Mundo RPG

O Lar do Rpgista Brasileiro
 
InícioInício  PortalPortal  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Paralelamente

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 27
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Paralelamente   Dom Jan 26, 2014 3:28 pm



O bar estava cheio. Não apenas de pessoas e demônios, mas cheio de sentimentos desprezíveis, cheio de maldade desmedida, cheio de espíritos que se alimentam e se fortalecem a cada instante desses sentimentos.

A dama do inferno, Ravena, chega calmamente no palco, caminhava calmamente por entre a línda mulher de cabelos negros e lábios rubros. Suas mãos passeavam pelo seu corpo, alisando, acariciando, despedindo-a aos poucos.

Enquanto ela usava o seu jogo de sedução, seus vassalos invocam uma proteção, uma encantamento tão forte, que todo o interesse que os outros tivessem na cena, caísse por terra.

Era uma manobra arriscada e crucial, sem isso, não teriam chances de continuar.

Calmamente ela conduzia a mulher para a parede, esta, estava entregue a sua libido, nunca havia sentido uma coisa tão forte e feroz, que a consumia por dentro, que fazia implorar por mais.

As fêmeas se encaram por alguns instantes, e com todo o cuidado do mundo, Ravena termina de despi-la, dando um beijo tão terno e intenso, suas mãos seguravam a sua cintura com força e delicadeza.

Após o beijo, a mulher perde a consciência nos braços da loira, que a deita no chão, com a cabeça para o sul e os pés para o norte. Estava próximo.

Ela circula o local, jogando uma espécie de pó azul, que formavam símbolos desconexos. Em seguida, acende uma vela branca e quatro pretas, uma na direção de cada membro da mulher.

Pega algumas ervas e amassa em uma bacia de barro cru, que continha inscrições parecidas com os símbolos do chão. Com a pasta pronta, ela pinta a cabeça, os seios, o órgão genital e os pés da mulher.

Fecha os olhos por alguns instantes, se concentrando, fala baixinho: ‘Ssssheu, ssughkeo acahuuum, motemm’.

No mesmo instante, uma adaga rubra sai de seu corpo, ela enfraquece um pouco. Com a adaga, ela faz um corte em sua língua e em seus dois braços, deixando o seu sangue escorrer pelo corpo da mulher.

Sentando na barriga da mesma, crava a adaga no coração e depois faz cortes nas veias da virilha e do pescoço. Estava feito.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 27
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: Paralelamente   Seg Jan 27, 2014 7:49 pm






Um verdadeiro pelotão de demônios se formavam em volta da construção. Todos, olhavam as pessoas que passavam em volta, mas estas, não podiam vê-los. Estavam protegidos por alum feitiço muito forte, somente os marcados podiam vê-los.

A frente de todos, encontravam-se dois homens de aparência já idosa, mas em seus olhos, o fogo da batalha e da destruição brilhava. O de pele pálida, começa a falar, impaciente:

- Até quando essa espera? Estão ficando impacientes!

- Não seja estúpido, Azazel! – Uma rajada de fogo é lançada em seu rosto, mostrando a sua verdadeira face. – Temos que aguardar as ordens, mas logo vão receber o nosso melhor tratamento HAHAHAHAHA
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Paralelamente
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mundo RPG :: Arquivo Morto :: JOGOS :: Universo Paralelo :: Limbo-
Ir para: