Mundo RPG

O Lar do Rpgista Brasileiro
 
InícioInício  PortalPortal  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Em Busca do Cetro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Heidi Cavalieri
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1178
Idade : 26
Data de inscrição : 15/07/2008

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Sab Fev 19, 2011 2:21 pm

Depois da batalha, o corpo da druida estava um pouco cansado, mas mesmo depois de tanto esforço, estava se recuperando, e a alegria de ter sobrevivido a fazia esquecer qualquer coisa que estivesse lhe preocupando.

Estava cansada, mas esse cansasso não era do seu corpo e sim de sua mente, não aguentava o rumo que o mundo estava trilhando, e tudo sendo ditado por Arohan. Não conhecia aqueles dois que estavam ao seu lado, na sua vida inteira, quase não teve contato com os humanos, não era uma presença que lhe agradace, sempre em suas disputas pessoais, um querendo ser mais poderoso que o outro, todos, todos os humanos que já teve contato eram assim.

Não estava sendo diferente com os dois que estavam com ela. O clérigo e o necromante. Uma luta do bem contra o mal? Nos dias de hoje a druida não sabia mais qual lado seguir, e se existe realmente um lado. A única certeza que ela tem, é que sempre que algo muito ruim acontece, tem que fazer o máximo para sobreviver. Não existem lados, e sim a sobrevivência.

Esses pensamentos lhe invadem a cabeça enquanto vai guiando o grupo em cima da areia, economizando tempo e fazendo com que o corpo de todos descansem. Mas quando vislumbra aquela paisagem, simplesmente pára. Vai se encaminhando lentamente, seus olhos brilhavam, seu coração pulsava cada vez mais rápido, há anos não visualizava uma paisagem tão bela quanto aquela.

Se abaixa na beira do rio e coloca suas mãos, levando um pouco de água em seu rosto, para lava-lo, estava com terra e poeira da batalha, se refresca um pouco colocando um pouco de água na nuca. A paz que há tantos anos não sentia, estava voltando aos poucos. Ela poderia passar horas desse jeito, em comunhão com a natureza, esquecendo de todo o resto, dos outros problemas. E era o que faria, esqueceria tudo e iria ficar ali.

Pórem, muita fumaça logo além da paisagem pode ser percebida, e os dois resolvem ir verificar. Ônix joga mais um pouco de água em seu rosto e enche seu cantil, depois segue os dois rapidamente.

A visão fora terrível, uma enorme fogueira ao centro, e mulheres sendo queimadas vivas, vivas. E tudo a mando de Arohan, ela fica parada apenas observando por alguns instantes, verifica que há muitos soldados, e eles estavam concentrados na praça, e um mais há frente, lendo a ordem de seu susserano.

Escuta o que o necromante diz, olha para o clérigo e sorri pra ele.

- Venha comigo, vamos precisar ser rápidos.

Dito isso, ela vai se esgueirando um pouco longe da visão dos soldados, teria que ser muita rápida, analisa o local novamente e então fala ao clérigo.

- Bom, vou precisar da sua ajuda. Não deixe ninguém se aproximar de mim, pelo menos por enquanto. Preciso de uns 20 minutos, esta certo?

Dito isso, se encaminha para trás do clérigo, para que ninguém conseguisse vê-la dali, fecha os olhos, respira fundo e começa a se concentrar. Seus braços estavam estáticos, unidos, na direção da praça central. Após alguns segundos, ela abre a palma das mãos, e a terra começa a tremer logo em baixo dos soldados, tudo acontece muito rápido, dpois do tremor, uma imensa cratera é aberta engolindo todos os soldados que ali estavam.

As mãos da druida faziam movimentos cada vez mais para baixo, indicando que o buraco estava se abrindo cada vez mais fundo.

Abre os olhos, respira fundo novamente, e em seguida suas mãos vão na direção da fogueira, fecha os olhos e começa fazer movimentos circulares com as mãos, fazendo com que o fogo se ergua, comece a ir na direção do céu como um grande redemoinho, depois que pega uma certa distância das pessoas, faz com que o fogo se encaminhe como uma gigantesca bola de fogo na direção do buraco que havia aberto juntamente com os soldados lá dentro, havendo uma grand explosão.

Quantidade aleatória (1,20) :
9

10+15

Quantidade aleatória (1,20) :
17

10+15

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kleiner
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1810
Idade : 32
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Dom Fev 20, 2011 3:06 pm

Na fila podem ver que as pessoas em sua maioria são mulheres.
Há alguns homens também, e todos estavam com as mãos amarradas.

Havia cerca de umas trinta pessoas na fila.
No Pupito, um soldado com vestes mais pomposas estava como carrasco.
Ele lia um pergaminho e a população que via a cena, nada fazia.



A fila levava a um pupito enorme, no meio da praça.
O soldado encima do pupito, que parecia ser o General desses guardas, dá a ordem:
- Pelos poderes dado a mim por nosso Lord Arohan, queimem-nas.
E
em um empurrão, as duas moças que estava com as mãos amarradas, são
jogadas num enorme fogueira que queimava aos pés do Pupito.

Na fila as pessoas choravam enquanto os soldados apenas riam.
Eles eram todos fortes, com armaduras completas e portavam uma espada longa na bainha.
Davam medo ao povo.

Mas neste instante, algo estranho acontece.
Um homem pálido surge do nada ao lado de uma das moças na fila.
Nesse momento notam que essa moça era uma Elfa, uma linda elfa, que parecia estar com cintas cobrindo seu corpo apenas.
Goran então a abraça pela cintura.
Aya, a Elfa, olha para ele com seus olhos cheios de lágrimas, sem acreditar. O Necromante ve que ela estava bem debilitada.

Quando Goran a pegou, o povo a sua volta começa a lhe agarrar, desesperado, como se quisessem "ir junto".
Muita gente pegava em Goran e na Elfa.
O necromante teme. Pois não tinha como teleportar tanta gente, e quem estivesse sendo tocado por ele diretamente ou não, seria teleportado...

Os Guardas se assustam e sacam suas espadas.
E vão pra cima do estranho.

Lá em meio ao povo, cinco buracos se abriram e engoliam alguns outros solddos.
Da fogueira, laminas de fogo saem e vão até os buracos, matando os guardas.

A origem disso, uma outra elfa, mais longe, fazia algumas magias.
E do seu lado, um terceiro elfo, portando um pesado martelo vinha na direção dos guardas...

O povo ameaça correr, mas param.
Olham atentamente, com medo, mas não vão embora...e não demonstravam interesse em ajudar os soldados.

__________________________

Legenda do Mapa:

Vermelho: Goran
Amarelo: O carrasco do general
Azuis: Guardas
Marrons: Povo
Verde: Crowling
Rosa: Heidi

Spoiler:
 

MYU
Spoiler:
 

________________________________________________

WhatsApp 41 9886 1050
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://mundorpg.forumbrasil.net
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Dom Fev 20, 2011 3:38 pm

Percebendo que Aya estava muito debilitada fico apreensivo, pois sabia que isto não era um bom sinal, ela devia ter utilizado muita energia para resistir à prisão e por isto estava com a aparência cansada. Infelizmente as outras pessoas também clamavam por auxílio, todas queriam ser salvas, mas eram muitas e não poderia levá-las ao mesmo tempo comigo, mas tentaria realizar uma ação que nos desse um tempo hábil para agir.

Sabia que não poderia demorar, pois logo estaria cercado pelos soldados e não seria nada bom, portanto, abraço a linda elfa firmemente e fecho meus olhos, clamando ao meu mentor que me dê forças para levar o máximo de pessoas comigo, e me teleporto para posição inicial e logo em seguida digo ao outros:

- Corram em linha reta, o portal ficará aberto por dois minutos...

E enquanto corria conjuro a magia Portal à nossa frente.


Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RedEyes
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 39
Idade : 29
Localização : Roccan City
Data de inscrição : 07/01/2011

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Qui Fev 24, 2011 11:45 pm

O Clerigo vendo tudo que acontece, pega o martelo e raciocina por alguns segundos, sentia que podia derrotar aquela leva de inimigos com o pé e as duas maos amarradas nas costas. Os desejos sao conflitantes dentro da mente de Crowley, mais o mais obvio gritava em sua mente: "Pule no portal"

A Voz de Aon não era ouvida, talvez aquele pingo de sanidade fizesse Crowley mudar de ideia, ele se sente cada vez mais inutil, cada vez mais sem palavras, e isso o infurece a cada minuto. Parece que não ha escolha... O pulo no portal demonstra na face do clerigo a completamente desolada, triste... A sede de batalha parecia não ter fim e Crowley precisava sacia-la
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kleiner
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1810
Idade : 32
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Sab Fev 26, 2011 2:48 pm

Goran corre com Aya para o Portal que criou.
Foi seguido por alguns dos enfileirados.
Goran estava exausto.

Teleportar quase dez pessoas ao mesmo tempo, mesmo que numa distância não tão longa, deixou o Necromante zonzo.
Criou ainda um Portal, magia que nunca havia feito antes, senão nos treinos.

A Elfa estava muito mole, ela dizia algumas vezes, mas apenas na última, Goran ouviu, milésimos antes de se jogar no Portal:

- Espere.....eles....pegaram o ..... cetro

Goran e A Elfa desaparecem.
Seguidos pelos que vieram junto no Teleporte.

O General então ordena que matem todos.
Subtamente na fila, todos são mortos pelos soldados que lá estavam.
Menos um Homem, que consegue tirar uma faca escondida, cortar as cordas, e matar alguns soldados.
Este homem corre em direção ao Portal.
Sem pensar e nem olhar para os lados, o sujeito se vai junto de Goran e de todos.

A Druida olha para o Clérigo e faz sinal com a cabeça para que ele corra até a magia do Necromante.
Antes dele ir, ela diz:

- Vá...protejá-os....eu irei dar liberdade a esse povo...Vá - dizendo isso, ela começa a manipular o fogo da fogueira.
O povo ainda permanecia parado. Assim como Crowling.
O tempo passava rápido enquanto ele pensava.
Sentia-se forte. Ágil. Queria quebrar alguns soldados ao meio. Mas algo no fogo o dava aflição, queria ver aquilo apagado logo de uma vez.

A Elfa começa a criar do fogo laberadas.
Elas iam aos soldados e lhe consumiam de fogo.
Apitos são ouvidos.
O povo começa a gritar e partir pra cima dos reforços.
Eram quase uma centenas de soldados vindo dos becos que levavam às praças...
Crowling ainda olhava aquilo. Sem saber se realmente ia ou não.
Flechas eram disparadas.
Elas acertavam muita gente do povoado.
Enquanto a Druida começa a erguer filetes de terra, que empalavam os homens.

Quando ela vê Crowling, se espanta.
Ela berra
- VÁ - e faz com que a terra subisse na frente do Clérigo, empurrando-o para o Portal.
Neste instante, ele vê a elfa ser atingida pelas costas com uma flecha...
Crowling foi jogado e o portal se fecha.

Ao abrir os olhos, vê a elfa com cintas, sendo amparada pelo Necromante.
E este parecia estar bem cansado.

O lugar onde estavam era longe da cidade.
Havia uma bela imagem.
Um tranquilo lago, com árvores altas e uma brisa gostosa.

Mas o que há de se estranhar, é barulhos de ... relâmpagos...vindo...da estrada...foram três seguidos...algo no mínimo estranho, ainda mais que o dia está ensolarado...

________________________________________________

WhatsApp 41 9886 1050
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://mundorpg.forumbrasil.net
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Sab Fev 26, 2011 6:26 pm

Estava completamente cansado, meu corpo e mente necessitavam de descanso, não sabia como estava amparando a elfa em meus braços, visto que não sabia nem responder como eu me suportava.

Teletransportar uma grande quantidade de pessoas ao mesmo tempo e logo em seguida conjurar uma magia que poucos magos conhecem, me deixaram num estado deprimente, não fisicamente, mas mentalmente.

E para piorar a situação, Aya não estava com cetro, ele estava com os soldados e, portanto, teríamos de retornar até lá e buscá-lo, utilizando a força e inteligência de todos.

Assim que abro meus olhos naquele lugar maravilhoso olho firmemente para Aya e solto um leve sorriso, e no mesmo tempo em que os relâmpagos são ouvidos digo a ela:

- Não se preocupe com o cetro, primeiro vamos cuidar de você e depois retornamos até lá para buscá-lo... Levanto a cabeça e respiro profundamente e volto a falar, mas desta vez muito cansado:

- Preparem-se...não teremos tempo para descansar...o responsável pelos relâmpagos logo mostrará sua face...



Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
rodrigolp13
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 42
Idade : 26
Data de inscrição : 30/01/2011

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Dom Fev 27, 2011 10:06 am

Off: Kleiner, eu estou no mesmo lugar que o Liu-Kang e a elfa né, tambem ouvi os barulhos ?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Myu
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 9
Data de inscrição : 03/02/2011

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Dom Fev 27, 2011 4:29 pm

Myu vendo a confusão ficou entre Heidi e Crowley.... Ainda invisivel...

Estava confuso, mas ela sabia... se a garota ficasse... não seria tão bom...

acabou que, ela faz algo que empurra crowley para o portal, e acaba criando uma parede... e myu acaba ficado do lado dela, sem poder ir com seu protegido.... e ve ela sendo atingida...

- maravilha isso ¬¬

Ela escuta a voz da garota, mas não a ve, por ainda estar invisivel...

- vocês seres humanos gostam de se matar mesmo... nunca vi isso... Urg...

Spoiler:
 

vendo ser acertada pela flecha, myu não demora em reaparecer pra garota, se protegendo com um escudo, ou algo de pedra para impedir de ser acertada pelas flechas, com seu corpo humano e não de fada, dando tempo de puxar heidi para um canto mais seguro, para poder puxar a flecha, e corta-lhe o braço, passando seu sangue para a garota, para que ele a curasse.

-não vou lhe machucar, mas preciso que arme uma barreira... subimos no cavalo e fugimos... é o melhor que se tem pra fazer agora! depois prometo te responder quem sou eu... e não adianta salvar todos.... se não puder salvar a si mesma.

Myu olhava aprenenciva as flechas, e tinha pouco tempo de ação... Ou ela fazia isso, ou o pior, mostrava sua outra face.

o bom de tudo era que, nenhum deles tinha visto-a pequena... como fada... então ficava mais facil de enganar.... mas era arriscado.....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RedEyes
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 39
Idade : 29
Localização : Roccan City
Data de inscrição : 07/01/2011

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Seg Fev 28, 2011 1:10 pm

Apos a entrada "forçada" no portal, Crowley se levanta do chao, mantendo-se de joelhos e olhando para baixo por poucos segundos, pensando o quão injusta era o grande ciclo da vida. Viu-se então pela primeira vez de sua vida salvo por alguem que não fosse ele mesmo, e viu que não podia agradecer aquela pessoa. Os sentimentos confusos de odio voltaram, o sabor amargo de ter saido da batalha lhe parecia pior do que os dias de ressaca devido ao rum de uma taverna de segunda. Tudo rodava na frente do clerigo, que não se sentia mais tão clérigo assim. O desejo do maior era explodir aquele bando de cranios e pendurar suas visceras por toda cidade, usar suas cabeças como adorno para os postes e de alguns usar o escalpe para beber uma deliciosa garrafa de vinho. O desejo de vingança contra o maldito parecia crescer dentro de sua alma, alimentando seu coração e fazendo toda essa furia ser bombeada por cada veia de seu corpo.

Então o clérigo decide recompor-se, vendo o novo estranho, estendendo-lhe a mão direita

Bem vindo forasteiro. Tens nome? Quem és?

Coloca o martelo nas costas enquanto mantem a mão estendida para o mesmo, esperando talvez uma resposta positiva ou negativa, deixando denunciada em sua face a raiva pelo momento anteriormente passado
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
rodrigolp13
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 42
Idade : 26
Data de inscrição : 30/01/2011

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Seg Fev 28, 2011 8:12 pm

Kane estende a mão ao estranho, ele não sabe onde está e aquele individuo para-se está sendo gentil, é mais confronto e tudo que Kane que evitar.
Meu nome é Kane, onde nós estamos ?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kleiner
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1810
Idade : 32
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Sab Mar 05, 2011 9:56 am

Goran vê mais um racha num grupo que ele assume.
Parecia uma maldição.

Ele via a Elfa muito abatida.
Ela chorava em silêncio. E o abraça. Era um instante de saudade.
Ambos passaram por muito sufoco juntos.
Goran relembra de Riccir, de Cyenna, de Brottor aquele anão que quase acabou com a campanha anos atrás, provocando Aya no corredor do Castelo do Rei Elfo em Salin, lembrou da cidade pirata onde viu as Habilidades de Heidi surgirem em desespero de estarem cercados por Orcs...Heidi...lembrou do Navio e do Polvo gigante...lembrou da morte da própria Aya...ele viu Rey desconsolado...Não fosse por Goran e Rey, tudo tinha acabado naquele paredão na beira mar...
Muitas perdas...separações...sempre que o grupo se separou...independente do motivo, houveram mortes....e pelo jeito haveria mais uma agora.
Aya se mantém chorosa....e solta uma fina frase que estremesse Goran...

- Senti saudades ... de você... de todos.... onde eles estão Goran ? Estão bem?

O necromante sabe que a Elfa se perdeu a muito tempo atrás.
Desconhece a maioria do grupo atual.
Apenas Heidi, Rey e o próprio Goran estavam juntos de Aya...mas agora até Heidi está morta.

Enquanto se desenrola essa cena, mais adiante o Clérigo conversa com o estranho,que cita seu nome, afirmando ser Kane.
E os sons de trovão continuam.
Com mais duas trovoadas vindas da estrada.
Além disso, sons de relinchos de cavalos.

Os camponeses estavam sendo soltos pelo estranho de nome Kane, todos eles estavam amarrados.
Choravam muito pelo medo que passaram.

No ultimo estrondo de trovão, um clarão aparece da estrada atrás de vocês.
Algo estava acontecendo ali...

________________________________________________

WhatsApp 41 9886 1050
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://mundorpg.forumbrasil.net
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Dom Mar 06, 2011 1:02 pm

Enquanto fico abraçado com a elfa fico observando tudo a nossa volta, a conversa do estranho com o clérigo e os camponeses sendo soltos pelo homem, e os mesmos estavam com muito medo de tudo o que ocorrera, o que era óbvio, pois quase perderam suas vidas naquele lugar e agora tinham uma oportunidade para continuarem vivos.

A pergunta da elfa me abala muito, pois me fez lembrar de todos os que já estiveram nesta batalha, tantas mortes. Mas esta não é a hora para desespero, pois não temos tempo para isto. Devemos utilizar estas mortes para nos motivar ainda mais nesta guerra.

A olhando nos olhos, procuro passar tranquilidade e firmeza em minhas palavras, ela deveria levantar a cabeça e seguir a vida, mesmo com a notícia recebida:

- Somente eu, você e Rey continuamos nesta guerra. O restante ficou pelo caminho, foram baixas que não pudemos fazer nada. Mas levante sua cabeça, volte a respirar e nos ajude a reconquistar o cetro e assim seguir em direção a Arohan, e desta vez eu ficarei até o final do combate.....

Dou uma olhada na estrada e escuto o relinchar de cavalos e então digo com a voz firme:

- Clérigo, você ficará a frente junto a mim. Aya vique atrás junto os camponeses e você, novato, ficará ao nosso lado. Não se desesperem, aguardem eles aparecerem e não cometam erros...

Enquanto vou soltando Aya dou um beijo em sua testa e solto um leve sorriso tentando passar tranquilidade a ela, e antes de me virar coloco a mão em meu pescoço e conjuro a magia Decifrar Poder sobre o colar que entrou em meu corpo.

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RedEyes
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 39
Idade : 29
Localização : Roccan City
Data de inscrição : 07/01/2011

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Qui Mar 10, 2011 10:46 am

O olhar de Crowley se volta ao necromante, praticamente dizendo tudo que seus labios queriam dizer. Ignorando então o dito pelo mesmo, o clerigo ajuda ao estranho a levantar.

É rapaz, vamos ter uma pequena briguinha aqui, espero que esteja pronto. Vamos amassar umas cabeças....

Como antes, Aon volta a se manifestar

Porrada!! Aee... Sem orcs ou zumbis ne? eles fedem... e eu sou um martelo limpinho, sabe como é....

O Martelo inquieto volta a se pronunciar, coisa que não fazia a tempos, Crowley olha para o amigo e sorri:


Que bom que está de volta meu amigo...

Claro, tu so faz merda quando eu to quieto... Tenho que cuidar de vc. Vamos fazer que nem nos velhos tempos? Sinto que vai ser legal...


A risada sonora do clerigo ocupa seu coração quase dominado pela furia e novamente ele sente o equilibrio e a sobriedade acariciarem seu cerebro como antes faziam. Mais, algumas coisas seriam diferentes a partir de agora... Era hora de mudar e era isso que o clerigo queria. Mudar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
rodrigolp13
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 42
Idade : 26
Data de inscrição : 30/01/2011

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Qui Mar 10, 2011 10:09 pm

Kane acha entranho aquela arma falante, mas tudo parece estranho ultima-mente.
Ele conhece a magia, já viu magos criando fogo e outros efeitos, mas ele mesmo sendo vivido ainda é um pouco daquele fazendeiro que cada vez mais ele esquece e afunda na sua torturada alma.

Kane não gosta de ser mandado, mas o mago tem razão, isso parece ser o mais prudente.

Kane os acompanha, uma pouco atrás numa postura mais observadora e cautelosa do que que guerreira.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kleiner
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1810
Idade : 32
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Sab Mar 26, 2011 10:37 am

O grupo se prepara para um embate.
Os camponeses sentem medo. Estavam apavorados mesmo posicionados atrás dos guerreiros.
Na frente de todos estavam o Clérigo, conversando com aquele estranho machado que falava, e o estranho homem que se chamava Kane.

Atrás dos dois, ainda abraçado à Elfa, estava Goran, um homem pálido coberto com uma manta negra.

Enquanto Kane e o clérigo aguardavam algo, o necromante fazia uma magia em silêncio.


Goran:
Spoiler:
 

Os estrondos de trovões acabam.
Relinchares de cavalos são ouvidos lá da frente e param.
O silêncio impera durante alguns minutos.
Que começam a agoniar a todos.

Logo quando a paciência parecia acabar, na estrada, surge aos poucos a visão de um elfo, carregando em seus ombros uma mulher.
Mesmo ainda de longe ele começa a falar.

-A humana comigo precisa de ajuda,e acreditem ou não,não pretendo lutar com vocês.
Ajudem-na ou nos deêm passagem.do contrario...lutarei mesmo sem pretender.


________________________________________________

WhatsApp 41 9886 1050
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://mundorpg.forumbrasil.net
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Sab Mar 26, 2011 11:02 am

Os itens seriam ótimos neste momento da guerra, principalmente o colar, pois poderia conjurar as magias sem ser notado e isto me colocaria um passa a frente de meus oponentes e a espada era digna de um valoroso guerreiro, mas no momento não há nenhum com tal status.

Enquanto aguardo o término das palavras do cavaleiro com a mulher nos braços solto um leve sorriso e o respondo secamente:

- Temos como ajudá-la, sim. Mas o que aconteceu a ela? O culpado disto é você ou não? Enquanto o indagava utilizava a magia Ler a Mente para saber tudo o que o desconhecido sabe.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hell Midori
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 117
Data de inscrição : 30/01/2011

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Sab Mar 26, 2011 6:35 pm

Hellsong sorria e depois balançava a cabeça.
Não era de seu feitio se interessar tanto por algo,mas com certeza tinha sentido vontade de ajudar aquela mulher desde que a vira.
-Agradeço então.é,eu a feri mortalmente e agora busco restaura-la...realmente os não-elfos tem um senso estranho.
Hellsong se apressa e se aproxima do que lhe dirigira a palavra.
-Não,meu caro.a mulher foi arrastada por três humanos em cavalos,sei apenas que eles vinham de uma cidade com uma fogueira...acho que queimavam pessoas,mas não me recordo bem...as mentes dos quatro eram confusas.a mulher que carrego,sofreu tanto que desejava a própria morte.
Hellsong se abaixa fazendo uma leve reverência.
-Mas não desejo o mesmo,salvem-na e lhes serei muito grato.
Hellsong estava tão contente que não tentara sondar os pensamentos de ninguém ali,o que talvez fosse um erro,mas não importava nesse momento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RedEyes
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 39
Idade : 29
Localização : Roccan City
Data de inscrição : 07/01/2011

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Sab Mar 26, 2011 10:31 pm

Crowley sorri com o sarcasmo do elfo, aproximando, se um pouco mais, segurando em sua mao direita seu martelo.

Algo lhe chamou atencao nos humanos? alem de uma bela donzela arrastada? Algo como suas vestes, não sei, mais algum sinal que o diferenciassem dos cavaleiros que conhecera?

Crowley coloca o martelo no chao, entre as pernas e sorri de canto de labio

Aonde estão meus modos? Sou Crowley Ear, clerigo do grande Deus da guerra. Qual seria o nome do senhor?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hell Midori
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 117
Data de inscrição : 30/01/2011

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Dom Mar 27, 2011 9:40 am

Hellsong somente responde sem se virar...
-Não me recordo das vestes deles...
sou Hellsong.
Mas por favor,apresse-se em ajuda-la.
Mal posso ouvir seus pensamentos e não desejo sua morte.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Dom Mar 27, 2011 5:28 pm

Percebendo o sarcarmo nas palavras do desconhecido fico um pouco irritado, mas logo me recomponho e digo com a voz fria de sempre e sem largar a elfa em meus braços:

- Se deseja ficar vivo é melhor parar com o sarcarmos, pois não estou aqui para encontrar palhaços.

Então olho o clérigo firmemente e digo:

- Clérgigo, você pode cuidar da vida desta jovem mulher? Pois eu não tenho tais habilidades...

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RedEyes
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 39
Idade : 29
Localização : Roccan City
Data de inscrição : 07/01/2011

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Dom Mar 27, 2011 6:58 pm

Crowley olha bem fixamente nos olhos do outro, vendo ele olhando firmemente, levantando a sombrancelha direita, aproximando-se da mulher e tocando seu rosto, utilizando-se de seus conhecimentos para, pelo menos, evitar sua morte.

Spoiler:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
rodrigolp13
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 42
Idade : 26
Data de inscrição : 30/01/2011

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Dom Mar 27, 2011 9:51 pm

Kane observa o elfo, mas nesse momento os cavalos lhe pareciam mais interessantes.
Tanto como investiga os corpos do supostos homens que teriam morrido no confronto contra o elfo.
Kane então indaga o elfo:

Onde estão os tais homens que traziam a mulher? E ouvi som de cavalos, onde eles estão? Estão vivos?

Kane queria suas valiosas armas de volta, e o primeiro passo era descobrir mais sobre o inimigo.E cavalos são sempre bons.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hell Midori
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 117
Data de inscrição : 30/01/2011

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Dom Mar 27, 2011 10:36 pm

Citação :
- Se deseja ficar vivo é melhor parar com o sarcarmos, pois não estou aqui para encontrar palhaços.

O arco brilha levemente e cessa em resposta ao ultimato.
-Como disse antes,não pretendo lutar,ainda mais quando oferecem ajuda para a humana ferida.
Mas se minhas palavras o incomodam a esse ponto,ataque quando quizer.
Não sou um palhaço,porém falo como bem quizer.

Aquilo não parecia capaz de acabar bem.
Hellsong como todos os elfos era bem orgulhoso e não via em suas palavras ofensa alguma.
-Eu é quem deveria me ofender com suas palavras,pois me julgou por um momento como um agressor de mulheres indefesas,ou pior...não tentei ler a sua mente como fez com a minha pra me certificar.

Citação :
- Clérgigo, você pode cuidar da vida desta jovem mulher? Pois eu não tenho tais habilidades...

Nesse instante Hellsong esquece a discussão e se vira para o clérigo que iniciara a cura.

-ela ficará bem?

Citação :
Onde estão os tais homens que traziam a mulher? E ouvi som de cavalos, onde eles estão? Estão vivos?

Dessa vez Hellsong se vira para encarar aquele que falara.
Mas não se afastara da humana,nem sequer a soltara no chão.
Já não tinha certeza se encontrara ali aliados,ou somente novos perseguidores.
Por isso se mantinha na defensiva,pronto pra tudo novamente.
Seria dificil iniciar um combate sem ferir novamente a mulher,então Hellsong torcia para que não fosse mesmo atacado.
Mas estaria pronto pra usar sua magia se fosse necessário.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RedEyes
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 39
Idade : 29
Localização : Roccan City
Data de inscrição : 07/01/2011

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Seg Abr 04, 2011 10:10 pm

Citação :
-ela ficará bem?

Crowley balança a cabeça positivamente a pergunta do elfo, voltando os olhos para o mesmo

Tudo ficará bem rapaz, acredito que essa senhora vai ter muito que lhe agradecer

O sorriso amigavel volta ao rosto de Crowley, vendo naquele alguma boa vontade, usa a outra mao para tocar-lhe o ombro

Tranquilize-se amigo, apenas uma desconfiança... vivemos em tempos dificeis e sei que compeendes. Ignore qualquer discussao, vamos seguir em frente, pessoas dependem de nos, certo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hell Midori
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 117
Data de inscrição : 30/01/2011

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Seg Abr 04, 2011 11:43 pm

Citação :
Crowley balança a cabeça positivamente a pergunta do elfo, voltando os olhos para o mesmo

Tudo ficará bem rapaz, acredito que essa senhora vai ter muito que lhe agradecer

O sorriso amigavel volta ao rosto de Crowley, vendo naquele alguma boa vontade, usa a outra mao para tocar-lhe o ombro

Tranquilize-se amigo, apenas uma desconfiança... vivemos em tempos dificeis e sei que compeendes. Ignore qualquer discussao, vamos seguir em frente, pessoas dependem de nos, certo?



-Sim...e ainda devo acertar contas com esse arohan que tanta devastação fez entre os nossos...

Hellsong Não se mexia,apenas olhava para a mulher.
Seu encanto era algo estranho,pois ele não sentira nenhum poder ou magia vindo dela,mas realmente algo praticamente o obrigava a olhar para ela.
O tom amigavel com que aquele clérigo falava lhe lembrava de sua gente,e da simplicidade de druidas e feiticeiros da natureza,que não se permitiam gastar tempo com a destruição.
A maioria deles estava coberta de terra nesse instante.
E aquilo era uma afronta a tudo que Hellsong acreditava.
Não se sabe se foram as palavras do clérigo,a visão da mulher sendo curada ou mesmo os pensamentos de Helsong,mas o elfo se silenciou e acalmou.
Não voltaria a responder ofensas por um tempo,apesar de não saber quanto exatamente.
Só não aceitaria ser atacado.
Agora Hellsong tentava sondar a mente da humana novamente,tomando o cuidado de não deixar outra mente ser atingida por seus poderes,já que não gostara muito da sensação do ruido de várias mentes sendo lidas ao mesmo tempo.
Quantidade aleatória (1,20) :
11
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Ter Jun 07, 2011 9:36 pm

OFF - estou muito muito enferrujado!
_______________________

As palavras do elfo foram firmes e realmente ele falara a verdade. Se o encontrasse tempos atrás, não iria deixá-lo impune, pois nunca gostei de sarcasmo nem que zombassem da minha pessoa, mas, hoje, não posso gastar energia a toa e, sim, devo buscar aliados para confrontar Arohan, meu arqui-rival.

Percebendo a preocupação do elfo para com a humana dou um passo até ele e com a voz firme, porém com educação digo:

- Desculpe os meus modos, mas nestes tempos de guerra não posso me permitir confiar em qualquer um que apareça em meu caminho. Mas vejo que possui um desafeto que é meu inimigo a anos.

- Quer se juntar na minha caminhada para destruir Arohan??


MInhas palavras eram sinceras e meu rosto sério para demonstrar confiança e segurança.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hell Midori
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 117
Data de inscrição : 30/01/2011

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Qua Jun 08, 2011 4:00 pm

-Nunca antes aceitei um convite com tanta vontade.e não se preocupe,suas desculpas estão aceitas.é o minimo que posso fazer para agradecer a ajuda que ofereceram para a humana.
Hellsong não se vira,somente estende a mão direita da posição onde estava em espera de um cumprimento.
Tentava se concentrar e ler a mente da humana.
Mas também sabia que teriam que se apressar.
a guerra ainda acontecia a cada instante,e Hellsong anseiava encerra-la.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kleiner
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1810
Idade : 32
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Qua Jun 08, 2011 8:03 pm

Antes que o pior acontecesse, Goran conseguiu apaziguar a situação, num ato nobre, mais um recrutamento para o grupo.

Prontamente atendido pelo estranho elfo que carregava um arco sem cordas.

A Elfa, que abraçava Goran, parecia não acreditar. Mas o elfo parecia muito com Rey...ela estava fixa n estranho.

Kane e Crowley estavam a frente do estranho elfo.
O martelo de Crowley estava inquieto...

O grupo sente a terra tremer.
Aos poucos um leve barulho na estrada começa a aumentar.
Parece o trotar de cavalos, aumentando rapidamente....e vindo na direção do grupo.
O som vinha da direção ao qual o grupo deveria seguir viagem.

Os camponeses começam a se apavorar e ameaçam correr todos, cada um por si...

E a mulher, antes desmaida, começa a despertar...seus olhos se abrem, e ela começa a gemer de dor...

________________________________________________

WhatsApp 41 9886 1050
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://mundorpg.forumbrasil.net
Hell Midori
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 117
Data de inscrição : 30/01/2011

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Qua Jun 08, 2011 8:19 pm

-e isso agora?seriam mais cavaleiros?
Hellsong segura o arco novamente e ele brilha fortemente.
a bagunça que geraram impediu que a leitura de mentes fosse terminada.
Mas pela primeira vez,o elfo gostava de escutar aqueles gemidos de dor.
Ao menos a jovem estava viva e poderia se recuperar.
A prontidão de batalha era adquirida rapidamente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Goran Pandev
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 973
Idade : 31
Data de inscrição : 23/07/2008

MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   Qua Jun 08, 2011 8:54 pm

Vendo que o elfo aceitou minhas desculpas o cumprimento como agradecimento por aceitar o convite, mas os sons dos cavalos se aproximando rapidamente fizeram com que os camponeses entrassem em pânico e isto não pode acontecer, tinha que resolver a situação logo.

Com a voz firme e alta digo a todos:

- Fiquem atrás de mim que nada os acontecerá, não corram, seja o que aparecer aqui não se desesperem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Em Busca do Cetro   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Em Busca do Cetro
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte
 Tópicos similares
-
» [Brasil] P-3AM faz sua primeira missão de busca e salvamento
» Busca por topicos
» [Internacional] Privatização de Busca e Salvamento com helicóptero SAR-H do Reino Unido é suspensa
» [Internacional] Novo sistema de despacho de bagagens no Aeroporto Paris-Orly
» [Internacional] MMRCA: Reino Unido busca explicações e França comemora a escolha do Rafale na Índia

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mundo RPG :: Arquivo Morto :: JOGOS :: Sob o Domínio das Trevas - O Capitulo Final :: Heróis-
Ir para: