Mundo RPG

O Lar do Rpgista Brasileiro
 
InícioInício  PortalPortal  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 2a Cronica de Skundar:

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
AutorMensagem
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: 2a Cronica de Skundar:    Qui Fev 14, 2013 3:42 pm


Quando finalmente voltou para casa, seu corpo finalmente te lembrou o quão cansado estava fazendo-o dormir uma tarde e noite inteiras para compensar.
Dois dias se passaram desde sua missão e você ocupou-os em um rigoroso treinamento após pedir incontaveis vezes que Zada Ban te ensinasse a investida biotic o qual você domina pelo menos os basicos agora.

Era de manhã, você estava ocupado fazendo os consertos finais no tanque que ocupava boa parte da oficina quando Zada descia as escadas e foi pegar algo na geladeira, apesar de nunca ter visto a cara dele, você consegue notar pelo andar dele que algo o incomoda bastante.


Ele mal parece te-lo notado e quando você o cumprimenta ele se vira bruscamente em um susto até ativando seu campo biotic até ver que era você.
Zada Ban: - *pshh* Quer me... *tshh* infartar Skundar!? *pshh* Hm...não que tenha algo muito grande...pra se preocupar... *tshh*

Estava mais do que na cara que tinha algo errado.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qui Fev 14, 2013 9:09 pm

Após acordar de sua quase hibernação, Skundar passou os últimos dois dias em uma rotina bem corrida: intensificou muito seu treinamento, e o tempo livre dedicou ao conserto do mako. Skundar ja estava com um humor meio flutuante, e a notícia do atentado a vida de Zada Ban apenas deixou Skundar ainda mais fulo da vida. Apesar do humor inconstante, Skundar contou animado algumas partes de sua missão, dando muita enfase em como nocauteou outro krogan com um único soco e depois invadiu uma base inimigo sozinho, enquanto seus companheiros bombardeavam ela com tiros de tanque. Ele, porém, omitiu a luta que teve com o vorcha... seu corpo podia se recuperar dos piores ferimentos facilmente, mas o vorcha havia ferido seu orgulho, e aquela era uma ferida dolorosa que ele se recusava a tocar.

Skundar encheu o saco quase em tempo integral de Zada Ban para que o volus o ensinasse a investida biotic, e passou os últimos dias praticando muito. Após conseguir algumas peças e programas novos, Skundar ainda pode dar um belo upgrade em seu omni-tool, o que tornou suas ações com ele ainda mais poderosas.

Após o ataque dos batarians a sua oficina, Skundar passou a se prevenir mais: checava a camera de segurança a frente de sua casa com mais frequência, e passou a trabalhar usando sua armadura pesada, sem o capacete e ocasionalmente sem as luvas, ja que o volume extra que elas davam em seus dedos atrapalhavam-no quando ele tentava mecher em sistemas mais delicados. Skundar tambem geralmente mantinha suas armas por perto, quando não nos próprios suportes da armadura.

O krogan estava do lado do mako, entre suas rodas, ferramentas em mãos, cuidando da manutenção do tanque, quando nota o volus descendo as escadas. Quando Zada Ban vai passando por perto, Skundar inclina um pouco o corpo para trás, ficando semi-exposto de trás de uma das rodas.

- Hey Zada. - ele cumprimenta sem nada de muito especial, e observa com uma certa surpresa quando o volus se assusta. Normalmente aquela reação teria feito Skundar rir, mas seu humor nos últimos dias andava um pouco sombrio.

Skundar ouve a resposta afobada de Zada Ban. Ele deixa as ferramentas de lado e sai de trás da roda, batendo as luvas para tirar a sujeira que havia juntado de seu trabalho de mecânico no tanque.

- Uhm... - ele observa Zada por uns segundos, olhando inquisitivamente. Ao perceber que o volus não vai ceder, fala - Tá, qual o problema, Zada Ban? Eu posso quase ver sua cara de auto-piedade debaixo da sua armadura... - Skundar tenta ser sensível com o amigo, embora a senssibilidade dele seja o equivalente a um coice no meio do estômago.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qui Fev 14, 2013 9:47 pm

Ele "escala um banquinho e senta.

Zada Ban: - *Psh* Err...bem... *Tshh* - Recebi um e-mail nada convidativo *pshh* Deles. Sabe... *pshh* os caras que tentaram me fazer de peneira *tshh*.

Ele joga um datapad em cima da mesa onde você lê a seguinte mensagem.

"Onde quer que você vá eu estarei lá pra te despedaçar seu gordo filho de uma vorcha! Você vai virar um ponto flamejante no espaço quando eu terminar com você. Não pode se esconder atrás do krogan pra sempre"

Zada Ban: - *pshh* Eles...ousaram! *Tshh* Eu vou esfola-los vivos! Eu vou arrancar cada membro deles. Eu vou brincar de pinhata com as tripas deles! *pshh*

Ele levanta bufando de raiva, com uma aura fraca biotic ao redor dele que logo some.

Zada Ban: - *Tshh* E quando disse eu...quis dizer você. *pshh* Graças a uns bons amigos *pshh* Eu sei onde eles moram! Achei que mata-los do modo mais sangrento e doloroso possivel iria te animar.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qui Fev 14, 2013 10:14 pm

Skundar se aproxima e fica ouvindo de braços cruzados. Quando Zada joga o datapad na mesa, ele olha, ja imaginando o que iria ver.

Enquanto le a mensagem, a cara de Skundar vai se transformando para uma expressão de raiva, e ele começa a grunhir ameaçadoramente. Mas antes que possa falar algo, Zada Ban continua falando, e o que ele diz faz a face ameaçadora do krogan lentamente se transformar em um enorme sorriso.

- Hahaha! - Ele ri alto - Mas que merda aconteceu com você?! Eu estou quase te dando minha shotgun e deixando você ir la acabar com os caras sozinho! - o krogan fala animado e depois da um "tapinha" amigável no ombro de Zada, o que quase o derruba do banquinho. Mas então ele volta a expressão séria - Esses caras ja nos encheram demais. - Skundar tinha um olhar quase psicótico de um krogan prestes a ir para uma guerra - Quantos eles são? Onde estão escondidos? Eu não vou deixar NENHUM deles vivo... e você... - Skundar aponta para Zada Ban, fitando-o - Dessa vez você vem comigo.

Skundar então ja se vira e começa a recolher as ferramentas que estavam próximas do mako, colocando-as na bancada próxima, praticamente se preparando para partir.

- O que sabe sobre esses caras? Que resistência devemos esperar?

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qui Fev 14, 2013 10:22 pm

Seu tapa quase derruba o volus do banco de modo que ele tem que se equilibrar na ponta dos pés para nao ir pro chão.

Zada Ban: - *pshh* Já to ficando puto. *tshh* Não posso sair na rua por dois segundos sem um filho da puta tentar abrir um novo buraco na minha roupa. *pshh* - E por causa deles *pssh* EU PERDI DINHEIRO CONSERTANDO A LOJA DO KENN! *tshh* NINGUEM me faz perder dinheiro! *tshh*

O volus olha para o mako e "coça" o queixo pensativo.

Zada Ban: - Humm...essa banheira ja ta funcionando? *pshh* Esse canhão ta me dando uma idéia. *tshh* AH é... *pshh* O battlemech do Kenn levou a maioria deles, sobrou só 2.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Sex Fev 15, 2013 12:04 pm

Skundar estava tirando as coisas de perto do mako para poder sair com o tanque sem acidentalmente destruir nada da oficina, enquanto isso ouvia o que o volus dizia. Quando Zada Ban começa a gritar de raiva, o krogan chega a parar o que esta fazendo a observar o volus surpreso.

- Hehehe, finalmente decidiu honrar suas quads! -ele ri - mas parece que você ta mais bravo por ter gastado dinheiro do que por terem tentado te matar. - observa em tom de brincadeira - E sim, a "banheira" funciona... - ele bate com a palma de uma das mãos na lataria - ha, desde antes de eu consertar ela ja tava melhor que os tanques que eu usava la em Tutchanka!

O krogan então para o que estava fazendo e pensa um pouco. Em seguida, ele se vira e vai até a bancada próxima e para ali, pegando o rifle que havia tomado de um dos vorchas na missão anterior, que estava ali em um canto.

- Aqui, vou te dar isso... - Skundar vai até Zada com o rifle em mãos, mas ao chegar até o Volus ele para e fica olhando a arma um pouco, era difícil se separar de algo que era seu, mesmo que fosse para um amigo -... ahem.... EMPRESTAR.... isso.

O krogan da o rifle nas mãos do volus.

- Rifle de assalto, totalmente automático. Forte. Preciso. Letal... ei, cuidado para onde aponta isso ae, ta carregado! - empurrando a ponta do rifle para outra direção para evitar ser acertado por algum eventual disparo acidental. - Se algum babaca vier mexer com você, da uma metralhada na direção dele. No mínimo vai te comprar um tempo pra correr - o krogan fala, dando de ombros - e se algum idiota decidir vir bater em você... - Skundar ativa a baioneta hologrâfica do rifle - você arranca as tripas dele!

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Sex Fev 15, 2013 6:37 pm

Ele faz todos os erros possiveis como apontar pra você sem querer, segurar ele errado. A sua sorte é que aquilo ainda é uma arma então pelo menos serviria para assustar.

Zada Ban: *Pshh* - Isso... *tshh* Todos me temerão! *pshh*

Ele te passa o endereço, parece ficar a umas quatro quadras ao norte do Afterlife, com o Mako vocês demorariam 10 minutos para chegar lá.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Sex Fev 15, 2013 7:54 pm

Vendo que o volus nem sabia como segurar o rifle, Skundar fica pensando se foi uma boa decisão... Quando o Zada Ban comenta sobre ser temido, Skundar não pode deixar de achar graça.

- Hehehe, só até começar a atirar... mas três coisas: primeiro, é assim - o krogan ajuda Zada Ban a segurar o rifle corretamente - Isso. Segundo: o rifle é só para você não parecer indefeso, atire só se precisar e se não tiver opção. Você FOGE. EU luto. Vamos continuar assim. E terceiro... se você acertar UM tiro dessa coisa em mim...! - Skundar fala ameaçadoramente, balançando um dos punhos fechados, mas logo percebe que estava ameaçando seu amigo e muda o discurso, falando mais calmamente - ... tenha cuidado para onde você atira, senão vai arranjar mais merda pra nós.

Após pegar o endereço, Skundar pega o capacete de sua armadura e veste-o.

- Vamos indo.... alias, você comentou sobre uma idéia, quero ouvir ela no caminho! - o krogan fala enquanto ia abrir o portão do lugar. Skundar em seguida volta e entra no mako, esperando Zada Ban fazer o mesmo.

Quando estão os dois no mako, Skundar tira ele da oficina e em seguida a tranca com todas as trancas e segurança que havia desenvolvido para ela. Em seguida, ele vai dirigindo o mako para o lugar que havia sido indicado, tentando não atropelar ninguem no caminho. Skundar iria parar uns quarteirões antes para combinar o que fariam.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Sab Fev 16, 2013 10:35 pm

Zada Ban: *Pshh* - Prefiro o termo... *tshh* Retirada estratégica.

Ele fica parado, te olhando, pelo jeito que ele deu uma tremida feia quando você falou sobre o fogo amigo ele entendeu o recado.

Zada Ban: *pshh* - Claro... *tshh* ....mas na duvida *pshh* só atiro se você estiver longe *tshh*

Os dois entram no tanque e no caminho Zada explica a idéia.

Zada Ban: *pshh* - Não é nada muito complicado... *tshh* - Só pegar esse canhão do Mako *pshh* E fazer uma nuvem vermelha de batarian *tshh* O que acha?

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Sab Fev 16, 2013 10:49 pm


Skundar vai pilotando o tanque pelas ruas de Omega. Fazia muito tempo desde que pilotou um tanque pela última vez, e em Tutchanka ele nunca ligou para pilotar com muito cuidado. Em Omega porem, o krogan vai tomando cuidado para não atropelar ninguem, mas dirige com uma relativa velocidade.

Quando Zada Ban fala de "retirada estratégica", Skundar apenas solta um grunhido baixo e balança a cabeça negativamente, mas pelo menos percebeu que o volus havia entendido o recado.

Ao ouvir a idéia do volus, Skundar responde:

-Hahaha, você esta começando a pensar como um krogan! Uhm.... vamos fazer isso então! E eu digo vamos porque eu só vou mirar. - ele olha para o volus- Você que puxa o gatilho dessa vez!

Ao se aproximar do lugar indicado, Skundar diminui e passa olhando, procurando sinais dos batarians.

-Ta vendo algum deles?.... - pergunta a Zada enquanto examina as redondezas.

Caso não encontre nenhum sinal dos batarians, Skundar vai procurar um lugar com alguma distância do local para estacionar o mako.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Seg Fev 18, 2013 4:06 pm

Zada Ban: - *pshh* È...só que eu sou mais bonito que um krogan *tshh*. È...eu ia sugerir que você mirasse... *pshh* Acertar pessoas sem querer na rua é ruim pros negocios. *tshh*

Vocês entram no tanque e seguem para o local, a algumas quadras de distancia. As ruas são bem estreitas o que te faz ter que dirigir devagar para não atropelar as pessoas que saiam do seu caminho com medo.

Ao chegar no lugar vocês veem bem enquanto aquele mesmo batarian entrava num bar.

Zada Ban: - *psshh* Só esperar ele sair *tshh*

Ele ja vai para a escotilha, com o dedo pronto para apertar o gatilho, pelo jeito queria falar algo antes de atirar ou pelo menos ver a cara do batarian.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Seg Fev 18, 2013 8:40 pm

Skundar vai dirigindo com cuidado, usando o próprio barulho do motor do mako para avisar que esta chegando as vezes, ou usando alguma buzina ou sistema de som. Ele evita atropelar as pessoas, geralmente parando e dando tempo para elas sairem, afinal, não queria arrumar encrenca.

Assim que Zada começa a subir na escotilha, Skundar o segura:

- Ei, perae... só toma cuidado, da um tempo depois que ele sair para ter certeza que ele ta sozinho, senão você vai acabar matando alguem que não devia e sobra merda para nós. Eu miro e te dou a ordem para atirar, entendeu?

Skundar em seguida ja deixa o canhão meio que posicionado naquela direção, estaria pronto para mirar assim que visse o batarian saindo.

- Agora é só esperar enquanto o maldito toma a última cerveja... - Skundar fala, ancioso.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qua Fev 20, 2013 3:42 pm

Após alguns minutos ele sai, mas a área estava cercada demais para arriscar um disparo. O que resta é segui-lo a uma boa distancia, olhando pelo telescopio da mira para não perde-lo de vista já que seria bem facil localiza-los.

Mas para sua sorte, ele vira em uma rua que parecia deserta, era um dos distritos mais pobres de Omega.


Zada Ban: - Começa a fazer a mira. Me avisa quando for pra atirar.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qua Fev 20, 2013 4:34 pm

Skundar fica sentado la, esperando. Assim que o batarian sai, ele diz:

- Ali ele, ó... uhm... ahg, aqui ta muito cheio, espera ele ir para algum lugar mais vazio.

Pilotando o mako a uma certa distância, devagar, Skundar vai seguindo o batarian, até que ele entra na rua vazia. O krogan para o mako em um lugar propício.

- Agora só falta mirar, espera.... - Skundar começa a mirar usando o telescópio e os sensores do mako. Ele mira de modo que se o tiro não pegar em cheio no batarian, acertaria o chão mais afrente.

Após mirar, Skundar vai seguindo ele com a mira, o krogan olha bem, se certifica de que não há ninguem nem nada que não deva ser destruído por perto...

- Se prepara.... espera.... espera. . . - ele fala, com os olhos grudados no visor do telescópio, pronto para assistir o show - . . . MANDA BALA! ! !

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qua Fev 20, 2013 9:49 pm

Você faz a mira certa e finalmente dá o sinal. Zada Ban coloca a cabeça para fora mas o dedo ainda no botão.

Zada Ban: - Hey Ghooooreeek!

Ele fala meio cantando, você vê pelo telescopio que ele olha direto no tanque e a impagavel expressão de confusão e pavor misturados foi impagavel.

Ghorek: - Ai caralh...

Zada Ban: - COME ESSA!

Ele aperta o gatilho, basicamente o batarian virou uma nuvem rosa no ar com o tiro do canhão principal, você jura que não sobrou nada a não ser pedaços de carne aleatorios por aí.

Zada Ban: - Hahaahaha! Ninguém fode com Zada Ban! Hahahahahaah

No meio de seu riso histérico ele cai pra dentro do tanque, aterrissando de bunda no chão.

Zada Ban: - Ow...saco. Ok vamos embora...

Vocês seguem para sua oficina, não demora muito até que alguém bata na porta...

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qua Fev 20, 2013 10:09 pm

Skundar permanece mantendo a mira no batarian, assistindo toda a cena. Estava curioso: nunca imaginou que Zada Ban iria de fato tentar matar alguem. A expressão do batarian diverte muito o krogan, e ele ri consigo mesmo.

Ele assiste o batarian ser desintegrado pelo tiro: ja havia visto algo do tipo em Tutchanka, mas nunca participado de nada, e nunca contra alguem, sempre contra vida selvagem.

- HAHA! O filho da puta virou história!

Até ali, Skundar estava se divertindo mas continuava com seu humor sombrio. Ele se vira a tempo de ver o volus cair de bunda no chão do tanque, e diante daquele cena ele tenta segurar a risada mas não consegue e começa a gargalhar, balançando a cabeça com o comentário de "vamos embora" do volus que soou comico depois dele ter tentado tanto pagar de "badass".

- Você não tem jeito mesmo...

Skundar se volta para o painel do mako novamente e sai dirigindo, novamente com cuidado pelas ruas apertadas. No meio do caminho, Skundar pergunta:

- E ae, como se sentiu? - o krogan diz, e se passa pela sua cabeça que ele nunca havia perguntado se Zada Ban ja havia matado alguem antes, embora a idéia de viver uma vida toda sem nunca matar alguem parecia absurda para Skundar. - Você ja tinha feito isso antes, né?!

Enquanto conversam ele vai dirigindo, mas Skundar não estava voltando para a oficina, ele estava indo para o After Life. Havia se lembrado que ainda devia a bebedeira ao volus, e talvez isso ajudasse a melhorar um pouco seu humor. Assim que estão se aproximando, Skundar procura um lugar para parar o mako.

- Bom... hoje é por minha conta!

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qua Fev 20, 2013 10:24 pm

Zada Ban: - Foi de proposito. È só pra você não se sentir ameaçado nem nada do tipo...

Estava obvio que era mentira, enquanto vocês vão para o afterlife ele responde.

Zada Ban: *pshh* - Já...eu não era exatamente um anjinho antes de te conhecer. *tshh* Mas ainda prefiro os negocios aos tiroteios *pshh* - Mais...produtivo...especialmente para minha integridade fisica. *tshh* - Prefiro lidar com as finanças e deixar você com a matança. *psshh*

Vocês param no Afterlife, como sempre tem uma bela fila, mas o lado bom é que seu serviço pro Urgot te rendeu um belo "atalho" por ela.

O lugar estava como sempre lotado e barulhento, tantas pessoas se reunindo para ver dançarinas asari, beber pra caramba, ouvir musica alta e em alguns casos tendo brigas de bar que obviamente não incluiam armas, até parecia que elas achavam que eram krogans.

Você encontra dois lugares vagos perto do balcão.

Zada Ban: - *pshh* Você nunca me disse *tshh* Como foi a missão toda. *pshh*
Uma voz logo fala atrás de você, era bem familiar.

Kolvant: - Veio cobrar as bebidas né seu safado?

Quando você olha, percebe algumas mudanças em Kolvant, 1o sua armadura estava bem danificada, e 2o metade da cara dele estava lotada de cicatrizes de queimadura.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qua Fev 20, 2013 10:45 pm


-Eu? Ameaçado? Aham....

Skundar decide deixar o capacete da armadura no mako dessa vez: ele iria apenas atrapalhar para beber e conversar, e Skundar não esperava muita confusão por ali. Como sempre, ele se certifica de que o Mako esta bem trancado e protegido. Ele vai com Zada até a entrada e conversa com os seguranças, usando seu trabalho recente com Urgot para fazer com que entrem sem pegar fila.

Assim que entra no local, Skundar para e observa. Música alta, bebida, muita gente, brigas.... aquele não era bem um lugar que ele gostava, mas era bom para variar um pouco. Ele se esgueira pelo povo, e acha lugares para os dois sentarem. Assim que se senta, Skundar ja pede ryncol para beber, e deixa Zada livre para pedir o que quiser.

- Hehehe... esse povo brigando, eles acham que sabem o que estão fazendo, que idiotas... - ele comenta para Zada Ban, em tom de brincadeira, e então bebe um gole de ryncol. Porém, quando Zada pergunta da missão, Skundar recua um pouco no assento, desconfortável ao pensar o que falaria para Zada Ban.... contaria sobre o vorcha que lhe deu tanto trabalho?

Skundar então é distraido pela voz de Kolvant, e se vira rapidamente:

- Kolvant! - ele fala, e sua estranheza fica clara - Mas que merda aconteceu com você?! - Skundar olha o outro krogan de cima a baixo, em seguida olha ao redor, vendo que os lugares estavam lotados - He.... mais ou menos, tava na verdade pagando uma divida a um amigo. Arranca alguem ai do banco e puxa pra perto.... o volus não, ele ta comigo. Kolvant, esse é o Zada Ban, ele é meu sócio. E Zada, esse ai é o Kolvant. Blood Pack. Ele tava comigo la quando chutamos os Blood Reapers.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qua Fev 20, 2013 10:57 pm

Zada Ban: - *pshh* É...obviamente esmagar cabeças é uma arte... *tshh*

Ele pede uma cerveja mais...condizente a alguém que não tem um organismo capaz de aguentar um ryncol krogan, obviamente bebendo por um canudo ja que nao podia tirar o capacete, ao mesmo tempo em que Kolvant aparece.

Kolvant: - Longa historia. Err...um segundo.

Ele pega um humano no assento do lado pela argola da camisa e joga ele longe e senta no lugar dele como se fosse a coisa mais normal do mundo e pede o mesmo que você.

Kolvant: - A batalha foi divertida. Não lembro ela inteira por que você sabe...a bloodrage e tal. Só me falaram que eu tinha arrancado o braço de um vorcha e surrado ele até a morte com ele, pena...queria lembrar dessa. Quanto as cicatrizes, uma granada flamejante explodindo do seu lado tende a fazer isso. Me disseram que por pouco não perco a visão desse olho.

Você o apresenta a Zada Ban que acena ja que ele não confia exatamente em krogans dando apertos de mãos.

Zada Ban: - *pshh* Err prazer em conhece-lo. *tshh*

Kolvant: - Já não te vi antes?

Zada Ban: - *pshh* Estive em Tuchanka algumas vezes *tshh*

Kolvant: - Deve ser de lá. E Skundar antes que diga alguma coisa, o cara que jogou aquela granada encontrou seus ancestrais...permanentemente. De fato lembrei que você manja de consertar coisas, ia perguntar se não tinha como consertar minha armadura. A maioria das placas já era e o escudo é história.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Qui Fev 21, 2013 2:10 pm

O krogan escuta o que Kolvant tem a dizer.

- Que pena, perdi a festa, hehehe - Skundar toma mais alguns goles - Suponho que Garm tenha encontrado o vorcha la então. Hum, eu quase sinto pena do Gavorn - toma mais um gole - quase. Só sei que eu não vou querer alguem como o Garm bravo comigo nunca, o Gavorn devia ser no mínimo suicída!

Skundar então observa a armadura de Kolvant enquanto este conversa com Zada Ban. Ele então toma mais um longo gole acabando com o copo de ryncol e batendo o fundo do copo no balcão, forte o suficiente para fazer barulho mas não para quebrar ele.

- Kolvant tambem é um Urdnot, ele deve ter te visto quando você ia la no nosso clã. - ele fala enquanto observa Zada Ban, e então volta a observar Kolvant e então diz no seu típico jeito orgulhoso -Ha, eu posso consertar quase qualquer coisa - diz, enquanto pede mais um copo de ryncol no bar com um gesto com a mão indicando o copo vazio. Ele então começa a falar como se estivesse mais pensando alto do que conversando realmente - Sua armadura ta bem detonada, algumas das peças eu vou ter que refazer. O escudo vai ser um saco de achar outro... uhm.... - ele então volta ao normal - Vamos fazer o seguinte: eu conserto sua armadura. Vou precisar que você pague pelas peças se eu precisar comprar alguma, ou que pegue essas peças de alguma outra armadura, mas a mão de obra eu não vou cobrar - ele aponta para kolvant - mas você fica me devendo uma!

Skundar então pega seu copo de ryncol recem enchido e volta a beber.


________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Dom Fev 24, 2013 12:03 am

Zada pede um copo de água, você supoe que ele notou que vocês é quem estão bebendo o que faz dele automaticamente, o "motorista designado", ele se apoia com os cotovelos na mesa e solta um suspiro e fala baixinho.

Zada Ban: - Ah...krogans...

Você percebe que ele estremece, sentindo uma dor na alma quando você falou as palavras "nao cobrar a mão de obra", mas nota que ele tenta o possivel para não enfurecer ninguem e fingir que está tudo bem.

Kolvant ri de seu comentario e vira outra dose de ryncol.

Kolvant: - Já vi muita merda aqui em Omega mas se tem uma coisa que tenho certeza é que nunca quero estar do lado errado da arma dele. Digamos que quase senti pena dele, com enfase no quase. Não sei se já sabe mas o Gavorn era um dos aprendizes favoritos do Garm, digamos que ele ficou ambicioso demais...e quando o assunto é sua posição nos Blood Pack, Garm leva as coisas pro lado pessoal. A sorte é que estou conformado com minha posição...na verdade eu nem queria ser promovido, não sou exatamente material de liderança.

Ele começa a ouvir sua avaliação sobre a armadura.

Kolvant: - Sei que depois dessa vou comprar um capacete...sabia que não deveria ter gasto a ultima grana de contrato com dançarinas e aquela cerveja cara das asari. O lado bom é que agora minha conta ta tão grande quanto minha sede de sangue, o ruim é que não conheço muitos lojistas aqui, geralmente o Blood Pack toma conta dos meus equipamentos mas minha armadura ta tão fodida que o nosso mecanico me mandou pro inferno, nada mais justo do que desviar um cliente ou outro pra você.

Ele termina o copo e diz rindo.

Kolvant: - Dever uma? Vou lembrar dessa da próxima vez que tiver que tirar seu traseiro da linha de fogo.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Dom Fev 24, 2013 4:12 pm

Skundar bebia mais um pouco de seu copo ao perceber a exclamação de Zada Ban. Ele da um toque no volus e se curva um pouco na direção dele:

-Ei, não se preocupe, você sabe que eu não vou sair daqui bebado!

Ele então volta ao normal, ouvindo Kolvant e volta a falar com ele:

- Um capacete é uma boa idéia. Qual o objetivo de usar uma armadura se você vai deixar o ponto mais vulnerável exposto?! - ele toma mais um gole - Ei... tem um motivo pelo qual o mecânico de vocês ficou bravo: consertar sua armadura não vai ser nada fácil, vai consumir recursos e levar tempo que eu poderia estar fazendo outros trabalhos. Porém, se você puder me mandar mais alguns clientes ajudaria muito. Eu sou um krogan, eu sei do que vocês precisam e o que vocês querem quando me mandam alguma arma ou armadura, mas eu tambem conheço a maioria dos mercadores de peças e partes de Omega. Mas tem mais um detalhe ... - Skundar bebe bastante do copo - ... você viu la que eu sei quebrar uns ossos quando preciso, mas eu não sou um soldado: eu sou um cientista. O dinheiro que eu consigo estou guardando para usar em pesquisas e projetos que pretendo iniciar... - Skundar para por um momento, pensando. Sua vida andava meio tumultuada ultimamente, e ele mal tinha tido tempo para sequer pensar em seus projetos pessoais - ... em breve. Esses projetos vão ser focados em ajudar a nós krogans, no geral. Isso com certeza daria uma grande ajuda aos Blood Pack. E ei... me tirar la do lugar foi parte do pacote de eu te ajudar a encontrar o Gavorn!

Skundar toma mais um gole, depois volta a falar:

- Uhm... quanto ao que disse do Garm e do Gavorn: Esse vorcha devia ser muito forte para um battlemaster querer treinar ele, ainda mais um como Garm. Eu nunca havia visto outro krogan biotic pessoalmente antes, muito menos em combate! - O krogan olha para o próprio copo, girando ele com os dedos sobre o balcão, olhando como o ryncol se comportava com o movimento que ele fazia com o copo - Eu tava pensando sobre os outros vorchas, aqueles da guarda pessoal do Gavorn. Foram treinados pelo Garm tambem? Quer dizer, eles pareciam BEM fortes.

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Dom Fev 24, 2013 4:50 pm

Zada Ban: - *pshh* Me engana... *tshh* que eu gosto.

O omni tool do volus toca, ele observa ela e volta-se para vocês.

Zada Ban: *pshh* - Vou ter que atender.... *tshh* Já volto.

Ele resolve ir para um canto onde tem menos barulho, enquanto isso Kolvant continua.

Kolvant: - È...pelo menos pro meu novo esquadrão. Sei que se o Garm continuar me mandando nessas missões malucas, vamos manter sua conta tão gorda quanto seu parceiro.

Ele vira o copo e pede outro, ele toma o gole enquanto você fala e cospe tudo para o lado quando te ouve.

Kolvant: - Outro!? Você é um biotic!? Cacete...você sabe que isso é raro pra caralho entre nós né? Só não é mais raro que uma femea fertil.

Ao ouvir sobre os vorchas ele pondera alguns instantes.

Kolvant: - Conheço Gavorn por reputação. Ele era uma porra de um animal no campo de batalha, juravamos que ele era um krogan nascido no corpo errado. Ele não era biotic até onde sei mas aprendeu tudo sobre taticas militares e tecnicas de combate com o Garm e foi um dos poucos a sobreviver ao treinamento. Aqueles vorchas maiores foram treinados pelo Gavorn diretamente ou pelo menos escolhidos por ele, fora isso parecem ter tomado alguma droga que dá uma puta de uma melhora neles...não sei direito o que é.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Dom Fev 24, 2013 9:21 pm

O krogan olha quando a omni-tool de Zada Ban toca, e olha por um momento ele saindo de perto dos dois, então volta a falar com Kolvant.

- Hehehe... só não diga isso perto dele, acho que ele não vai gostar.

Quando Kolvant cospe toda a bebida de uma vez, Skundar inclina o corpo para trás um pouco, se afastando, sem entender o que houve. Quando Kolvant explica, Kolvant olha confuso e responde:

- É, eu sou um biotic! - Skundar fala, seu orgulho bem explícito em sua fala e quando ele se arruma altivo na cadeira. Qualquer coisa que o colocasse automaticamente acíma de outros krogans o agradava muito - Você não tinha percebido? Eu usei minha barreira uma hora la quando acabamos com aqueles turians. - ele então vira o resto do copo de ryncol inteiro de uma vez, e se vira para o atendente - Manda mais um. - Skundar então olha ao redor por um segundo, procurando Zada Ban, vendo se ele ja não se meteu em alguma encrenca. Ele então solta um grunhido de descontentamento, voltando a olhar para Kolvant enquanto este fala dos vorchas - É, eu tinha achado umas informações sobre algo tipo isso ae naquela casa dos turians. - Assim que o copo de Skundar é cheio denovo, ele o pega - Tinha um desses vorchas malditos guardando o sistema de suporte vital la. O filho da puta me deu um baita trabalho! - irritado ao se lembrar do vorcha, Skundar vira o copo de ryncol inteiro de uma vez e solta um grunhido enquanto baixa a cabeça e balança ela um pouco, como se estivesse voltando a sí, Kolvant sabia que era o efeito da bebida forte subindo toda de uma vez. Ele então bate o copo no balcão denovo, mas dessa vez com a boca para baixo - Não tinha tempo para brigar sério com ele, então peguei o pestinha e joguei do segundo andar! - falando alto, gesticulando com um braço como se tivesse jogando um objeto invisível.


________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Dom Fev 24, 2013 9:33 pm

Zada parecia falar na omni tool, nenhum sinal de perigo iminente ou coisa do tipo.

Kolvant: - E você acha que vou ficar te olhando com dois filhos da mãe querendo abrir um buraco na minha nuca?

Ele pede mais um copo, já sentindo o alcool começando a subir mas isto pelo jeito não o pararia.

Kolvant: - Eu e o salarian estavamos nos perguntando se você tinha parado pra um lanche no caminho.

Ele ri.

Kolvant: - Você tinha é que ter visto o Gavorn...o filhinho da puta lutou pra caralho, levou uns 8 krogans antes do Garm conseguir explodir a cabeça dele. Não sei que porra eles tavam usando mas nunca pensei em ver um vorcha conseguindo partir pro mano a mano contra um krogan.

Ele toma um belo gole do copo.

Kolvant: - Então quais são seus planos para os krogans? Vai curar a genophage ou coisa assim?

Disse em um tom de brincadeira, nada muito incomum já que os krogans estão tão sem esperança que a propria cura dela parecia uma piada de mal gosto.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Dom Fev 24, 2013 9:57 pm

Quando Kolvant comenta sobre o Gavorn, Skundar definitivamente não pode deixar de mostrar sua surpresa:

- OITO?! Gavorn matou oito?! - Ele encara Kolvant meio incrédulo, mas na verdade estava pensando o quão sortudo foi de não ter dado de cara com o próprio Gavorn durante a missão, ou com mais de um daqueles vorchas bizarros da guarda pessoal dele. O comentário de Kolvant sobre ele e Schells falando da demora de Skundar o deixa com um humor sombrio novamente, e o krogan vira o copo de boca para cima novamente, se apoiando com um dos cotovelos no balcão - Manda mais um! - ele se volta para Kolvant novamente - Aqueles vorchas não eram normais. Eles não eram normais!

Skundar volta a beber quando seu copo é cheio, encarando apenas o copo a sua frente. Quando Kolvant comenta sobre os planos e a genophage, Skundar para de beber, põe o copo no balcão e observa o liquido balançando por alguns segundos. Skundar não sabia se ja havia bebido demais ou se Kolvant realmente estava disposto a ouvir o que Skundar tinha em mente. O krogan então se vira, balançando um pouco na cadeira mas logo se firma.

- Eu vou te contar meus planos. . . - Tentando organizar o melhor possível os pensamentos, Skundar começa, ja obviamente um pouco afetado pela bebida - Primeiro eu quero descobrir o que é essa droga que os vorchas tavam usando, acho que ja tenho uma pista. Se ela faz isso com um vorcha, imagina com um KROGAN! -ele fala, abrindo os braços subtamente para dar a idéia de grandeza, mas logo os baixa denovo - Além disso, tem muita coisa que eu podia fazer por nós: melhorar nosso equipamento e máquinas, tanto de guerra quanto de sobrevivência, pesquisar formulas e soluções para nossos probleams em Tutchanka. E quanto a genophage... sim, eu vou ir atrás de uma cura para ela. Mas no futuro, não agora. - o krogan fala sério e determinado. Em seguida, Skundar leva o copo de ryncol a boca novamente, mas dessa vez ele para antes de beber, pensa por um segundo e baixa o copo, deixando ele no balcão e afastando ele de sí. Ele então diz, ainda encarando o copo no balcão - Uhm... me diga, Kolvant. O que você faria se a genophage fosse curada hoje? O que você acha que os Blood Packs iriam fazer?

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Dom Fev 24, 2013 10:13 pm

Você sente o alcool te alterando um pouco demais, se sente mais a vontade para falar, e pelo jeito Kolvant está levemente menos alterado.

Kolvant: - Eu disse...ele não era o aprendiz favorito do Garm por nada. E bem, combina o melhor treinamento possivel para um blood pack com aquela merda e você tem alguém muito forte com um belo de um reforço.

Ele percebe sua seriedade, mas não sabe direito se leva a sério ou se culpa a bebida.

Kolvant: - Não sei direito sobre essa droga...tem que ter algum efeito colateral, acharam que a Red Sand ia ser as mil maravilhas para biotics, só que acontece que ela torra seu cerebro.

Ele termina o copo e não contém uma risadinha fatalista ao ouvir você perguntando sobre a genophage.

Kolvant: - Provavelmente a mesma coisa que sempre fiz, nunca fui bom em nada a não ser lutar. Mas apostaria minhas bolas que o Blood Pack iria reunir os krogans para um pequeno acerto de contas com a galaxia...e eu totalmente aprovaria, os salarians e os turians nos devem oceanos de sangue.

Solta um suspiro desanimado.

Kolvant: - Mas é uma puta de um SE. No momento nossa filosofia de vida é "lutar, ganhar dinheiro, gasta-lo e morrer em batalha"...se pararmos para pensar ficaremos loucos.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Seg Fev 25, 2013 1:00 pm

Ele apenas ouve as respostas de Kolvant. Quando o outro krogan responde a pergunta sobre a genophage, Skundar apenas fecha os olhos por um segundo, ja imaginava que a resposta ia ser aquela, mas ainda tinha um pouco de esperança do contrário. Schells realmente estava certo.


Skundar pega o copo novamente, confuso. Ele se sentia igual a Kolvant, tinha raiva dos turians, dos salarians, do resto da galáxia, queria explodir seus planetas se pudesse, mas por outro lado conseguia ver a lógica que Schells o havia dito. Pensando um pouco, Skundar percebe que não valia a pena se aprofundar no assunto ali.

- Essa coisa da genophage... não é tão simples. - Skundar então vira o copo de uma vez como fez antes, fazendo o mesmo ritual de antes para aguentar a bebida forte descendo de uma vez. Ele então se vira um pouco no banco que esta sentado, ficando de costas para o balcão e apoia as costas e os cotovelos no balcão, meio largado no acento, olhando a boate ao redor.

- Sabe o pior de tudo?! Ninguem leva a porra de um cientista krogan a sério. Eu conseguia consertar tanques em Tutchanka mais rápido e melhor que qualquer outro mecânico do lugar! Eu ja te contei que uma vez eu consertei uma nave no meio de um ataque de thrasher maws?! Pergunte ao Zada Ban, ele tava la!- Skundar começa a rir do nada - Ah, não te falei, né?! Eu e o Zada acabamos de explodir um batarian com o canhão do mako! Hahaha, foi hilário!!!- Skundar fala isso dando um tapa na ombreira da armadura de Kolvant, era mais que óbvio que o krogan estava BEM alegre. - BOOM! E uma núvem de sangue! Ahahahaha, eu devia ter gravado. . .

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bidy
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1466
Idade : 28
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/11/2010

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Seg Fev 25, 2013 1:10 pm

O tom fica um pouco mais sério, até você começar a falar sobre os feitos especialmente na parte de explodir o batarian, Kolvant acompanha você rindo muito, te dando um tapa na ombreira.

Kolvant: - Hahahaahaha...por que você não me chamou quando foi fazer isso? Eu queria ter visto a cara dele.

A boate estava a mesma coisa, dançarinas asari em lugares estratégicos, várias pessoas de várias espécies dançando na pista de dança, as mesas como sempre lotadas, uma coisa que você percebe é um humano entrando e indo falar com o Zada no canto.

Kolvant: - Perae perae...o volus tava em tuchanka em um ataque de thresher maws? Ou esse baixinho tem bolas ou é muito azarado.

O balconista, um batarian que não parece ter ficado exatamente feliz com o comentário fala em um tom de aborrecimento.

Balconista: - Mais alguma coisa?

Kolvant: - Sim...poe mais um ryncol no...na...no negocio onde as bebidas vão! Não fica bravo não. Eu ainda te adoro....você e seu irmão gemeo aí do lado...é seu irmão não é?

Você não vê absolutamente ninguem alem do batarian.

________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://z6.invisionfree.com/Mundo_das_Trevas/index.php?s=6f82bdff
Tihak
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 547
Idade : 28
Data de inscrição : 06/11/2012

MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    Seg Fev 25, 2013 4:25 pm

- Não é óbvio?! Não chamei porque ele não tinha mais cara, tava espalhada pela rua! - e começa a rir da própria piada infame.

Skundar percebe o humano vindo falar com Zada Ban. Provavelmente seria mais um dos negócios que o volus arranjava sabe-se la da onde. O krogan decide ficar de fora, porque se fosse ali no estado em que estava tinha certeza que iria acabar com a transação.

- Ah... o Zada Ban? Bolas? Hum. As únicas que ele tem são as minhas quando eu to andando com ele, do contrário.... - Ele então olha para Kolvant - Mas tenho que dizer que ele não é de todo mau. Ele tem alguma coragem sim, afinal o cara ia fazer negócio com os Urdnots, e em Tutchanka, hehehe.... o baixinho é mais do que ele aparenta. Só... não de um rifle na mão dele. - Skundar fala enquanto estrala o pescoço.

Skundar então ouve o batarian no balcão, e se vira para ele. Ele segura o riso, aquela situação era tão ironica que Skundar achava até graça, e quando o batarian pergunta, ele apenas balança a cabeça negativamente e volta a olhar para onde Zada Ban esta. Ao ouvir o comentário de Kolvant, Skundar olha novamente para o batarian, vendo que só havia de fato um. Ele então da um tapa do lado da armadura do outro krogan.

- Ei, só não tome até cair que hoje não to afim de arrastar ninguem, hein!

________________________________________________
"A knight is sworn to valour

His heart knows only virtue

His blade defends the helpless

His might upholds the weak

His word speaks only truth

His wrath undoes the wicked."


                         
- The "Old Code"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: 2a Cronica de Skundar:    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
2a Cronica de Skundar:
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 6Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mundo RPG :: Mass Effect :: Galaxia Mass Effect: Jogos-
Ir para: