Mundo RPG

O Lar do Rpgista Brasileiro
 
InícioInício  PortalPortal  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Frente à Frente contra o Mal

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Qui Nov 22, 2012 10:20 am

Nem teve tempo suficiente para esperar uma resposta ou despedida, a entrada havia sido arrombada violentamente pelo grande minotauro, machucado e completamente enfurecido, dava pra ver pelos seus olhos vermelhos e o quanto bufava... Por sorte estava tão ferido e cansado que não o esmagou...

Atras dele, haviam varios mortos-vivos conjurados por Goran e uma mulditão vindo violentamente em direção a todos, com cara d poucos amigos... Ja era de se esperar, novamente a velha historia de "vamos caçar estranhos", a qual Bones ja estava começando a ficar de saco cheio...

Sabia que poderia estar caindo em uma armadilha devido o comportamento estranho que estava prestando atenção, mas devido a emergencia da situação e não saber se teria tempo suficiente de escapar por conta propria, Bones corre em direção ao portal para atravessa-lo.

- Do elfo e do necromante ali... Mas nem pense nisso agora, entra logo e vamos acabar com isso!

Esperava que pelo menos o Minotauro conseguisse ter um pingo de sanidade ainda e pudesse vir com eles, odiando a ideia do que aquela multidão raivosa poderia fazer caso colocassem as mãos nele... Para dar uma pequena ajuda ao grandão, lançou duas vezes a magia controlar trevas aproveitando a abundancia delas no local, para fechar o portão atras do minutauro e impedir a multidão de chegar rapidamente ao grupo, pelo menos tempo suficiente para que ele pudesse entrar no portal.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Elessar III
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 554
Data de inscrição : 03/12/2010

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Qui Nov 22, 2012 11:52 am

Bones escreveu:

- Do elfo e do necromante ali... Mas nem pense nisso agora, entra logo e vamos acabar com isso!


Apenas isso era o suficiente para motivar sua corrida, se a culpa era do elfo e do necromante os dois logo logo sentiriam o peso de seus punhos rachando seus cranios.

Nem adianta correrem eu vou pegar os dois e vão aprender uma lição de como fechar a porta na cara dos outros!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Sex Nov 23, 2012 5:58 pm

Não dando a mínima importância para o minotauro apenas envio uma mensagem telepática para ele enquanto passo pelo portal:

- Sua ignorância não adianta nada, tente pensar um pouco na situação e em todos os fatos...

E ao término da mensagem já havia transpassado o portal.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kleiner
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1810
Idade : 32
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Sab Nov 24, 2012 10:26 pm

O portal se fecha assim que Minos ultrapassa sua abertura.

Jeke e Aya esperaram menos de um minuto pelos demais.
Por um instante até acharam que se tratava de uma armadilha, mas quando viram do portal surgir Goran, Bones e Minos ficaram mais tranquilos.

Estavam novamente na praia...quando enfrentaram aquele General que montava um Nazgul.
Os restos do animal ainda estão sobre as pedras do paredão.
O lugar parecia o mesmo, com excessão dos corpos e restos de armaduras...uma batalha imensa foi travada nessas areias....
Mas o lugar é o mesmo, com uma fiferença....o bater das águas está mais suave. Como todo o clima desde que Arohan tinha sido "destruído".

Bones, Jeke e Aya viram uma cena que ainda não entendem, viram-no sumindo com Minos, que logo depois ressurgiu.
Minos por sua vez, viu Bones tomando posse dos ítens de Goran.
E Goran, viu o que ninguém gostaria de ver.

O que importa é que estavam ali.
Juntos novamente.

Mas como nada nesse mundo é tranquilo demais, o grupo avista dois indivíduos lutando...há uns 300m de onde estavam.
Ninguém conseguia ver quem eram. Mas a batalha era mortífera....

________________________________________________

WhatsApp 41 9886 1050
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://mundorpg.forumbrasil.net
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Dom Nov 25, 2012 7:49 am

Logo após pisar na areia da praia meu pulmão é inundado por ar puro e prontamente fecho meus olhos e respiro mais forte enquanto abro meus braços e caminho lentamente por alguns metros de areia lembrando de tudo o que aconteceu neste local.

Antes que pudesse falar algo vejo que há duas pessoas lutando um pouco longe de onde estamos, e apenas olho para o restante do grupo apontando para a luta mortal, e fico no aguardo para saber o que será feito pelos outros, pois não moverei uma palha para ir até lá, tenho que descansar e revigorar meu corpo e espírito.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Dom Nov 25, 2012 11:06 am

Depois de tudo que havia acontecido, sabesse lá porque Goran escolheu aquela maldita praia como destino do portal, um local que lhe trazia más recordações, afinal quase havia morrido tentando proteger o grupo daquela tsunami monstruosa quando enfrentaram o feiticeiro.

Mas agora a situação era diferente, ele ja estava morto novamente em sua forma Lich, a qual deve ter existido mais tempo do que sua forma viva original. E tinha em seu alcance os itens mais poderosos de todo o continente, pra nao dizer do mundo inteiro, o que o deixava em um estado de alerta constante.

Como primeira reação instintiva, iria ficar com todos os seus sentidos, magicos ou normais, atento ao que acontecia ao seu redor... Seu faro mistico iria buscar qualquer sinal de magia ou poderes ali enquanto que vasculhava com os olhos tanto o mundo dos vivos quanto o mundo dos mortos, procurando não ser pego de surpresa pelo outro lado...

Não pode deixar de notar que ali perto estava sendo travada uma batalha, mas isso pouco importava no momento, tinha uma responsabilidade muito maior nos ombros, embora tal batalha de alguma forma tenha lhe chamado a atenção, uma vez que o feitiço de Arohan ja havia sido quebrado...

- Peço que não me entendão mal, mas o fardo em minhas mãos é grande de mais, preciso garantir que nada de mal ira acontecer como qualquer um de nós enquanto não achar o homem santo...

Dito isso, Bones lançou rapidamente duas vezes a magia TROPAS DA MORTE, sua versão melhorada de soltados mortos vivos, ergendo das areias da praia sua pequena guarda pessoal. Procurou se concentrar para que não fossem muitos mas os que surgissem fossem os mais fortes possiveis.

Por alguns instantes se sentiu ate bem por ter voltado a morte, havia se esquecido como era bom nunca se cansar, respirar ou alimentar, coisas que os vivos tinham que fazer constantemente e descansarem para repor suas energias.

Caminhou calmamente em direção da elfa, aquela quem Goran havia indicado como a mais proxima dele e que poderia ajuda-lo a encontra-lo o mais rapido possivel. O tempo urgia. Procurou falar o mais tranquilamente que sua voz permitia, tentando ser o mais sincero, sem esconder nda ou mentir.

- Elfa, não lhe conheço como Goran ou outros, mas lhe peço um favor que ira salvar esse mundo... Não me julgue pela minha aparencia ou de meus poderes, sou um estudioso de algo que poucos gostam de lidar, a morte... Por isso mesmo, sei da importancia do que tenho em mãos e peço sua ajuda para encontrar o paladino Rey, o peregrino santo... No momento é o único em quem posso confiar caso ele não tenha caido em desgraça...

Não sabia se aquela elfa acreditaria nele, ainda mais com aquela aparência ou sua guarda por perto. Mas o que sabia é que precisava da cooperação dela ou teria que tentar por conta própria abrir o portal e descobrir onde Rey estava...

ROLL DA MAGIA:
MULI-CASTER:(3 pontos) Com essa habilidade, Bones é capaz de lançar 2 magias em um mesmo turno.

TROPAS DA MORTE
Tropas da Morte: 2d20 de Mortos Vivos nível 2 surgem, se houver cadáveres no local 20% de chance de não achar nenhum. ( Bones possui a vantagem aprendida com o guardião caveira que pode conjurar qualquer morto vivo mesmo que não haja corpo perto)

1a magia
Quantidade aleatória (1,20) :
18
Quantidade aleatória (1,20) :
16

2a magia
Quantidade aleatória (1,20) :
20
Quantidade aleatória (1,20) :
1

[off: Ae kleiner, uma coisa, tem como estipular o numero maximo de mortos pra 10 e qualquer numero acima disso torna os 10 um pouco mais fortes? Pq senão pode acabar criando uma multidão na praia, oq eh desnecessario...]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ninja
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1150
Idade : 21
Localização : Na frente do Pc
Data de inscrição : 29/11/2010

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Dom Nov 25, 2012 12:45 pm

Aquela luta chamou a atençao de Jeke, estavam longe, nao dava pra ver quem eram.
Mas isso nao era problema para Jeke.
Usando visao de Aguia, consegue ver que lutava, nisso da um grito de indiguinaçao:
-PUTAQUEPARIU! ESSE CARA AINDA NAO MORREU?!? ôô Bones, bones, o Paladino ta la tambem...e tem uma mulher eu acho que ja vi aquele rosto em algum lugar..., Rapido, como a gente vai fazer? Temos que chegar la pra matar aquele desgraçado de uma vez.

Off: Kleiner, a visao de aguia tem alcance de 2 KM, logo, se nos estamos a 300 metros de la e a Hiedi a 500, eu posso ve-la num é?

________________________________________________
Kung Lao, Jogador de Chapelão

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://italicox.blogspot.com.br/
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Dom Nov 25, 2012 3:54 pm

Fico apenas sentindo os movimentos e falas dos membros do grupo, enquanto isto minha mão direita vai até meu peito e uma energia negativa fica envolvendo minha mão e meu peito.

Logo em seguida percebo o que o druida disse e como num passe de mágica me teleporto até o seu lado e seguro em seu braço dizendo:

- Teleportando vamos mais rápido até lá....venha comigo!

E me teleporto juntamente com o elfo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Dom Nov 25, 2012 9:30 pm

Ao ouvir o elfo falar, não pode se conter, se tivesse palpebras naquele instante elas estariam arregaladas. Estava bem proximo do objetivo final, aquele paladino, mas nao podia perder tempo pois o mesmo estava em combate com alguem, que muito provavelmente seu frio na espinha ja sabia quem: arohan.

O necromante logo após ouvir o druida falar desaparece e aparece ao lado dele, sumindo logo depois. Aquilo infelizmente não era uma magia, uma pena pois se fosse seguiria o mesmo caminho.

Tinha agora a sua disposição 10 soldados mortos vivos, fortes o suficientes para servirem de ajuda em um combate direto. Deveriam ao menos servir como uma distração contra Arohan.

Bones corre em direção ao cavaleiro morto que foi invocado, subindo em sua garupa, queria chegar o mais rapido possivel no combate. Falou na lingua dos mortos, dando a ordem mas com respeito, como sempre trata os seus semelhantes menos agraciados de intelecto, mas qm em suas formas espectral podiam muito bem entende-lo.

- Nosso inimigo final nos espera! Aquele que causou a morte de vocês e muitos outros! TENHAM SUA VINGANÇA !!! ME SIGAM E PROTEJAM O PALADINO!!! CORRAM!

Nisso Bones deu o comando para que o cavaleiro pudesse partir em direção a luta, o mais rapido que pudesse e que as areias deixassem, com os outros soldados logo atras dele, seguindo rumo a verdadeira batalha final.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Elessar III
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 554
Data de inscrição : 03/12/2010

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Dom Nov 25, 2012 11:01 pm

Rapido... Matar... Teleportes... Telepatia... MOrtos voltando a vida....

Minos já estava farto dessas coisas de magia, todo q qualquer mago em um ponto acaba se corropendo, e magia só causa mais complicações do que soluções. A gora era o alvo seria o Arohan, e se ele caise? Bones com sua esprema curiosidade e seus pecados que o levaram a ser um, cadaver ambulante... ou ainda o tal de Goran, que do nada pareceu emas que parece esconder muito mais coisas do que deixa transparecer...

"Ao fim disso tudo vai caber a mim ter de destruir todos esses artefatos para que ninguem mais posso vir a se corromper."

Minos pensou solitário enquanto de longe observava a briga sem muito se importar
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kleiner
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1810
Idade : 32
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Seg Nov 26, 2012 8:12 pm

Minos de fé não se importou.
Mesmo sendo citado o nome do Paladino Rey. Um bom amigo para ele.
Mas acordou desse desânimo, quando ouviu que a Clériga estava no meio disso.

A Clériga?
Heidi?
Mas, Minos a viu morrer em seus braços....como poderia? Seria um presente dos deuses?

Rapidamente Bones parte para a direção da batalha, subindo na nuca de um dos seus soldados-mortos.
Mas algo de errado aconteceu.
Não muito longe da batalha, Arohan apenas olhou para sua direção e sorriu.
Os soldados pararam imediatamente.
Aquele que o carregara o joga no chão.
Bones stava cercado.
O soldado que o carrega agarra na bolsa que estava em sua posse. E tenta arracá-la de suas mãos.
Enquanto os outros nove tentam acertá-lo com suas armas.

Minos observa isso de longe, porque ainda estava a correr até a batalha.

Jeke e Goran desapareceram.
O necromante o teleportou, mas não reapareceram na praia...

Aya, a Elfa estava com Minos, ela parecia estar com medo.
- É Rey Minos? ...Você tem certeza que é meu Paladino?

________________________________________________

WhatsApp 41 9886 1050
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://mundorpg.forumbrasil.net
Elessar III
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 554
Data de inscrição : 03/12/2010

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Seg Nov 26, 2012 8:49 pm

Não pode ser? Será mais um desses malditos feitiços? Meus olhos já não são mais os mesmos, será que perdi minha insanidade? Sei que mortos andam entre nós... afinal tenho como amigo uma caveira falante que controla zumbis... mas a Elfa, ela estava morta... eu mesmo a enterrei....

*Minho segura forte o pedante que lhe fora dado pela elfa entes de sua morte*

Nem percebera mas agora estava correndo, como um touro, em carga máxima, com seus chifres afiados, nada se colocaria em sua frente, poderia agora até mesmo atravessar uma muralha sem nem ao menos sentir o anteparo. Via os mortos vivos atacando Bones, mas isso era problema dele, não o ajudaria, afinal não gostava de magia. Ao menos Minos podia pensar assim, mas sua direção predizia outra, enquanto corria até a Clerica fazia quentão de que a sua frente estivessem o máximo de zumbis que atacavam Bones. Não o ajudaria, mas também atropelaria todos aqueles que estivessem em seu caminho
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kleiner
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1810
Idade : 32
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Seg Nov 26, 2012 8:57 pm

Minos faz um strike nos zumbis que atacavam Bones...mas ainda assim tinham alguns com ele.
Menos porque o Minotauro matou pelo menos a metade dos mortos-vivos.
Graças a sua armadura de ouro.

Minos enquanto corria na praia, viu Rey cair no chão agonizando.
E viu que Arohan teleportou Heidi para o céu, a 1km do chão...fazendo com que ela despencasse. Ela estava em queda livre.

Aya estava correndo o mais rápido que podia, mas estava longe do Minotauro..

________________________________________________

WhatsApp 41 9886 1050
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://mundorpg.forumbrasil.net
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Seg Nov 26, 2012 10:54 pm

Aquele maldito Arohan tentou atrapalha-lo, mas para aquele que anda com os morto, aprender a forçar sua vontade sobre eles não passa de um simples exercicio de criança... Não sabia dizer se Minus o havia ajudado ou atrapalhado, pois num simples golpe, ou seria movimento, acabou destruindo metade dos soldados...

Bones segura firmemente a bolsa, buscando inicialmente tentar desfazer o controle de Arohan cancelando seu controle, usaria a magia "controlar mortos vivos" para novamente forçar seu controle em sua tropa, esperando nao ter que usar novamente logo em seguida para continuar a avançar, impedindo arohan antes mesmo que conseguisse.

Mas se por uma obra do destino sua magia não funcionasse nos mortos, ja tinha um plano reserva em mente: usaria as sombras as quais havia recolhido no castelo para criar uma esfera a seu redor, para se fechar, pegando na metade do braço do soldado que tentava arrancar a bolsa, uma esfera rigida feita de suas sombras naturais e magica.


MAGIA:
-Controlar mortos: Controla 2d10 de Mortos Vivos.
Quantidade aleatória (1,10) :
1
Quantidade aleatória (1,10) :
10

Se não tiver o controle deles, ele vai se defender se fechando dentro da esfera
Controle de sombras (HE)
Quantidade aleatória (1,20) :
14
+19 de inteligencia

Sombra Solida
Quantidade aleatória (1,20) :
7
+19 de inteligencia
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kleiner
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1810
Idade : 32
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Sab Dez 01, 2012 8:03 am

Bones não conseguiu controlá-los.
Mas conseguiu sua defesa na esfera.
Num breve pensamento que envolviam centenas de POR QUÊs, Bones compreende. O Nível de Magia de Arohan é muito acima do seu. O Controle dele sobre os mortos é além do que o que você tem, por muita sorte, ele não tem poder sobre você.

Aya, a Elfa vê que Bones estava cercado por alguns soldados mortos e pára de correr.
- Larguem dele - e conjurava bolas de fogo enormes na direção dos soldados mortos. Era como uma dezena delas...a cada passo, mais e mais bolas.
Não restou soldado sobre Bones.
Ela lhe estende a mão, para que se levantasse do chão.

Arohan observava tudo, pretendia teleportá-la para o fundo do oceano.
Não o fez porque Minos chegava a próximo demais dele.

A Armadura dourada dos Guardiões.
O Minotauro a usava.
Arohan sorri. E se teleporta, para longe de todos.
Minos consegue agarrar Heidi antes que ela tocasse ao chão.

A Clériga descia a toda velocidade. Estava apavorada em ver sua morte chegando com tamanha crueldade.
Ela gritava ao cair, mesmo com suas tentativas de não se espatifar no chão, ela sabia que ia morrer....denovo. Ela fecha os olhos e espera.
Mas sente seu corpo seguro, e ela cái. Mas cái com certa suavidade.
Ao abrir seus olhos, vê a Face de seu salvador....Minos....o Minotauro que sempre a protegeu como pôde.
E Ela lembra de quando se foi, ele estava com ela, e ele deve ter visto tudo.
Minos a segura, como se não acreditasse.
Era uma cena de paz, em meio ao caos.

Rey sentia cada vez mais vontade de buscar a coroa.
O que antes parecia ser só sua mão, começa a aumentar para parte do braço.
Mas independente disso, o Paladino se levanta.
Com muita dor. Mas se levanta. Pega sua espada. Ora a seu Deus para que lhe dê forças. Mas orou como nunca havia feito.
Ele pediu proteção contra essa força que o domina.
Vendo seus companheiros salvando uns aos outros, ele parece satisfeito, como se eles tivessem aprendido algo com ele.
Por um instante ele não sente mais sua dor.
Por um instante a espada quase caiu.
Sua oração parou.
Estático.
Quando olhou para a direção de Bones, viu Aya erguendo-o do chão depois de salvá-lo.
Aya...ele lembra que ela tinha sido levada por um polvo gigante depois de fugirem com um navio pirata.
Ele chorou por meses.
Ele quase pulou sobre as pedras para ir atrás daquela Elfa.
E Ela estava ali.
Como um milagre.

Um Milagre....sim....para Rey só podia ser isso que aconteceu ali.
Seu Deus não o abandonou. Pelo contrário. Ele mandou seus amigos para ajudá-lo.
Rey se enche de coragem. Não sentia mais dor no braço.
Aquela mão preta estava voltando a ficar da cor de sua pele.
Rey estava forte. Corajoso. Em paz....Revigorado.

Arohan por sua vez, de longe, sobre o morro que estava na praia, batia palma.
- Bravo...Bravo...que cenas lindas...eu quase me emocionei.
HAHAHAHAHAHAHA
- Desistam. Vocês serão polpados se não lutarem mais....eu...lhes deixo ir embora.

________________________________________________

WhatsApp 41 9886 1050
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://mundorpg.forumbrasil.net
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Sab Dez 01, 2012 5:33 pm

Se tinha algo no mundo que Bones não gostava de fazer era asssumir sua fraqueza, assumir que ate mesmo ele ainda tinha muito o que aprender e se tornar mais forte, e por isso mesmo que era obsecado por conhecimento, sempre buscando mais e mais sabedoria a respeito de tudo um pouco, mas em especial em sua área de conhecimento maior: a morte.

Entretanto, Arohan deu-lhe uma aula pratica do quão despreparado ele estava ao enfrenta-lo, sentiu-se fraco, sentiu-se um mortal. Viu que seus soldados que eram para ser os mais fortes que ja havia criado ate aquele momento sendo usados contra ele como um brinquedo tomado de uma criança e usado por um adulto...

Conseguiu se proteger com suas sombras, mas não fazia de por quanto tempo seria possivel, eles estavam em maior número e no fundo sabia que sua pequena batalha em nada significava diante do derradeiro confronto sendo disputado a alguns metros dali. Precisaria resolver isso por conta própria.

Quando mais duvidou de si mesmo e de suas capacidades, foi salvo de uma forma inusitada. A elfa, a quem ele havia pedido ajuda instantes atras, apareceu para ajuda-lo, destruindo os esqueletos com bolas de fogo. Bateu uma certa tristeza em ver sua obra ser destruida assim, mas uma alegria por ver que não estava sozinho.

Não, de forma alguma, Bones não estava mais sozinho naquele mundo. Querendo ou não, aquele grupo significava algo para ele, companheiro de valor inestimavel que durante meses o acompanhou naquela louca jornada. Da mesma forma, podia ver que ele mesmo significava algo para eles, afinal, mesmo "sem querer", Minus acabou com alguns dos esqueletos que o atacavam e Aya o restante.

Estava na hora dele fazer algo pelo grupo naquela batalha, da ultima vez havia agozinado e morrido de uma forma que nenhum mortal conseguira imaginar de tanto sofrimento que passou em novamente morrer. Era hora de dar o troco para Arohan...

- Obrigado Aya...

Agradeceu ele a elfa por te-lo salvado enquanto desfazia a barreira, recolhendo novamente suas sombras, tentando ja correr em direção a batalha, sem mais truques antecipados...

Deve ter sido o ultimo a se aproximar da batalha, vendo o paladino que instantes atras estava fraquejando tambem ter suas forças renovadas com a reunião de todos, ou pelo menos quase todos, pois sentia a falta do druida e do outro necromante, provavelmente sua desconfiança era fundamentada e o necromante estava agora colocando suas garras de fora...

Procurou ir para perto de onde o Paladino estava, parando-o ao seu lado, segurando firmemente a sacola que carregava a coroa em uma mão e sua foice em outra, finalmente colocando em pratica o que havia planejado para aquele momento e quem sabe acabar de vez com Arohan, mesmo que se sacrificando no processo...

- Não deixe que isso te suba a cabeça, mas só existe uma pessoa em todo esse continente que confio para dar um destino a essa coroa maldita... E esse alguem é você, peregrino santo... Mas eu tenho ainda um objetivo maior, restaurar tudo que Arohan destruiu entre os vivos e mortos e pra isso preciso dessa coroa como uma ferramenta para tal, tenho mais conhecimento no assunto do que você e não posso permitir que o mundo perca o salvador de todos... Nesse instante Bones fica de joelho ao lado do paladino, com a cabeça baixa. - Não sei se sou apto a usa-la sem me corromper, mas peço-te humildemente um milagre, perdoe todos os meus pecados e faça de mim capaz de cumprir pelo menos essa ultima tarefa antes que seja tarde de mais... Se algo acontecer comigo e cair nas mãos de Arohan, destrua minha foice, ela contem minha alma...

Em seu interior, ja não existiam mais conflitos ou duvidas, nem tristeza ou alegria. Naquele instante, Bones estava sereno, talvez pela primeira vez em toda a sua existencia, disposto a se sacrificar de cabeça herguida para impedir que tudo aquilo continuasse. Ele estava em paz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 26
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Dom Dez 02, 2012 4:29 pm

Dizem que quando a morte se aproxima você acaba entendo o sentido da vida. Acaba entendendo todas as nuances, enxerga com clareza erros cometidos, o que poderia ser mudado, o que você deixou para trás, suas promessas quebradas.

Heidi estava em um momento desses, sabia o propósito da sua volta dos mortos, sabia exatamente o que deveria fazer, mas não pode. Mesmo com a ajuda de seu deus, mesmo com toda a coragem que tinha, não seria capaz de derrotar Arohan, infinitamente mais forte. Sentiu-se fraca, insignificante perante tamanha crueldade.

Ela gritava, mas não de medo, era o seu grito libertador, era a sua oração ao seu deus para que a recebesse novamente, mas desta vez seria permanente.
Arohan não previu um fator muito importante, a amizade. Como um milagre, a clériga sente-se segura, não estava machucada, pelo contrário, estava intacta, algo havia impedido a sua queda. Quando abre os olhos, vê Minos, seu amigo mais fiel, esteve com ela em todos os instantes, a protegendo, ajudando, até em seu leito de morte.

Seus olhos se enchem de lágrimas e alegria, ela observa que ele ainda usa o colar de proteção, e o abraça fortemente, cheia de emoção.

- Você ainda ta vivo...você me salvou, de novo.

Por um instante, parecia que nada existia, a força da amizade verdadeira é superior do que qualquer força maligna é mais forte até mesmo que a morte. Agora estava claro. Aquele grupo, que desde o princípio teve suas forças, sua fé, sua coragem testadas constantemente, estavam ali novamente, reunidos para encerrar definitivamente o que começaram, e se preciso fosse, doar suas vidas em prol disso.

Abrindo os olhos novamente, a clériga procura sua espada, a segura firmemente, agora encarava Arohan, que observa a todos de longe. Todos estavam ali, menos Goran e Jeke, e isso a preocupa deveria ter todos juntos para derrotar o inimigo.
Ela se posiciona entre Minos, Rey e Bones, que estava ajoelhado perante o peregrino, ela o olha e sorri, uma cena digna, de arrependimento absoluto. Quem imaginaria que um estudioso das trevas não teria o seu coração tocado por elas?

Como num impulso, a clériga toca a cabeça do rapaz, mesmo sem conhecê-lo, e faz uma oração, pedindo pela sua alma. Não tinha a capacidade de perdoar os seus pecados, mas com certeza a oração reconforta ao menos um pouco a sua alma.

“Que Pellor tenha compaixão de sua alma, que ele seja bondoso e justo com aqueles que não compartilham a mesma fé.*”

Abre os olhos e fala para todos:

- Estamos novamente aqui, nessa praia. Não podemos perecer, temos essa chance, essa última chance de acabarmos com o inimigo. Sozinhos não conseguimos, mas temos algo maior em nossa defesa, nossa amizade. Juntos, iremos até o fim.


Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arvedui
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1799
Idade : 104
Localização : Mundo da Lua
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Seg Dez 03, 2012 6:12 pm


O paladino estava prestes a sucumbir ao desespero e à dor. O terror e a morte que pareciam fazer provir apenas de sua mão, agora tomavam o braço quase inteiro, aquilo fez com que Rey se sentisse mais desgraçado ainda. A morte agora parecia uma sombra negra a sua frente, cada vez mais próxima, cada vez mais real. Contudo, não era aquilo que Rey esperava. Depois que sua vida virou do avesso e seus pecados se tornaram um fardo pesado demais, seu desejo era morrer em penitência, lutando pela vida e sobrevivência do resto do mundo... e não perecer sozinho em uma praia, agonizando e desesperado.

Rey então levantou seus olhos e pode ver ao redor. Não estava sozinho... a maioria de seus companheiros de jornada estava ali. Independentemente da história de cada um e de suas motivações pessoais, estavam ali e prontos a morrerem em virtude de algo maior. Aquilo fez o paladino sentir vergonha de sua fraqueza. Todos ali provaram ser mais fortes e merecedores do dom da vida, ao passo que Rey cada vez mais parecia se afastar de seus ideias. Aquilo fez seu coração ferver. Fazendo um esforço sobre-humano, Rey consegue levantar-se e dar uma olhada melhor ao redor.

Neste momento percebe com clareza o que está acontecendo. Reconhece Aya, mais uma vez ela estava ali. Seu coração pareceu ser triturado por mãos invisíveis, tamanha dor sentiu ao vê-la.

"Elfa tola..."

O paladino sentiu uma vontade incomensurável de abraça-la e protegê-la do destino cruel que parecia recair sobre todos os membros do grupo. Quase esqueceu de sua dor por uns instantes, enquanto a observava por uma fração de segundos salvar a vida de Bones. Aquilo de certa forma fortalece o peregrino santo. Mais uma vez, Rey sentiu a esperança renascendo e, com ela, a fé novamente pareceu não encontrar limites.

Assim, mesmo às portas da morte, Rey permitiu-se uma oração. E orou com fervor, como nunca havia feito na vida. Orou não por sua vida, não por perdão, não por motivos egoístas, orou pela vida dos companheiros, pessoas mais valiosas que ele próprio... orou pela sobrevivência de Minos, que apesar da fúria guerreira, era um amigo leal e valioso. Orou pela vida de Heidi, tão jovem e talentosa em sua fé, alguém que ainda poderia trazer paz e curar as feridas do mundo quando tudo estivesse acabado. Orou por Goran, que não estava ali no momento, mas que fora um bom amigo, orou por todos os companheiros mortos, que pudessem descansar em paz. Orou taenfim, por Aya... pelo eterno sorriso e infinita esperança que emanava daquele rosto élfico... orou por forças para protegê-la, e por coragem para fazer o que pudesse ser feito para salvar todos ali, pois todos eram preciosos demais para serem mortos. O mundo precisava daquelas pessoas...

Neste momento, Rey percebeu que a mão negra não doía. Ao olhá-la, percebeu que a cor negra desaparecia. Isso o encheu novamente de esperanças, e nem a ameaça real de Arohan poderia estragar esse momento. Rey segurou a espada com força, sentindo a nova vitalidade da mão curada e a muito custo segurou uma lágrima: seu deus estava presente naquela batalha. A esperança estava renovada. Permitiu-se um sorriso, mesmo com tudo o que estava acontecendo. Era bom sentir a presença de deus com aquela força. Era bom saber que por mais que o pior acontecesse, haveria alguém ao seu lado. Finalmente, desde que começara toda essa jornada, Rey teve paz. Era aquilo que esperava... era aquilo que queria. E acabasse como acabasse, Rey teria o seu momento de glória agora.

Estava pronto para começar novamente o ataque contra Arohan, quando Bones se aproximou. As palavras que disse surpreenderam demasiadamente o paladino, mas não foram de todo inesperadas. Rey colocou a mão sobre o ombro do necromante e olhou fundo naqueles olhos que lhe lembravam a morte. Segurou um arrepio pelo corpo, tentando limpar a mente de tudo o que fosse externo e desnecessário. Naquele momento, importava apenas o homem que um dia fora Bones:

- Eu não sou a pessoa mais indicada a perdoar seus pecados, sou apenas um paladino tentando encontrar seu próprio caminho. Mas não usarei essa coroa de bom grado, a não ser que seja o último recurso a ser tentado. Sendo assim, se você acha que tem o poder para acabar com o esse mal, eu oro a deus para que limpe sua alma dos pecados e lhe dê forças para resistir ao controle das trevas. E que você possa ter em mente o tempo inteiro que todos nós aqui estamos ao seu lado, para morrer com você, se for preciso. - estendeu a mão para Bones - Levante-se... lute conosco. Hoje tudo deve acabar, para o bem ou para o mal. Esteja pronto para uma morte tranquila e livre de arrependimentos, se essa for a vontade dos deuses, ou para o júbilo da vitória, sempre mantendo a humildade de reconhecer que esta vitória veio a custo de muitas vidas mais importantes do que a nossa. - ajudou Bones a levantar. O toque do necromante não o causou calafrios. Sua fé estava elevada demais naquele momento.

Rey então virou-se para os demais companheiros:

- Então é isso... tudo o que passamos, sofremos e vencemos foi para que este momento tenha sido possível. Nós, que chegamos vivos à custa das vidas de tantos companheiros e tantos inocentes, devemos a eles uma vitória e um embrião de esperanças para o mundo. Hoje é o dia em que venceremos, ainda que não estejamos vivos ao final para celebrar. - paladino segura mais forte o punho da espada - Vocês hoje me ajudaram a reencontrar minha fé e renovar minha esperança. Sou-lhes muito grato por tudo, ainda que não tenham noção do quanto me ensinaram. Deste momento até o último segundo, minha espada e minha vida são suas.

Por fim, virou-se para Arohan:

- Acredito que você percebeu que todos nós estamos em paz para morrer aqui. Não temos medo e nem dúvidas. Portanto, pare de falar asneiras e simplesmente mostre o que você tem.

O coração palpitou acelerado. Encarar o mestre das trevas estava se mostrando um desafio praticamente impossível. Mas, de alguma forma, o paladino sabia que aquilo acabaria hoje... de um modo ou de outro, acabaria...

________________________________________________
Devagar e sempre...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Elessar III
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 554
Data de inscrição : 03/12/2010

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Qua Dez 05, 2012 9:02 am

"- Você ainda ta vivo...você me salvou, de novo." Essa voz.. realmente era ela mesma, ali em carne e ossos. Minos a segurava, estava feliz mesmo a contra gosto, estava feliz por ela estar respirando. Voltar dos mortos não era uma coisa natural, odiava magia por conta disso. Mas por um momento isso não mais importava, sua amiga estava ali viva e isso sim era importante.

-Pessima hora que escolheu para aparecer em... Da proxima que tal pular de uma altura não tão alta? "Minos respondia a Heidi tantanto amenizar a tensão do momento, enquanto a colocava novamente de pé"

Aquilo parecia com o conto dos bardos, todos juntos novamente ali, com um objetivo em comum. E parado observando estava nosso alvo, a razão que nos levara até aquele ponto de interrogação, um momento decisivo para o bem ou para o mal não só do grupo quanto para tudo aquilo que existia.

-Rey, bom reve-lo, mas vou discordar de você não estou em paz para morrer, pois não vou perecer aqui... ao menos não antes de ver aquele maldito cair.

Não eram palavras tolas de confiança em demazia, mas Minos não morreria antes de cumprir sua missão, sua determinação era tremenda, suas ferias pouco importavam... Mas ele não cairia antes de vert Arohan tomabar.

- Desistam. Vocês serão polpados se não lutarem mais....eu...lhes deixo ir embora.

-O que mais quero é lutar, então por favor não me poupe... Agora tem duas escolhas, ou quebro você facil e rápido, ou quebro vocês dificil e demorado... Espero que escolha a segunda, pois não sabe o quando eu esperei por isso. "Procunciava Minos quanto suas narinas mais pareciam um forno esfumaçante e seus olhos vermelhos focalizavam o ponto em questão, O guerreiro Minotauro estava praparado para o fim..."

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kleiner
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1810
Idade : 32
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Seg Mar 04, 2013 5:05 pm


Quadrados:
Vermelho = Goran, mas muito estranho
Azul = Um Rey, muito estranho, pálido e com cabelos negros
Roxo = Parece ser o Elfo Jeke, mas idêntico ao Rey, pálido como um zumbi
Preta = Arohan

Bolas:
Vermelha = Heidi
Rosa = Rey
Azul = MInos
Marron = Bones
Verde = Aya
________________________________________


Antes de qualquer ação.
Antes de qualquer resposta de Arohan.
Antes de algum herói atacá-lo.

Um Portal se abre. Um portal cinza. Era obra de Goran, pois seus portais são assim. Todos já os viram.
Por um instante há um sentimento de ânimo, pois o Necromante é poderoso e seria uma dádiva nesta batalha.

Seria.

Prestando atenção em quem sai daquele Portal, o grupo se assusta.
Havia um Jeke zumbizado. E com cara de poucos amigos, indo na direção de Heidi.
Um Reyzumbizado e andando na direção do Paladino Santo.
E um Goran...mas muito diferente. Este corria na direção de Bones.

O Clone do paladino estava fazendo algo que somente Rey sabia o que se tratava, ele estava se concentrando....orando para as Trevas...ele estava fazendo....seu golpe fatal.

O clone de Goran desfere golpes mágicos em Bones.
Se tratavam de lâminas negras.
Já Jeke se teleporta ao lado de Heidi...e saca sua espada...mas como se no fundo lutasse contra o que estava fazendo...

Arohan mais uma vez fala:
- Ora Ora....boa escolha Goran....boa escolha....escolheu o lado certo. Mas não fique de fora dessa batalha...mostre seu valor contra o Minotauro...
e com um gesto como de um puxão no nada, Arohan arranca o verdadeiro Goran do Portal. Trazendo-o até a praia e fecha o portal do Necromante.

Aya...cheia de amor por seu amado paladino começa a batalha.
A Elfa conhecia aquele golpe também. Já viu Rey usá-lo em batalha uma vez...há muuuito tempo.
Com rapidez e exatidão, Aya lança uma bola de fogo no peito do paladino clonado, que rolava no chão ferido.

Bones consegue ver as lâminas do falso Goran vindo em sua direção.

Heidi começa a se defender de Jeke, que se teleportava a cada golpe de espada contra a Clériga, fazendo com que ela se assuste com tamanha violência.
Hora um golpe nas costas, outro da esquerda, de frente...o elfo zumbi estava disposto a matá-la...como se tivesse se rendido á luta.

Arohan que até agora nada fez, ao ver que Aya estava disposta a atrapalhar aquela batalha, puxa a Elfa para encima do morro onde ele estava.
A Elfa foi levada pela mesma magia que Goran fora arrancado do Portal.
Aya estava de joelhos, pois foi jogada com força no chão.
Arohan entã, lentamente, como se esperasse uma reação da formosa Elfa, saca sua espada. Azul como o mar e grossa como um martelo.


E aí galera?



________________________________________________

WhatsApp 41 9886 1050
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://mundorpg.forumbrasil.net
DEATH
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1017
Data de inscrição : 15/11/2010

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Seg Mar 04, 2013 7:22 pm

Bones nem teve tempo de saber se algo havia dado certo o que havia feito e logo surgiu um portal de Goran, saindo um grupinho bem peculiar dali de dentro, atacando praticamente todo o grupo ao mesmo instante, sentindo la no fundo uma certa tristeza por não poder encarar Goran pessoalmente, ja que o covarde havia mandado uma copia de si para a batalha, mas tão logo Arohan agiu de uma forma imprevisivel, puxando-o pelo portal.

- Arohan, pena que você se tornou nosso inimigo, porque eu adorei isso !!! hehehehe

Realmente estava agradecido, pois aquela traição de Goran não deveria ficar impune, ainda mais tendo matado o Elfo, pois bastou Bones olhar para ele para ver que se tratava de um zumbi usando o corpo do coitado.

Seus olhos estavam em chamas vendo aquilo e um ataque direto em sua direção, de uma magia que ele conhecima muito bem, as lâminas negras, uma das magias mais fortes que ele proprio conhecia e vivia usando. Mas havia algo que Goran não sabia ou havia esquecido... Goran podia ser mais antigo que Bones e ter mais conhecimento magico, mas sem duvida Bones possuia uma afinidade com as sombras em um nivel diferente, como se fossem parte de seu corpo.

Não pensou em defender o ataque, pois sabia do poder devastador da magia. Em vez disso, iria fazer o que sabia fazer de melhor: Controlar as sombras a seu favor. Com sua HABILIDADE, iria mudar a tragetoria da magia, para a direção a Arohan, adicionando no golpe sua propria magia, fortalecendo-a ainda mais para quem sabe pegar Arohan desprevinido, concentrado na Elfa e em sacar sua espada exagerada.

Em compensação, por se tratar de uma copia de sombras de Goran, usaria sua magia de sombra solida para deformar o clone sombrio, fazendo sua cabeça e braços se disperçarem como fumaça ou pelo menos cairem do corpo, quem sabe assim tirando-o do combate.

HE: controle de sombras, Não conta como uma magia no número de magias por turno. (Teste de habilidade para ver se controla a magia de Goran)
DEATH efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
10

Magia 1: Laminas negras: 2d20 somado com a Inteligência do conjurador
DEATH efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
20
DEATH efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
12

+19

Magia 2: Sombra Solida (teste para deformar o clone)
DEATH efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
11
+19
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Seg Mar 04, 2013 10:33 pm

Infelizmente o plano não saira como o planejado, Arohan interferiu nas ações e me transportou até o campo de batalha, fazendo enfrentar o minotauro sem noção, o qual é o pior oponente que poderia enfrentar nesse momento. Mas não tenho escolha e só devo enfrentar o meu destino e manter minha meta.

Meus generais seguem conforme o combinado, cada um seguiu para atacar aquele que foi direcionado e, por enquanto, quem está melhor é o meu clone, porém deve ser rápido em seu combate. O paladino das trevas foi atacado pela elfa que no momento está nas mãos de Arohan. E o soldado morto seguiu contra Bones, o adversário mais inteligente do grupo.

Não dou nenhum passo, apenas digo a seguinte palavra antes de invocar a magia "Dragão das Trevas":

- Minos, que sua mente fique sobre meu controle...

E em seguida um Dragão Negro surge no combate atacando o minotauro com sua rajada e seguindo em sua direção para atacá-lo com sua mordida em seguida.

__________________________________________

Habilidade Especial

-Controle Mental – 7: pronuncia uma frase no idioma das trevas e consegue controlar a mente e, conseqüentemente, o corpo da vítima (teste de -7 em Inteligência).

Magia Nível 6

- Dragão das Trevas: um dragão feito de trevas surge no campo de batalha e começa a atacar todos os oponentes do necromante.
O dragão pode atacar com suas patas (6d20), cauda (7d20), mordida (8d20) e rajada (10d20).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Seg Mar 04, 2013 10:35 pm

Rajada do Dragão Negro

Goran Pandev efetuou 10 lançamento(s) de dados (d20.) :
13 , 8 , 12 , 20 , 2 , 18 , 5 , 6 , 12 , 13

Mordida Dragão Negro

Goran Pandev efetuou 8 lançamento(s) de dados (d20.) :
12 , 20 , 19 , 11 , 7 , 6 , 10 , 18
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 26
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Ter Mar 05, 2013 10:57 am

Não acreditava no que estava acontecendo. Sempre soube que o necromante almejava apenas poder e conhecimento. Mas no fundo, pensava que algo mudaria, que ele não trairia aqueles que lhe ajudaram e foram ajudados por ele. Triste ilusão, agora, todos pagam pela sua ambição.

Com muito pesar em seu peito a clériga se defendia do elfo, agora transformado em zumbi. Tentava em sua mente, ver alguma solução plausível, que trouxesse o druida a vida, mas não tinha esse poder.

Controlado por Goran, a clériga não tem outra alternativa a não ser atacar aquela forma à sua frente. Fecha os olhos por alguns segundos, questão de milésimos de segundos, apenas para recompor seus pensamentos.

Das suas mãos começa a emanar uma luz muito forte, e com movimentos muito rápidos, a clériga solta essa energia no druida. Logo em seguida, aproveitando o momento de lentidão do oponente após o ataque, a clériga segura seu braço, conjurando uma magia de cura.

- Que suas feridas sejam curadas. E que sua alma seja libertada.

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 26
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Ter Mar 05, 2013 1:48 pm

Magia de cura

Heidi Cavalieri efetuou 1 lançamento(s) de dados (d10.) :
9
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Elessar III
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 554
Data de inscrição : 03/12/2010

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Ter Mar 05, 2013 3:20 pm

Mas que diabos tá acontecendo agora? "Minos esperava poder descer a pancada em no necromante, mas novos inimigos aparecerem, e não só isso... Inimigos oriundos de outro adversário.

Minos só se deu conta do que realmente acontecia quando Goran surge a frente e pelo que Arohan dissera, seria o próprio Goran o o traidor.

Minos pouco importava, queria destruir Arohan mas talvez isso não seria possivel, pretendia lutar com tudo que tinha e simplesmente ignorar Goran, que já preparava suas artimanhas."

Tudo bem, eu vou socar sua cara primeiro, caso não saia da minha frente. Gosto mesmo de aperitivos antes do prato principal!

AHHHHHHHHHHH!!! Minos urra batendo seu poderoso martelo no chão, invocando os poderes elementais da terra surgindo em sua frente um caminho de espinhos


Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kleiner
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1810
Idade : 32
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Sex Mar 08, 2013 5:31 pm

OFF - Me metendo um pouco...

Rolagem do Minos

Kleiner efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
9

________________________________________________

WhatsApp 41 9886 1050
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://mundorpg.forumbrasil.net
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 26
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Qua Mar 13, 2013 11:10 am

Se tiver errado, me corrija.

Cólera de Deus 2d20 + 24 de inteligência

Heidi Cavalieri efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
20
Heidi Cavalieri efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
15
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ninja
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1150
Idade : 21
Localização : Na frente do Pc
Data de inscrição : 29/11/2010

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Qua Mar 13, 2013 6:00 pm

Defesas:
Colera de Deus

Ninja efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
19

Ataque Sagrado

Ninja efetuou 2 lançamento(s) de dados (d20.) :
3 , 5

________________________________________________
Kung Lao, Jogador de Chapelão

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://italicox.blogspot.com.br/
Kleiner
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1810
Idade : 32
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   Sab Abr 13, 2013 2:48 pm

Goran tenta atacar Minos o mais rápido que pode...mas o Minotauro consegue agir antes do Necromante.
sua pretensão era suficiente para aniquilar o MInotauro.
Minos porta uma armadura mágica que faz com que o Minotauro possa fazer qualquer magia apenas em pensar. Desde que seja com o elemento Terra.
Goran foi atacado com um tremor sobre seus pés.
Como se a terra estivesse a engolir Goran.

Heidi por sua vez estava dando Fim ao mais uma vez morto, Jeke. Que desta vez veio à tona como uma morto-vivo.
A Clériga tem magias poderosas. Suficientes para aniquilar qualquer cervo do mal. Desde que aja primeiro. Como foi nesta oportunidade.
Jeke até tentou se defender dos ataques mágicos e sagrados de Heidi, mas em vão.

Rey usando sua celeridade e sua magia mais potente, estraçalha com mais um inimigo.
Um clone idêntico à si, mas morto-vivo.

Bones trava uma batalha contra o clone de Goran.
Sua estratégia de atingir Arohan teve sucesso.
O enhor das Trevas foi pego de surpresa.
Teve uma das mãos decepadas pelo ataque.
Caiu de joelhos e olha para Bones com o ódio do próprio Demônio.
Aya, que estava sendo torturada é simplesmente evaporada na frente de todos pelo Arohan.

Bones tenta então cortar os braços do Clone, mas sem sucesso.
Sua magia o cerca, tenta cortá-lo, mas não consegue.
Os dois estão frente a frente.

Para Goran, resta defender-se do ataque de Minos.
E torcer, poque agora Heidi e Rey estão livres para atacar.


________________________________________________

WhatsApp 41 9886 1050
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://mundorpg.forumbrasil.net
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Frente à Frente contra o Mal   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Frente à Frente contra o Mal
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Entenda como é uma frente fria
» [Duvida] movimentar personagem para frente e para traz numa plataforma 3d
» Canvas: como trazer objeto pra frente de outro?
» Ventos nos EUA levantam até avião
» Você quer pilotar um helicóptero no FS9 OU FSX

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mundo RPG :: Arquivo Morto :: JOGOS :: Sob o Domínio das Trevas - O Capitulo Final :: Heróis-
Ir para: