Mundo RPG

O Lar do Rpgista Brasileiro
 
InícioInício  PortalPortal  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 2a Cronica de Skundar:

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
AutorMensagem
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Sab Mar 09, 2013 2:20 pm

Seu biotic charge foi um pouco atrapalhado já que é literalmente a primeira vez que você o usa em combate. Demoraria um pouco até acostumar-se com o impacto.

O turian aperta o gatilho mas tudo que escuta é o infame barulho acusando que a arma está super aquecida. Para você a cara de confusão e pavor dele ao ver um krogan investindo contra ele valeu todo o esforço.

Seu golpe não apenas estilhaçou a armadura dele e passou pelo seu exoesqueleto, mas o jogou para longe, fazendo-o cair do prédio como se fosse um boneco de pano.

Você escuta a voz de Zada no radio falando.

Zada Ban: - *pshh* Skundar! *tshh* Seu suicida compulsivo! *tshh* Já que ta aí por que não ten...

A voz é cortada por um barulho alto de interferencia, o estranho é que pelo que você vê parece afetar todos a área, tanto seu grupo quanto os inimigos, pouco depois você consegue ver perfeitamente que a cabeça de um dos batarians com uma bazuka explode do nada, do telhado você não consegue ver ninguém.


________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 29
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Ter Mar 12, 2013 1:52 pm

A cara do turian era uma que ficaria na memória de Skundar, ele ja havia percebido isso mesmo enquanto avançava contra o inimigo. O golpe foi tão feroz que jogou o turian para fora do telhado, e o krogan apenas ri consigo mesmo enquanto vê seu inimigo destroçado sair voando após a pancada.

Quando Zada começa a falar, Skundar para suas risadas sádicas para poder ouvir o que o volus esta dizendo, porém, assim que nota a interferência, o krogan fica sério novamente:

-Zada?! Responde! - ele diz, enquanto olha ao redor, para se certificar de que não havia nenhum perigo iminente.

Ele nota o lança mísseis que o turian tinha, caído no chão. Skundar vai rapidamente até a arma e a pega. Ele em seguida segue para a borda do prédio, e assim que olha para baixo ja se preparando para mirar com o lança mísseis, vê a cabeça de um dos inimigos explodir. Skundar imediatamente baixa a arma, e tenta determinar pela cena que viu, de onde o tiro veio. Ele tenta julgar pelo ricochete da bala no chão após passar pela cabeça do alvo e pela nuvem de sangue qual a direção que o tiro veio, e olha na direção, procurando o tal atirador.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Ter Mar 12, 2013 4:18 pm

Não existe ninguém além de você no telhado desse prédio. Você nota que o turian tinha mais três misseis fora o que ele havia recarregado antes do seu ataque.

Você percebe pelo angulo da bala que o atirador estava em um telhado ao nordeste de onde os inimigos estavam. Na hora que ele deu outro tiro você conseguiu ver nada além de uma sombra deitada no telhado, depois o que você viu foi um rastro azul indo para o prédio a esquerda deles, seja lá quem era, tinha um aparelho de camuflagem muito bom e manjava de biotics o bastante para dar biotic jumps.

O tanque onde Zada e os outros estão dispara de novo, o missil caiu bem no meio deles, jogando vários para o lado enquanto outros conseguiram cobertura, você nota pelo tiro que o Mako levou que os escudos não vão durar muito.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 29
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qua Mar 13, 2013 12:30 am


Skundar por um momento consegue ver a figura, e em seguida ve ela utilizando o biotic jump para se mover. Seria aquele o tal justiceiro?... Aquilo não importava, levando em consideração a quantidade de chances que aquela figura ja teve para matar ele e não o fez, Skundar supõe que não era o alvo do justiceiro, ao menos não por enquanto. Além disso, aquela figura estava atacando apenas seus inimigos no momento. Embora Skundar estivesse curioso para descobrir quem era aquela figura, ele não podia abandonar seu amigo, seus contratantes e seu mako no combate.

O krogan se ergue novamente, surgindo sobre o parapeito do prédio, olhando os batarians abaixo. Skundar sorri. "Isso vai ser divertido", ele pensa enquanto ergue o lança foguetes, mirando nos inimigos. Skundar vai priorizar acertar os batarians que estiverem armados com lança foguetes tambem, de preferência o que estiver próximo do maior número de inimigos. Caso não haja mais nenhum, Skundar vai priorizar acertar o maior grupo de batarians possível.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qua Mar 13, 2013 8:49 pm

Você trava a mira automatica bem no meio dos inimigos e aperta o gatilho, o missil segue para aquela direção guiado pelo sistema automatico e explode bem no meio do grupo, você percebe que pelo menos cinco deles foram evaporados.
A interferencia para por alguns instantes e você escuta um tiro muito alto que acerta de raspão no ombro de Torvan que estava no canhão.


Catherine: - Torvan!

Zada Ban: *pshh* Skundar!? *tshh* Me diga que ta aí? *pshh*

Uma voz claramente modulada começa a falar na omni tool de todos.

Voz: - Para todos que estão vivos. Retirem-se do Distrito Zeta enquanto ainda podem! As pessoas daqui estão sob minha proteção e nenhum de vocês fará mal a elas. Nem vocês carniceiros que vivem da miséria alheia e nem você Torvan seu lixo, ainda pagará pelo que fez!

Torvan: - Ah...filho da puta...me dá esses controles!

Zada Ban: - ei! *pshh*

Você vê que o mako está acelerando a toda velocidade contra os mercenários.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 29
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qua Mar 13, 2013 9:05 pm

-AHÁ!!! - o krogan exclama quando ve os batarians virando uma poça de sangue e tripas espalhadas pelo chão.

Skundar começava a recarregar o lança foguetes quando a interferencia começa a parar um pouco, ouve o tiro e então nota que o tiro foi contra Torvan...

- Mas que... Zada! Zada, to aqui, mas que porra?! . . . - o krogan então ouve o que o justiceiro diz. Era óbvio que o justiceiro não atirou para matar, pois poderia ter acertado o quarian facilmente.

Assim que Skundar ve o mako acelerando, ele se desespera: não só estavam levando seu amigo Zada Ban para o perigo, como tambem estavam levando seu mako!

-Ei. . . ei ei EEEEEEEIIIII!!!!! - O krogan vai correndo pelo telhado mesmo, em seguida se lança para fora do prédio, se disparando em investida biótica em direção ao chão, um pouco perto do mako mas longe o suficiente para não ser atropelado sem querer, meio que ao lado do mako. O krogan então sai correndo ao lado do tanque - ESPERA POR MIM! FILHO DA PUTA PARA A PORRA DO MAKO GRRRRRRRRRRRR!!!!!!!!

Ele corre tentando alcançar o mako praguejando no rádio para que Torvan parasse o veículo. Skundar não se atreveria se aproximar o tanque em movimento, ja que a chance de ser atropelado era alta, afinal, a porta do tanque ficava entre as rodas.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qua Mar 13, 2013 9:13 pm

Catherine: - Merda Torvan! Para essa coisa!

Enquanto você corre atrás do tanque, vários foguetes e destroços voam na sua direção, por enquanto os escudos estavam aguentando.

Zada Ban: - *pshh* Me dá isso! *tshh*

O tanque para e começa a virar em direções aleatórias.

A humana que estava na metralhadora continua mandando bala, os outros mercenários que estavam com vocês abandonam o lugar deixando-os sozinhos.
Catherine sai da metralhadora e entra novamente no tanque.


Catherine: - Torvan!

Você escuta um barulho de soco e em seguida a porta lateral se abre e ela faz sinal pra você entrar.

Catherine: - Vem logo! Somos só um alvo aqui, temos que bater em retirada!

Voz: - Torvan! Tem uma chance de apresentar-se e enfrentar uma execução indolor.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 29
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qua Mar 13, 2013 9:48 pm

Skundar ja estava começando a cansar de correr. Correr atrás do mako foi uma PÉSSIMA idéia... mas agora ja estava ali, não tinha outra opção. Assim que o mako para, Skundar vai se aproximando correndo, mas para chegando a deslizar os pés no chão quando ve o mako começando a virar sem controle. Se aproximar seria suicídio...

-TORVAN ME DEVOLVE MEU MAKO! ! !

Assim que Catherine abre a escotilha, Skundar corre loucamente e entra no tanque. Ja dentro, assim que passa por Torvan, Skundar se vira subtamente, mãos erguidas como se estivesse prestes a esganar o quarian, face bem próxima do visor dele...

- GRRRRRRRRAAAAAAHHHHHHH! ! ! - o krogan grunhe alto e ameaçadoramente, mas em seguida ele baixa as mãos e se afasta, guardando o lança foguetes no slot de arma pesada da armadura - Não vai adiantar.... usar o canhão ou a... a metralhadora - o krogan fala, meio ofegante. Por mais bem treinado que fosse, Skundar havia corrido uma distância considerável o mais rápido que suas pernas lhe permitiam, enquanto carregava bastante equipamento e armadura. - o cara é um sniper.... quem colocar a cabeça ali para fora. . . - enquanto fala, Skundar fecha as escotilhas para o canhão e a metralhadora do mako, se houver - morre. Vai Zada, segue em frente.

Skundar pega o ar devolta por alguns segundos. Ele então ouve o justiceiro falando sobre o quarian. Skundar então ativa seu rádio, abrindo ele para todos os canais, imaginava que o justiceiro estaria ouvindo.

- Ei você ai do sniper... ta maluco?! Tamo levando remédio para ajudar o povo do distrito, caramba! O que o Torvan fez para você querer matar ele afinal?!

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qua Mar 13, 2013 9:59 pm

O quarian estava totalmente apagado, Catherine checa a munição do rifle antes de se segurar em algum lugar.

Catherine: - Avançar!? Ainda tem um monte deles lá fora! A barreira não vai aguentar!

O tanque avança atropelando alguns deles no caminho e levando outro foguete, a barreira cai para 10%.

Voz: - Parte é remédio, se fosse só isso eu estaria te ajudando... mas a outra parte é um bonus que não pode chegar onde ele quer que chegue.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 29
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qua Mar 13, 2013 10:17 pm

- Droga!!! . . . grr... volta, Zada! Temos que achar um lugar seguro! - o krogan diz, olhando pelas janelas e visores do mako, vendo se via algum caminho que pudessem se esconder. Ele se segura com cuidado, mas mesmo assim quase cai quando o mako balança com o impacto do foguete - Rápido, Zada, nos tira daqui! ! !

Ele então volta a falar no rádio:

- E por que não pode chegar?! O que afinal ele ta levando?! - enquanto fala, Skundar vai se movendo até a carga no fundo do mako. Skundar estava confuso. Independente do que Torvan levava, Skundar estava em um contrato, e deveria cumprí-lo.... mas seria mesmo benéfico ajudar Torvan a levar seja la o que for?. . . . mas por que Skundar ligaria?! Ele ja ajudou Zada Ban a levar tanta coisa pior.... o krogan estava em conflito consigo mesmo - escuta aqui: eu admiro você tentando ajudar quem merece e tal, mas se você não me dizer POR QUE eu devo desistir dessa entrega, eu não vou acreditar em você. - ele começa a mecher nas caixas, procurando qualquer coisa de diferente - vamos fazer o seguinte: me diz o que eu tenho que procurar no meio desses remédios, droga, senão como eu vou saber que você não ta mentindo?! E afinal, que merda o Torvan fez para ameaçar as pessoas desse distrito?! Quer minha cooperação?! Coopere comigo primeiro!

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qua Mar 13, 2013 10:24 pm

Zada guia o tanque para a primeira esquina, levando-os mais para dentro do distrito, o mako recebe outro foguete que faz o mako balançar ainda mais, obrigando Zada a usar os thrusters debaixo para reestabiliza-lo.

Zada Ban: - *pshh* Os escudos já eram! *tshh*

A parte boa é que o tanque rapidamente saiu do alcance deles.

Voz: - È justo. Procura a caixa maior. O conteúdo dela falará por si mesmo.

Você localiza a caixa maior la no fundo, e ao abri-la você vê uma caixa metalica bem grande com um sinal de radiação, Catherine olha por cima dos seus ombros.

Catherine: - Caralho...isso não é o que eu acho que é?

Voz: - È a metade de um equipamento nuclear. Torvan planejava vende-la para uma das gangues daqui depois de entregar os remédios, é claro que os mercenários cobrariam muito mais pelo serviço se soubessem disso, por isto ele omitiu essa parte, a outra parte deve estar com os outros mercenários que estavam com vocês. Se alguém colocar a mão nisso, nem quero pensar no que vai acontecer.

Zada Ban: - *pshh* E depois falam que EU sou muquirana *tshh*

Voz: - Apesar dos remédios serem necessarios aqui, essa coisa não pode ser entregue. Esperava que você como um krogan entendesse que isso não pode ser usado.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 29
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Sex Mar 15, 2013 2:30 pm

Quando o mako balança, Skundar chega a cair para o lado, batendo contra a parede do mako para evitar ir para o chão.

- Ugh!.... - Skundar percebe que Zada usou os thrusters, e só por isso o mako ainda andava - boa Zada!

Skundar se puxa para ficar de pé denovo, em seguida começa a mecher nas caixas e abre a maior delas.
- Por Tutchanka. . . . - Skundar diz quase inconsientemente, olhando o que tinha dentro da caixa.

Skundar fica olhando a caixa, pasmo. As palavras do justiceiro faziam todo sentido. Ele havia visto o que essas armas haviam feito com Tutchanka, e aquilo o deixou tocado. Nunca havia visto nada do tipo pessoalmente. Por mais frio e cruel que Skundar ja havia sido em alguns de seus trabalhos em Omega, aquilo era simplesmente demais. Ele observa o equipamento em silencio por alguns segundos, antes de voltar a falar.

- Torvan deve ser louco se acha que colocando ISSO nas mãos de alguma gangue é uma boa idéia! Caramba! Ok, justiceiro, o que fazemos com essa coisa aqui então?! E uhm... não se preocupe com Torvan - O krogan olha para o quarian desmaiado, falando friamente - eu ja tenho planos para ele.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Sex Mar 15, 2013 7:35 pm

Catherine: - Se eu soubesse disso antes teria mandado ele ir pra puta que o pariu. Espera aí...

Ela começa a escanear o artefato com sua omni tool.

Catherine: - Esses numeros de série...são da aliança!? Ou o Torvan comprou isso de algum mercado negro ou roubou. Esse é o tipo de bomba que mandavamos junto com sondas durante nossa guerra contra os turians, elas tinham dispositivos termo nucleares pra impedir que os turians colocassem a mão na nossa tecnologia.

Zada Ban: *pshh* - Não sou nenhum especialista, mas sei que um brinquedo desses destruiria metade desse distrito facil. *tshh*

Voz: - Alguém sempre pode tentar por as mãos nas duas, Omega nunca estará livre de um holocausto nuclear enquanto isto estiver ativo. Por isso precisamos desarma-la e a não ser que algum de vocês seja treinado em desarmar armas nucleares tenho uma alternativa...conheço uma especialista em explosivos, ela é uma ex engenheira de uma cabala de turians antes de se aposentar, se alguma coisa explode ela sabe como funciona.

Zada Ban: *pshh* Por que será que acho que tem um "mas" nisso?" *tshh*
Voz: - Nada nunca é simples...o refugio dela fica no extremo oposto de sua localização. E mesmo daqui to vendo que seu tanque não vai durar muito sem escudos, sem falar que esse distrito todo é uma zona de guerra, seja com gangues que declararam temporada de caça contra mim ou contra outras gangues, mas um pequeno grupo carregando o dispositivo poderia passar.

Catherine: - Deixa eu ver se entendi. Quer que alguém passe por uma zona de guerra com uma porra de uma bomba atomica nas costas!?

Voz: - Como disse antes ela não vai detonar sem a outra metade, também estarei nos telhados em posição vantajosa para dar cobertura.

Você percebe que a peça não é exatamente gigante, é apenas um pouco maior que uma arma pesada, cabendo nos suportes da armadura se ajustado corretamente.

Catherine: - Mas...alguém tem que ficar de olho no Torvan, com certeza ele vai tentar fugir ou nos impedir quando acordar. Sem ofensa Zada mas você não é exatamente o melhor pra montar guarda.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 29
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Sab Mar 16, 2013 8:54 pm

- Uhm. É, várias coisas da aliança tão aparecendo por aqui ultimamente, tipo esse mako. Se conseguiram contrabandear ISSO - ele indica a ogiva - devem ter trazido um monte de armas e outras coisas tambem. Ou talvez alguem tenha conseguido desarmar uma das suas sondas?

Após o comentário de Zada, ele completa:

- Isso ai destruiria bem mais que esse distrito eu acho. Não sei se Omega iria suportar um dano estrutural tão grande, é capaz de desestabilizarem a estação inteira! Ha... do jeito que essas gangues são idiotas, nem duvido que tentassem alguma merda desse tipo só para detonar outra gangue.

Após ouvir o que Zada, Catherine o justiceiro tem a dizer, Skundar suspira.

- É, parece que sobrou para mim então. - o krogan pensa por um segundo, e então diz orgulhoso- Ja salvei Omega uma vez, eu posso salvar denovo! - fala enquanto tira o lança mísseis do suporte de armas pesadas da armadura e deixa sobre um dos acentos - Catherine, ajuda aqui! - e com cuidado ele começa a pegar a caixa de metal - Me ajuda a colocar isso no suporte de armas pesadas.

Skundar tenta ajudar Catherine como pode para ela conseguir colocar a caixa de metal no suporte de armas pesadas da armadura dele. Depois que eles conseguem prender o objeto direito, o krogan observa Torvan por um segundo.

-Esse quarian maldito! Se esconde atrás dessa fachada de quem ajuda os outros com remédios mas é um. . . . - Skundar para porem de repente, olhando fixamente para Torvan- . . . eu tenho uma idéia! Ok, escutem, você tambem, justiceiro! - ele se vira para Zada Ban e Catherine - Vocês dois cuidam dele - indica Torvan com um dos dedos - enquanto eu levo essa coisa até a especialista e o justiceiro me cobre. Não deixem ele escapar! - Skundar fala quase como se fosse uma ordem - E justiceiro, se minha idéia der certo, talvez você não precisa matar o quarian - o krogan anda um pouco pelo tanque - talvez todos nós possamos sair ganhando disso. Pelo que sei, Torvan trabalha com o transporte de suprimentos médicos, e ele ganha um boa grana com isso... aqui o que vamos fazer - Skundar se vira subtamente para Zada Ban - Zada, nós vamos ficar com a empresa dele! - o krogan diz empolgado - Me escutem: depois dessa merda que o Torvan fez, não podemos soltar ele por ai, não é ?! Então podemos manter ele como nosso.... - ele olha para o quarian - associado minoritário... - e volta a olhar para Zada - mas a empresa dele será nossa de fato. Calma, apenas escutem! Assim, podemos manter um olho em Torvan para ter certeza que ele não faz merda. Torvan sai ganhando simplesmente por ter evitado de morrer. Nós saimos ganhando porque ganhamos uma grana e ainda podemos ajudar o justiceiro com os remédios que ele precisa para este distrito. - Skundar abre os braços o máximo que pode dentro do espaço apertado do mako - Todos saem ganhando! - ele então olha para Catherine, baixando os braços - inclusive você. Pense: se Torvan morrer, quem vai te pagar por esse serviço?! E se ficarmos com a empresa dele, ainda podemos te contratar para futuros serviços! O que acham?!

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Dom Mar 17, 2013 9:03 am

Catherine: - Você provavelmente ta certo, se deixarmos isso dando sopa não vamos ter mais Omega, o lado bom é que se isso explodir a criminalidade na galaxia vai ser reduzida em pelo menos uns 500%.

Ela te ajuda a colocar o artefato no suporte da armadura, é claro que você teve que fazer um esforço maior já que ela não tem metade da sua força fisica.

Eles escutam sua idéia, Zada "coça o queixo" pensativo.


Zada Ban: *Pshh* - Hmm...out...digo um subalterno de graça. Interessante *tshh*
Catherine: - Ainda acho que uma bala na cabeça e uma hackeada na conta dele seriam mais simples, mas posso ver sua logica. Só não sei se confiaria nele...quer dizer acho que ele tentaria fugir na primeira oportunidade.

Voz: - Se tiver certeza que pode ficar de olho nele tudo bem, mas aviso, se ele der um peido errado jogo ele pela airlock e esqueço que ele já existiu. Ok então...vou te mandar as coordenadas pra rota...menos perigosa.

Ele manda um schematic do mapa deste distrito, o caminho passa por debaixo de um tunel subterraneo e sai perto de um prédio, de lá seria um caminho direto por quatro quadras até a casa dela.

Voz: - Não vou ter uma posição tão vantajosa quando você ir para o subsolo mas posso arrumar um jeito de entrar e te dar cobertura.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 29
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Seg Mar 18, 2013 9:46 pm


Ja com o artefato preso na armadura, Skundar percebe que ja é hora de partir. Ele teria que deixar para trás seu lança foguetes, pois não tinha um suporte livre para levá-lo.

Após escutarem a idéia, Skundar observa as reações de seus companheiros, e se surpreende, ja que elas são bem positivas. Skundar não pode deixar de notar o deslize de Zada, mas aquilo não o incomodava de verdade, ele sabia que para Zada Ban, todos eram mensurados pelo valor em dinheiro que gerariam para ele, até seus amigos, ao menos em parte.


- Apenas cuidem do Torvan enquanto eu to fora, quando eu voltar eu decido o que faço . . . - Skundar então observa o quarian desmaiado - uhm. . . ele tem uma exosuit. Talvez eu possa colocar alguns dispositivos nela para ajudar a controlar ele, hehehe... ele não pode sair dela mesmo! Ok, voltando a missão agora.

Assim que recebe o schematic, Skundar abre-o em seu omni-tool, olha fixamente o schematic, roda ele, olhando de vários angulos e lados, decorando tudo com relativa velocidade. Após alguns segundos observando o mapa, Skundar o fecha.

-Pronto, ja decorei tudo. - ele diz orgulhoso - É, esse subsolo me cheira a armadilha. Ou a esgoto. - ele grunhe, enquanto vai para a porta do mako - Tomara que seja a primeira opção, eu ODEIO esgotos! Ah, alias. . . - assim que chega a porta, Skundar se vira para Zada Ban e Catherine - Tentem descobrir para onde os outros mercenários foram. Eles levaram o resto da bomba e eu não gosto de deixar trabalho meio feito! - Ele então se vira e abre a porta do mako- É hora de salvar Omega. . . - e ele saca sua shotgun- DENOVO! ! !

E Skundar pula para fora do mako, olhando os arredores. Se não houver nenhum perigo iminente, ele se dirige para o caminho que o justiceiro tinha indicado.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qui Mar 21, 2013 7:33 pm

Zada te olha com a mesma "cara de sempre" por motivos obvios, mas pela voz dele você percebe que ele entendeu o recado.

Zada: *pssh* aham! *tshh* Podemos... *pshh* ver isso *tshh* depois.

Depois que você decora o mapa graças a sua memoria eidetica, Catherine até olha meio surpresa.

Catherine: - Já!? Ok...

Os dois te olham com uma cara de "WTF?" quando você fala sobre salvar Omega de novo.

Catherine: - Ele é sempre assim?

Zada: *pshh* Só quando ele ta acordado... *tshh*

Conforme você segue pelo caminho indicado, você finalmente percebe residentes no lugar, vários humanos, turians, batarians até vorchas, todos parecem bem miseraveis e pelo jeito são sensatos o bastante para ficarem bem longe do seu caminho...de fato muitos parecem ter medo de você.

Zada: - *pshh* Dá pra te ver pelo sinal da armadura, pelo menos vamos poder ver se você ta *tshh* bem...

O resto do caminho segue em silencio, você finalmente chega em uma porta dupla antiga e velha que fora aberta recentemente, de lá você escuta barulhos de luta, logo que você chega você vê um turian com a armadura dos blue suns tentando fugir antes que um vulto o acertasse com uma biotic charge que o joga contra a parede.

O vulto finalmente toma uma forma que você consegue ver.




Vigilante: - Skundar. Bom finalmente te conhecer pessoalmente.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 29
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qui Mar 21, 2013 9:21 pm

Skundar não fica para discutir se Zada e Catherine entenderam ou não. Ele ja havia salvado Omega do virus de Gavorn, e tinha até ficado famoso com isso. O krogan anda determinado pelas ruas, shotgun em mãos, pronta mas baixada, ele queria parecer intimidador mas não uma ameaça, se é que isso fosse possível.

Skundar anda com cuidado, prestando atenção o tempo todo. Ele literalmente marchava como um guerreiro indo em direção a guerra, pronto para reagir a qualquer coisa. Ele então começa a ver os habitantes daquele lugar, pessoas de vários tipos e raças, mas todos igualmente miseráveis, quase sombras do que um dia talvez ja tenham sido. Aquilo incomoda Skundar profundamente, não necessariamente por dó ou piedade daquelas pessoas, mas por ver nelas uma total falta de esperanças em um futuro melhor. Aquelas pessoas, parecia para Skundar, jamais teriam uma chance de sair daquela miséria em toda suas vidas... e aquilo lembrava a Skundar o jeito que ele viveu por muito tempo por causa do próprio modo de vida dos krogans, a dificuldade de sair de Tutchanka, as condições ruins para se viver, e a genophage.

Ele porém tenta esquecer aquilo, mas para Skundar, esquecer algo não era assim tão simples. Sua memória fenomenal tinha lados bons, mas trazia algumas desvantagens as vezes. Ele então se concentra em outra coisa: o medo, o medo que ele causava naquelas pessoas. Ele era Skundar, ja havia salvado Omega uma vez e iria salvar novamente, que todos temessem seu nome e saissem de seu caminho! ! !

Quando chega na porta antiga aberta e ouve sinais de luta, Skundar se prepara, o krogan encosta na parede ao lado da porta, shotgun pronta, ele olha dentro, não vendo muita coisa, ele entra, agora com a shotgun pronta em posição de disparo. Não demora para notar o Blue Sun, mas ao ver que o mercenário sequer havia notado que Skundar estava ali, o krogan não reage, apenas vendo a cena do turian sendo atingido por um biotic charge, e o vigilante tomando forma, revelando-se ser. . . um volus.

Skundar encara o volus por um segundo, depois baixa a shotgun, dando uma risadinha de incredulidade:

- Hehehe... não é possível. VOCÊ... é o vigilante?! - Skundar observa o volus a sua frente. Havia acabado de ver ele detonar um turian com uma única biotic charge, e o volus estava mais armado que Skundar jamais estivera em quase toda a vida - Eu não tava esperando um... bah, não interessa. Hum, parece que você ja pretendia me encontrar pessoalmente então. Que bom que estamos do mesmo lado, eu ficaria bem chateado se você quisesse usar minha carapaça - se referindo a carapaça que os krogans tem na testa - no seu outro ombro.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qui Mar 21, 2013 9:37 pm

No radio Zada escuta sua reação e pergunta.

Zada Ban: - *pshh* O que? O que? Quem é ele? *tshh*

Vigilante: - Já esperava essa reação. Mas em minha defesa eu também não esperava que um krogan fosse arriscar o proprio rabo para salvar Omega...uma surpres agradavel.

Ele escuta seu comentário sobre a carapaça no ombro e apoia o cano da 12 no ombro.

Vigilante: - È uma longa história envolvendo uma ombreira quebrada e eu não ter como fazer outra do ar...

Ele falava de um modo completamente diferente de Zada, não só por não falar em respirações asmaticas entre cortadas, mas ele não demonstrava nem um pouco da submissão de Zada Ban, mas também não demonstrava superioridade, falava no mesmo tom que você, praticamente não temia estar falando com alguém visivelmente maior e mais forte.

Vigilante: - Não preciso dizer que ficar espalhando quem eu sou não vai fazer nenhum bem...ninguém iria acreditar. *Ele ri* - Esse é um dos pontos positivos. Mas aos negocios.

Ele vai até um elevador que parecia desativado a muito tempo.

Vigilante: - Esse lugar vai para a antiga estação de mineração de elemento zero.
Ela foi desativada desde que Omega foi ocupada por...bem...qualquer coisa não prothean. Não sei bem por que, mas sei que ela tem várias saídas e uma delas nos trará perto de onde devemos ir. Mas não sou exatamente bom com computadores e vou precisar de alguém para reativar esse elevador.

Ao examina-lo com a omni tool, você percebe que uma pequena porção de energia nos geradores ainda está ligada, você poderia redirecionar a energia para os elevadores, reativando-os.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 29
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Sab Mar 23, 2013 7:21 pm

Skundar responde para Zada no rádio:

- Ha, Zada... se eu te dissesse nem você acreditaria.

Em seguida, Skundar ouve o que o justiceiro tem a dizer e o segue até o elevador. O krogan guarda a shotgun, ativa seu omni-tool e começa a examinar o elevador.

- Uhm... acho que ja sei o que faz, só um segundo!

Ele começa a trabalhar na omni-tool, haqueando os sistemas e direcionando energia dos geradores para o elevador, mas a mente de Skundar estava no que o Justiceiro havia falado, sobre não esperar um krogan fazer o que Skundar havia feito. Ele começa a falar enquanto esperam o evelador ou enquanto o elevador desce

- HAHA! Sistema nenhum pode deter Skundar! - Ele fala orgulhoso e desliga a omni-tool - o elevador ja ta vindo. - após alguns segundos, Skundar caminha até próximo a porta e olha a rua la fora - Omega é minha casa agora, e aqui vivem aqueles poucos que eu ligo. Sabe o que os Blood Reapers tentaram fazer uns dias atrás? Você deve saber... - Skundar olha o vigilante - fui eu que parei eles. - ele em seguida volta a olhar para fora do prédio - Eu fui contratado para fazer isso, mas não foi como nenhum outro contrato que eu ja tive! Eu... eu não entendo. -ele olha para o Vigilante novamente - Eu sou um krogan. Guerra e luta tão no meu sangue, mas eu sempre prefiri construir coisas, consertar coisas, lutar é divertido, mas sempre foi tão.... vázio. -ele então volta próximo do Vigilante - Até esse trabalho com os Blood Reapers. Pela primeira vez, senti que lutava por algo de verdade! ! ! -ele fala, abrindo os braços por um momento, e então os baixa, agora falando mais rápido - Sempre vi as pessoas condenando o que eu fazia, dizendo que nós krogans somos monstros! Mas pela primeira vez eu podia lutar, e os outros me apoiavam! Isso é o que falta... um... um objetivo. Temos muita força, mas nos falta um caminho.

Skundar então para, percebendo que havia entrado em um longo monólogo. Era impossível discernir o que o Justiceiro achava por baixo de sua armadura, Skundar decide que ja havia falado o suficiente. Ele apenas para e espera o elevador chegar ou eles chegarem a seu destino.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Sab Mar 23, 2013 7:53 pm

Com sua omni tool você consegue transferir a energia, a linguagem estava compreensivel, o que o leva a concluir que alguém deve ter entrado lá e adaptado os sistemas, mas os padrões de informação e o sistema usado são...arcaicos para dizer o melhor, você suspeita que a maioria das funções são ativadas manualmente.

Vigilante: - Muito bom...já me considero sortudo por saber ligar minha camuflagem.

Ele começa a ouvi-lo enquanto o elevador se aproxima, mesmo não podendo ver sua cara por debaixo da armadura ele parece prestar atenção.

Vigilante: - Um velho amigo já me disse que a diferença entre um guerreiro e um bruto é que o bruto luta pelo prazer de lutar e que o guerreiro luta por algo além dele...

Ele pausa alguns instantes, abaixando a escopeta.

Vigilante: - Não é só com os krogans...cedo ou tarde, nós que escolhemos o caminho da guerra teremos que escolher se seremos guerreiros ou apenas animais com armas. Os turians tem um ditado..."Lealdade até o fim".

O elevador finalmente chega e ambos entram, o unico andar disponivel parece ser o B2. Havia uma porta gigante que se fecha atrás de você. O HUD do seu capacete acusa "Gravidade Zero."

Assim que a porta seguinte abre, as botas magneticas são ativadas automaticamente. Vocês estão em um enorme aposento com um meteoro acoplado ao teto com várias brocas desativadas perfurando-o. Existe um campo de mass effect no vão entre o meteoro e o espaço que permite que a sala mantenha-se pressurizada.

Várias peças de equipamentos de mineração, caixas e poeira flutuam diante de vocês. A porta no outro lado da sala parece completamente soterrada por destroços antigos.

Vigilante: - Deve ter outro jeito de passar.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 29
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Sab Mar 23, 2013 9:40 pm


-Hehehe... então pode-se dizer que eu sou um guerreiro bruto.

Após ele falar sobre escolher o caminho da guerra, Skundar responde:

- Não fui eu que escolhi o caminho da guerra, foi o único caminho que se abriu pra mim. Não que eu ache de todo mau, he, não. A única coisa ruim e que todos acham que a única coisa que eu sei fazer é lutar.

Quando o elevador chega, Skundar entra nele com o justiceiro. Logo, o elevador para no único andar que é possível descer. Não demora para Skundar perceber que aquilo era uma airlock.

- Hum. . .

Assim que passam para a próxima sala, Skundar recebe o aviso de gravidade zero. Skundar então sente seu peso sumindo, até o ponto que ele sente como se estivesse praticamente flutuando, exceto por seus pés grudados no chão. Era uma senssação estranha, mas o krogan se sentia aliviado: ja fazia um bom tempo que ele não tirava de fato sua armadura, e ainda estava andando com o peso extra da bomba em suas costas, subtamente todo esse peso desapareceu. Skundar fecha os olhos por um segundo. Havia tipo pouquíssimo contato com gravidade zero.

- Isso é estranho. Em toda minha vida eu só voei no espaço na viagem de Tutchanka para cá, nunca tinha experimentado isso! Hehehe, é estranho estar de armadura e não sentir peso nenhum. - ele fala, deixando o corpo todo solto por um momento, preso apenas pelas botas. Depois de checar que a sala parecia segura, ele, curioso, da um impulsso e desliga as botas, flutuando pelo ar - Hehehe! Eu sempre quis tentar isso! ! ! - o krogan fala, enquanto flutua sem direção no ar, virando de ponta cabeça. - Hehehe. . . ok, ok, voltando ao trabalho.

O krogan começa a pensar enquanto flutua, lembrando do mapa que havia decorado, e começa a procurar uma rota alternativa, tentando se lembrar daquela sala, se havia outra saída dali, ou talvez se ele pudesse quebrar um pedaço do elevador e descer pelo túnel até outro andar. Skundar chega a considerar destruir o campo biótico que lacrava a sala e caminhar pelo espaço se precisase. Ele analisa todas as possibilidades de acordo com o mapa que tinha em mente. Enquanto flutua pela sala, explorando ela.


________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Dom Mar 24, 2013 1:48 pm

*O vigilante solta um suspiro de aborrecimento e balança a cabeça enquanto observa o lugar. Ele volta a falar com você depois que você para de brincar.

Vigilante; - Já podemos ir ao trabalho ou ainda vai querer brincar de "Super krogan voador"?

Quando você começa a investigar a sala, percebe que no vão entre o meteoro que estava sendo minerado com o lado de fora existe uma passagem exterior, uma plataforma branca.

O tamanho do vão era o suficiente para que você passasse arrastando-se pelo meteoro, mas isso significaria ir para o espaço.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 29
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qua Mar 27, 2013 1:48 pm

Skundar flutuava pela sala, procurando uma possível saida, quando no topo dela, próximo do meteoro, nota a passagem. Assim que o volus fala, Skundar responde:

- Brincando?! Quando eu tava brincando?!

Ele então da impulsso em alguma superfície em direção ao meteoro, e ao se aproximar flutuando dele, segura no meteoro e vai se puxando, se aproximando da abertura.

- Aqui, acho que achei uma passagem. - ele diz, agarrado no meteoro para não flutuar para longe - Tem uma abertura para o espaço aqui. Podemo tenta ir por fora e achar outra entrada. Devem ter mais salas desse tipo que podemos usar para entrar denovo em Omega.

Enquanto espera a reação do Justiceiro, Skundar se puxa em direção a abertura, examinando-a e o ambiente la fora.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qui Mar 28, 2013 10:13 am

Vigilante: - Boa idéia. Minha armadura me dá 10 minutos de oxigenio, dá pra dar uma olhada.

Ele também aproveita da gravidade zero para se impulsionar para o meteoro. Por ser praticamente da metade do seu tamanho tudo que ele precisa fazer é abaixar um pouco a cabeça para passar pelo vão.

Seu visor alerta que você está no vacuo e o medidor de oxigenio aparece no canto, agora pela primeira vez desde que veio para Omega tem um céu acima de você e nada além do silencio do espaço.




Você observa que tem uma passarela indo para cada lado e várias britadeiras eletronicas que pelo jeito estavam literalmente abrindo o meteoro, obviamente tudo está desativado.


Vigilante: - As vezes até esqueço que tem um céu acima da gente.

O volus começa a olhar os arredores, ele faz sinal para que você o siga e corre com as botas magnéticas ligadas na direção de uma das passarelas onde ele aperta um botão na parede que solta dois cabos, ele coloca um eles em um suporte da armadura e te dá o outro.

Vigilante: - Pelo menos tenho ar... *cof cof cof* E poeira com ar...pelo menos teremos mais do que 10 minutos para achar uma saída.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 29
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Seg Abr 01, 2013 2:10 pm

Após passar pela passagem que para Skundar era bem apertada, o krogan se ve no espaço. Ele nota o marcador de oxigênio surgindo no HUD, assim como avisos de falta de atmosfera, entre outros. Dessa vez, Skundar ativa suas botas magnéticas para manter seus pés grudados na estação, ele sabia que se saisse flutuando ali teria algum trabalho para voltar.

O krogan olha ao redor e depois para cima, maravilhado com a imensidão que via. Ele então olha para Omega, ali fora, sem paredes e construções, ele podia ver toda a extenssão da estação.

Enquanto segue o Justiceiro, ele comenta:


-Sim. Depois de tanto tempo com um teto sobre cabeça, olhar aqui para cima é tão.... é estranho. Faz a gente se sentir livre, mas tambem é bem assustador! E caramba... eu tinha noção que Omega era grande, mas vendo daqui assim... wow!

Assim que é chamado pelo volus, Skundar o segue, e quando o volus oferece o cabo, Skundar o liga na armadura.

- Agh... primeiro um céu sobre a cabeça e agora poeira no capacete, só falta um thrasher espacial e ja posso dizer que me sinto em Tutchanka!

Skundar começa a olhar ao redor, em sua mente ele tenta manter sua posição no mapa que havia decorado. Caso haja algum caminho determinado ali fora, Skundar vai segui-lo.

- Bom, se tem uma saída aqui para algum outro lugar deve ser possível ir.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Ter Abr 02, 2013 6:43 pm

Vigilante: - Parece um ótimo lugar para levar a famliia...

*Ele faz sinal para a sua direita, dando um salto aproveitando-se da gravidade zero para voar até a outra extremidade das plataformas. Você percebe que é uma porta eletronica, obviamente blindada, mas seus circuitos eletronicos não pareciam quebrados, apenas desativados.*

*Ao olhar para trás você avista que atrás do meteoro há algum tipo de bateria gigante de energia solar, pelos seus conhecimentos você deduz que ela deve usar energia solar para gerar a descarga eletrica necessaria para fazer o motor criar os campos de Mass Effect. Mas é claro que você não pode afirmar como este motor em especial funciona sem chegar perto, o que não é dificil com as botas magneticas*

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 29
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Sex Abr 12, 2013 9:26 pm

- Ah, claro! É um bom lugar para construir carater, sabe? - Skundar segue o vigilante, pulando pelo espaço logo atrás dele, com cuidado para não sair flutuando apra longe da plataforma - É, pelo menos eu acho. Nós não formamos famílias. Genophage e tudo mais. . .

O krogan segue o volus até a porta eletrônica. Ali, Skundar examina a porta, acha os circuitos dela e percebe que ela esta apenas desativada.


- Uhm... a porta funciona, mas ta sem energia. - O krogan diz enquanto olha ao redor. Ele então nota o motor e a bateria. - Espere aqui! - Skundar então vai andando em direção ao motor.

O krogan começa a examinar a bateria e posteriormente o motor. Ele tentava entender principalmente quais as consequências de desligar o motor, ja que o campo de Mass Effect desapareceria. Antes de tomar qualquer decisão, ele examina bem o motor, em parte por causa de sua curiosidade: ele tentava entender como o motor funcionava. O krogan então tenta calcular o que vai acontecer se ele desligar o motor e os campos se desfazerem, pois temia que o meteoro começasse a se mover e feri-se ele e o Justiceiro ou causasse algum dano estrutural sério a Omega.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Sex Abr 12, 2013 9:32 pm

Você percebe que o motor tem vários espelhos ao lado do reator principal, quando seus olhos percorrem o ambiente a seu redor, você consegue ver através do zoom do capacete, dois aparelhos circulares similares a espelhos, não precisou de muito raciocinio para concluir que elas serviam para refletir a luz do sol para a bateria. Só precisariam ser realinhadas.
O unico problema é que elas estavam bem longe, seria perigoso simplesmente pular lá sem algo para puxa-los de volta.


Vigilante: - O que acha? Dá pra fazer isso funcionar de novo?

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 29
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Sex Abr 12, 2013 9:59 pm


Skundar passa alguns longos minutos observando o aparelho e sua bateria, logo ele para e olha para cima e para os lados, localizando os dois aparelhos refletores.

- Mas é CLARO que eu consigo fazer funcionar! - diz ele com orgulho - Essa coisa ai nem quebrada ta, ela só precisa. . . - O krogan fala, olhando para um dos espelhos - . . . de um ajustezinho. Ali em cima, ta vendo? - Skundar aponta para um dos espelhos, depois para o outro - Esses dispositivos refletem os raios solares para a bateria. Pelo menos deveriam fazer isso, mas eles tão no angulo errado. Precisamos dar um jeito de mover eles um pouco.

Skundar então olha para o Vigilante:

- Você é um biotico tambem, acha que consegue mover eles?

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
2a Cronica de Skundar:
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mundo RPG :: Mass Effect :: Galaxia Mass Effect: Jogos-
Ir para: