Mundo RPG

O Lar do Rpgista Brasileiro
 
InícioInício  PortalPortal  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 27
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Seg Jan 13, 2014 6:18 pm

Depois de algumas semanas extremamente desgastantes, entre viagens, missas, e principalmente, estudos noite a fora no grupo secreto.

Um dos padres particpantes, Alexandre, um senhor de idade, porem muito respeitado e inteligente, junto com Max, são os que mais contribuem para os estudos.

Nos ultimos tempos, as evidências de que demônios estavam entre os humanos na terra estava mais claro. Isso nunca foi possível, até o momento. Eles tinham influência sobre as almas humanas, podiam até possuir um corpo, mas nunca, nunca passarem para este plano.

Em uma cidade vizinha, Lins, algumas pragas começam a aparecer, iguais as do Egito. A situação estava alarmante, deveriam entender o todo, para poder tomar uma decisão.

Alexandre então, se aproxima de Max, sua feição era séria:

- Meu caro amigo, nesse momento, o nosso amigo Elifas, esta recrutando mais um aliado nesse batalha. Devemos nos preparar, não sei o que esta acontecendo, mas eu sei que é muito sério. Tente não sair da igreja por esses dias, só em caso de extrema necessidade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Seg Jan 13, 2014 6:42 pm

Já era tarde, havia passado o dia todo estudando, analisando evidência e não acreditava naquilo que sempre pensaram ser impossível de acontecer, demônios vindo para esse plano. Seu lado emocional não queria acreditar, porém após anos de estudos, sua sabedoria e inteligência dizem que isso é possível, pois eles têm poderes, assim como os anjos.

Seu amigo Alexandre, lhe dá uma orientação muito valiosa, para não se ausentar da Igreja e que nosso amigo Elifas está recrutando um aliado para essa iminente batalha.

Mantendo a calma lhe respondo com a serenidade de sempre:

- Fique tranquilo, meu amigo, não irei me ausentar, pelo contrário, irei me aprofundar ainda mais nos estudos. Vou tentar descobrir algo que nos auxilie no entendimento de como eles conseguem realizar a passagem.

- Com essa informação, poderemos pensar em algo que os impossibilite de realizar essa ação.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 27
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Dom Jan 19, 2014 4:10 pm

O padre Alexandre nada mais lhe fala, apenas se retira para descansar, mesmo ele sendo um dos homens mais inteligentes que já vira na vida, estava cansado, sua vitalidade já não era a mesma.

Antes que voltasse aos estudos, se viu, pela primeira vez, sozinho com Deus depois de muito tempo. Não havia ninguém na igreja além de você. O silêncio e a paz lhe fazem um bem tão grande, que você acaba adormecendo, sentado de frente para o altar.

Enquanto dorme, começa a ver imagens, algumas turvas, outras nítidas.

Estava na igreja, cercado e amarrado por alguns homens. O altar estava infestado de insetos, então, um sacerdote, se aproxima do altar com uma bacia na mão, seu aspecto era rude, feito de barro cozido, com adornos e alguns símbolos estranhos. Ele pega do altar um punhado de insetos jogando-os na bacia, em seguida, com um pilão, começa a amassá-los, fazendo estalos altos, pronunciando algumas frases sem sentido, até que a misture vira-se uma massa.

Ele pára, faz um sinal com a mão, e os homens que te cercavam, o levam até o altar, o deitando em cima dos insetos, enquanto o sacerdote passava essa mistura em sua face. A dor, era inimaginável, dentro do seu corpo, podia sentir os insetos penetrarem, andarem por sua pele, até que você acorda subitamente, com batidas apressadas na porta da igreja, e sem cerimônia, a porta abre-se, um homem correndo na sua direção, chorando.

- Padre, por favor, nos ajude. Minha esposa, ela esta lá no carro, ela esta gritando de dor, não sei o que ela tem, não é normal. Já a levei no médico, e eles nunca viram isso antes.

Ele mal termina de falar, e dois homens entram carregando a mulher, ela estava gritando, pálida, de longe, podia ver na sua pele, que algo andava sob ela.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Seg Jan 20, 2014 3:34 pm

Não sou mais um jovem para ficar dias e noites acordados, apenas estudando, o corpo precisava de um descanso, e não conseguindo mais ficar acordado durmo em frente ao altar enquanto rezava, pedia proteção e sabedoria nesse momento tão importante que iremos enfrentar.

Porém o sono não foi repousante, um pesadelo me atormentou, mas era tão real que meu corpo doía muito durante as imagens vinham em minha mente. Tentava acordar, me levantar, mas algo me prendia, não me deixando acordar. Estava preso num profundo sono.

As imagens, mesmo turvas, me deixavam intrigado e perturbado, não me fazendo bem. Queria acordar logo, não aguentava mais aquela tortura.

Então, sou acordado com algumas batidas na porta da igreja e vejo um homem correndo em minha direção pedindo ajuda para sua esposa e em seguida mais dois homens adentram o recinto a carregando.

Estava claro que ela não estava bem, sua pele estava pálida, estava gritando e em sua pele tinha algo andando.

Com a voz firme digo a eles:

- A coloquem deitada em frente ao altar... Enquanto os homens a colocam no local indicado pergunto ao marido: - Seja sincero meu jovem, pelo bem da sua esposa, quando e onde começou esse problema?! Iria esperar pelas respostas para dar continuidade as minhas ações com a mulher.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 27
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Seg Jan 20, 2014 3:53 pm

Os homens se apressam e fazem o que o padre manda. Assim que a deitam em frente ao altar, um vento muito forte começa a soprar dentro da basílica, quebrando alguns vidros, fechando a porta, cessando em seguida.

O marido, quase que em estado de choque, chorava muito, e ao ouvir as palavras do padre, começa a se acalmar, seus olhos começam a voltar ao normal, misteriosamente. Ele respira fundo, e começa a falar.

- Faz exatamente uma semana. Primeiro, começou com uma fraqueza, não queria comer, tudo o que ingeria, vomitava em seguida. Levamos para o hospital, deram soro e a mandaram de volta para casa. Mas ontem, ontem de manhã, essas coisas apareceram em seu corpo, e ela grita tanto, devem estar dilacerando ela por dentro. A levamos para o hospital novamente, mas ela tinha uma força incrível, acabou atacando os médicos e enfermeiros, antes que fizessem alguma coisa com ela, minha mãe disse que isso não é natural e pediu para trazê-la aqui.

A mulher gritava incessantemente. Sua pele estava repleta de insetos, alguns saiam pelo seu ouvido, outros pelos olhos, fazendo-a gritar ainda mais de dor. Sua barriga, estava inchada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Seg Jan 20, 2014 4:28 pm

Ao ver o homem voltando ao normal na minha presença sinto-me mais aliviado, coloco minha mão em seu ombro e o trago para perto de sua esposa enquanto digo:

- Você vai precisar ser forte, talvez aconteçam algumas coisas além da sua imaginação. Independente do que ela falar não a ouça, você e seus amigos vão precisar segurá-la com muita força.

E então fico em pé em frente a mulher e a olho dos pés à cabeça e enquanto caminho na sua direção, a deixando entre as minhas pernas peço ajuda divina para que tudo ocorra bem:

- Meu Senhor, mais uma vez lhe peço sua benção, por favor, liberte essa mulher do mau que a aflige. Com o poder recebido do nosso senhor eu a liberto... E ao término das minhas palavras encosto minhas mãos em sua barriga.


____________________

Utilizei a magia: Palavra de Poder Expulsar.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 27
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Seg Jan 20, 2014 9:13 pm



Os três homens estavam assustados, porem, a aparência deles havia melhorado muito desde entraram na igreja e estavam na presença de Max. A mulher, a cada instante que estava ali, só gritava ainda mais de dor, sua voz já saia rouca de tanta força que esta fazendo.

Eles a seguram com toda a força que tem, mas a mulher se debate, estava forte demais, podia sentir que não era qualquer espírito que estava nela, era um dos fortes. Assim que escuta as suas palavras e implorando ajuda do criador, uma voz gutural sai da boca dela, rindo descontroladamente.

- HAHAHAHAHAHAHAHAHA Seu porco imundo, acha mesmo que isso vai funcionar comigo? COMIGO? HAHAHAHAAHAHAHA

Dito isso, arremessa um dos homens para longe, que cai desacordado nos bancos da igreja. Inúmeros insetos começam a invadir a igreja, indo em direção a mulher, que ainda estava deitada, sendo segurada pelo marido e um dos homens, ambos estavam apavorados e chorando muito, mas se mantém firmes segurando-a.

O rosto da mulher se transfigura, e todos os insetos que invadiram a igreja, formam o seu rosto. O demônio tenta se soltar, mas você percebe que a sua magia não fora totalmente inútil, o enfraqueceu, mas logo irá se recuperar.



- Vocês humanos vão ferver, vão ferver...VENHAM MEUS FILHOS E OS MATEM HAHAHAHAHAHAHAHA

O chamado do demônio, era um grito muito alto, quase ensurdecedor, onde chamava milhares de insetos, que começam a invadir a igreja, mas estranhamente, não conseguem tocar em nenhum dos presentes ali, nem nos homens e nem no padre. Mas a quantidade de insetos só aumentava a cada instante.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Ter Jan 21, 2014 10:11 am

A situação era mais delicada do que imaginei, o demônio não era normal, tinha alguns poderes e se continuar no corpo da mulher, logo ela estará morta, mas o que mais intriga é ele ter entrado em um recinto sagrado.

Ao ver o homem ser arremessado contra os bancos firmo minhas pernas e braços, mas logo em seguida ele convoca mais insetos para nos matarem, mas devido o solo sagrado não somos atacados, porém devo agir e rápido, para que todos sejam salvos.

O grito ensurdecedor me faz contorcer a cabeça, mas por dentro sei que não devo me render, essa é apenas a primeira batalha da guerra que está por vir e com a voz firme o respondo, ao mesmo tempo que a minha volta um brilho celeste aparece, a aura divina é muito forte, capaz de intimidar qualquer ser das trevas, ainda mais quando combinado com um exorcismo, dessa vez o demônio não conseguirá me deter:

- Ser das trevas, esse não é o seu lugar, abandone o corpo dessa jovem, volte para o seu lugar, aqui você não tem poder contra nós.

[b]- SER DAS TREVAS, ESSE NÃO É O SEU LUGAR, ABANDONE O CORPO DESSA JOVEM, AQUI VOCÊ NÃO TEM PODER CONTRA NÓS, DESISTA DA SUA ESTÚPIDA MISSÃO, EU, COM O PODER DO NOSSO SENHOR, IREI TE DERROTAR...
E ao término das minhas palavras coloco minhas mãos em seu rosto, mesmo com todos aqueles insetos.


________________________________

Utilizei a HE: Intimidação Divina e a magia: Exorcizar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 27
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Ter Jan 21, 2014 2:56 pm

A aura que o envolvia, fazia com que o demônio se debatesse, de alguma forma, aquilo estava o incomodando. Os insetos, começam a ficar ainda mais agitados. Alguns indo embora da igreja.


Assim que coloca suas mãos no rosto do demônio, ele começa a gritar, ainda mais alto que anteriormente. Pode sentir uma energia muito grande, seu corpo começa a tremer, pode sentir uma vibração, vindo das suas mãos e invadindo o seu corpo todo.

Ele se debatia muito, arremessando mais um dos homens, mas desta vez, o homem não caiu, apenas se afastou, não sofrendo nada, para em seguida, segurar ainda mais forte nos braços da mulher.

- VOCÊS VÃO MORRER, TODOS VOCÊS, TODOS VOCÊS, E VOCÊ VAI SOFRER NAS MÃOS DELE MAX HAHAHAHAHAHAHA

Dito isso, a mulher se ergue, os insetos começam a cair do seu rosto, e como em uma pequena explosão, todos os insetos são arremessados para longe da mulher, ficando apenas uma pasta gosmenta, que cobria o corpo de todos e boa parte da igreja.

Pelo chão, inúmeros insetos caem mortos, um verdadeiro tapete. A mulher, quase sem forças, começa a chorar copiosamente.

- Amor? O que aconteceu?

O exorcismo funcionou.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Ter Jan 21, 2014 3:26 pm

Exausto.

Meu corpo estava doendo, meu rosto vermelho devido ao esforço realizado e o corpo todo suado, as vestes molhadas. O exorcismo é uma prática rara de ser vista, porém atualmente será muito requisitada e devo me preparar.

As palavras do demônio antes dele ser expulso me fizeram ficar mais intrigado com toda essa história. O demônio dominou o corpo de uma mulher e o mesmo entrou dentro da igreja, essas foi a sorte dela, pois em solo sagrado esses seres nada podem fazer.

Vendo a mulher chorando e perguntando a seu marido o que aconteceu vou até eles, coloco minhas mãos em seus ombros e tentando passar tranquilidade vos digo:

- Meus filhos. Fiquem calmos. A tormenta já passou. Vocês estão convidados a passar a noite aqui na basílica, assim irão ficar mais relaxados e sobre proteção. Amanhã vocês podem ir para casa. Agora precisamos tomar um banho e limpar a igreja.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 27
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Qua Jan 22, 2014 11:36 pm

Estavam apavorados. Nunca haviam visto algo dessa magnitude, apenas em filmes, mas achavam que fossem apenas ficção. Mesmo contrariados, aceitam passarem a noite na basílica, mas insistem em ajudar na limpeza primeiro. O homem que estava desacordado,seu estado de saúde não era dos melhores.

Precisaram chamar uma ambulância para o mesmo.

O padre Alexandre, que estava descansando na basílica, logo aparece, assustado, olhando em volta, se aproxima de Max, e com a voz calma, lhe pergunta:

- Por Deus Max, o que houve aqui?

Antes que pudesse responder, você sente uma presença muito boa, e quando desvia o seu olhar, percebe um homem entrando na igreja.

--------------

Amaterasu

Você levanta voo e segue para a Basílica. Não ficava longe, chegou em menos de dez minutos. Chegando perto percebe uma ambulância na frente, levando um homem todo imobilizado.

Assim que entra na igreja, voê vê dois padres conversando, um deles, coberto por uma mistura gosmenta de cor verde, o outro estava limpo. No altar, estava uma mulher, o seu estado, podia-se notar de longe, era abatido, como se tivesse passado por muita tensão. Ao seu lado, tinha mais dois homens, tanto eles como ela, estavam com a mesma cobertura gosmenta.

No chão da igreja, um verdadeiro tapete de insetos mortos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Qui Jan 23, 2014 7:27 am

Essa situação não é fácil de compreender, provavelmente essas pessoas irão precisar de um acompanhamento espiritual para superarem os traumas. A gosma verde é muito nojenta, porém é algo que pode ser estudado, entender do que é feito o corpo dessas criaturas e como podemos eliminá-las, mas para isso precisaremos de soldados.

E é nesse momento que Alexandre aparece e me indaga sobre o que aconteceu, porém não o respondo devido uma presença muito boa entrando na igreja. Era um homem e ele aparentava ser aliado.

Com a voz firme o recepciono: - Seja bem vindo meu filho. Como pode ver não estamos passando por um bom momento aqui.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Amaterasu
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 317
Data de inscrição : 08/10/2013

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Qui Jan 23, 2014 6:41 pm

Entrei confiante na igreja, fazendo uma pequena prece silenciosa em agradecimento a Deus por estar em sua casa.
O tapete de insetos e a gosma verde me chamaram a atenção e eu logo os associei ao aparecimento de demônios de algum tipo.
Pela tensão que a jovem parecia ter sofrido, imaginei um ataque ou possessão.Graças ao Pai, interrompidos.
Caminhei até o homem que falara comigo.
-estou vendo, mas graças a Deus estão todos vivos. poderia me dizer se alguém sofreu algum ferimento e mais importante que isso, onde encontro o padre max?
Talvez eles estranhassem, mas eu estava calmo como se nada houvesse acontecido ali.
Me comovia com o que pensava que essas pessoas tinham passado, mas não demonstrei isso. e caso tudo que ouvi fosse verdade, aquilo seria apenas o começo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Sex Jan 24, 2014 7:28 am

Ele é um homem santo, porém de poucas palavras, ao perceber que deseja falar comigo, utilizo meu carisma e disfarço enquanto respondo: - O padre Max está em seus aposentos. Caminho para perto dos homens e dou instruções de onde ficam as vassouras e baldes, enquanto eles vão buscar retorno ao recém chegado e digo: - Qual o seu nome? Assim posso levá-lo até o padre e apresentá-lo.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Amaterasu
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 317
Data de inscrição : 08/10/2013

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Sex Jan 24, 2014 9:00 am

-Meu nome é castiel.devo entender que ninguém sofreu ferimentos então?
Respondo simples e calmamente.
-Em caso negativo, podemos ir ao encontro do padre Max. Nosso senhor me enviou como apoio, por isso tenho pressa em encontra-lo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Sex Jan 24, 2014 10:53 am

- Tivemos um homem ferido, mas já foi hospitalizado. Pode me acompanhar?! E assim começo a levá-lo para atrás do altar, onde há uma porta. Após entrarmos me apresento: - Desculpe, mas os dias atuais necessitam de certas precauções. Sou o padre Max Von Jorgensen.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
darkangel
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 197
Idade : 26
Localização : Himuro Mansion
Data de inscrição : 13/01/2011

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Sex Jan 24, 2014 12:16 pm

Ariel caminha calmamente até a igreja, analisa cada centímetro como se aquilo lhe interessasse muito.
Ao chegar na porta da igreja ela para olhando para o interior e sorri, era tão irônico estar ali...
Se lembrou de como era sua vida antes de tudo isso...
Mas logo volta a realidade e percebe que não tem ninguém ali... era pra ter...
resolveu continuar ali um tempo esperando, algo lhe dizia pra não sair dali ainda...

________________________________________________
"The game started
No rules, no rules ... "
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://a-currentobsession.blogspot.com.br/
Amaterasu
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 317
Data de inscrição : 08/10/2013

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Sex Jan 24, 2014 3:59 pm

Eu balanço a cabeça levemente e por uns instantes pareço perdido em pensamentos.
Sim, a situação atual exigia cuidado, mas não importa a razão, não havia porque mentir.
-Entendo, padre Max... fui enviado para auxilia-lo, peço que explique os acontecimentos recentes e quais seus planos doravante.
Estendi a mão em cumprimento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Sex Jan 24, 2014 4:34 pm

Retribuo o cumprimento e retorno a falar:

- A mulher que está na igreja estava possuída por um demônio, seu marido a trouxe aqui juntamente com dois amigos. A entidade é poderosa. Consegui enfraquecê-lo num primeiro momento, mas tive que usar mais energia para libertar a moça.

- O demônio convocou vários insetos para dentro da igreja, mas por ser um local santo não encostaram em ninguém. O que me intrigou é que ele disse que eu irei sofrer nas mãos dele.

- Essa frase não sai da minha mente, quero descobrir a quem ele serve.

- Mas me diga, quem o enviou para me auxiliar?!


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 27
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Sab Jan 25, 2014 1:58 am

A conversa é interrompida por uma energia muito peculiar. Ao mesmo tempo que parecia ser extremamente boa, trazia algo de sombrio junto.

Castiel, sentia-se terrivelmente familiarizado com aquela energia. Tratava-se de um anjo. Mas outro? Quem o enviou até a igreja?

------

Dark

Assim que pára na porta da igreja, sente uma energia sugar as suas forças. Um mal estar a consome de um jeito tão grande, tão devastador, que não sabia o que estava acontecendo. Mesmo com todos os problemas, você continuava em pé, mas o mal estar estava presente.

Um homem, de aparência mais velha, usando batinas, se aproxima de você, com um sorriso estampado no rosto:

- Seja bem vinda, enviada do senhor. Venha, entre, vamos compartilhar as graças do criador.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Amaterasu
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 317
Data de inscrição : 08/10/2013

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Sab Jan 25, 2014 10:55 am

Assim que sinto a presença de outro anjo, volto minha cabeça na direção em que ela vinha.
Caminho para a porta e enquanto isso apenas deixo uma palavra para o padre.
-Deus.
Atravesso o caminho rapidamente, quase correndo e logo posso ver a garota em companhia de um senhor que a convida para entrar.
Sim, era um anjo, mas porque aquela sensação de desconforto? o que trazia de tão sombrio?
Sem hesitar me dirigo a eles com a mesma calma na voz.
-pode deixar, sacerdote. creio ter perguntas a fazer para a recém-chegada. poderia deixar-nos a sós?
A vida com os humanos tinha afetado pouca coisa da minha memória, e eu me lembrava de todos os anjos que encontrei no céu. contudo, essa eu nunca havia visto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
darkangel
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 197
Idade : 26
Localização : Himuro Mansion
Data de inscrição : 13/01/2011

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Sab Jan 25, 2014 12:11 pm

Ariel leva a mão ao estômago, algo forte lhe deixava mal e a enfraquecia.
"Mas que droga é essa?" pensou.
Perdida em pensamentos se assusta ao ver o velho se aproximar, mas não deixa transparecer e sorri.

-Obrigada, vamos sim entrar.

Ao se virar para entrar ela vê aquele a quem seguiu vir em sua direção.
É hora de ganhar sua confiança e conseguir sua meta...
Percebeu em suas palavras que ele estava interessado em saber dela, e isso era bom..
Com o sorriso no rosto aguarda para saber o que ele iria lhe perguntar.

________________________________________________
"The game started
No rules, no rules ... "
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://a-currentobsession.blogspot.com.br/
Amaterasu
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 317
Data de inscrição : 08/10/2013

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Sab Jan 25, 2014 8:42 pm

Começo a andar e com a mão peço que ela me acompanhe.
-Não é comum que dois de nós sejamos mandados em missão. então, pergunto-lhe, quem a enviou e qual seu próposito aqui?
Falava calmamente enquanto caminhava para a porta da igreja.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
darkangel
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 197
Idade : 26
Localização : Himuro Mansion
Data de inscrição : 13/01/2011

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Dom Jan 26, 2014 9:15 am

Ariel então o acompanha ela continua com um semblante calmo.
Após ouvir a pergunta ela se vira e diz:
- Calma querido... é assim que recebe uma amiga?
Dá uns passos ao redor dele e continua:

- Estamos sendo escolhidos a dedo para vir pra cá... Ao que parece a situação está complicada, tive uma ordem direta Dele para vir e sondar mais a fundo o assunto.

Precisava ser cautelosa, ele era muito desconfiado. Pensou.

________________________________________________
"The game started
No rules, no rules ... "
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://a-currentobsession.blogspot.com.br/
Amaterasu
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 317
Data de inscrição : 08/10/2013

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Dom Jan 26, 2014 9:52 am

Eu sorri e me sentei na porta da igreja.
Era uma coisa inesperada e indicava o que já esperavamos, a coisa estava feia e ficaria pior.
-desculpe a rigidez, mas como você disse, a coisa está complicada aqui. e posso dizer que sinto algo...
Me detive por uns momentos e olhei para o céu.
-diferente em você.
Aponto o canto esquerdo ao meu lado.
-por que não se senta um pouco? ainda não sei muito sobre o assunto aqui pois como a maioria dos anjos que vieram para junto dos anjos, recebi instruções de outros anjos que permanecem no céu. Mas fico feliz em saber que você falou diretamente com Ele, assim pode esclarecer a situação aqui, certo? O Todo Poderoso sabe que esse humilde servo ficaria perdido e enviou-a como ajuda.
Eu havia notado obviamente que ela respondera apenas parte de minha pergunta anterior, mas não a questionaria sobre isso diretamente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
darkangel
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 197
Idade : 26
Localização : Himuro Mansion
Data de inscrição : 13/01/2011

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Dom Jan 26, 2014 5:22 pm

 - Tudo bem, eu entendo. O que sente?
Ela não deixa transparecer mas estava preocupada...
Será que ele podia sentir que ela tinha algo a mais? Teria que contornar... pensou...

Ariel se sorri e se senta.
Ao ouvir o que ele tem pra dizer ela vê uma oportunidade de explicar o que ela fazia ali, afinal não podia dizer que ela não fazia mais parte do reino dos céus!

-Obrigada, olha o não tenho muito a dizer... O que aconteceu foi que eu e mais alguns anjos fomos chamados por Ele diretamente e a ordem direta foi para descer e proteger a fé dos humanos...

Ao dizer isso ela respira fundo...

-Ao que parece os demônios estão aprontando de novo... Ele disse que não havia tempo de se explicar, apenas era pra fazermos nosso trabalho, um pouco antes de sair de lá ele me disse que você iria precisar de ajuda... Havia alguém especial a proteger e eu teria que vir pra cá, não questionei e vim. Não me apresentei e não sei se você sabe meu nome, mas sou Ariel. Passo pouco tempo lá em cima, fico com mais missões aqui na terra do que lá, por isso nunca nos vimos.

Ela esperava que isso servisse para que ele continuasse dando corda a ela...

________________________________________________
"The game started
No rules, no rules ... "
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://a-currentobsession.blogspot.com.br/
Amaterasu
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 317
Data de inscrição : 08/10/2013

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Dom Jan 26, 2014 9:56 pm

-não sei dizer o que sinto diferente em você. mas diga-me, você conhece a hierarquia de comando angelica,certo?
Não esperei pela resposta.
-Como segunda enviada, você responderá ao primeiro enviado... bem, esse no caso sou eu. então, não saia do meu alcance, certo? agora além de ajudar o padre, ajudarei você também. de acordo? ou podemos orar ao Pai e pedir que lhe dê outra missão. muitos não gostam de ser regulados por outro de igual status, e entenderei se for o seu caso.
Minha voz trazia a sensação de paz e tranquilidade.
-meu nome é Castiel, e fico honrado em conhece-la, Ariel. novamente, peço que desculpe meus modos e saiba que não tenho intenção de denegri-la ou envergonha-la. espero que possamos lutar juntos contra as forças demoniacas de Mamon.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
darkangel
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 197
Idade : 26
Localização : Himuro Mansion
Data de inscrição : 13/01/2011

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Seg Jan 27, 2014 8:14 am

-Sim sei bem disso... E não me importo.

Ela sorri novamente, olha ao redor e pensa:
"Primeira parte feita, vamos continuar assim" pensou.

-Eu que fico encantada de poder trabalhar ao teu lado, será uma honra! Tudo bem, dado ao que estamos vivendo todo cuidado é pouco, e não se preocupe, estou aqui para fazer o que for necessário.

Então me diga o que você sabe sobre nossa missão por aqui?

________________________________________________
"The game started
No rules, no rules ... "
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://a-currentobsession.blogspot.com.br/
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Seg Jan 27, 2014 1:48 pm

Ao sentir aquela energia, a qual tem algo sombrio por trás dela, fico intrigado e penso duas vezes antes de seguir Castiel, queria antes me preparar, mas ele fora mais rápido e seguiu sozinho. Após respirar um pouco decido seguí-lo.

Meus passos eram curtos e firmes, durante o caminho pego uma jarra a qual contêm água benta e coloco num copo, iria ficar com o copo em minha mão bebendo bem aos poucos. Mais tarde iria fazer um teste, mas antes queria fazer algumas perguntas.

Ao passar perto do meu amigo sacerdote digo num tom baixo:

- Pegue um pouco dessa gosma e leve a algum laboratório de confiança para examinar. Precisamos descobrir o que contêm nos corpos dessas criaturas.

Assim que termino de falar peço licença e me dirijo até o encontro do meu amigo, o qual está ao lado de uma mulher. Ao chegar digo com um sorriso no rosto:

- Consegui sentir sua presença mesmo a distância. Seja bem vinda à casa do senhor.

- Castiel, está na hora da nossa oração. A senhorita está convidada a nos acompanhar, será de muito bom grado tê-la conosco.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 27
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   Seg Jan 27, 2014 8:35 pm

O ar de desconfiança pairava na Basílica, todos tinham que se certificar com quem estavam lidando. A cada momento, Castiel e Ariel podem sentir uma forte presença, como se estivessem sendo observado a todo tempo.

Pelos vidros quebrados da igreja, começa a entrar uma pequena névoa, que se instala no chão, cobrindo o pé de todos.

Antes que pudessem sair e fazer as suas devidas orações, um homem muito elegante, de terno e gravata, com uma pasta nas mãos, entra na igreja, caminhando calmamente na direção de todos.

Em seus olhos, um brilho estranho.

- Ótimo, estão todos reunidos. Assim economizo tempo. – Ele com um lenço tira a gosma de um dos bancos da igreja, jogando no chão e sentando-se – Pois bem, boa noite, meu nome é Asmodeus, não esse corpo que estou possuindo, claro.

Ele abre a pasta, onde tinha alguns papeis, ele os remexe até encontrar um livro, onde o joga para Max.

- Fique de presente, a nossa bíblia para seus estudos, com acréscimos de alguns bons capítulos.- Ele olha para todos, com ar de satisfação. – Mas vamos ao que interessa. Como sabemos que em solo sagrado, não temos poder, mas alguns demônios podem entrar mesmo assim, sugiro que aqui seja nosso ponto de encontro, dando uma segurança para vocês.

- Não temos tempo até que vocês pesquisem sobre Mammon, são muito demorados. No inferno uma verdadeira guerra esta para ser iniciada. Lúcifer e Deus talvez conversem, pois é um momento que infelizmente, teremos que contar com a ajuda dessas coisinhas – apontava com o dedo para Castiel.

Nessa primeira visita, venho alertá-los, os adeptos do pirralho estão por toda parte, corrompendo e torturando os demônios para o seu lado, igual essa lobinha em pele de cordeiro aqui. Estão tramando um ataque a igreja. Se precisarem de ajuda, caso a força celestial não possa chegar nessa parte, é só me chamar.

Seus olhos brilhavam, da sua boca, ele expila uma pedra branca e preta, deixando em cima do banco. Indo embora em seguida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: 1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
1º Crônica – Basílica de São Pedro – Goran
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Para quem não conhece a transamazônica...
» Selos Personalizados - 50 Anos da Mônica
» Mecânica de Aeronaves - Apostilas e Provas ANAC
» Programação Filatélica 2016
» Filatélica Brasília - conheça nossa loja virtual

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mundo RPG :: Arquivo Morto :: JOGOS :: Universo Paralelo :: Purgatório-
Ir para: