Mundo RPG

O Lar do Rpgista Brasileiro
 
InícioInício  PortalPortal  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Panter - Bones e Heidi

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Panter - Bones e Heidi   Sex Out 18, 2013 1:53 pm



http://max4ever.deviantart.com/art/Castle-46289488

_________________

Panter, a cidade da ponte.

Um local muito bem localizado. Em seus arredores há muita árvore, água, terra boa para plantação, portanto, a agricultura é o ponto forte da cidade.
A cidade tem apenas uma entrada para forasteiros, que é justamente a ponte. Muito justa e comprida. O número de soldados não importa, pois todos precisam se afunilar, então, a estratégia é a melhor coisa a se fazer.

A cidade conta com uma pequena tropa, que são 200 arqueiros e 200 soldados infantes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: Re: Panter - Bones e Heidi   Ter Out 22, 2013 10:43 am

Malafire havia dito o que pensava diante de um salão repleto de egos inflados, mas em nada se importava com brigas mesquinhas e desavenças, estava na hora de obedecer ao seu rei e cooperar junto de seus irmãos com a general, ambos encarregados de defender Panter, uma cidade que naturalmente estava bem preparada.

- Eu queria ter estado lá pra ver a cara de todos eles quando você falou, realmente tacou lenha nessa fogueira... hehehe Era o mago do ar, achando graça da situação.

- Acho que nada mudou com isso. Falou com uma voz rouca o mago da terra

- Tão cabeças duras quanto você, né Ironheart ? hehe

- RRgggh seu...

- Parem com isso, estamos aqui para mostrar o que aprendemos, temos um trabalho a fazer. Falou mais delicadamente, mas mesmo assim séria, a maga da água.

- Acho que cada um de vocês tem um pouco de razão, irmãos, mas se mesmo nós estamos juntos depois desses longos anos, acho que eles também podem aprender a conviver sem tentarem se matar ou destruir tudo ao redor... Disse Malafire, num tom pensativo.

Junto deles estava o mago conjurador, mas diferente dos outros, permanecia em silencio, observando a cidade ao redor, ja imaginando o que poderia ser feito ali... Os cinco iam em direção ao forte, para se apresentar e averiguar todo o contingente no momento, que por sinal, o deixou um pouco desanimado ao ver um regimento tão pequeno como aquele. Pelo visto, ele e seus irmãos teriam muito trabalho. Mandou alertar a população de fora da cidade, nas redondezas, que fossem o mais rápido para a cidade ou se afastassem aqueles que não pudessem lutar, e não deixassem mantimentos para traz, o que não pudesse ser carregado, deveria ser destruído para que o inimigo não colocasse as mãos nele.

- Pelo que podemos ver aqui, precisaremos aguentar um dia de batalha contra os inimigos sozinhos.

Nosso dever é proteger esse lugar, então vamos deixar as tropas dos portões para dentro.

- Concordo. Devemos também tirar vantagem do local, acho que uma emboscada na ponte resolveria num primeiro momento...

- Não podemos todos fazer as pazes e ir embora daqui?

Após esse ultimo comentario, todos olharam serios para o mago do ar sorridente e logo o sorriso se desfez devido a seriedade da situação.

- Podemos prende-los de sair da entrada da ponte e atacar quem tentar se aproximar dos portões, com sua ajuda Ironheart.

- Preferia que acabassemos com todos de uma vez...

- Poderiamos, mas acabariamos colocando em risco a cidade e os arredores...

- Tem razão...

Se dependesse apenas de Malafire, não esperaria ali na cidade e ja partiria rumo ao encontro com o exercito inimigo e acabaria com tudo longe dali, mas o objetivo ali era proteger a cidade custe o que custar e assim deveriam fazer... Ficando claro isso, planejaram aguardar que um grupo tentasse entrar pela ponte e a tomasse, ficando de cara com o portão. Ironheart e Siphus estariam proximos a entrada da ponte, debaixo dela e assim que recebesse um sinal de Malafire, levantaria uma barreira na entrada, prendendo o grupo ao mesmo tempo que ocultasse o que aconteceria ali com bastante poeira. Do alto dos muros, Malafire e os arqueiros atacariam, enquanto que Tarius agiria próximo dos portões, atacando os mais próximos com suas feras quando recebesse o sinal. Saphira ficaria próximo de Tarius, para garantir que o portão não seja aberto e curar quem se ferisse.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Panter - Bones e Heidi   Ter Out 29, 2013 1:01 pm

Os magos foram teletransportados diretamente para a cidade que lhes foi designada e que será a primeira a ser atacada. Ao chegarem já observaram como é a disposição da ponte e traçaram uma estratégia de combate para aguentarem um dia de combate até a chegada da tropa da general.

Depois de verificarem tudo que há na ponte, perceberam que o fundo dela é composto por árvores, mas a altura é de aproximadamente um 500 metros, então a queda é fatal, e com essa impressão seguiram até o forte da cidade, para se apresentarem e iniciarem os preparativos.

No forte encontraram um capitão, com cerca de 45 anos, portando uma armadura de couro e uma espada curta, além de um escudo em suas costas e uma barba rala. Com a voz firme ele diz:

- Já estava os esperando. Sou Rothwell, o capitão da tropa dessa cidade.

- Meus batedores disseram que os inimigos chegaram em 3 dia em nossa ponte. Meus soldados estão prontos para defender nosso portão, porém ficaremos as suas ordens. Os inimigos são em torno de 7000 soldados, e possuem algumas catapultas, além de muitos aríetes e arqueiros. Eles marcham como se algo os tivesse perseguindo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: Re: Panter - Bones e Heidi   Sex Nov 01, 2013 9:02 am

O responsavel apareceu, mas pelas vestimentas ficou claro que eles não possuiam uma milicia fortemente preparada para lidar contra um exercito inimigo, quanto mais o numero de inimigos que ele falou, portando armas de guerra e uma determinação no mínimo estranha... Com um tom firme e superior, respondeu ao homem, mas de forma nobre e não rude.

- Sou Malafire, General do Rei e encarregado de segurar as defesas dessa cidade ate os reforços chegarem. Preciso que me forneça todas as informações possíveis sobre o terreno de onde eles vem e repassem a ele... - Falou ele, se referindo ao mago da terra -... e pontos fracos da cidade, como regiões onde o muro for mais fraco ou portões que foram lacrados. Saidas de esgoto também. Pegue um mapa e me mostre capitão, não temos tempo a perder.

Pela formação do lugar, ainda planejava aquela tática para destruir boa parte das armas de guerra que eles traziam, usando a poeira e ventos para ofuscar a visão das catapultas e aprisionar um grupo na ponte para destruir alguns arietes, mesmo que fosse preciso construir um pequeno "degrau" para o posicionamento dos dois magos proximos a entrada dela.

O que tivesse na ponte encontraria seu fim no fundo dela, mas para isso precisaria garantir que o exercito fosse levado ate esse único caminho, evitando serem flanqueados. Precisava das informações sobre os terrenos ao redor para com a ajuda de Ironheart e Saphira, ambos "modelarem" o terreno para uma forma mais favorável a eles. Enquanto aguardava o capitão, Saphira se aproximou e falou.

- Senhor... -Se referiu assim a ele por questão de status no local, pois Malafire havia sido designado como General e precisavam dar o exemplo de hierarquia. ... Quando falou sobre o terreno, me surgiu a ideia de usar uma camada de gelo sobre a ponte, isso pode facilitar muito nossa defesa...

- Concordo, Saphira. Capitão, como estamos de suprimentos? Temos bastante agua na cidade?

Podia ser um mago do fogo, mas conhecia sua esposa e sabia que era um tremendo esforço e desgaste criar muita agua, quanto mais que cobrisse toda aquela ponte e precisava dela em seu potncial maximo para qualquer eventualidade. Se ja houvesse agua suficiente ali, seria mais facil dela converter em gelo e com isso criar uma armadilha sem volta...

[off: mals a demora =X ]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Panter - Bones e Heidi   Sex Nov 01, 2013 1:48 pm

O capitão solta um leve sorriso, como se estivesse aliviado com a chegada de reforços, ele claramente estava receoso da iminente batalha, mas tentava não transparecer. Assim que você pede pelo mapa ele caminha até uma mesa que há no canto da sala e os chama. Mostrando o mapa da cidade.

- A cidade não tem muros general, apenas há o castelo a frente da ponte e as torres, essa é a nossa proteção. Quanto aos suprimentos, temos um lago de água potável, plantações, árvores em abundância, então não teremos problemas com isso.

- Eu nunca encontrei, mas dizem que há uma passagem que fica no fundo da ponte que vem até uma das florestas que circulam nossa cidade. Já enviei batedores, caçadores de confiança, mas nenhum deles encontrou. As saídas do esgoto são duas, uma a cada lado da ponte, numa distância de 50 metros e a 5 de altura.


_____________

Obs.: o mapa está no seu email.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: Re: Panter - Bones e Heidi   Ter Nov 05, 2013 3:32 pm

-Ou pode ser que eles não sabiam exatamente o que procurar... hehe

Disse o mago do ar, se intrometendo. Para sua própria surpresa, acabou que Malafire não falou nada contra, ao contrário, parecia pareceu ate ter tido uma ideia com aquele comentário.

- Então garanto que você deve ser o melhor que temos para achar uma fresta ou qualquer passagem de ar que possa esconder uma fraqueza ou ponto fraco nas nossas defesas, não? Acha que consegue?

- Desde quando esta duvidando que não consigo algo tão simples assim? vai ser...

Nesse momento ele parou e seu sorriso todo cheio de si começou a sumir de seu rosto, havia finalmente visto que caiu no jogo de palavras de Malafire e que havia acabado de concordar em ter um trabalho longo e cansativo, tudo o que não gostaria. Quanto a Malafire, voltou a sua atenção ao mapa, conversando com o capitão.

- Não acho que essa quantidade será suficiente para cobrir a ponte e ainda servir para a sede de todos. Saphira, vou ter que pedir que se esforce ao máximo. Ele a olha, sabendo que não seria tão facil assim, mas confiava ela. Por sua vez, ela acena positivamente a cabeça, com um leve sorriso, com uma expressão quase imutável.

-Capitão, precisaremos que cortem algumas árvores abaixo da ponte e façam com elas cercas e lanças embaixo dela e cercando nosso paredão rochoso abaixo, para que quem caia encontre seu fim lá embaixo e atrase qualquer aproximação por baixo. Vamos tentar concentrar todo o combate na ponte, impedir a movimentação das tropas e defender o castelo ate a chegada de reforços, quando iremos contra-atacar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Panter - Bones e Heidi   Qua Nov 13, 2013 7:37 am

O capitão fica espantado com sua proposta, seu rosto demonstra preocupação e com certo receio lhe diz:com

- Meu senhor, reparou a altura da ponte até as árvores que existem lá embaixo?! Pelos meus cálculos se aproximam de 500 metro de altura, nenhum de nossos homens nunca desceu lá e não temos equipamento para tal feito.

- Desculpe, mas não teremos como cumprir com o seu pedido. Mas podemos fazer uma cerca a frente da ponte e improvisar algumas catapultas...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: Re: Panter - Bones e Heidi   Dom Nov 17, 2013 1:50 pm

Pelo visto Malafire andava meio esquecido sobre certas limitações das pessoas comuns quando se tratava de fazer algo, talvez estivesse passando tempo de mais apenas com estudiosos dos caminhos arcanos...

- É de me espantar, capitão, que morem em um lugar onde não conhecem o que tem a seu redor. Teremos que agir com o que temos então. Se concentrem nas catapultas, mas evitem as cercas na frente. Queremos ter certeza que eles pensem que a cidade não oferece qualquer resistência e se aproximem o suficiente.

- Então acho que não vai precisar mais de mim né? Disse o mago do ar num tom mais aliviado.

- Ainda está aqui? Disse Malafire soltando algumas brasas de sua respiração.

Estava claro que havia uma preocupação ali e até mesmo o mago do ar vendo a reação de Malafire pode entender que era sério e decidiu cooperar mais, tirando por instantes o sorriso do rosto, mostrando um pouco mais de seriedade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Panter - Bones e Heidi   Ter Nov 19, 2013 8:15 am

As horas passam, o capitão da cidade reúne seus soldados e começam a preparar as catapultas, pelo tempo que possuem irão conseguir fazer quatro, além disso eles reuniram grande quantidade de óleo que poderá ser usado para fazer fogo e assim queimar os oponentes. Também trouxeram muitos galões com cerca de mil litros d'água para próximo do portão assim como tinha solicitado.

A cidade estava muito inquieta, seus moradores com medo, nunca foram atacados anteriormente e não sabiam o que fazer, visto que não possuem um exército para defendê-los, apenas alguns magos e a promessa de que uma tropa está vindo para ajudá-los.

O prazo está se esgotando para chegada dos inimigos e até o momento possuem as catapultas, o óleo e a água, fora isso não conseguiram descer até o fundo do penhasco para encontrar a tal passagem nem colocar as estacas para terem certeza que aqueles que chegarem sejam mortos.

Pelos cálculos de Malafire, os oponentes irão chegar na manhã seguinte, e uma dúvida não sai de sua mente, será que apenas a tática dos magos será suficiente para detê-los?!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: Re: Panter - Bones e Heidi   Ter Nov 26, 2013 11:35 am

Em toda a sua vida, Malafire não havia presenciado uma movimentação em tão larga escala como aquela, com toda a cidade se movendo e se preparando para um combate proximo. Havia imaginado pelas informações que foram fornecidas que eles chegariam pela manhã, mas desconfiado da tal motivação do inimigo, decidiu antecipar o cronograma, precisaria d tudo pronto ainda com a lua alta no céu.

Basicamente ele e seus companheiros tinham o peso de inumeras vidas em seus ombros, eles não poderiam falhar. Ao mesmo tempo, aquelas eram pessoas humildes, camponeses ou comerciantes que de nada conheciam a guerra. Ele se sentia responsavel por eles, não deixaria que ninguem se ferisse, tudo deveria ser como o planejado e ganhar tempo suficiente.

Sua expressão era seria, constantemente saindo fagulhas de sua respiração, com os punhos cerrados, pensando em como aumentar ainda mais as chances de vitoria. Ele proprio não era muito bem em planejar, era um homem de ação. Se houvesse algo que precisasse ser feito, ele o fazia, não perdia tempo pensando e pensando.

- Você também deve poupar energias, precisaremos de você por inteiro amanhã. Disse sua esposa, enquanto os dois estavam na muralha sozinhos, olhando para a movimentação e vendo se tudo estava indo certo.

- Nos podemos ser poderosos, mas será o bastante? Olhe toda essa gente, nenhum deles parece ter enfrentado algo maior do que um lobo selvagem ou um bebado de taverna. Deveriamos...

- Esse não parece o homem com quem me casei. A idade esta te tornando mais hesitante? hehe Todos estão fazendo sua parte. Ironhearth ja esta preparando o solo la fora, Siphus vai usar suas magias e tentar localizar alguma passagem la em baixo. Tarius ja esta tentando conhecer e preparar algumas criaturas das redondezas para axiliar na ponte. E você... -Disse ela se aproximando um pouco mais dele - Esta tentando tomar todo o peso para seus ombros, esquecendo que estamos aqui tambem com o mesmo objetivo e preocupações.

Após falar, ela se vira e começa a descer os degraus de pedra.

- Obrigado. Realmente precisava disso...

Respondeu ele enquanto ela saia, ja com um tom mais confiante. Caberia ele naquele momento supervisionar tudo e ter certeza que estava tudo saindo conforme o planejado. Procurava manter o capitão por perto, para se informar e ver se precisaria mudar algo a tempo, dessa vez mais determinado do que antes. Pediu então que um soldado fosse a cavalo ao lado de fora, avisar Ironheart sobre uma ideia que teve, baseada numa lembrança de quando ainda eram pequenos, pedindo que ele criasse alguns pontos "ocos" abaixo da terra, camuflados, algo que aguentasse por um tempo uma pequena tropa mas que com alguns tremores e tiros de catapulta fizessem despencar, localizados mais nas laterais, de forma que o centro fosse um lugar mais "seguro". Isso tornaria o terreno ainda mais desfavorável para os inimigos e os aglomerariam.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Panter - Bones e Heidi   Qui Dez 05, 2013 9:07 am

O tempo passou. Os magos fizeram sua parte. O capitão da cidade conseguir preparar quatro catapultas, as quais podem arremessar pedras e tudo o que desejarem, certamente será muito bom para retardar as tropas inimigas.

A população da cidade ainda se manter inquieta, porém estão mais confiantes, pois viram os magos fizeram um bom trabalho na defensiva e, com isso, os deixaram um pouco despreocupados.

As informações que os batedores trouxeram é que a tropa inimiga chegará apenas ao amanhecer, estão muito longe, e mesmo que marchem a noite toda irão demorar para chegar. Mas o que assustou o mago do fogo foi a quantidade de soldados, em torno de dez mil oponentes, contando com infantaria, cavalaria, arqueiros, lanceiros, catapultas, aríetes e muitos suprimentos. O oponente estava vindo preparado para uma batalha longa.

Os magos se reuniram a noite para um jantar e tentar desconversar. Discutiram sobre as táticas de guerra. O mago do ar informou que não encontrou a tal passagem, talvez seja apenas boatos. O capitão informou que seus soldados estão preparados para seguir as ordens do general.

Malafire e sua esposa foram dormir mais cedo. O general estava inquieto e muito preocupado e, visando o relaxamento do mago do fogo, o levou para um banho relaxante onde se esqueceram dos problemas e tiveram uma ótima noite.

Antes do amanhecer. Malafire reuniu todos os magos e o capitão. Estavam próximos ao portão conversando sobre como iriam manter a batalha. E não tardou para que os oponentes pudessem ser visto no horizonte.

Malafire pode ver um guerreiro se distanciar da tropa, caminha lentamente, mas não é um simples soldado, pela imponência e pela armadura e armas, ele deve ser o general da tropa. Por estar sozinho deve querer falar com o general da cidade, ou seja, o mago do fogo.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Panter - Bones e Heidi   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Panter - Bones e Heidi
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» mazoquecara adm - bones bolado parte 2
» Com a cabeça nas nuvens: homem monta casa dentro de carcaça de avião nos EUA

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mundo RPG :: Arquivo Morto :: JOGOS :: A Irmandade da Guerra :: Área ON - Jogo-
Ir para: