Mundo RPG

O Lar do Rpgista Brasileiro
 
InícioInício  PortalPortal  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 1º Crônica – Pagando as contas com Sangue – Ninja

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 27
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: 1º Crônica – Pagando as contas com Sangue – Ninja   Sab Jan 25, 2014 5:53 pm



A semana estava sendo muito cansativa. Os casos de possessão aumentaram consideravelmente. Cada caso com suas peculiaridades, um mais complexo que o outro e sem nenhuma ligação.

Você soube que uma cidade no interior de São Paulo estava infestado de casos de possessão e demônios andando livremente, e que um renomado padre da região, Max, poderia auxilia-lo nessa empreitada.

A viagem fora longa, cansativa. Mas fora isso, nada de anormal.

Você se encontra no centro da cidade, o que lhe chama a atenção de imediato, é a quantidade enorme de moscas que estavam no local. Quase nenhuma pessoa andava na rua.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ninja
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1150
Idade : 22
Localização : Na frente do Pc
Data de inscrição : 29/11/2010

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Pagando as contas com Sangue – Ninja   Seg Jan 27, 2014 2:42 pm

As coisas estavam saindo consideravelmente do controle, e por mais que eu exterminasse esses demonios, mais e mais pareciam.

Quando finalmente consegui limpar minnha cidade atual, recebi noticias de que a coisa tava tensa em Sao Paulo, então não perdi tempo e me mandei pra lá.

Fazia muito tempo que eu não dormia, e ir de carro até lá não me ajudou muito, mais pelomenos não fui atacado no caminho nem nada de mal me aconteceu.

Uma mosca chama minha atenção quando passa pelo meu ouvido, eu não via nenhuma sujeira ou carniça no local, o que tornava aquela quantidade absurda de moscas algo incompreensivel para leigos, mais eu sabia o que era:
-Obra do demônio-Digo quando uma senhora passa ao meu lado e me olha com a cara assustada, enquanto faz um crucifixo e segue sua caminhada.
Não podia perde tempo, devia achar aquele tal de Padre Max.

________________________________________________
Kung Lao, Jogador de Chapelão

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://italicox.blogspot.com.br/
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 27
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Pagando as contas com Sangue – Ninja   Ter Jan 28, 2014 12:33 pm

A senhora o olha com o semblante assustado, começa a andar mais rápido, quase que correr, resmungando para si mesma. – Esses endiabrados, cada dia tem mais! – e com o andar apressado, some do seu campo de visão.

Por onde anda, só consegue encontrar mais e mais moscas, alguns insetos de outros tipos, mas a predominância era das moscas.

Uma placa indicava o caminho para a Basílica, não estava longe. Mais duas quadras e chegaria logo.

Mas você sente um cheiro familiar, enxofre. Quanto mais se aproximava da igreja, mais o cheiro ficava explícito.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ninja
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1150
Idade : 22
Localização : Na frente do Pc
Data de inscrição : 29/11/2010

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Pagando as contas com Sangue – Ninja   Qua Jan 29, 2014 7:13 pm

Ate hoje ainda acho graça dessa senhoras que acham que tudo e todos são culpa do demonio...se soubessem pelomenos da metade...

Apresso meu passo para chegar ate a igreja, embora me instinto militar me alerte para o cheiro dde enxofre, permaneço calmo, em direção a catedral, mais por debaixo da roupa uma meu machete ja estava ao alcançe, e a qualquer problema, poderia sacá-lo....o unico motivo para mim nao saca-lo nesse momento era a policia...e eu nao queria ser preso por posse ilegal de armas...mesmo estando com meu distintio falso, isso me atrasaria muito.
Alem disso, havia as outras armas, o que eu levaria muito tempo explicando.

Apresso o passo mais e vou na dirção da catedral.

________________________________________________
Kung Lao, Jogador de Chapelão

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://italicox.blogspot.com.br/
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 27
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Pagando as contas com Sangue – Ninja   Qui Jan 30, 2014 1:13 am

A medida que apressa o passo, você sente ainda mais o cheiro de enxofre. A sensação de estar sendo observado e perseguido eram nítidos, porém, não consegue ver nenhum demônio, mesmo sabendo que tinha ao menos um deles por ali.

Seus passos curtos e rápidos o conduzem para a basílica, chegando apenas a alguns metros dela, sente um vento gelado nas suas costas, inicialmente, fraco, e após alguns segundos, era tão intenso e tão forte que quase o carregaram.

É quando escuta uma voz sendo carregada pelas correntes de ar.

- Aonde vai com tanta pressa, caçador? HAHAHAHA

Na sua frente, forma-se um paredão de fogo, depois que cessou, revelou a aparência de um demônio do fogo, assumindo nítidamente suas formas, em plena rua, para que qualquer um visse.

Antes que pudesse fazer qualquer coisa, outro demônio aparece, mas este, trazia consigo um frio insuportável, sua pele se arrepiava apenas com a presença dele.

O demônio do fogo, sorrindo, vira-se na direção da basílica, e apontando uma das mãos na direção da porta, que estava aberta, solta uma rajada de fogo muito intensa, que adentra o local, começando a consumir tudo o que tinha pela frente.

O demônio do frio, por sua vez, fica calado, apenas te observando, analisando, esperando a sua primeira ação.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ninja
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1150
Idade : 22
Localização : Na frente do Pc
Data de inscrição : 29/11/2010

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Pagando as contas com Sangue – Ninja   Sab Fev 01, 2014 10:16 am

E, expulso o demônio, falou o mudo; e a multidão se maravilhou, dizendo: Nunca tal se viu em Israel. -Digo enquanto pego minha machete com uma mão e com a outra saco uma pistola, com dois demônios visiveis no meio da rua, acho bem pouco provavel que alguem note que estou esta usando armas. Esse era o menor dos meus problemas.
Saio correndo, com a pistola apontada na direção do demônio de fogo, procuro um poste ou o que quer que seja eu estivesse mais proximo para tomar impulso, tencionando acertar a cara do Foguinho, alternando fogo entre o de fogo e o de gelo, enquanto a machete tenta acertar o demonio em qualquer lugar possivel.

Off:
 

________________________________________________
Kung Lao, Jogador de Chapelão

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://italicox.blogspot.com.br/
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 27
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Pagando as contas com Sangue – Ninja   Qua Fev 05, 2014 10:44 pm

Ninja, pode postar a próxima ação na Basílica. Eu entendi sua ação, a batalha eu farei por lá, tem uma pergunta no off, depois veja.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Pagando as contas com Sangue – Ninja   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
1º Crônica – Pagando as contas com Sangue – Ninja
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Para quem não conhece a transamazônica...
» Selos Personalizados - 50 Anos da Mônica
» Mecânica de Aeronaves - Apostilas e Provas ANAC
» Polêmica! - Bloqueio de Contas Fantasmas no PS4
» [Brasil] Monomotor faz pouso forçado com políticos em Rondônia

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mundo RPG :: Arquivo Morto :: JOGOS :: Universo Paralelo :: Purgatório-
Ir para: