Mundo RPG

O Lar do Rpgista Brasileiro
 
InícioInício  PortalPortal  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 3a Cronica de Skundar: Por Omega!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
AutorMensagem
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Ter Jan 14, 2014 5:25 pm

O ultimo andar é alto demais e além do seu alcance, mas a janela para o andar onde eles estão está dentro de seu alcance.

A unica janela que não está obstruida por grades é a mais próxima a escada, apesar de ter tábuas de madeira bloqueando o acesso, elas são facilmente destruidas pelo seu peso. Você usa seu biotic charge para chegar lá.

Assim que seus pés alcançam o chão, se a ultima coisa que você vê ao olhar para o lado é um raio azul indo na sua direção, uma pancada violenta o atinge, empurrando-o para trás, para perto das escadas, era o turian que acabou de dar-lhe um gosto de como é estar do lado errado de uma biotic charge. (4 de dano)

O turian rola para o lado, enquanto você se recuperava do 1o golpe, outro raio azul vai em sua direção acertando-o de novo. fazendo-o cair rolando pelas escadas. (2 de dano) Ao olhar para cima voce percebe os três se alinhando aproveitando a posição superior para atirar, do andar debaixo existe uma mesa, dois sofas e a porta por onde você e Schells entraram anteriormente para cobertura.

OFF: Seus escudos estão zerados e voce tomou 2 pontos de dano contusivo. Sua barreira e tech armor ainda estão em cooldown

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Qua Jan 15, 2014 9:21 pm

Skundar mal termina sua biotic charge, sequer tem tempo de olhar para o lado: ele sente um impacto forte que o empurra vários passos para trás... e o turian está ali, a sua frente. Antes que possa registrar o que aconteceu, outra pancada forte tira os pés de Skundar do chão.

O krogan já havia experimentado ser arremessado antes. Ele sabia que logo sentiria o chão batendo em suas costas...  mas dessa vez o chão não chegou, ou pelo menos demorou para chegar.

Logo Skundar sente uma pancada forte, e o mundo começa a girar enquanto ele literalmente rola escada abaixo. Ele para abruptamente com uma pancada forte no chão do térreo.


- UGH! ! !

Desorientado, com os alarmes do HUD piscando avisando que ele estava sem escudos Skundar percebe que tinha que agir rápido, pois corria perigo. Ele logo se situa deitado no chão de barriga para cima, com a shotgun ainda em mãos. Skundar rola para o lado e se levanta rapidamente, correndo desajeitando e tropeçando em direção a porta por onde ele e Schells haviam entrado, tomando cobertura atrás de uma das paredes, do lado de fora.

- FINALMENTE APARECEU ALGUEM COM QUADS O SUFICIENTE PARA ME ENFRENTAR HOJE ! ! !  - Skundar grita enquanto surge da cobertura só o necessário do corpo, graal spike thrower em mãos, ele mira no humano novamente e dispara contra ele.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Seg Jan 20, 2014 7:26 pm

Você encontra uma cobertura relativamente segura e no intervalo entre várias rajadas contra você, você atira.

Seu tiro foi certeiro entre os olhos do humano, literalmente sua cabeça é empalada na parede enquanto seu corpo decapitado rola escada abaixo.


Asari: - FIlho de uma...

Turian: - Vai morrer por isso krogan!

Você escuta um barulho de metal pingando no chão logo ao lado, assim que seus olhos encontram o chão você avista uma granada.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Ter Jan 21, 2014 4:53 pm

Skundar observa a cena rapidamente: a cabeça grudada na parede, o corpo rolando escada abaixo. . .

- . . .  pffHA HA HA HA HA! ! ! !  -rindo histéricamente da cena que era simplesmente cômica para o krogan, ele volta para a cobertura, se escondendo das rajadas de tiros disparadas pelos inimigos.

- NÃO SOU EU QUE VOU MORRER! MATEI SEUS AMIGUINHOS E AGORA VOU MATAR VOCÊS! ! !

Ele mal termina de falar e ouve o som metálico no chão próximo. Sem pensar muito, Skundar corre alguns passos depois se joga para o mais longe possível da granada, ainda do lado de fora do prédio.

Caso Skundar ainda possa agir depois da explosão, ele vai se aproximar daquela janela onde havia visto os inimigos pela primeira vez e tentar disparar mais um tiro com a graal spike thrower, dessa vez contra a asari.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Qui Jan 23, 2014 10:11 pm

Seu tiro mais uma vez é certeiro, furando os escudos da asari e empalando-a pelo peito na parede.

Na mesma hora você vê um raio azul saindo pela janela, era o turian fugindo, logo em seguida um tiro de sniper ecoa e o silencio reina. Os radios voltam a pegar e você escuta Drannen falando.


Drannen: - Peguei um já podemos...ops perai.

Outro tiro, os gritos do que havia sido atingido lá fora antes param de vez.

Drannen: - Sabia que tava esquecendo alguma coisa...mal ae. Me encontra aqui no prédio dos quarians.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Qui Jan 23, 2014 10:28 pm

- O PRÓXIMO É VOCÊ, TURIAN! O PRÓXIMO. . . - ele então ve o raio azul saindo pela janela e escuta o tiro de Drannen.

Skundar então recebe as mensagens de Drannen:

- Ok, pega os rádios deles se puder. Eu vou pegar o desses aqui.

Skundar então entra no prédio, shotgun ainda em mãos. Primeiro ele vai no corpo do humano caído na beirada da escada. O krogan pega o grenade launcher dele com um sorrisão, ainda um pouco sobre os efeitos da blood rage. Ele guarda a arma no suporte de de armas pesadas da armadura e  pega o rádio do humano. Em seguida, ele sobe as escadas para pegar o rádio da asari.

Skundar olha a cabeça do humano e a asari pregados na parede e volta a rir. Ele ativa sua omni-tool e tira uma foto da cena que não deixava de achar hilária. Em seguida, ele pega o rádio da asari e desce.

Assim que esta saindo do prédio, Skundar ve novamente o corpo do salarian com o drone. Ele se aproxima um pouco, ativa a omni-tool e tenta hackear o drone para pegar informações e para neutralizá-lo.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Sab Jan 25, 2014 8:39 pm

Você apanha o grenade launcher, você tem a impressão que uma arma pesada portatil com certeza seria util, especialmente contra os tanques caso o pior aconteça.

Apanhando os rádios você percebe que já tem mais que o suficiente, tudo que precisava era de um lugar quieto e de tempo para fazer o amplificador, mas no momento você sabe que escoltar os quarians e Malus é a prioridade.


Assim que você se aproxima do drone e começa a checa-lo, Drannen aparece a seu lado.

Drannen: - Já temos tudo?

Você percebe que o drone tem defesas bem feitas, o máximo que você consegue é usar os dados da omni tool do salarian para enganar o sistema do drone e faze-lo pensar que você é o salarian, o drone parece ser para reconhecimento, suas armas se limitam a um pequeno choque...configura-lo adequadamente levaria certo tempo e exigiria um nivel de trabalho que você não pode disponibilizar no momento.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Sab Jan 25, 2014 9:25 pm

Skundar se concentra em quebrar as defesas do drone, a ponto de nem perceber Drannen chegando.

Skundar olha para ele rapidamente quando o volus fala, surpreso, e em seguida responde:


- Tudo e um pouco mais. - ele diz enquanto ativa o drone para segui-lo.

- Vamos, eles tão ali.

O krogan vai então até a porta do local onde havia deixado os quarians, passando novamente pelo beco onde ele havia despedaçado os turians. Ele se aproxima da porta e bate duas vezes:

- Ei! É o Skundar! Malus? Zyer?

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Sab Jan 25, 2014 11:17 pm

Drannen: - Perfeito! Vamos pegar os quarians e acabar logo com isso.

Você vai na frente abrindo a porta, dando de cara com um dos mercenários morto com um tiro na cabeça, você aponta a arma para o lado por impulso ao ver um sinal de movimento, era Malus com uma pistola na mão tremendo, aparentemente quem teve que atirar nele foi o salarian.

Malus: - E...ele entrou aqui antes deles chegarem...achei que ele ia chamar os outros, pedi pra ele ficar parado mas o meu dedo escorregou no gatilho...

Ele parecia obviamente nervoso, estava na cara que ele nunca matou ninguém na vida.

Drannen: - Ta tudo bem filho, me dá essa arma.

O volus pega a pistola da mão tremula do salarian.

Drannen: - Cadê os outros?

Malus: - Falei pra eles irem pros andares superiores, achei que seria melhor pra se esconder.

Drannen: - Você fez um bom trabalho Malus, agora é com a gente.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Dom Jan 26, 2014 12:44 am

O krogan estranha a falta de resposta quando bate na porta, saca a shotgun e entra. Ele ve o mercenário morto no chão, e na hora que nota movimento, se vira rapidamente na direção, vendo Malus. Skundar baixa a shotgun, ouvindo o salarian falar.

Skundar se aproxima junto de Drannen quando este tira a arma do salarian, e adiciona:

- É, deixa com a gente agora.

Skundar se vira para seguir Drannen, mas para.

- Ei, ahm. . . - o krogan pensa um pouco, olhando o salarian. Por mais que matar fosse algo natural para Skundar, ele tinha noção que para outras raças não era algo tão simples. - . . . você fez o que tinha que fazer. Você salvou os quarians, Malus. Bom trabalho!

Skundar diz, dando um tapinha no ombro do salarian com cuidado. Ele então vira para Drannen:

- Ah é! Drannen, cuidado com o varren. Ele tem cara de mau mas é bonzinho, você vai ver!

Skundar então segue para os andares superiores, shotgun não erguida mas em mãos, só por precaução. Ele procura por qualquer sinal dos quarians:

- Zyer? Nysaso? - Skundar fala, não muito alto, quando chega no andar de cima.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Dom Jan 26, 2014 1:31 am

Suas tentativas de consolo não eram exatamente...efetivas. Drannen olha pra você e pelo tom dele voce repara a intenção.

Drannen: - err...vai ver como os quarians estão.

Você sobe para o segundo andar, os quarians estão todos lá, obviamente assustados pelo tiroteio mas ilesos, Zyer vai até você.


- Ouvimos os tiros. Eles ainda tao por lá?

Aralakh corre até voce quase te derrubando, com a lingua para fora e o rabo abanando.

Drannen e Malus alcançam você em seguida.


Drannen: - Certo chegamos aqui, mas não acho que escoltar essa quantidade de pessoas sem ninguem ver vai ser facil.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Dom Jan 26, 2014 10:47 pm

Assim que vê os quarians e nenhum perigo, Skundar guarda a shotgun, enquanto responde para Zyer:

- Tão sim, jogados de cara em poças do próprio sangue. Aralakh! - Skundar da um passo para trás com a pancada do varren, passando as mãos na cabeça de Aralakh, enquanto olha para os quarians - Estão todos bem por aqui?

Drannen e Malus então chegam, e Skundar tira Aralakh de cima de sí.

- Sim, é verdade. - ele diz, olhando para todos os presentes novamente - Mas eu acho que tenho uma idéia. Mas antes que eu me esqueça, seu pai mandou isso para você. - Ele então se aproxima de Malus, pega o aparelho de invisibilidade de Schells e da para o salarian. Então ele se vira para o volus - Drannen, o dispositivo do Shulgo.

Depois de pegar o dispositivo de Drannen, o krogan acha uma mesa ou alguma superfície plana e coloca os rádios e o dispositivo nela.

- Ok... primeiro, precisamos saber o que esses caras tão fazendo. -Skundar pega um dos rádios para ele, para ouvir as conversas dos inimigos. Então ele pega outro e da para Drannen - Segundo... eu vou fazer o amplificador primeiro, depois decidimos o que fazer. O Schells falou que eles tem uma nave, quem sabe não conseguimos extrair os quarians com ela?

Após separar tudo sobre a mesa:

- Ok, agora vou precisar me concentrar, me deixem quieto um pouco.

Skundar se concentra por um momento, limpando sua mente de tudo que estava acontecendo e vai ao trabalho, tentando criar o amplificador de sinal para o dispositivo do Drannen.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Ter Fev 04, 2014 4:37 pm

Zyer: - Otimo. Que os varrens comam eles e os caguem na rua! Estamos bem...assustados pra caralho mas bem.

Malus pega o aparelho de Schells.

Malus: - Devia saber que ele ia fazer isso...talvez eu consiga ajudar melhor com isso.

Drannen: - Você já fez mais do que precisava. Agora deixa com a gente.

O volus entrega o dispositivo. Todos resolvem te dar um espaço para trabalhar, levou um tempo até conseguir desmontar tudo e achar a frequencia certa que neutralizaria o sinal deles, possibilitando que as comunicações normais pudessem ser ativadas.

Levou duas horas mas tudo ficou pronto. O aparelho se ligado emitiria ondas a uma frequencia oposta ao dispositivo dos mercenários que até então bloqueavam suas comunicações, mas você sabe que o sinal pode acabar sendo rastreado se algum dos engenheiros deles conseguir rastrear a fonte da frequencia.


________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Qua Fev 12, 2014 5:16 pm

Skundar se concentra no trabalho. Depois de algum tempo trabalhando, ele tira o capacete e deixa de lado na mesa. O capacete rouba sua atenção por alguns segundos e ele fica observando quão coberto de sangue seco e poeira aquele capacete estava. Por um momento, Skundar reflete o quão longe ele veio desde que saiu de Tutchanka. Ele então retira suas luvas para ter mais agilidade com os dedos e volta ao trabalho.

Agora, com sua face exposta, todos podiam ver o nível de concentração de Skundar no aparelho que estava montando. Aqueles que o conheciam poderiam jurar que o krogan barulhento e falador havia se transformado em outra criatura. Qualquer interrupção ou a mera aproximação de alguem fazia com que Skundar olhasse feio e grunhisse de descontentamento. Ele parecia tolerar apenas Aralakh, mas não muito. Ocasionalmente ele o acariciava na cabeça enquanto parava para pensar, mas se Aralakh se aproximasse demais do que Skundar fazia o krogan o afastava com uma das mãos.

Após as longas duas horas de trabalho, Skundar se levanta, ainda apoiado na mesa com as mãos, se curvando um pouco para frente, olhando de todos os lados o aparelho que havia acabado de fazer. Ele então volta ao normal, parecendo extremamente satisfeito:


- Pronto! - Skundar fala mais alto que o necessário, então se vira para os outros falando mais normal - É só ligar isso daqui e os caras só vão ouvir estática!

O krogan então veste novamente as luvas da armadura, saca a shotgun e começa a recarregar ela:

- Certo! Vamos fazer o seguinte: assim que eu ligar o aparelho, vocês contactam Schells. Mandem ele chamar a nave que tinha falado e passa essa localização. Assim que os quarians e as crianças tiverem seguros nós vemos como acabar com esses caras.

O krogan então prende o aparelho em sua armadura.

- Enquanto isso, eu vou dar uma volta com o aparelho por ai. Assim que eu ativar ele existe uma chance que eles tracem nossa localização. O único meio é se o aparelho estiver se movendo. - Skundar então coloca seu capacete - Tomem cuidado, eu não quero esses caras matando mais ninguém.

Ele se concentra um pouco e ativa sua barreira biótica, em seguida ele ativa a omni-tool e liga sua tech armor.

- Estaremos separados mas ainda teremos que trabalhar como um time. Alguma pergunta?

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Ter Fev 18, 2014 3:08 pm



Seu trabalho é arduo e requer toda sua concentração. Drannen achou melhor levar todos para o andar debaixo e deixa-lo se concentrar.

Aralakh tem que ser empurrado pelo focinho algumas vezes mas acaba sossegando e dormindo ao seu lado conforme você trabalha para modificar o aparelho de Drannen.

O dispositivo era engenhoso e ao mesmo tempo rústico de certa maneira, o que tomou seu tempo era o fato de que você não podia cometer qualquer erro visto que não tem peças reservas ou segundas chances.

Após duas longas horas você consegue respirar aliviado e ter orgulho em ver que suas habilidades como engenheiro estão afiadas. O aparelho está travado e pronto.

Assim que você anuncia o término, Drannen e Malus sobem as escadas, o barulho dos passos acorda Aralahk.


Drannen: - Você conseguiu!? Perfeito!

Você chega sua Shotgun, ainda tem munição, mas não muito. O lado bom é que sua arma é um verdadeiro canhão, capaz de empalar inimigos blindados rapidamente, mas sua munição é diferente do padrão, ou seja, você tem que adquirir munições exclusivas para ela já que ela usa espetos enormes ao invés da energia normal que thermal clips produzem.

Ambos escutam seu plano, o volus cruza os braços pensativo, é dificil determinar sua expressão por causa do capacete, Malus por outro lado...


Malus: - Isso é loucura! Eles vão cair com tudo em cima de você!

Drannen: - Não temos escolha. Se ficarmos aqui podemos acabar mortos no bombardeio, mesmo que eles não nos acertem diretamente, esse prédio mal ta conseguindo se segurar, os abalos das bombas podem faze-lo ruir. Não posso dizer que gosto de te usar de bucha de canhão...mas não temos escolha, você é o mais equipado para aguentar.

Ele recarregao thermal clip de sua shotgun e do rifle sniper, ele ejeta um clipe da sniper e te entrega.

Drannen: - Aqui. Isso vai fazer suas balas atravessarem escudos melhor. Você vai precisar mais do que eu...e eu vou querer isso de volta espertinho então trate de não morrer!

Malus: - Eu vou...avisar os outros...

O salarian desce, deixando você e o volus a sós.

Drannen: - Não temos como nos comunicar até você ligar isso. Me dê dez minutos e já estarei com eles a uma distancia segura. Saberei que você ligou quando nossa frequencia parar de ficar só estática.

Antes de descer ele se volta para você de novo e fala.

Drannen: - Boa sorte. Voltarei o mais rápido possível...

O plano é executado, Drannen e Malus lideram os quarians para o beco onde você silenciou o esquadrão, usando uma escada de incendio perto daquele prédio de onde vocês estavam quando viram o esquadrão, ele segue seu caminho.

Passam dez minutos e você aperta o botão no aparelho assim que encontra um ponto defensável ou uma rota de fuga. Na frequencia deles você começa a ouvir só estática e frases entrecortadas...


" - *PSSHHHH* Que.... *PSSHHHH* acontecendo!? *psshhhh* rra.... *pshhh*"

" - *PSSHHHH* Sinal.... *PSSHHH* ado... *PSSHHH* Tropas.... *PSSHHH*"

" - *PSSSSHHH* MATEM *PSSHH* KROGAN!"

Você destrava suas armas, a batalha se aproxima...

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Ter Mar 11, 2014 7:51 pm

Skundar ouve a exclamação de Malus, mas antes de responder, Drannen concorda com o plano do krogan.

- Ninguem ta me usando de bucha de canhão, Drannen. Se eu fugir vocês morrem, os quarians morrem, as crianças morrem. Quem teve o plano fui eu, a escolha é minha. - em seguida ele olha para Malus - Ei, não precisa se preocupar! Não é a primeira vez que eu fico em uma situação assim, vai dar tudo certo como sempre deu! - Skundar fala e sorri, tentando passar uma idéia de confiança para Malus, mas o sorriso de Skundar parece meio forçado, como se ele não estivesse totalmente certo do que estava falando.

Assim que o volus entrega o mod da arma, Skundar o pega:


- Obrigado, Drannen. - Skundar substitui o mod de tiro flamejante que estava em sua shotgun com esse que Drannen acabou de lhe dar. Em seguida ele saca a pistola e põe o mod flamejante nela.

Ele observa Malus descer, vendo claramente que o salarian parecia abatido com o que Skundar estava prestes a fazer.


Em seguida, Skundar volta a olhar para Drannen e ouve o que ele tem a dizer.

- Dez minutos, certo.

O krogan fica pensativo por alguns segundos e então diz:

- Ei, Drannen... - ele fica mais alguns segundos quieto, sem falar nada, como se estivesse realmente decidindo se iria falar algo ou não. Com um sorriso sem graça ele começa a falar - É claro que isso não vai acontecer, hehehe, mas . . . .  - a expressão dele se torna mais séria - ... se eu morrer... leve o Zada Ban para um lugar seguro e cuide do Aralakh.

Skundar então observa o volus indo para as escadas. Quando Drannen se vira e deseja boa sorte dizendo que vai voltar o mais rapido possível, Skundar diz:

- Para você tambem. Vou tentar deixar alguns para você, hein!

Assim que o volus sai com Aralakh, Skundar veste seu capacete, vai até a escadaria mais próxima e começa a subir ate o último andar daquele prédio. Enquanto sobe, ele faz duas coisas: coloca um alarme em sua omni-tool para tocar em dez minutos e ordena que o drone de reconhecimento comece a vasculhar as ruas vizinhas para saber se existem equipes inimigas por perto.

O krogan para no último andar do prédio, e la fica o tempo todo refletindo e vendo o feedback do drone. Skundar faz o drone flutuar alto, sobre as bordas dos topos dos prédios. Caso veja alguma equipe inimiga em uma rua, Skundar esconde o drone sobre o prédio para não ser avistado. Ele vai comandando o drone com cuidado, priorizando não ser detectado.

Aqueles dez minutos foram alguns dos dez minutos mais solitários que Skundar já havia passado. As ruas praticamente desertas, o distrito em total silêncio, como se Omega tivesse parado, e ele sabia que aquela era só a calmaria antes da tempestade. Aquela era a mesma sensação que ele havia sentido em seu rito de passagem para a idade adulta. Skundar fecha os olhos por um momento, relembrando aquele dia... e então ouve o som dos martelos que chamavam os inimigos para o combate naquela arena em Tutchanka... mas os sons não eram apenas parte de sua lembrança: era o som do alarme que Skundar havia colocado para avisá-lo que os dez minutos haviam passado.

O krogan ordena o drone a voltar e desligar o alarme. Ele então ativa o aparelho e começa a ouvir as transmissões dos inimigos... logo, esta claro que os inimigos já o localizaram. O krogan se lembra de todas aquelas pessoas que essa gangue matou, dos olhares das crianças que acabaram de se tornarem orfãs, do esforço de Aranas ao usar suas últimas forças para salvar aquela menina asari e de Schells pedindo para que Skundar garantisse a volta de seu filho vivo. Skundar sente sua raiva tomando o lugar de sua ansiedade e a bloodrage aflorando e apagando as dúvidas que ele sentia:


- GRRRRRRRR! ELES NÃO MERECEM VIVER! VÃO TODOS MORRER!- Ele bate os punhos com força, um movimento comum dos krogans. em seguida saca sua shotgun enquanto exclama:

- POR OMEGA ! ! !

Skundar então sobe para o topo do prédio, todas as defesas levantadas, pronto para utilizar sua biotic charge. Ele estava ainda decidindo sua próxima ação baseado nas informações que seu drone colheu nesses dez minutos.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Dom Mar 16, 2014 1:14 pm



Dá para ver perfeitamente da janela quando Drannen guia Malus, Aralahk e os quarians pelo beco, através do caminho que vocês liberaram. Mesmo nesse terreno hostil você sabe que o volus vai conseguir, se tem algo que você aprendeu sobre ele é que ele tem tantos motivos quanto você para fazer o que faz...talvez até mais...

Armando o contador do Omni tool para 10 minutos você não consegue deixar de pairar seu olhar sobre as ruas desertas e arruinadas daquele distrito, toda aquela destruição apenas porque alguém louco e rico o bastante contratou eles para acabar com o que você, Drannen e Aranas estão fazendo.

Era como se Omega tivesse parado, como se até a poeira tivesse mudado de cor e o ar artificial ficando com outro cheiro.

A situação era quase uma ironia poética, a décadas atrás quando Skundar era apenas um garoto tendo que se provar, apenas você e um punhado de outros jovens se aguentando contra o pior que Tuchanka tinha a oferecer...o deserto radioativo liberou sua fúria sobre você e ainda assim Skundar aguentou e deixar o desafio fortalece-lo e agora a situação era quase a mesma.
As imagens mentais de sua memória eidética nunca o deixariam esquecer de todos que esses mercenários mataram. A mãe quarian sendo espancada em frente a filha, os outros se escondendo com mulheres e crianças com medo por suas vidas, as crianças da igreja sendo obrigadas a aguentar os horrores de uma guerra que nada tinha a ver com elas, o filho de Schells tendo que matar alguém com tão pouca idade...

Mas também você lembra de todos que lutavam pela mesma coisa que você, existe um certo conforto em saber que mesmo que não estejam fisicamente presentes, Zada Ban te deu a oportunidade de sair de Tuchanka, Schells o fez questionar se o futuro dos krogans não poderia ser mudado e Drannen deu uma oportunidade para que você lutasse por algo além de si mesmo, você sabe que se você cair outros continuarão a luta...

O som do alarme marca o timing, você liga o aparelho, agora era tudo ou nada, você sabe que as chances de sobreviver eram baixas afinal o bombardeio poderia levar minutos, horas ou mesmo nunca vir, mas você sabe que se for a vontade do destino que você encontre a morte, que irá faze-lo com a cabeça levantada, um sorriso no rosto e lutando sabendo que de qualquer jeito eles estariam seguros.

O drone recém programado flutua por entre os prédios, dá para ver nitidamente as duas naves  ziguezagueando os céus a sua procura, os dois tanques vasculhando cada lado da quadra em rondas alternadas e incontáveis soldados convergindo para sua posição, a comunicação deles não passa de estática e nenhum sinal ainda dos outros...você só sabe que precisa aguentar o quanto puder e mante-los concentrados em você, as ruas e becos em breve ficariam lotados dos soldados que poderiam rapidamente cerca-lo.

As armas estão carregadas, escudos em 100%, barreira ligada ao máximo e tech armor impecável, o drone circulava os telhados mandando informações de que sete soldados estavam para cruzar o inicio do beco a sua esquerda em menos de um minuto, pelo visor dava para ver que os que não estavam de capacete estavam com expressões que variavam entre medo disfarçado para insegurança latente, uma visão magnifica para você...

________________________________________________


Última edição por Bidy em Dom Mar 16, 2014 6:55 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Dom Mar 16, 2014 6:26 pm

Skundar vasculha os arredores com o drone. Logo ele ve um grupo de sete soldados se aproximando... e decide que aquelas serão suas próximas vítimas. O krogan sabia que não poderia enfrentar aquele exército todo, mas iria se empenhar para destruir o máximo possível daqueles miseráveis. Invés de descer do prédio, Skundar esconde o drone e da alguns segundos para os soldados se aproximarem mais um pouco. Então Skundar começa a ir abaixado até a beirada do prédio, ativando sua camuflagem para ter certeza que não será visto pelo menos até dar o primeiro ataque.

Se mostrando o mínimo possível por sobre o parapeito do lugar, ataca o soldado que estiver mais para trás de todos com seu ataque de drenar energia.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Seg Mar 24, 2014 7:04 pm

Quando os sete avançam, você percebe que parecem bem organizados, um cobrindo o outro, eram dois humanos, dois salarians, duas asari e um turian.

A que estava mais atrás era uma asari com a omni tool ligada, você consegue se aproximar da beira do prédio graças a sua camuflagem e acerta-la. Ela começa a se debater no chão enquanto tudo que tem de eletronico é literalmente torrado em seu corpo, os outros percebem o que aconteceu e começam a mirar para todos os lados mas não conseguem avista-lo.

O efeito da camuflagem se esvai no exato momento em que você se abaixa novamente, dá para ouvir eles conversando de lá debaixo mas já que você está abaixado não consegue ver quem fala o que.


- O krogan ta aqui! Pedindo reforços! Alguém na escuta? Porra tem alguma coisa bloqueando as comunicações!

- Não tem como uma porra de um krogan se esconder assim da gente!

- Será que não é melhor nos separarmos e cobrir uma áre maior?

- Nem fodendo! Aquele maniaco matou três esquadrões! Alguém ajuda a garota!

- Não sei quanto a vocês, mas eu totalmente não to sendo paga bem o bastante pra isso!

OFF: Faça um teste de percepção.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Seg Mar 24, 2014 7:32 pm

Skundar fica um pouco mais afastado do parapeito para ter certeza que a corcova de sua armadura não iria aparecer. Ele ouve o que os inimigos falavam, o medo que sentiam dele. O krogan mal podia esperar para ver a surpresa deles com o que iria acontecer agora!

Ele sabia que seu ataque não havia sido muito eficiente e não duraria muito, mas Skundar arrisca o tempo para ativar sua camuflagem novamente para então levantar e lançar seu ataque de sobrecarga contra a asari que havia sido atingida. Caso a asari saia do efeito do drenar energia antes de Skundar atacar, ele muda o ataque para outro drenar energia no membro que estiver mais para o meio do grupo, e se esconde novamente.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Sab Mar 29, 2014 12:48 am

Ao ser atingido pelo seu ataque, o alvo é literalmente torrado dentro da armadura com a combinação da sobrecarga dos escudos somada a alta voltagem que ainda percorria o corpo do alvo por causa do seu ataque anterior.

- Que porra?!

- O krogan ta aqui!

- Foda-se essa porra! Eu não to sendo pago pra ser estripado!

O barulho dos passos deles ficava mais distante.

Você volta para a cobertura a tempo de perceber que um drone de busca voava acima de sua cabeça, por pouco não avistando-o. Ele era igual ao modelo que você pegou o que significa que alguém estava usando-o para rastrea-lo.

Ele passa rapidamente e segue seu caminho, mas ao mesmo tempo uma nave passa por cima da sua cabeça, até que parecia bem exceto a parte que ela começa a voltar e abrir fogo na sua direção acertando a parede do prédio fazendo o prédio todo balançar e boa parte da parede cair, o pouco que você sabe sobre naves te faz lembrar que o sistema de rastreamento delas tende a ser bem sofisticado, dificilmente o aparelho de Drannen conseguiria enganar os radares delas do mesmo modo que as comunicações dos soldados de terra.

O prédio está obviamente cedendo exigindo que o krogan pense rápido, a nave dá meia volta e retorna para um novo ataque...você tem certeza que o prédio não vai aguentar outro bombardeio.

A sua frente você vê o prédio adjacente onde é possível que você alcance, é claro que também tem a opção de descer...

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Sab Mar 29, 2014 1:50 am


O krogan fica abaixado. Quando percebe que o grupo vai fugir, ele se prepara para atacar novamente mas percebe o drone flutuando perto dele. Skundar permanece escondido até o drone ir embora.

Quando a nave surge, Skundar fica parado como uma pedra, ele sequer respira até a nave passar. O alivio porém dura pouco: logo ele percebe a nave fazendo a volta e voltando, disparando contra o prédio!


- Ai merda. . .

Skundar tenta tomar cobertura se jogando atrás da parede onde fica a porta que usou para chegar naquele telhado, os tiros da nave destroem o concreto e algumas paredes começam a cair. O prédio todo balançava e era claro que ele logo ruiria.

Assim que a nave passa sobre o prédio, Skundar observa o lado que ela foi. Ele então se levanta e correndo a toda velocidade para a borda mais longe da direção que a nave vai vir nesse novo ataque, o krogan se joga. Na metade da queda, Skundar se lança com seu biotic charge para a rua la embaixo, e então tenta correr para longe do prédio que vai desmoronar, de preferencia para algum beco que não haja espaço entre os prédios para a nave atirar direito nele.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Ter Abr 01, 2014 6:39 pm

Você consegue saltar do prédio poucos segundos antes do ultimo tiro acertar precisamente o lugar onde você estava pegando cobertura, apesar de seu biotic certeiro ter diminuído a queda e os amortecedores nos pés da sua armadura terem feito um ótimo trabalho, a onda de choque do prédio literalmente implodindo, arremessa você para longe, jogando-o para a rua junto com uma onda de poeira que encobre quase a quadra toda.

Seu HUD mostra que sua tech armor foi destruida pelo impacto e seus escudos estão no 70%, fora isso você está ileso.

Mal você se recupera do impacto e escuta o barulho das rodas pesadas do tanque desbravando a nuvem de poeira, quase como em camera lenta você vê a roleta da metralhadora dele começando a girar apontada para você, obviamente detectando-o com seus sensores. Não precisa de muito raciocinio lógico para advinhar que aquilo te transformaria em uma peneira mesmo com todas as suas defesas.

Seus pontos de saída são o lado oposto do tanque, ou seja, a rua que você não sabe o que vai achar ou passando pelo tanque, o lugar por onde você veio é agora um amontoado de entulhos e poeira.

No céu você escuta a nave passando por cima, ela só não atirou por que obviamente acertaria o próprio aliado.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Ter Abr 01, 2014 9:55 pm

Mesmo com a biotic charge, Skundar acerta o chão com força. O krogan tenta correr para longe mas o prédio desaba, a onda de choque jogando Skundar longe.

Com a adrenalina a toda, Skundar se levanta rapidamente mas fica sem saber o que fazer ou para onde ir: a poeira impedia que ele pudesse ver qualquer coisa a centimetros a sua frente. Por sorte Skundar havia sido jogado do outro lado da rua, e logo encontra uma parede. Ele percebe que não estava ferido, ou pelo menos não sentia que tinha nenhum ferimento sério. O HUD do capacete indicava que seus escudos estavam danificados e sua tech armor já era.

É então que Skundar ouve o som das rodas do tanque e ve ele surgindo no meio da poeira. Tudo parecia estar em camera lenta: Skundar teve tempo de ver a roleta do tanque virando na direção dele e começando a girar. Então ele se virou e correu o mais rápido, o mais desesperadamente que ele já havia corrido em toda sua vida, cada fibra muscular de seu corpo dedicado a apenas uma tarefa: sair da linha de tiro daquele tanque.


- GRRRRRRRRRAAAAAAAAAAAARRRRRGHHHHHHHHH! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! !  

Mesmo com a bloodrage anestesiando qualquer dor ou sensação de cansaço, Skundar grita dos fundos dos pulmões, instintivamente puxando toda energia que seu corpo pode proporcionar. O krogan corre na direção contrária a do tanque, virando na rua mais próxima com as botas da armadura literalmente derrapando no chão.

Skundar ignora toda e qualquer coisa que encontrar nessa rua. Ele corre desesperadamente em direção ao prédio mais próximo e se quer diminui a velocidade quando se lança em uma investida total a porta de entrada. No prédio, Skundar continua correndo a toda em direção as escadas e escada acima, pelo menos uns 2 ou 3 andares, antes de finalmente parar, respirando pesadamente. Ele então começa a atravessar o prédio, correndo um pouco menos dessa vez. Sua intenção era se afastar o máximo possível da rua onde o tanque estava. O krogan procuraria uma janela do outro lado do prédio a qual ele poderia usar sua biotic charge para ir para outro prédio, não no topo do prédio, mas sim dentro de algum apartamento, e ele não estava nem um pouco preocupado com quantas portas e janelas ele teria que quebrar para fazer isso.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Ter Abr 01, 2014 10:21 pm



A unica coisa que voce conseguia pensar era ir o mais longe quanto humanamente possivel daquele tanque, você corre o maximo que suas pernas conseguem enquanto as balas passavam literalmente a centimetros de distancia, destruindo postes, janelas, paredes e aniquilando tudo no caminho, se alguma coisa o acertou, você nem sentiu.

Você literalmente faz a porta vir abaixo e conforme fazia seu caminho pelas escadas, as balas do tanque literalmente dilaceravam o lugar de cima abaixo.

Conforme subia, a dor começou a castiga-lo...seu HUD apontava que os escudos estavam zerados e ao levar a mão para a lateral de seu torso você sente sangue, mesmo a bala atingindo de raspão, o estrago era consideravel, você jura que se o tiro tivesse pegado em cheio, teria te fatiado ao meio e isso porque o escudo absorveu boa parte do impacto.

Um estrondo abala o prédio, você mal consegue se equilibrar em pé antes do teto literalmente desabar sobre sua cabeça, soterrando-o em uma pilha de entulho, poeira e cimento.

Você consegue erguer sua mão para fora dos destroços, a mão direita pelo menos, foi só quando saiu debaixo que viu que um cano atravessou seu ombro esquerdo, passando direto pela armadura.
A força em suas pernas o abandona, não só a perda de sangue somada a fadiga mas parece que o peso daquela batalha estava finalmente cobrando seu preço e para piorar a nave estava visivelmente a sua frente, com o canhão carregando aquela energia verde na sua frente...

Foi então que a nave explode, perdendo o controle e caindo no prédio do outro lado da rua, você consegue ver mesmo com uma visão embaçada, uma outra nave cuja escotilha se abre e um vulto magro e branco seguido de outro vulto negro e alto correm na sua direção e uma voz familiar ressoa.


Schells: - Skundar! Seu krogan maluco!

Você sente cada segundo agoniante quando a barra é tirada do seu ombro, daquela distancia dava para reconhecer Schells e Aranas jogando seus braço por cima dos ombros e te arrastando para dentro da nave.

Lá dentro eles o conduzem para uma enfemaria onde Schells aplica uma boa dose de medi gel para estancar o sangramento e algumas ataduras para segurar até sua regeneração começar a fazer seu trabalho.


Aranas: - Demorou um pouco pra te achar, o pessoal lá embaixo tava botando fogo pesado em cima da gente.

Schells: - Estou tentando decidir se você é ou perigosamente maluco ou ridiculamente habilidoso. Se estiver bem, podemos montar nas armas disso aqui e terminar o que começamos. O Drannen já ta lá.

Você ainda está bem dolorido, parece que a cada passo suas entranhas lutam para sair, mas dá para se mexer se andar devagar.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Ter Abr 01, 2014 11:21 pm

No meio das escadarias Skundar percebe que nem se lembrava de como havia chegado ali. Os últimos segundos pareciam não haver existido, mas Skundar sabia que estava fugindo, que estava muito ferrado dessa vez. No meio da escada seu ritimo começa a diminuir a medida que ele começa a sentir a dor. Após terminar mais um dos lances de escadaria, Skundar se encosta na parede, passa a mão pela lateral do seu corpo e ve sua mão coberta de seu sangue krogan. A dor aumenta de uma vez quando a bloodrage passa. Grunhindo de dor, sentindo uma cansaço absurdo tomando conta de suas pernas, Skundar vai meio que mancando, se apoiando na parede até o próximo lance de escadaria.

Ele percebe que não conseguiria mais subir outro lance de escadas, mas sua mente não estava mais funcionando, Skundar só queria saber de chegar na janela mais próxima e tentar seguir com seu plano até onde aguentar.... e então o prédio começou a tremer. Skundar se escora na parede, mesmo assim o tremor o derruba. Ele só pensa em se levantar, mas um impacto forte o derruba novamente.

Skundar grita de dor e desespero quando seu mundo se torna destroços e dor por todo lado, até uma pancada ainda mais forte e uma dor ainda pior indicar para Skundar que ele havia parado. Caído de barriga para cima, sentindo seu corpo ser esmagado por destroços, a lateral de seu torso e seu ombro esquerdo doendo como Skundar nunca havia sentido antes, com muito esforço ele consegue tirar os destroços que cobriam sua cabeça, com seu braço direito e usando as ultimas forças que restavam, Skundar consegue se livrar da maioria dos destroços.

Skundar tenta se levantar, ele teria que sair dali rápido, pois logo aquela gangue estaria sobre ele! Skundar tenta se levantar mas a dor e a fadiga o impedem, e ele cai deitado denovo...

Skundar então ve a nave aparecendo a sua frente, flutuando, mirando nele com um canhão feito para destruir naves, enquanto ele estava indefeso e incapaz... a única coisa que o krogan consegue fazer é alcançar a graal spike thrower que estava caída por perto com sua mão direita. Ele ia morrer ali, mas iria morrer lutando, como um verdadeiro krogan.

Ele ergue a shotgun tentando mirá-la na nave a sua frente, mas seu braço e sua mão não tem mais  forças nem para segurar a arma apontada para frente... o braço de Skundar começa a dançar de um lado para o outro a medida que ele tenta apontá-lo para a nave, sua mão sequer consegue levantar a arma...

A nave inimiga então explode. O krogan fica totalmente desorientado, sem entender o que estava acontecendo... e então ele ve a outra nave e os vultos com vozes familiares vindo em sua direção. A shotgun cai da mão do krogan e seu braço cai ao seu lado.


- Sch... Sch...ells...! ! !

Skundar finalmente se entrega. A batalha havia acabado para ele, e sua vida agora estava nas mãos dos aliados que ele havia ganhado através de suas ações e destino. Skundar grunhe, grita e se contorce de dor quando a barra é tirada de seu ombro...

O krogan reconhece Schells e Aranas carregando-o. Quando Skundar percebe, já esta sendo levado pelos corredores da nave. Ele sequer se lembrava do momento em que haviam tirado ele dos destroços. Mesmo ferido e totalmente exausto, ele ainda assim tenta firmar os pés no chão e ficar de pé, ou pelo menos ajudar como puder os amigos que o estão carregando. Quando ele é colocado na maca, o krogan fica na posição que o colocaram ali.

Após alguns minutos, já sem sua armadura e sob o efeito de uma grande quantidade de medgel, Skundar começa a voltar ao seu normal. Ele ouve o que Aranas e Schells falam, e então responde olhando para o salarian:


- Um pouco da coluna A, muito da coluna B.... ugh... - ele se deita novamente por alguns segundos, então grunhindo começa a se levantar - Vamos la, eu não deixo serviço pela metade.

Skundar tenta se levantar e vai indo com Schells e Aranas andando do jeito que podia, mancando e andando meio torto. No caminho, ele pergunta para Aranas:

- E as crianças? Onde estão?! Cade o Malus?

Assim que chegam no lugar onde esta Drannen, Skundar já chega falando:

- Ok, acabei de quase morrer para salvar seus rabos, agora me deixem disparar o Thannix Cannon! ! !

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Sab Abr 05, 2014 10:18 pm

Schells ri do seu comentário.

Schells: - Pelo menos seu senso de humor ta ileso.

A nave não é exatamente bonita e elegante por dentro, mas funciona perfeitamente pelo jeito. Você identifica que está mais que na cara que várias partes não são as que vieram com a nave.

O medi gel ajudou bastante com a dor, mas você sabe que vai demorar até conseguir lutar de novo, no caminho você pergunta das crianças.


Aranas: - Elas estão no deposito de carga da nave com os quarians...não deu tempo de extrai-las, pelo menos não sem te abandonar no processo.

Schells: - Malus ta com eles, e não se preocupem, já pegamos as naves e eu e nossa engenheira turbinamos a blindagem dessa banheira, ela pode não ser bonita mas funciona.

Aranas: - Espero que sua fé nessa nave esteja bem colocada...

Vocês terminam por chegar na ponte, uma humana está sentada no cockpit guiando a nave, você não sente a nave se movendo graças a gravidade artificial mas dá para ver que ela está praticamente fazendo essa nave dançar no ar enquanto castiga as tropas com as metralhadoras.

Piloto: - Me pinta de azul e me chama de asari. Parece que to te devendo duzentos creds Doutor...não achava que o seu amigo ia aguentar esse fogo pesado.

Drannen estava lá na ponte de braços cruzados, assim que escuta seus passos, ele coloca seu olhar sobre você.

Drannen: - Esse filho da mãe é teimoso demais pra morrer. Bom te ver inteiro meu amigo...metaforicamente.

Os monitores da nave mostram que os inimigos estão batendo em retirada, apenas os tanques parecem cobrir a retirada deles, o turian parece inconformado com seu desejo em atirar aquele canhão.

Aranas: - Parece uma criança querendo pegar o brinquedo novo...

Schells: - É um...lance krogan...eles são fisicamente incapazes de não tentar atirar com armas gigantes.

Piloto: - Posso respeitar isso.

Um botão verde aparece no painel.

Piloto: - To dando a volta para pegar um angulo legal neles...assim que o computador centralizar a mira é só apertar e apreciar os fogos de artificio. Acha que ta em estado pra isso krogan?

Ela fala em um tom obviamente desafiador.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Sab Abr 05, 2014 11:22 pm

No caminho, Skundar vai escutando o que Schells e Aranas tem a dizer. O krogan vai observando a nave, vendo que ela é toda modificada por dentro. A nave podia ser uma bagunça por causa das modificações, mas isso não incomodava Skundar, o mako dele e a oficina dele também eram assim de qualquer jeito.

Quando Aranas comenta sobre as crianças estarem na nave e que mesmo com elas ali voltaram para buscar Skundar, ele responde:


- Nunca fiquei tão feliz de terem ignorado o que eu mandei fazer!

Assim que entra na ponte, Skundar ouve o comentário da pilota e o que Drannen fala.

- Hehehe, é bom ver você também. Todos vocês. - O krogan diz passando o olhar por todos por ali, em seguida falando em um tom mais ironico - Ei, perae, vocês apostaram se eu ia sair vivo disso?! E ninguem me chamou para participar da aposta?! Vocês querem ferir meus sentimentos ou o que?!

Skundar então vai avançando para perto do console, observando nos monitores os inimigos fugindo. Pelo que ele via, a pilota era extremamente habilidosa para conseguir pilotar aquela nave daquele jeito naquela situação E ainda manipular as armas dela. Nessa hora ele ouve os comentários de Aranas, Schells e a pilota sobre ele querer disparar o canhão da nave, o qual ele apenas responde abrindo um enorme sorrisão.

Quando a pilota pergunta provocando Skundar se ele conseguiria disparar o canhão, ele se aproxima do botão, já com a mão direita próxima e diz:


- Hahaha, ta brincando?! Agora você vai ver como um profissional em ação! ! !  

Skundar fica pronto, ele espera o computador centralizar a mira nos alvos e no momento certo. . . .

- FOGO! - e o krogan da um verdadeiro soco no botão, não forte o suficiente para danificar o console, mas bem mais "empolgado" do que precisaria. Em seguida ele assiste aos efeitos do tiro que acabou de disparar e então comenta - BOOM, HA HA HA HA ! ! ! Eu adoro fazer isso ! ! !

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Dom Abr 06, 2014 12:09 am

Drannen: - Pode entrar na aposta quando eu me voluntariar para uma missão suicida...

Aranas: - Não sei quanto a vocês mas não pretendo lutar contra tanques de guerra e naves a pé tão cedo.

Você aceita orgulhosamente o "desafio", a mira se move vagarosamente até o centro e assim que o beep ecoa e a mira muda para verde você aperta aquele botão com todo o prazer do universo.

Um raio verde de energia sai do canhão principal da nave, literalmente vaporizando tanques e tudo em seu caminho. Quando a poeira abaixa, você vê apenas alguns deles vivos apenas por não estarem na area da explosão ou na proximidade por onde a onda de choque não pudesse pega-los e mesmo assim, parecem mal conseguir ficar em pé.


Piloto: - Alvos...mortos, do jeito que eu gosto...

Schells: - Tirando o dano incalculavel ao patrimonio e as multiplas vezes que quase morremos...foi tudo bem.

Drannen: - Dê meia volta e pouse na frente deles...

Aranas: - Drannen...destruimos as naves deles, vaporizamos os tanques deles junto com metade da maldita rua e eles tão reduzidos a nada, o que em nome dos espiritos você ainda quer deles?

Drannen: - Ta aí a parte do vigilantismo caro turian. Destruimos quase tudo...ainda falta o espirito! Agora é o golpe final, eles estão completamente quebrados e se perguntando. "Como pelos infernos quatro caras conseguiram tudo isso?" ...essa é a parte que olhamos nos olhos deles e falamos que de agora em diante toda vez que algum marginalzinho de merda chutar algum inocente na rua...NÓS chutaremos de volta. E agora eles sabem a força desse chute e vão ver a extensão da nossa piedade quando lembrarem do que fizemos aqui...eles nunca mais vão querer pegar uma arma na mão de novo...

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   Dom Abr 06, 2014 2:55 pm

Skundar observa quase em extase a destruição que havia causado, e só é trazido de volta a realidade quando os outros voltam a falar. Ele da um toque no ombro da pilota e faz um sinal de aprovação com a cabeça, então se vira para os outros. No momento que Schells fala que "foi tudo bem", Skundar baixa a cabeça e os olhos. Em sua mente ele consegue ver claramente todas aquelas pessoas na igreja observando-o, olhando-o como se ele fosse salvar a todos.... e agora elas estavam todas mortas. Skundar fecha os olhos. De toda a dor que ele havia sentido naquele dia, aquela imagem era a que trazia a pior dor de todas.

Drannen então manda eles darem meia volta e questionado por Aranas, faz um discurso que inspira Skundar. O krogan o observa enquanto fala e então com um olhar determinado diz:


- Eu ainda acho que devíamos matar todos... mas to entendendo o que você quer fazer, faz bem mais sentido. - ele então fica em silencio por alguns segundos, pensativo - Vou colocar minha armadura, vamos la!

Sem esperar respostas, Skundar se vira e vai para a enfermaria onde haviam deixado sua armadura. O krogan começa a vestí-la o mais rapidamente que o dano que ele havia sofrido permitia. Ele veste a armadura toda, inclusive pega suas armas de volta, para parecer que ele literalmente acabou de sair do campo de batalha. Além disso, ele contava com o fato de sua armadura estar danificada, coberta de sangue tanto dele quanto dos próprios inimigos e ainda toda suja de poeira dos prédios que desabaram para tornar sua aparência ainda mais assustadora. Skundar então se dirige para a saída da nave.

Assim que eles pousam, Skundar olha para Drannen e depois para Aranas:


- Prontos? Então vamos la.

Skundar começa a andar em direção ao maior grupo de sobreviventes dos inimigos. O krogan embora ferido, tentava manter um passo firme e constante em direção aqueles inimigos. Skundar havia optado a estar com todas suas armas guardadas no suporte as suas costas e estar usando seu capacete para parecer que ele havia acabado de sair do campo de batalha e também para ocultar sua expressão por enquanto. Ele contava que a falta de uma expressão e do conhecimento de qual intenção ele tinha alí enquanto vinha caminhando em direção aos inimigos ajudassem a solidificar a imagem que eles já tinham em suas mentes.

Ele continua caminhando em seu passo constante até estar a alguns metros dos inimigos. Avançando ainda, Skundar tira seu capacete, finalmente revelando sua cara, o ódio e a raiva que sentia daqueles inimigos expressos na maneira que ele os olhava. A ideia de só revelar sua face assim era porque aqueles inimigos não o conheciam nem o haviam visto ainda, apenas haviam passado as últimas horas ouvindo sobre um krogan matando e mutilando cada um dos grupos que mandavam atrás dele. Skundar estava contando com esse "personagem" que eles haviam criado em suas mentes para amedrontá-los ainda mais, e ele estava tentando construir mais desse personagem em cada passo, cada gesto.


O krogan passa o olhar por todos, e então com voz alta e firme diz:

- Olhem ao seu redor. Quantos vocês eram? Quantos vocês são agora?! - pausa, passando os olhos por todos - Suas tropas não puderam nos parar! Seus TANQUES não puderam nos parar, nem as suas NAVES puderam nos parar! ! ! A única coisa que tem entre nós e vocês agora é o AR! - Skundar diz dando um passo a frente ameaçadoramente - Cade os soldados corajosos que tavam atirando em civís indefesos?! QUEM É BRAVO DE VIR ME ENFRENTAR AQUI AGORA?! - Skundar olha todos com o corpo ameaçadoramente inclinado para frente, como se estivesse pronto para pular em alguem. Subtamente para o olhar para um inimigo aleatório - VOCÊ?! - muda o olhar para outro aleatório - VOCÊ?! - após alguns segundos, o krogan volta a sua pose normal enquanto volta a passar os olhos por todos - É, achei que não. Até hoje nós estavamos na defensiva. Agora... agora NÓS é que vamos atrás de caras como vocês, e a próxima vez que vocês pensarem em apontar uma arma para alguem, NÓS estaremos la! Vocês ACHAM que sabem quem nós somos... REZEM para nunca descobrirem.

Skundar espera se Drannen ou Aranas vão falar alguma coisa. Se eles não forem falar nada, o krogan apenas se vira e começa a andar em direção a nave.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: 3a Cronica de Skundar: Por Omega!   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
3a Cronica de Skundar: Por Omega!
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 5 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
 Tópicos similares
-
» [Internacional] Acidente com Boeing 707 de reabastecimento aéreo em base na Califórnia
» Mangá de Kingdon Hearts no Brasil!
» Missão Espaço.
» Pokemon Omega Ruby/Alpha Sapphire - Trocando a forma do Deoxys
» Câmeras fotográficas

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mundo RPG :: Mass Effect :: Galaxia Mass Effect: Jogos-
Ir para: