Mundo RPG

O Lar do Rpgista Brasileiro
 
InícioInício  PortalPortal  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Panter - Heidi

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Panter - Heidi   Ter Out 29, 2013 6:20 pm

Yasmin sabia que os inimigos irão chegar em 3 dias em Panter e que a viagem até a mesma são cinco dias, porém o rei acredita que sua tropa consiga fazer em menos tempo. Mas como conseguir diminuir o tempo da viagem sem desgastar a tropa e chegar em condição de combater os inimigos.

A general sabe que seus soldados conseguem alcançar a cidade em três dias, porém estarão exaustos e não terão condições de guerrear, e se isso acontecer pode ser a desgraça dessa cidade.

Seus capitães cavalgam a seu lado querendo receber mais informações, se irão todos juntos, se a cavalaria irá na frente, como irão proceder na chegada a cidade. O seu conselheiro então fala algo que lhe chama atenção:

- Alguns anos atrás já estive em Panter. Por baixo da ponte há uma passagem que leva ao centro da cidade. A sua entrada não tem como ser vista por cima devido as árvores que a encobrem, porém se ela for descoberta será o fim para essa cidade...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 26
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: Panter - Heidi   Qua Out 30, 2013 10:15 pm

Logo que sai da sala do rei, Iasmin é seguida por seus capitães, estes, estavam ansiosos por novidades, mas por enquanto a general estava pensativa. Deveriam seguir o mais rápido possível para Panter, mas deveriam poupar suas tropas, não podia desgastá-los tanto assim.

Escuta o que Neither lhe diz, fica preocupada, não sabe nada sobre Malafire, não sabe se irão ou não fazer uma varredura pela cidade, e se os cinco magos irão aguentar um dia sozinhos no campo de batalha.

Permanece em silêncio por um tempo, até que pára repentinamente, fica de frente para seus capitães, e com um sorriso no rosto, vos fala:

- Meus caros, meus amigos, meus irmãos. Vou precisar mais uma vez da lealdade e coragem de vocês, não só de vocês, como de todos, mas trabalharemos juntos para que Panter não caía na desgraça. - Faz uma pausa, e continua.

- Vou colocá-los a par de toda a situação, mas primeiramente, vamos apressar o passo, não podemos demorar para chegar em Panter. Sei que a viagem demora cinco dias, mas vamos ter que fazer em quatro dias, podemos fazer em três, mas nossos homens ficaram exaustos. O inimigo chegará aos portões em três dias, temos pouco tempo, mas a cidade contará com a ajuda de cinco magos, sob o comando de Malafire. Alguém o conhece?

Ela sobe em seu cavalo, toma a frente de suas tropas, mesmo sendo uma mulher, com um ar indefeso, Iasmin era muito respeitada e reverenciada por seus soldados, ela não costuma se esconder em tendas, vai para a batalha junto de seus homens, dá sua própria vida se o necessário para salvar alguém.

Enquanto cavalga com seus capitães, ordena que batedores vão à frente e lhe informem de qualquer perigo eminente pela estrada. Depois disso, volta-se para os dois.

- Como estava falando, não vamos arriscar em separar as tropas, acho que o melhor a se fazer é irmos juntos. Caso recebamos alguma informação de que Panter esta caindo, a cavalaria irá à frente, aposto que o mago dará um jeito de nos avisar.

Conte-me mais sobre essa passagem pela ponte, Neither. Podemos utilizá-la a nosso favor.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Panter - Heidi   Sex Nov 01, 2013 1:05 pm

Os soldados percebem que sua general está preocupada, algo de muito importante irá acontecer, e isso os deixou motivados, mas até quando a sua motivação irá permanecer? Será que o ânimo para guerrear será igual ao de uma leoa quando protege seus filhotes?!

Neither mantêm a sua postura e a responde:

- Essa passagem é melhor utilizada para quem está fora da cidade, para fazer o caminho contrário é desgastante demais. A passagem não ajuda nem um pouco, fora que existem muitas armadilhas, criaturas venenosas e buracos sem fim. Tem alguns loucos na cidade que dizem que há um "buraco sem fim" que leva até o reino inimigo...mas não posso confirmar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 26
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: Panter - Heidi   Sex Nov 08, 2013 6:36 pm

Mesmo com o ar de preocupação, Iasmim continuava à frente das tropas, nada abalava a sua motivação, deveria transmitir ânimos aos seus semelhantes, visto que mais uma vez, todos ali dariam seu suor e muitos, o seu sangue pelo reino novamente. Entre todos ali, Iasmim era a que mais se preocupava com a vida de todos, tentando planejar algo que amenize as perdas perante o inimigo.

Cavalgando com seus conselheiros, escuta Neither atentamente, não gosta muito do que ouve, é muito arriscado, uma passagem para os de fora, pode ser a destruição total de Panter. Mais uma vez, com a calma habitual, o responde:

- Temos que prestar atenção nessa passagem, pode ser crucial, não podemos nos descuidar.

Faz uma pausa, e depois de algumas horas, volta a falar.

- Vamos fazer o mínimo de paradas possível, temos quatro dias, não mais e nem menos para chegar à Panter. Na primeira parada, na hora do desjejum, falarei com as tropas, explicarei a situação à todos, vou precisar de vocês ao meu lado. E assim que acamparmos, quero os dois na minha tenda.
Vejam a melhor hora para a parada, vou averiguar as tropas por toda a sua extensão.


Dito isso, Iasmim, como sempre fazia em viagens longas, começa a percorrer pelo lado de fora da formação de seus soldados, averiguando se esta tudo certo, cumprimentando os soldados, para depois voltar à frente deles.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Panter - Heidi   Ter Nov 19, 2013 7:54 am

O olhar de preocupação dos soldados era iminente, todos estavam inquietos, impacientes, a general sabia que logo teria de reuní-los e explicar a situação, somente assim teria seus soldados prontos para o combate, além disso, a própria Iasmin estava inquieta, não conhece o mago e sabe que ele terá muito trabalho pela frente, e a confiança onde fica?! Será que ela poderá confiar plenamente nele?! Muitas dúvidas passavam em sua mente. Além disso está muito preocupada com a vida de seus comandados, pois não tiveram a oportunidade de se despedirem de suas famílias e isso é algo nada agradável, porém essa foi a escolha deles, tinham que controlar o emocional.

As horas passaram, todos já estavam cansados e os capitães decidem parar para acampar, com isso os soldados começam a montar acampamento, e os cozinheiros a preparar a janta, uma saborosa sopa com batata e carne de coelho defumada. Esse era o momento ideal para Iasmin reunir a tropa e realizar o seu discurso e conquistar a tropa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 26
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: Panter - Heidi   Ter Nov 19, 2013 4:40 pm

Enquanto a general percorria por entre os soldados, permaneceu na maioria das vezes quieta, refletindo, imaginando como seria quando chegassem a Panter. A batalha não seria fácil, muitos de seus companheiros, a maioria de longa data, findariam com suas vidas naquela cidade. Sempre que uma verdadeira batalha estava para se iniciar, Iasmin ficava desse jeito, inquieta, sabia que sua responsabilidade é altíssima, qualquer estratégia errada e milhares de vidas serão perdidas.

Mesmo com todas essas preocupações, não deixa transparecer o seus temores, não pode abalar a confiança de seus soldados, estes por sinal, ansiavam por respostas.

Depois de muito tempo andarem, fazem uma pausa para o descanso e o desjejum. Antes que se encaminhasse para jantar e falar com as tropas, a general fica um momento sozinha em sua tenda, com as mãos na mesa improvisada, respirava fundo, tentando reunir toda a sabedoria que lhe cabia. Depois de alguns instantes, começa a caminhar em direção dos soldados, que ao avistarem a general, ficam aguardando por respostas.

Ela cumprimenta com a cabeça seus capitães, que estavam ao seu lado, e começa a falar com eles:

- Meus irmãos, eu peço a atenção de todos por alguns instantes. Como puderam perceber, não estamos marchando para casa, não estamos marchando para o aconchego de nossos lares e familiares, não estamos marchando para a nossa vida tranquila e cheia de paz. Nesse dia, estamos marchando para Panter, estamos marchando para defender tudo o que é precioso em nossa vida. Como sempre fizemos e sempre iremos fazer, pois este, é o destino que nós escolhemos.

Iasmin faz uma pausa, olha bem nos olhos dos primeiros soldados que estavam à sua frente, caminha até eles e continua:

- Daqui a três dias, um exército inimigo chegará a Panter, tão imenso e cruel que faria qualquer homem homem tremer de medo. Eu disse qualquer homem, menos estes que estão à minha frente. Vamos ter tropas caindo perante este exército, mas não será este. Porque este exército luta com toda a sua garra e sua paixão, porque JUNTOS, lutamos por quem amamos, lutamos para defender nossas terras, nossa família, nossa pátria, nossos princípios. E nenhum exército é superior a isso, ideais são invencíveis, e temos o nosso. Hoje, descansaremos, comeremos essa sopa deliciosa, durmam bem, façam suas orações. Amanhã, partiremos no primeiro alvorecer, partiremos para defender nossa honra. Conto com todos, como sempre contei.

Depois de seus discurso, a general fica com seus soldados, janta com eles, e depois de todo o alvoroço, reúne seus capitães em sua tenda para discutirem estratégias.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Panter - Heidi   Qua Nov 20, 2013 1:31 pm

As palavras infladas da general, colocando todos como iguais, transformando aquela tropa numa imensa família, numa imensa espada, a qual irá cortar os corpos de seus oponentes sem dificuldade. Nesse momento, os soldados que estavam um pouco cabisbaixos começam a estufar o peito, as espadas são batidas contra os escudos, começam a marchar sem sair do lugar, e o som das espadas contra os escudos e da marcha ecoam por todo espaço, aqueles que escutassem sentiriam medo e tremeriam.

Com essa sensação de satisfação e ansiedade para o combate a general e os capitães se retiram do local e vão para tenda discutir sobre as estratégias de combate. Ambos lhe saúdam por causa do discurso realizado, realmente fora algo muito motivador.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 26
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: Panter - Heidi   Qua Nov 20, 2013 3:17 pm

A general fica observando a reação de seus soldados. Seus olhos percorriam toda a extensão, todos os presentes compartilhavam o mesmo sentimento. Todos ali, lutarão com sua alma, lutarão até a exaustão e mais além. Porque nesses longos anos à frente dessa tropa, Iasmim sempre presenciou verdadeiros leões ao seu lado, verdadeiros guerreiros de ferro, que acima de tudo, agora, ansiavam para ver o sangue inimigo escorrendo pelas suas espadas.

Só depois de jantar, conversar, dar algumas risadas com seus soldados, ela se retira para sua tenda com seus capitães, que a saúdam pelo discurso.

-Apenas deixei eles conscientes da situação. Que nada mais é: daqui a três dias teremos muitos porcos para abater.

Dito isso, ela abre um sorriso irônico, a fúria guerreira que existia dentro daquela mulher era algo inimaginável, sempre lutando lado a lado com seus soldados, como iguais, quem a via lutar, sabe de sua fúria e força, e todos a respeitam por conta disso.

Passado o momento de delírio, ela volta-se aos dois:

- Desculpem, ainda estou com o sangue fervendo, e é assim que quero todos. Mas vamos ao que interessa. Anita, quero que você mande batedores a nossa frente, quero saber como é o terreno em volta da cidade, tudo que possamos utilizar a nosso favor, principalmente se alguém tiver um mapa da região.

Neither, você que já esteve em Panter, me descreva com clareza tudo que lembrar. Se há soldados na cidade, se temos muitos mantimentos, se o lago que abastece a cidade fica no alcance do inimigo. Tudo.

Temos que ser cautelosos, a batalha não será fácil, em Panter, o martelo da guerra irá bater mais forte.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Panter - Heidi   Qui Nov 21, 2013 10:46 am

Anita lhe responde positivamente e lhe diz que já tinha imaginado isso, e já deixou alguns batedores em prontidão, logo que a reunião terminar eles irão partir em busca de informações, visto que a batalha em tal cidade será a mais complicada para todos. Enfim, ela conhece sua líder e já imaginava tal ordem.

Neither por sua vez fica sentado em volta da mesa improvisada, apreciando o seu vinho, e com a voz firme começa a falar:

- Os inimigos possuem apenas uma entrada para utilizarem que é a ponte, a qual pode se tornar a tumba dos nossos inimigos, pois ao final dela há o castelo e sua entrada é um portão com uma grossa madeira, reforçada com placas de ferro. Os arqueiros ficam protegidos em suas torres. A frente da ponte o terreno é plano, se a batalha for travada lá, dependendo da quantidade de oponentes não podemos recuar, pois o destino do recuo é o precipício que a ponte corta.

- Porém há a passagem secreta que leva ao bosque que há ao lado da cidade. Se nossos inimigos descobrirem isso, dificilmente vamos conseguir nos defender. Os túneis lá dentro são baixo, úmidos, escuros, com animais venenosos, sem local para dormir e se alimentar.

- O lago fica na saída da cidade, não terá como os inimigos chegarem até nossas reservas. Isso só acontecerá se a cidade cair...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 26
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: Panter - Heidi   Ter Nov 26, 2013 2:14 pm

A general pondera todas as informações que lhe foram dadas, fica por alguns instantes quieta, pega sua taça de vinho e bebe um pouco, visivelmente irritada, ela levanta-se e anda um pouco, tentando se acalmar.

- O que me preocupa, são os homens do exército inimigo. Não a quantidade, mas se os rumores forem verdadeiros, eles não dormem, não comem e nem descansam. Se, com tudo isso, ainda assim alcançarem os túneis, será nossa perdição.

Mas vamos lidar com o que temos de concreto, por enquanto. Acho que o melhor a se fazer, é reunir os arqueiros em volta do muro, como não teremos tempo para preparar nada para as nossas defesas, teremos que confiar naqueles magos. Manteremos a batalha de longe, o máximo possível. Ficando atentos as catapultas.

Os que passarem pela ponte, encontraram nossas espadas afiadas.

Mais alguma ideia? Estão de acordo com as minhas?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Panter - Heidi   Qui Dez 05, 2013 9:13 am

Todos concordaram com suas ideias. O trio sempre está em sintonia, um sempre sabe o que o outro deseja e isso era bom para o comando da tropa.

A noite avança e todos seguem para suas tendas para descansarem, porém a general não consegue dormir. Tendo inúmeros pesadelos, está inquieta, rolando de um lado a outro. Um dos pesadelos, foi ver vários cavaleiros negros matando os habitantes de uma vila e abusando das crianças, isso fez com que a general perdesse totalmente a sua vontade de dormir e levantar da sua cama.

A general sabe que não é justo acordar a todos a essa hora, pois o próximo dia, será o último até a chegada na cidade, e lá não terão descanso, pois ao amanhecer os inimigos já estarão na cidade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 26
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: Panter - Heidi   Ter Jan 07, 2014 8:56 pm

Toda vez que uma grande batalha se aproximava, Iasmim ficava assim, inquieta, tendo inúmeros pesadelos, mas um em específico, a deixou completamente transtornada e sem vontade de dormir.

Ela se levanta, toma um copo d'água, o acampamento estava um silêncio mórbido, diferente de horas atrás, onde o bater de escudos e espadas ecoaram no horizonte. Sai um pouco da sua tenda para olhar as estrelas.

Não conseguindo dormir, resolve ficar sentada olhando o mapa, tentando ver algum ponto que tenha passado despercebido.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Panter - Heidi   Qui Jan 23, 2014 9:14 am

Enquanto observava os mapas, os estudando a procura de algo que possa utilizar a seu favor, escuta passos muito leves caminhando por entre as barracas, não eram seus soldados, pois se fossem não iriam querer se esconder. Por sua experiência devem ser três pessoas, caminhando próximo a sua tenda.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 26
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: Panter - Heidi   Qui Jan 23, 2014 1:55 pm

Assim que escuta os passos, silenciosos, escondendo-se entre a tenda. Ela pega uma adaga que estava sob a mesa, força seus olhos para ver o vulto de algum dos três, já que dentro da tenda havia lampiões acessos, o que facilitava a sua visão.

Tentava fazer movimentos leves, para que não escutassem a sua ação. Arremessa a adaga em cima do mais próximo, tentando acertar a cabeça. Em seguida retira a sua espada, se localizando pelos vultos, espera uma brecha e sai em posição defensiva, atacando o que estava mais próximo, com um corte de cima para baixo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Panter - Heidi   Seg Jan 27, 2014 3:45 pm

Movimentos rápidos e precisos. A adaga acertou uma artéria no pescoço do intruso jorrando sangue para todos os cantos. Assim que se apresentou sua espada fez um estrago no peito do segundo, levando-o ao chão sem vida. Porém o terceiro retirou duas espadas curtas e está em posição de defesa.

Seu olhar percorreu todo o local e percebeu que todos os três estavam vestidos com um manto negro e possuem máscaras negras, impedindo que seu rosto seja revelado.

O estranho estava esperando por sua ação.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 26
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: Panter - Heidi   Ter Jan 28, 2014 5:53 pm

O sangue estava fervendo. O inimigo fora tão ousado, tentar um ataque de surpresa, dando fim a general, uma baixa dessa, seria catastrófica. Após sua ação rápida, eliminou sem problemas dois homens, mas faltava um.

Era como uma dança entre leões, primeiro, o estudo. Ambos se analisavam, estudando cada possível golpe. O que a intrigava, era o porque das máscaras. Mas já descobriria. Segura firme no cabo da espada, olhando fixamente para o seu adversário.

Não poderia matá-lo de imediato, tinha que interrogá-lo. Em um movimento rápido, ela joga com o pé areia na direção dos olhos dele, e em seguida desfere um golpe no seu braço, tentando arrancá-lo. Tomando a devida distância em seguida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Panter - Heidi   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Panter - Heidi
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Com a cabeça nas nuvens: homem monta casa dentro de carcaça de avião nos EUA

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mundo RPG :: Arquivo Morto :: JOGOS :: A Irmandade da Guerra :: Área ON - Jogo-
Ir para: