Mundo RPG

O Lar do Rpgista Brasileiro
 
InícioInício  PortalPortal  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Problemas no Norte [Capítulo I - Rasler]

Ir em baixo 
AutorMensagem
Arvedui
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1799
Idade : 105
Localização : Mundo da Lua
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Problemas no Norte [Capítulo I - Rasler]   Dom Dez 05, 2010 2:57 pm

Vau do Bruinen – 13 de Março do Ano 220 da Quarta Era.

Fazia uma noite fria. Era a última semana do inverno, mas ele parecia querer permanecer na terra mais tempo do que deveria. Os elfos só sabiam que a primavera estava por vir porque as flores já se abriam multicoloridas. Mas aquela noite, na última semana de inverno, o frio ultrapassava as roupas quentes dos elfos e penetrava-lhos os ossos. E não havia luar nem estrelas, apenas um céu carregado, como se o inverno ainda pretendesse jogar uma tempestade sobre a terra antes de se despedir.

O grupo de três elfos que patrulhava os contornos de Valfenda, nos Vau do Bruinen, não via a hora de acabar seu turno de patrulha e poder voltar para o aconchego e a quentura da casa no vale lá embaixo. Keram estava entre eles.

Ultimamente as patrulhas eram mais constantes nos contornos de Valfenda. Ao menos dois grupos de elfos ficavam, durante a noite, nas entradas Norte e Sul do Vau, patrulhando as entradas possíveis. Os mestres de Valfenda, Elladan e Ellohir, filhos de Elrond, apesar de jovens eram sábios e pareciam sentir alguma mudança iminente no Norte da Terra-Média. E quando os elfos começavam a sentir uma mudança, é porque ela certamente estava por vir.

E embora Valfenda fosse um vale secreto, ainda sim criaturas mal intencionadas poderiam fazer bastante estrago no entorno do Vau, que era um lugar belo, pois fora tocado pela mágica dos elfos. E, como tudo o que era belo, aquela região era cara para os elfos. Que agora a protegiam em seus últimos dias na Terra.

Essa era uma das primeiras patrulhas de Keram durante a noite. E, por azar, havia sido em uma noite pesada e fria. Desconfortável até, mesmo para um elfo, que não sentia os efeitos do frio e nem tinha medo dos fantasmas da noite. Não era permitido acender uma fogueira, pois a patrulha dos elfos era silenciosa. Tinham de ficar no escuro, vendo apenas as sombras uns dos outros. Falavam muito pouco.

Mas um elfo que estava bem ao lado de Keram levantou-se de um salto, e uma voz sorridente quebrou o silêncio da noite:

- Ei Keram, ei Orophir, vamos lá! Última varredura de hoje e poderemos ouvir um pouco de música e tomar umas taças de Hidromel. Em breve o próximo grupo de guarda chegará para nos render. Vamos, vamos! - disse o elfo chamado Calagon, líder do grupo de patrulha.

Spoiler:
 

________________________________________________
Devagar e sempre...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lord_Rasler
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 209
Idade : 29
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/11/2010

MensagemAssunto: Re: Problemas no Norte [Capítulo I - Rasler]   Seg Dez 06, 2010 7:32 pm

A mente do elfo vagava junto com os olhos, alcançando aonde a visão chegasse para avaliar o perigo que estava para chegar. Keran reconhecia os sinais de um mal iminente. As nuvens negras que começavam a formar não eram apenas de chuva. O sopro do ar trazia mensagens de morte. O vento batia nas arvores e criava fantasmas que eram os arautos da aproximação inimiga. Ele sentia. O sangue de guerreiro o mostrava. Não eram instintos, porque elfos estavam acima disso. Era a alma evoluída que o mostrava... Algo estava errado.

O ar estava carregado de expectativa, trazendo também o cheiro de terra e o barulho contínuo dos sussurros da mata. De pé junto aos amigos, ele observava. Keran fixava os olhos sérios e aperolados adiante, avaliando todo o perimetro proximo as árvores, enquanto suas orelhas pontudas, buscavam o menor ruido estranho...

Citação :
-Ei Keram, ei Orophir, vamos lá! Última varredura de hoje e poderemos ouvir um pouco de música e tomar umas taças de Hidromel. Em breve o próximo grupo de guarda chegará para nos render. Vamos, vamos!

Quando a vós do líder e amigo chegou até ele o elfo foi afastado de seus pensamentos e sentimentos de mau agouro. Deixou as preocupações um pouco de lado e preferiu acreditar que estava errado. Afinal, se ouvesse algo ali eles já teriam notado...

Keran sorriu para o amigo, um sorriso quase que imperceptível devido as escuridão.

-Sim, vamos logo! Eu estou mesmo precisando beber alguma coisa e distrair a cabeça.

Orophir, também se adiantou e os três seguiram com a ronda. Felizmente a ultima da noite, logo poderiam descansar e se divertir um pouco.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arvedui
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1799
Idade : 105
Localização : Mundo da Lua
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: Problemas no Norte [Capítulo I - Rasler]   Qua Dez 08, 2010 4:06 pm

Logo que os elfos precipitaram-se para dentro da noite, o céu pareceu ficar mais pesado e o véu noturno pareceu envolvê-los mais intensamente. Uma brisa gélida começou a soprar, vinda dos picos gelados das montanhas cinzentas mais atrás, eram os últimos ventos do inverno penetrando os ossos daqueles que ousavam aventurar-se à noite. No céu sem estrelas um raio cortou a noite, produzindo por uma fração de segundos um pouco mais de luz.

Keram percorria um terreno acidentado e coberto por um maciço de árvores. A mata era fechada ali, mas Keram conhecia bem o terreno. Tudo estava silencioso. Na realidade, silencioso demais. O elfo estranhou de imediato o fato de as criaturas noturnas não estarem fazendo o seu habitual barulho. Pareciam todas imersas em um contemplativo silêncio de suspense. Os únicos sons que o elfo ouvia eram os assovios dos companheiros. Era o modo pelo qual comunicavam, uns aos outros, que tudo em ordem.

Após pouco mais de meia hora, o elfo estava no fim de sua ronda e já começava para junto dos companheiros quando um som diferente dos assovios dos companheiros lhe chamou a atenção: um uivo longo e raivoso de gelar o sangue. De imediato, um outro uivo respondeu ao primeiro e, seguindo-se a isso, vários uivos puderam ser ouvidos vindo de vários pontos da mata onde o elfo se encontrava. Estava cercado por Wargs!

O elfo ouviu um som de algo se movendo na mata atrás de si. Um lobo selvagem imenso surgiu vindo da escuridão mais à frente. Ao redor de Keram, por todos os lugares, os malditos Wargs saíam de dentro da mata. Em pouco tempo, viu-se cercado por ao menos uma dezena deles. Gargalhavam com suas vozes guturais. Um elfo, para eles, era um troféu único. Preparavam-se para o bote. Um deles ameaçou saltar sobre o elfo e teve sua garganta imediatamente trespassada por uma flecha certeira. Caiu morto no chão imediatamente.

Um homem alto surgiu em meio à mata, seguido pelos dois elfos amigos de Keram. Os lobos desorganizaram-se e desfizeram o círculo, começando a atacar aleatoriamente todos os adversários.

Spoiler:
 

________________________________________________
Devagar e sempre...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lord_Rasler
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 209
Idade : 29
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/11/2010

MensagemAssunto: Re: Problemas no Norte [Capítulo I - Rasler]   Qui Dez 09, 2010 8:39 pm

Apesar do ar pesado, do frio e do vento que trazia um mau preságio, a ronda do elfo seguia calma e tranquila. Até que a floresta se calou, nada se ouvia alem dos assobios dos companheiros... Algo estava errado, e esse era o geito da floresta avisa-los...

Keran terminava sua ronda aprensivo e inquieto, não via a hora de algo "explodir" na cara dele... E não demorou para isso acontecer.

Tão rápido um uivo bizarro foi ouvido, o elfo se viu cercado por Wargs. Todos babando e sedentos pelo sangue do guerreio.

Um deles saltou sobre o jovem e encontrou a morte através de uma flecha certeira disparada com toda a precisão... Tão rápido quanto os lobos surgiram, Keran viu sair da mata seus amigos acompanhados de um outro homem estranho.

Os 4 se juntaram de costas uns para os outros numa tentativa de se defender dos ataques.

-De onde sairam esses vermes?! Alguem conceguiu contar quantos são?

De inicio não deu muita bola ṕara o estranho, via apenas que era um aliado e isso já valia por agora.

-Temos que sair daqui agora.

Keran seguia desferindo flechadas certeiras e mortais.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arvedui
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1799
Idade : 105
Localização : Mundo da Lua
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: Problemas no Norte [Capítulo I - Rasler]   Sab Dez 11, 2010 5:36 pm

Os inimigos pareciam infinitos. Para qualquer direção que Keram olhasse podia ver olhos macilentos brilhanto em tons vermelhos de ira. Rugidos e uivos de gelar o sangue. Mas nem os elfos nem o estranho homem que aparecera no meio da mata pareciam amedrontados. Pelo contrário. A fúria dos quatro, mesmo encurralados, superava e muito a fúria dos Wargs.

E Keram demonstrou bem isso. Sua flecha absolutamente certeira, acertou um dos Wargs que partia em sua direção exatamente no pescoço. Um esguicho de sangue negro denunciou que o elfo rompera a veia do maldito animal que, após uma fração de segundos se debatendo, cuspiu sangue negro e caiu como um saco de batatas no chão.

No entanto, nem mesmo o tiro absolutamente preciso do Elfo amedrontou os Lobos selvagens. Assim que o primeiro caiu outros dois partiram para cima de Keram, que ouviu alguém gritar no calor da Batalha:

- Belo tiro elfo! Infelizmente não sei quantos são. Mas deve haver ao menos duas dezenas deles por aqui. Tente não morrer! - falou uma voz grave e rouca.

Spoiler:
 

________________________________________________
Devagar e sempre...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lord_Rasler
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 209
Idade : 29
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/11/2010

MensagemAssunto: Re: Problemas no Norte [Capítulo I - Rasler]   Dom Dez 12, 2010 8:30 pm

Os Wargs eram muitos e o grupo estava encurralado... Nada bom.
Keram derrubou um deles, seus companheiros e o estranho derrubavam outros, mas os lobos continuavam a atacar e cada vez mais furiosos...

Citação :
- Belo tiro elfo! Infelizmente não sei quantos são. Mas deve haver ao menos duas dezenas deles por aqui. Tente não morrer!

-Isso é ótimo! O elfo sorriu. -Com uns cinco pra cada um de nós, as coisas ficam um pouco equilivradas.

Logo que outra fecha foi disparada em um lobo que avançava sobre ele, Keram passoua buscar uma brecha no cerco dos lobos, por onde pudessem escapar... Cercados não durariam muito tempo.

-Temos que abrir caminho e sair daqui senhores... Odeio esses olhos me encarando como se fosse a proxima refeição.

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arvedui
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 1799
Idade : 105
Localização : Mundo da Lua
Data de inscrição : 13/07/2008

MensagemAssunto: Re: Problemas no Norte [Capítulo I - Rasler]   Sex Dez 17, 2010 1:11 pm

Espadas e flechas rasgavam a noite como facas rasgando a carne. Vez ou outra Keram podia ouvir o zunido de uma flecha passando a centímetros de sua cabeça, bem como o som abafado de uma espada penetrando carne, músculos e ossos, sempre seguido por um urro de dor ou desespero, vindo das malditas criaturas que os cercavam.

O elfo sofre alguns ataques, meros arranhões, nada que o atrapalhasse. O Homem desconhecido pareceu ter tido a mesma idéia de Keram, afinal de contas lutar contra todos aqueles Wargs estava fora de cogitação. Tanto o humano como Keram notaram um ponto no círculo de inimigos em que havia fragilidade. Era o ponto que se abria para a trilha na floresta. Ali os Wargs não poderia repelir um ataque e a fuga.

- Elfos, ali naquele ponto - disse o homem apontando para o local que Keram já havia notado - Vamos abrir caminho!

E saltou para cima dos Wargs que barravam a passsagem para a trilha, com a espada em punho e uma ferocidade que era peculiar aos homens. Arranca de imediato a cabeça de um dos Lobos, fazendo com que os demais recuem. No entanto, o cerco fecha-se para os elfos, que precisam ser rápidos na fuga.

- Vamos! Vamos ou todos morreremos nesse lugar maldito!

Spoiler:
 

________________________________________________
Devagar e sempre...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lord_Rasler
Usuário
avatar

Número de Mensagens : 209
Idade : 29
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/11/2010

MensagemAssunto: Re: Problemas no Norte [Capítulo I - Rasler]   Sab Dez 18, 2010 9:02 pm

A cada ataque os lobos pareciam mais furiosos que antes. Se não saíssem logo dali, os guerreiros seriam retalhados. Os olhos habilidosos do elfo começaram a buscar por algum ponto por onde pudessem escapar... O homem teve a mesma idéia de Keram e foi ainda mais rápido... Era um guerreiro exepcional.

Saltou por uma das falhas no cerco inimigo indicando que os elfos fizessem o mesmo. Duas flechas de Keram seguiram logo atrás do homem, derrubando dois Wargs que partiram atrás dele e abrindo outra vez o caminho.

-Orophir... Calagon! Vamos por ali. Rápido

Keram saltou pela “passagem”, seguido pelos outros dois elfos. O grupo então saiu em corrida pela trilha...

Mesmo conhecendo o terreno, ainda era quase impossível correr mais do que os Wargs. Assim, vez ou outra a corrida era interrompida para uma chuva de flechas ser disparada contra os lobos que iam caindo um há um...

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Problemas no Norte [Capítulo I - Rasler]   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Problemas no Norte [Capítulo I - Rasler]
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mundo RPG :: Senhor dos Anéis :: Arquivo-
Ir para: