 moedas de ouro, não conseguia prestar atenção em mais nada. Era a solução para os seus problemas financeiros. Conseguiria comprar comida, materiais que estavam faltando e o melhor de tudo, não precisaria fazer tanto esforço, afinal, era apenas um ‘recado’.

Ela o olha e abre um sorriso, falando em seguida:

- Nos tempos difíceis como hoje em dia, trabalho é trabalho. Mesmo não sendo o que faço habitualmente, não vejo problemas em aceitar este.


Fica pensativa por um momento, mas o dinheiro era muito bom para se recusar.

- Para quem devo entregar o recado?

Se aproximava e estendia a mão na direção do envelope. Nesse momento, a mesma sensação estranha que sentiu quando o homem estranho agarrou seu braço percorre seu corpo, sabia que essa noite estava longe de acabar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: Re: SATOMI - Trabalho sujo   Qui Mar 06, 2014 10:49 am


Citação :
- Nos tempos difíceis como hoje em dia, trabalho é trabalho. Mesmo não sendo o que faço habitualmente, não vejo problemas em aceitar este.


- Que otimo minha querida, sabia que podia contar com você hehe Aqui... Mas não acha estranho o valor? -O homem então entrega o envelope, contendo uma foto, um mapa e uma adaga.






Seu nome era Sir. William Grant, um mekanico, nenhuma informação além daquela sobre o homem. Havia uma instrução de seguir para um ponto de encontro em uma casa proxima a mansão dele, que daria perto do rio até os subterraneos da mansão. A instrução era clara:

1: Não deve ser visto ou haver testemunhas;
2: Enfiar a adaga na cama de Sir. William antes do amanhecer;
3: Sigilo absoluto.

- E então minha cara, sobre o que se trata?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 27
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: SATOMI - Trabalho sujo   Dom Mar 09, 2014 2:56 am

Spoiler:
 

A mulher olha o conteúdo do envelope, analisa bem, já havia aberto, não poderia mais recusar, mas no fundo, sabia que havia algo de errado, não seria tão fácil assim ganhar 50 moedas de ouro, ou, não era para ser.

Ela sorri por um momento, virando uma pequena risada, respondendo o homem que estava a sua frente.

- Se trata de encrenca. Mas não posso falar nada mais, ordens expressas.

Guarda as instruções e a adaga, mesmo tendo um repúdio aquele homem, tinha que se mostrar grata, caso contrário, não haveria mais trabalho para ela.

-Vou indo, tenho que me apressar. Mas, muito obrigada pelo serviço, sempre é bom fazer negócios contigo. Boa noite.

Dito isso, ela desaparece nas sombras. Iria em ‘casa’ pegar o seu ‘material’ de serviço, e em seguida iria o ponto de encontro. Já estava envolvida até o pescoço nessa trama, não poderia ser vista e muito menos falhar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: Re: SATOMI - Trabalho sujo   Dom Mar 09, 2014 11:32 pm

[off: exato. desculpe pelo post pobre, mas tem pouca coisa pra acontecer sem q vc interaja agora =X hehehe]

- Mas ja? Bom, estarei esperando com o pagamento amanha, boa sorte e se divirta... -Despediu o homem, voltando para o interior do estabelecimento.

Algumas recordações de seus trabalhos lhe vem a mente, mas nada sobre um ato como aquele. Que tipo de sujeito pagaria tanto para um simples "aviso"? Por aquele valor, seria possivel cobrar que uma familia inteira desaparecessem sem deixar rastros.

Em seu caminho retornando para casa, Satomi não percebe nada de fora do comum ou sofre qualquer dificuldade em chegar ao seu destino, tendo passado pelos seus "atalhos" sem problemas. Contudo, ao se aproximar de seu lar, reparou que a porta estava com sinal de que havia sido aberta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: SATOMI - Trabalho sujo   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
SATOMI - Trabalho sujo
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Um trabalho de alta tensão.
» Nintendo pretende facilitar trabalho dos desenvolvedores indie
» Mercado de trabalho no exterior p/ asa rotativa?
» As 10 melhores desculpas se você for pego dormindo no trabalho
» Shiki Ryougi: Introdução, Diálogos de Pre-Bouts e Final

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mundo RPG :: PLAY BY FÓRUM :: Jogos :: A era da Escuridão :: ÁREA ON - Jogos-
Ir para: